Março 17 2012
O treinador holandês Louis Van Gaal apadrinhou este sábado um torneio de futebol e atletismo adaptado em Albufeira e não se escusou a abordar o presente do futebol na Europa. O Benfica que defronta o Chelsea, nos quartos-de-final da Liga dos Campeões, foi um dos temas da conversa. 

Conhecedor das qualidades do Benfica, Van Gaal que já viu alguns jogos dos encarnados, considera que o Benfica «é uma equipa que vale pelo seu coletivo, tem um plantel sólido, que joga com intensidade e com muita inspiração», elogios que levam o treinador holandês a prever uma eliminatória equilibrada.

«Mesmo sem estrelas, acredito que o Benfica tem boas possibilidades de eliminar o Chelsea, embora seja muito difícil. Por vezes, é preferível uma equipa ser melhor coletivamente do que ter só grandes jogadores e grandes individualidades», aprecia.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 21:54

Março 17 2012
O jogo entre Tottenham e Bolton, referente aos quartos de final da Taça de Inglaterra, foi esta tarde suspenso devido ao colapso do médio dos ‘trotters’ Fabrice Muamba.
O jogador, de 23 anos, caiu inanimado à passagem do minuto 41, tendo sido prontamente assistido no relvado de White Hart Lane. 
De acordo com os relatos da BBC, os médicos começaram por fazer respiração boca a boca, tentando depois a reanimação com recurso a um desfibrilhador.
Segundo noticia a ESPN, Fabrice Muamba não respirava quando foi retirado do relvado e transportado ao hospital.
O árbitro Howard Webb decidiu suspender a partida, quando o marcador registava empate a um golo.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 21:04

Março 17 2012

Cardozo – O avançado paraguaio esteve em particular destaque frente ao Beira-Mar. Começou por abrir o marcador aos 25 minutos, fazendo depois a assistência para o segundo tento da noite. No início da segunda parte, Cardozo voltou a fazer das suas, ou seja, marcou mais um golo para a sua conta pessoal (48’). Mais uma grande noite do número sete “encarnado” que já leva 18 golos apontados na Liga.


Gaitán
 – O argentino foi um dos protagonistas da partida frente aos aveirenses, ao criar vários desequilíbrios no ataque. Esteve perto de marcar num cabeceamento, mas foi com o pé esquerdo que deixou a sua marca no encontro (43’).


Nélson Oliveira
 – O atacante foi chamado à titularidade pela primeira vez em jogos do Campeonato Nacional e, apesar de não ter feito o “gosto ao pé”, foi uma dor de cabeça para os defensores visitantes. Coroou a sua exibição com uma assistência de calcanhar para o terceiro tento do Benfica.

 

Witsel – Na ausência de Maxi Pereira por castigo, o belga voltou a assumir o lado-direito da defesa. O médio adaptado ocupou a posição com muito acerto, fazendo mesmo a assistência para o primeiro golo no Estádio da Luz. Com a entrada de André Almeida, Witsel voltou ao seu “habitat” no miolo do terreno.

 

Texto: Rui Manuel Mendes  
Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

publicado por Benfica 73 às 19:07
Tags:

Março 17 2012
Oito clubes da Liga e nove da 2.ª Liga, hoje reunidos em Oliveira de Azeméis, ameaçam paralisar os campeonatos se não forem tomadas medidas no sentido de garantir o alargamento das competições profissionais.
Da reunião de quatro horas resultou um comunicado de dez pontos que reforça o apoio ao presidente da Liga, Mário Figueiredo, e critica a posição de Fernando Gomes, líder da Federação, garantindo os emblemas representados que não vão permitir que a imagem dos clubes sai denegrida do processo com vista ao alargamento dos campeonatos.
Para o efeito, vai ser solicitada uma reunião entre a Liga, a Federação e os clubes profissionais, da qual deverão resultar posições concretas a respeito não só do alargamento, mas também do ‘totonegócio’, dos direitos das transmissões televisivas e da formação das equipas B, sob pena de serem tomadas «medidas drásticas» que, no limite, poderão redundar na paragem das provas profissionais.

«Alargamento é irreversível»
José Godinho, presidente da Oliveirense, foi o porta-voz dos 17 clubes que se fizeram representar na reunião de Oliveira de Azeméis.
«O alargamento é irreversível. A menos que adotemos um regime ditatorial, a decisão da Assembleia da Liga tem que ser respeitada», atirou.
Confrontado com uma eventual greve nas competições profissionais, José Godinho preferiu falar em «paragem», argumentando que «o futebol não faz greve».
Gil Vicente, Feirense, Paços de Ferreira, Beira-Mar, Olhanense, UD Leiria, V. Setúbal e Marítimo, Trofense, Arouca, Penafiel, Portimonense, Sp. Covilhã, Freamunde e Oliveirense foram os 17 clubes que se fizeram representar na reunião que hoje decorreu numa unidade hoteleira de Oliveira de Azeméis.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 17:51

Março 17 2012
O Benfica venceu e convenceu no triunfo esmagador esta tarde, no Seixal, o SC Braga, por 6-1. A equipa encarnada, que dominou quase todo o jogo, não deu qualquer hipótese ao conjunto bracarense.

