Novembro 14 2011

A conquista de um espaço de destaque entre as opções de Jorge Jesus para o ataque, os golos que tem marcado de águia ao peito e também pela selecção espanhola de sub-21, justificam a negociação de um novo contrato com Rodrigo, jovem com grande margem de progressão, como é considerado pelos responsáveis encarnados, e significativa projecção internacional. A cláusula de rescisão em vigor no seu vínculo (20 milhões de euros) é já considerada... demasiado curta.

Nesse sentido, o jovem avançado hispano-brasileiro deverá ser colocado perante um novo contrato, que incluirá um significativo aumento salarial, com possível extensão da ligação para lá de 2015, como está firmada actualmente, e uma cláusula de rescisão que irá disparar para cima dos 30 milhões.

Aliás, este é um valor comum nos actuais contratos de vários dos mais importantes ou promissores jogadores do Benfica, com Cardozo à cabeça (60 milhões), seguindo-se Nolito (50), Gaitán (45) e Witsel (40), além de vários precisamente na fasquia dos 30 milhões. E, recorde-se, dos jogadores recentemente transferidos pelos encarnados, todos chegavam a este valor, casos de David Luiz (50), Di María (40), Ramires e Coentrão (30).

Desta forma, o Benfica conseguirá blindar de forma mais efectiva o jovem goleador, já depois de ter ficado a salvo de uma cláusula de recompra do Real Madrid, cujo prazo entretanto expirou, que poderia "devolver" o jogador aos merengues por... 12 milhões de euros. Para já, se o quiserem de volta terão de bater 20 milhões, mas dentro de pouco tempo a despesa será bem maior.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 23:46

Novembro 14 2011

Horacio Gaggioli, representante de Joan Capdevila, admite algumas conversas sobre uma eventual saída do lateral espanhol do Benfica. 
«Tem havido algumas conversas mas nada há nada de novo. Está tudo na mesma. Temos de continuar à espera. No futebol, o que hoje é certo amanhã não o é. Nunca sabemos o que pode vir a acontecer», disse o empresário do jogador espanhol em declarações à Antena 1.
Capdevila está insatisfeito com a actual situação no clube, uma vez que tem sido pouco utilizado e nem sequer foi inscrito na Liga dos Campeões, sendo que a saída em Janeiro se apresenta como uma forte possibilidade.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 23:44

Novembro 14 2011

Em entrevista a A BOLA, Pablo Aimar passa em revista os melhores momentos na Luz. A análise à Liga; a defesa de Javi; a possibilidade da Champions.
Como vê FC Porto, Sporting e SC Braga? Quem está mais forte?
Há um ano, perguntaram a um jogador, não me lembro qual, o que achava do adversário Benfica. E ele disse: «Acho que está mais fraco». Não gostei de ler essa frase e é por isso que não falo dos outros. Digo, apenas, que o Benfica está bem e pode lutar de igual para igual com os outros três candidatos. São quatro candidatos a ganhar o título. Importante é olharmos para o nosso interior e ver que estamos bem.
Nos jogos em Braga acontecem, como diz Artur, coisas do outro Mundo?
São jogos complicados porque o SC Braga é muito boa equipa, porque tem bons jogadores que sabem o que querem. Têm um estilo de jogo que os fez ser finalistas da Liga Europa.
O golo ao Paços de Ferreira, em Outubro de 2010, pegando na bola antes do meio-campo, fintando três jogadores e fazendo o 1-0 foi o seu melhor no Benfica?
Não.
Não?
Aquele de que mais gostei foi o que marquei ao Sporting.
Porquê?
Não estávamos a jogar bem e necessitávamos de ganhar para darmos um passo muito grande rumo ao título. Além disso, foi um golo bonito porque fugi a um defesa, não o via mas intuía que vinha atrás de mim, passei pelo guarda-redes e, quando o defesa chegou, levantei a bola e fiz golo.
Acredita que Javi García proferiu as frases racistas durante o jogo em Braga, como acusa Alan?
Conhecemos muito bem Javi, sabemos quem é e o que pensa e sabemos que não tem qualquer problema desse tipo. Há limites para tudo. Aceito que tu digas que eu sou um desastre. Faz parte do jogo e do futebol. Se falarmos de outras coisas, bem graves, como essa do racismo, é mais complicado. Não acredito nisso.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 22:17

Novembro 14 2011

Imprensa espanhola aponta avançado do Benfica como alvo preferencial do Saragoça para Janeiro. 
Frustradas as pretensões manifestadas durante o Verão, o Saragoça vai, segundo o jornal AS, voltar à carga por Rodrigo e tentar garantir o empréstimo do internacional sub-21 espanhol em Janeiro.

