Novembro 18 2011

O treinador do Benfica procedeu a inúmeras alterações no «onze» para defrontar a Naval e os destaques são as presenças de Capdevila, Nélson Oliveira e Rodrigo Mora.

A equipa inicial do Benfica é a seguinte: Eduardo; Miguel Vítor, Luisão, Garay e Capdevila; Javi García; Rúben Amorim, Aimar e Nolito; Nélson Oliveira e Rodrigo Mora.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 20:00

Novembro 18 2011

Carlos Martins teve, esta sexta-feira, o apoio do seu clube, o Granada, em conferência de imprensa onde, para além do jogador português, estiveram o presidente e os jogadores do clube.
Martins aproveitou mais uma ocasião para voltar a apelar por ajuda ao seu filho, Gustavo, que precisa urgentemente de um transplante de medula óssea.
«O mais importante é apelar a toda a gente que doe sangue não só pelo meu filho mas por todas as pessoas que estão à espera de um dador», afirmou o jogador, dizendo que «quem doa sangue pode estar a salvar uma vida».
Visivelmente abatido, Martins fala em momento «muito complicado» mas não desiste: «Tenho total confiança em Deus que vai ficar tudo bem com o meu filho».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 18:53

Novembro 18 2011

Rodrigo e Nélson Oliveira podem voltar, esta noite frente à Naval, a fazer dupla de ataque no Benfica, repetindo uma fórmula já utilizada por Jorge Jesus na eliminatória anterior da Taça de Portugal, diante do Portimonense. Nessa altura, o internacional Sub-21 espanhol acabaria por sair-se melhor, marcando um golo e começando a ganhar espaço no onze titular das águias.

A utilização de Rodrigo e Nélson Oliveira é ainda mais provável na Figueira da Foz quando se olha para a convocatória e se constata que Cardozo e Saviola não integram o lote de eleitos do técnico benfiquista. O internacional paraguaio será poupado devido ao desgaste provocado pela seleção guarani, enquanto o argentino continua com problemas físicos, contraídos no particular frente ao Galatasaray, no sábado.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:48

Novembro 18 2011

PAULO BENTO foi o principal vencedor no apuramento Nacional para o Euro 2012. Primeiro, porque herdou uma situação paredes meias com o descalabro, e, depois, porque nunca cedeu ao nacional porreirismo reinante. Implacável com a mentira e a indisciplina, exige rigor e solidariedade. É competente e foi valente. Se não o quiserem a seleccionador seria bom como governante.

Discordo, como qualquer treinador de bancada, de várias escolhas e até de alguns esquecimentos das suas convocatórias, mas confesso que lhe admiro a determinação e o carácter.

Ronaldo é fantástico, há ainda três ou quatro jogadores muito bons, mas não temos uma Selecção repleta da qualidade individual que muitos outros países têm.

Em compensação tivemos uma Selecção, na passada terça-feira, verdadeiramente unida e motivada, verdadeiramente nacional.

Sendo assim, ficam ainda mais sublinhados os méritos de Paulo Bento. Exige como treinador o mesmo que dava como jogador, ou seja, tudo.

É isso que quem entrar hoje na Figueira com a camisola do Benfica tem que fazer, dar tudo, jogar no limite.

Vejo que há vários titulares não convocados, mas desejo que hoje não seja o jogo que antecede Old Trafford mas sim um dos que antecede o Jamor. Não me esqueço que Varzim e Gondomar são, nos últimos 30 anos, duas das mais difíceis derrotas de digerir, julgo mesmo que ainda não estou completamente refeito desses resultados tão antigos.

Por essa razão e porque ganhar a Taça de Portugal é prioridade hoje vou à Figueira da foz para ganhar o jogo.

Terça-feira, em Manchester, só exijo um bom jogo. Com os romenos, em casa, o último jogo deverá ser suficiente para carimbar o passaporte para os oitavos-de-final, mas se puder ser mais cedo… óptimo.

O Benfica gosta de realizar proezas em terras de Sua Majestade, e os adeptos agradecem.