Cafu, atacante da equipa encarnada, foi a principal figura do encontro ao apontar três golos. Diego Lopes, Ivan Cavaleiro e Sancidino Silva foram os autores dos restantes golos deste encontro. Para os bracarenses marcou Carlos Eduardo. 

Recorde-se que Benfica e SC Braga estavam igualados na tabela, com 12 pontos. Com este triunfo, o conjunto de João Tralhão isolou-se no topo. 
Nélson Oliveira, avançado que faz parte do plantel principal, foi uma das presenças notadas no duelo desta tarde que decorreu no Seixal.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 17:04

Março 17 2012

Realizou-se, esta sexta-feira, dia 16 de Março, em Nyon, o sorteio dos quartos-de-final da Liga dos Campeões e a sorte ditou que o Sport Lisboa e Benfica enfrente o Chelsea de David Luiz e Ramires. O treinador “encarnado”, Jorge Jesus, explicou o, porquê da preferência sobre os londrinos.

“Temo-nos adaptado bem com equipas inglesas, mas isso não quer dizer que seja sempre igual. Sei que o Chelsea é uma equipa forte e vai ser uma eliminatória dividida”, frisou.

De seguida elevou o facto de reencontrar antigos atletas que orientou. “Tem cinco jogadores que conheço bem, três portugueses e dois brasileiros, quatro dos quais foram meus jogadores, o Paulo Ferreira, o David Luiz, o Ramires e o Hilário. É também o sentimento de poder encontrar quatro jogadores que ajudaram-me muito”, enalteceu.

Dizer que o Benfica enfrenta o Chelsea dia 27 de Março, na Luz e dia 4 de Abril, em Londres.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 16:15

Março 17 2012
publicado por Benfica 73 às 15:39

Março 17 2012
O treinador do Benfica diz que a sua equipa fez «o quanto baste» para sair do duelo com o Beira-Mar com a vitória.
«Na primeira parte não deixámos o Beira-Mar sair em contra ataque. No segundo tempo, após o terceiro golo, gerimos mais o resultado mas tínhamos a obrigação de fazer mais golos. Tivemos alguma qualidade até ao 3-0, depois parámos e sofremos um golo. Mas o objetivo foi conseguido. (...) De todos os jogos em casa, só perdemos um jogo. Era importante não sofrer golos mas marcámos mais e ganhámos», atirou Jorge Jesus no final do encontro no Estádio da Luz.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 15:17

Março 17 2012

Pela quarta vez em oito jogos efetuados na segunda volta do campeonato, Cardozo repetiu as vítimas. Foi assim com Feirense, Nacional (nestes dois confrontos com um golo em cada partida), FC Porto (um no Dragão e dois na Luz) e Beira-Mar (um em Aveiro e dois ontem).

Curiosidade de sentido contrário é aquela que o aproxima de Gil Vicente, Académica e Paços de Ferreira, adversários aos quais não marcou qualquer golo. Olhando para os compromissos mais próximos da águia, é interessante verificar que Tacuara não marcou a esses adversários nos confrontos da primeira volta: Olhanense, Sp. Braga e Sporting.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 11:59

Março 17 2012
O argentino Nicolas Gaitán diz-se mais motivado com os golos marcados nos dois últimos jogos.
«Se é o regresso do melhor Gaitán? Não sei. Marquei na jornada anterior, voltei a marcar agora e isso dá-me mais confiança para procurar fazer melhor. Acima de tudo, foi bom ganhar. Para além disso conseguimos ter momentos em que praticamos bom futebol», disse após o triunfo (3-1) sobre o Beira-Mar, na Luz.

Sobre o clássico com o FC Porto para a Taça da Liga: «Na terça-feira há um grande jogo para jogar, vai ser bonito outro clássico, mas o Benfica joga sempre da mesma forma: joga sempre para ganhar. É verdade que o rival também ganhou, mas nós pensamos em nós e no que podemos fazer.»