Autor: Sílvio Cervan

Fonte: A Bola 

publicado por Benfica 73 às 16:46

Novembro 18 2011

A equipa sénior de andebol alcançou esta quarta-feira uma excelente vitória no campeonato nacional da modalidade, já que venceu em casa o Águas Santas por 32-20.
Depois de ter encerrado a primeira volta com uma derrota frente ao Sporting, o Benfica deu uma óptima resposta frente a um adversário que entrou em campo como líder da competição. Os “encarnados” dominaram a primeira parte, o que lhes permitiu alcançar uma vantagem dilatada ao intervalo (13-8).
A formação orientada por Jorge Rito marcou três golos sem resposta no início do segundo tempo, situação que ainda fragilizou mais o adversário (16-8).
O Benfica aproveitou para fugir ainda mais no marcador (27-14), controlando depois facilmente as operações até ao fim do desafio. O resultado final foi favorável aos “encarnados” por 32-20. 
Com este triunfo, a equipa comandada por Jorge Rito alcançou o Águas Santas na classificação, contabilizando 31 pontos.
Recordar que, na próxima jornada, o Benfica vai jogar no recinto do rival FC Porto. A partida tem início marcado para as 15h05 deste sábado, dia 19 de Novembro.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 16:38

Novembro 18 2011

O médio Nico Gaitán constitui baixa de última hora nos planos de Jorge Jesus, para a visita de hoje ao terreno da Naval, onde o Benfica disputa a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal.
O argentino estava no lote de convocados, mas por atrasos do seu voo no aeroporto de Buenos Aires, o extremo não chegou a tempo de seguir com a comitiva. 
Gaitán ficará assim em Lisboa, a pensar já no jogo da próxima semana diante do Manchester United, da penúltima jornada da Liga dos Campeões. Os encarnados partilham o primeiro lugar do Grupo C em igualdade pontual com os ingleses, ambos com oito pontos.
De fora da viagem à Figueira da Foz ficam ainda Óscar Cardoso, Maxi Pereira e Witsel, que estiveram ao serviço das respectivas selecções e serão poupados na partida da Taça, e Javier Saviola, Matic e Enzo Pérez, lesionados. Saviola treinar-se-á condicionado durante os próximos dias, fruto de uma entorse no joelho esquerdo, enquanto Pérez recupera de intervenção cirúrgica e Matic se debate com problemas musculares.
Lista de convocados para o jogo com a Naval:
Guarda-redes: Eduardo e Mika;
Defesas: Miguel Vítor, Luisão, Garay, Capdevila, Jardel e Luís Martins;
Médios: Javi García, Rúben Amorim, David Simão, Aimar, Bruno César, Nolito e Rúben Pinto;
Avançados: Nélson Oliveira, Rodrigo e Mora.

publicado por Benfica 73 às 15:16

Novembro 18 2011

O árbitro Artur Soares Dias (AF Porto) foi nomeado pela Federação para dirigir o Naval-Benfica da Taça de Portugal.
Em comunicado, a Federação anuncia apenas a nomeação para o primeiro encontro da 4.ª eliminatória da Taça. O jogo está agendado para as 20.15 horas de sexta-feira, dia 18, na Figueira da Foz.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 14:19

Novembro 18 2011

Jorge Jesus abriu a conferência de Imprensa de projecção ao jogo com a Naval endereçando uma palavra de solidariedade a Carlos Martins.
O médio português, que representa o Granada por empréstimo do Benfica, vive um drama familiar com o filho Gustavo. Com apenas três anos, o menino sofre de aplasia medular, uma doença rara que só pode ser curada se for encontrado um dador de medula que seja compatível.

«Não posso esquecer a dificuldade que o meu jogador Carlos Martins está a ter com o seu filho Gustavo. Nós, Benfica, jogadores e equipa técnica estamos disponíveis para colaborar em todas as acções que possam ajudar o Gustavo», anunciou.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 14:09

Novembro 18 2011

Julián Velázquez é um rápido defesa do Independiente da Aregntina que está a ser seguido pelo Benfica, segundo a imprensa local. Veja alguns dos melhores momentos do jovem que é uma autêntica barreira para os adversários.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:26

Novembro 18 2011

Mudam-se os tempos, mudam-se os rostos. Dos jogadores do Benfica utilizados no último jogo das águias na Figueira da Foz (1-2), a 10 de Abril, em jogo a contar para a 26.ª ronda da Liga, só resta Pablo Aimar (jogou 12 minutos).

Há sete meses, Jorge Jesus apresentou um onze alternativo, uma vez que o título tinha sido entregue ao FC Porto uma semana antes, fruto da vitória dos dragões no Estádio da Luz (2-1), e as atenções e energias do técnico passaram a centrar-se por completo na Liga Europa e Taça de Portugal. O jogo da Figueira surgiu precisamente no meio da eliminatória com o PSV, nos quartos-de-final, com as águias a superarem o adversário holandês.

Dos onze jogadores que o treinador do Benfica lançou de início, nesse encontro com a Naval, nenhum está na Luz esta época. Júlio César, Sidnei, Roderick, Carole, Airton, Felipe Menezes, Carlos Martins, Jara e Kardec (fez o golo das águias) foram emprestados, Luís Filipe terminou contrato e deixou o clube, representa o Olhanense, César Peixoto continua na Luz mas não está integrado no plantel, foi dispensado.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:17

Novembro 18 2011

Portugal queixou-se bastante do relvado de Zenica, mas o que dizer do estado do terreno do jogo entre Grenada e Guatemala, em jogo da zona da CONCACAF de apuramento para o Mundial'2014? Apesar do mau estado desta "horta" (usando a expressão de Cristiano Ronaldo), o interessante deste vídeo foi o facto de Michael Mark ter marcado dois golos... na baliza errada. Para os registos, a Guatemala ganhou por 4-1.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:49

Novembro 18 2011

Jorge Jesus admite alguma preocupação com Nico Gaitán, em virtude de o jogador não ter disputado qualquer minuto na recente chamada à selecção da Argentina.

«Perde intensidade de treino e competitividade, o que não é aconselhável. No entanto, ir à selecção é um motivo de valorização e ele não tem que ficar zangado com as opções do seleccionador», aconselha o treinador dos encarnados, que se mostra «preocupado» com o facto de o jogador «ter estado fora e sem jogar cerca de 15 dias».

De resto, recorda Jesus que após a última paragem motivada pelos compromissos das selecções, Gaitán «acabou o jogo com cãibras e dores musculares».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:32

Novembro 18 2011

“Benfica sempre” é a nova canção do clube da Luz para esta época. Miguel Gameiro dá voz ao tema, ou não fosse ele um benfiquista ferrenho. “Foi um convite do Benfica que recebi com muito gosto e orgulho. É um tema feito com muito coração e amor à camisola”, conta a Record, no Estádio da Luz. “Estava na estrada durante o verão e aproveitava os ensaios para compor. O grande desafio foi fazer um tema que representasse a história, a tradição do Benfica no nosso país enquanto grande clube que é: o passado, o presente, o futuro”, explica o cantor. Para dar mais força ao tema, Miguel Gameiro conta com a participação de três bateristas. “Tem muito impacto”, diz sobre a canção, disponível a partir de segunda-feira em várias plataformas digitais. Uma forma de aproximar os adeptos ao clube...

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:09

Novembro 18 2011

Os clubes brasileiros viram as suas receitas aumentar 300 por cento nos últimos oito anos, segundo um estudo da empresa RBMF apresentado em Zurique nesta semana. 
Os direitos de televisão, a publicidade, os patrocínios e o merchandising estão entre os pontos que ajudaram os clubes a não ficarem dependentes da venda de jogadores para sobreviverem. Só em 2010 a expansão da receita foi de 34 por cento.
O Corinthians, segundo clube com mais adeptos no país (a seguir ao Flamengo), lidera a tabela dos mais ricos com 91 milhões de euros de receita. Internacional, São Paulo e Flamengo vêm nas posições seguintes, sendo que o Santos - o tal que resistiu aos milhões do Real Madrid por Neymar - é o que apresenta um crescimento maior. 

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:40
Tags:

Novembro 18 2011

Jorge Jesus enaltece vontade de «aprender» dos jogadores jovens do Benfica e destaca a valorização de Rodrigo de águia ao peito.
«Um treinador só pode potencializar jogadores se houver valor. Neste momento, o Benfica tem jovens portugueses e não só. O Rodrigo, por exemplo, é um jovem que muito valorizámos em três meses. Gostamos muito do seu trabalho», indica o treinador, que se congratula por ter no clube «jovens dispostos a aprender e que querem valorizar-se».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:35

Novembro 18 2011
publicado por Benfica 73 às 08:27
Tags:

Novembro 18 2011

Se questionamos os salários dos gestores e os salários dos políticos; se nos queixamos de salários que, em Portugal, são tão mais altos do que os tão mais baixos, por que razão toleramos salários astronómicos de jogadores de futebol? A pergunta foi colocada há dias por Frei Fernando Ventura. E bem colocada.