Expectativas para a Liga dos Campeões: «São oito equipas, as oito melhores da prova, sabemos que nesta fase não é possível cometer erros, por isso vamos trabalhar bem e lutar por seguir em frente. Esperamos ser capazes de lutar por ganhar em todas as frentes e conseguir algum título.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:23

Março 17 2012
Jorge Jesus aposta num Benfica forte no embate com o FC Porto, na próxima terça-feira, referente às meias-finais da Taça da Liga.
«Se o Benfica fizer o jogo que fez para o campeonato... Já falámos nas diferenças: na minha opinião, o Benfica foi mais equipa, teve capacidade e o valor de estar em desvantagem mas acabámos por perder o jogo num lance sobre o qual já falámos. Se estivermos no próximo jogo como estivemos no anterior, o Benfica vai estar uma equipa forte», disse, sublinhando que não fez gestão no jogo com o Beira-Mar a pensar no clássico.

«Se calhar, na cabeça dos jogadores houve gestão. Achava que podíamos ter feito mais golos e não ter sofrido um. Com as substituições, o Beira-Mar deu-nos mais espaço para aproveitar o resultado, mas o Benfica tirou o pé do acelerador. Não sei se, inconscientemente, foi essa a ideia, minha não foi. O Benfica tem uma forma de jogar que é muito desgastante e isto deixa sequelas, é normal que nos últimos minutos, a ganhar 3-0, os jogadores se defendessem um pouco.»

Sobre o ciclo de jogos que se aproxima: «O Benfica está nos quartos da Champions, está na luta pelo campeonato e nas meias-finais da Taça da Liga. Quem corre atrás de objetivos e pode conquistá-los, quanto mais se aproxima o fim da época, mais os objetivos estão presentes. Estamos numa situação vantajosa para os conseguir, vão ser jogos com pouco tempo de recuperação, mas o Benfica também tem um plantel que nos dá confiança para gerir um ou outro jogador.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:52

Março 17 2012

A equipa de Futebol Profissional do Sport Lisboa e Benfica recebeu e venceu o Beira-Mar por 3-1, no Estádio da Luz em jogo alusivo à 23.ª ronda do Campeonato Nacional.

 

Face à ausência de Maxi Pereira por castigo, Witsel ocupou o seu lugar no lado direito da defensiva “encarnada”. Porém, a grande surpresa no onze escalado por Jorge Jesus foi a titularidade concedida a Nélson Oliveira pela primeira vez nesta prova.

 

A partida arrancou numa toada morna muito por culpa de uma formação aveirense que teve uma postura demasiado defensiva, tentando espreitar o contra-ataque. Contudo, à passagem do minuto oito, Nélson Oliveira resolveu dar um “safanão” no marasmo. Excelente combinação entre o número 16 e Gaitán com o jovem português a rematar para uma bela parada de Rui Rego.

 

O Benfica ia povoando o meio-campo do Beira-Mar, mas só ao minuto 19 voltou a haver “frisson” na Luz. Pablo Aimar marcou o livre, o esférico sobrou para Gaitán que, de cabeça, quase apontou um tento de “bandeira”. A bola saiu ligeiramente ao lado.

 

Perante tão pouco Beira-Mar, os “encarnados” já começavam a justificar o golo, algo que aconteceu quando o relógio marcava os 25 minutos. Numa jogada de insistência, Aimar deixou a bola para Witsel que centrou com “peso e medida” para o pé esquerdo de Cardozo. Estava inaugurado o “placard” na Catedral.

 

Ainda antes do apito para o descanso, o conjunto da casa ampliou a vantagem por intermédio de Gaitán, após ter sido assistido por Cardozo.

A etapa complementar começou como terminou a 1.ª parte: com um golo benfiquista. Nélson Oliveira fez um excelente passe de calcanhar que isola Cardozo. O paraguaio contorna Rui Rego e bisa na partida (48´). Passados onze minutos, o “7” das “águias” voltou a testar a atenção do guardião aveirense.

 

O conjunto orientado por Ulisses Morais não existia e o Benfica aproveitava para coleccionar oportunidades de golo como aquela que ocorreu ao minuto 73. Nolito fez um passe atrasado para Cardozo que, na passada, rematou forte, mas ligeiramente ao lado.

 

Completamente contra a corrente do jogo, o Beira-Mar apontou o tento de consolação aos 90´ através de Cássio.

Num desafio que decorreu sempre numa toada morna, a turma da Luz controlou as incidências e o ritmo tendo em conta o jogo da próxima terça-feira, diante do FC Porto, no Estádio da Luz, referente à meia-final da Taça da Liga.

 

O Sport Lisboa e Benfica actuou com Artur Moraes; Witsel, Luisão, Jardel, Emerson; Javi García, Bruno César (Nolito, 64´), Gaitán, Pablo Aimar (André Almeida, 64´); Cardozo e Nélson Oliveira (Rodrigo, 75´).

Texto: Marco Rebelo

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 09:55

Março 17 2012
publicado por Benfica 73 às 09:20
Tags:

Março 17 2012
publicado por Benfica 73 às 00:17

BENFICA 73
contador grátis
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...