Numa excelente entrevista a António José Teixeira, na SIC Notícias, o padre franciscano capuchinho fez questão de elogiar Cristiano Ronaldo, que nesse mesmo dia havia recebido a sua segunda Bota de Ouro. Mas confrontava-nos com esta espécie de indignação seletiva que temos, que não acha estranho que haja jogadores a ganhar somas fabulosas e que inclusive o exibem, viajando em automóveis opulentos e cobrindo-se de marcas com preços para produtor de petróleo. Estamos a falar de clubes em Portugal.

Mas a melhor pergunta de Frei Fernando Ventura veio depois: como é que clubes que estão tecnicamente falidos e que se afundam em prejuízos, pagam salários tão altos?

Os salários são feitos em mercado, resultando do jogo da oferta e procura internacional. Mas há intermediários que interferem nesta formação de preços e presidentes de clubes que alinham em loucuras em seu benefício e que os aniquilam. E isso tem levado campeonatos inteiros à inviabilidade. Esse tipo de fenómenos já levou, inclusive, a colocar tetos às remunerações de atletas noutros países, como os próprios Estados Unidos, país insuspeito de gostar de intervencionismos.

Falemos de Portugal: muitos clubes onde jogam estrelas bem pagas estão falidos. Jogam em cidades onde há fome, pobreza e iniquidade. Os mesmos que atiram pedras aos gestores, atiram flores aos jogadores de futebol. Não faz sentido, pois não? A paixão cega mesmo.

Autor: PEDRO S. GUERREIRO

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 01:47

Novembro 18 2011

Paulo Bento foi entrevistado esta quinta-feira pela SportTV. O selecionador nacional abordou os principais temas da atualidade, começando pelo propalado caso Bosingwa. Para Paulo Bento, este é um tema que está encerrado e sobre o qual nada mais há a dizer.

“Esse assunto está completamente encerrado. Existem duas versões... O que posso garantir é que não tomo nenhuma decisão de forma inconsciente. Uso dados para as tomar e tomo-as sempre em consciência. Não vale a pena falar nisto porque fizemos demasiadas coisas boas para estarmos a preocupar com isto”, iniciou.

“Ele disse que não voltaria à Seleção enquanto eu fosse selecionador", contou o técnico

“Não tenho nada a acrescentar. E estas declarações do médico Henrique Jones são normais. Não tenho de pedir desculpas a quem quer que seja. Tomo decisões em consciência e pensando bem naquilo que faço. Muito menos tenho de pedir desculpa ao Bosingwa”, revelou.

“As opções que tomamos são tomadas em consciência, sabendo o que queremos fazer e quem está dentro dos critérios de quem pode vir à Seleção e ser útil nas várias fases do estágio e nas mais variadas situações que os jogos pedem. Fazemos as nossas opções para todas as convocatórias, por isso esse assunto não me merece mais palavras”, assegurou.

E para rematar o tema foi direto ao assunto: “Ele disse que não voltaria à Seleção enquanto Paulo Bento fosse selecionador, por isso é uma decisão dele.”

Quanto a Ricardo Carvalho, poucas palavras: “Os atos ficam para quem as pratica. As decisões tomam-se e depois tentamos seguir o nosso caminho. Acho que estamos a gastar e a perder algum tempo com certas e determinadas coisas que não foram positivas. Aliás, fizemos muitas coisas positivas e isso é que é realmente importante.”

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 01:02

Novembro 18 2011

Jorge Jesus justifica a aposta em jogadores menos utilizados na Taça de Portugal com a circunstância de os jogos ocorrerem após compromissos das selecções nacionais.

«A utilização de determinados jogadores durante mais minutos não tem a ver com primeiras ou segundas escolhas, mas sim com o facto de jogarmos após compromissos das selecções», argumenta o treinador do Benfica, em alusão ao onze utilizado diante do Portimonense, na eliminatória anterior da Taça de Portugal. 

Frente à Naval, indica, vai dar «prioridade aos jogadores que entender serem os melhores para o jogo de amanhã [sexta-feira]».

«Normalmente jogam os que não têm jogado tanto, uma vez que os outros vêm das selecções», reforça, anunciando que, se nada de anormal acontecer, «grande parte dos jogadores que vão ser lançados vai estar também no jogo de terça-feira para a Champions [com o Manchester United, em Old Trafford]».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 00:41

BENFICA 73
contador grátis
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...