Rodrigo é o alvo preferencial dos dirigentes do clube aragonês que, porém, sabem que muito dificilmente conseguirão convencer Jorge Jesus a libertar o avançado, apesar da forte concorrência de Cardozo e Saviola por um lugar no ataque encarnado.

Aliás, Rodrigo tem superado todas as expectativas e aproveitado da melhor forma as oportunidades que desfrutou como titular, pelo que será pouco provável uma saída para o clube onde militam os portugueses Hélder Postiga, Fernando Meira e Rúben Micael.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 21:32

Novembro 14 2011

Pablo Aimar deve estar apto para a deslocação à Figueira da Foz, onde, na sexta-feira, o Benfica defronta a Naval, em jogo a contar para a quarta eliminatória da Taça de Portugal.

O médio argentino, de 32 anos, não foi convocado para o encontro com o Galatasaray, realizado anteontem, em Genebra. Devido a um traumatismo no joelho direito, o camisola 10 ficou em Portugal, efetuando tratamento e treino condicionado.

Apesar dos problemas físicos, os encarnados acreditam que Aimar vai estar disponível para a reentrada do Benfica em cena, depois do interregno para compromissos das seleções.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 20:48

Novembro 14 2011

Menos de um mês depois do seu primeiro golo oficial com a camisola do Benfica, Rodrigo anda já nas bocas do mundo, principalmente em Espanha, onde tem vincado a sua capacidade goleadora ao serviço dos sub-21. O seu talento galgou fronteiras, e os elogios às suas qualidades chovem de vários quadrantes do futebol espanhol, ao ponto de o jovem camisola 19 dos encarnados ser já considerado o novo Fernando Torres. O JOGO contactou dois dos formadores de El Niño, actualmente no Chelsea depois de ter brilhado no Liverpool e, sobretudo, no Atlético de Madrid, que não têm dúvidas em traçar um prognóstico. "Vai ser melhor do que Torres", dizem, em uníssono, Abel Resino e Abraham García.

Oito jogos e cinco golos depois pelo Benfica chegam para Resino elaborar uma comparação entre os dois jogadores. O responsável pela cantera do Atlético de Madrid na altura da explosão de Fernando Torres - e decisivo na sua moldagem, dado o acompanhamento próximo que sempre deu ao então jovem goleador - salienta que El Niño é "um avançado de enorme qualidade, mas tem algumas lacunas, nomeadamente em termos técnicos, que lhe dificultam a acção quando não tem espaço". "Pelo contrário, Rodrigo é mais forte tecnicamente, pelo que precisa de menos espaço para criar perigo, e a sua capacidade de explosão também lhe traz dividendos, porque lhe permite ocupar espaços mais próximos da zona de decisão", complementa. Pelo que conhece de ambos, destaca um ponto comum - "a humildade". "O pai de Torres, que era polícia, levava-o todos os dias aos treinos e ele sempre demonstrou ser um jovem humilde, mesmo depois de ganhar outro estatuto. E o mesmo parece estar a acontecer com Rodrigo, não se deixando afectar pela ascensão no Benfica", salienta Resino, considerando que, "se continuar a evoluir como tem vindo a fazer, vai ser, a médio prazo, uma referência na principal selecção de Espanha".

Responsável pela moldagem de El Niño nos treinos durante dois anos, antes da promoção do avançado, então com 17 anos, à equipa principal do Atlético de Madrid, Abraham García reconhece ser "um grande admirador de Torres", mas confessa que o muito que tem visto de Rodrigo o deixa "encantado", porque este é "um jogador magnífico". E a explicação para os elogios não demorou a ser proferida pelo técnico que também treinou o Real Madrid C e sempre acompanhou de perto as equipas jovens do Celta de Vigo, onde jogou... Rodrigo: "Ambos são jogadores potentes, com muita força e velocidade, com Torres a ser mais imponente no jogo aéreo e a fixar os centrais, enquanto Rodrigo, cuja carreira tenho acompanhado de perto, tanto no Celta e Real Madrid como no Benfica e nos sub-20 e sub-21 espanhóis, apresenta outra capacidade técnica, talvez por ser natural do Brasil, e de remate."

O antigo técnico dos juvenis e juniores do Atlético de Madrid salienta que Fernando Torres "é um osso duro de roer para os centrais, mete respeito e sabe criar espaços para os companheiros", mas as qualidades de Rodrigo auguram-lhe um grande futuro. "Diria que, numa escala de 0 a 10, Torres teria um 7 em técnica e um 7 em finalização, enquanto ao Rodrigo daria um 8,5 e um 8, respectivamente." Ou seja, o camisola 19 da Luz "é mais evoluído tecnicamente e finaliza melhor", pelo que faz sentido uma curiosa frase proferida em tempos por Luis Aragonés, treinador que estreou Torres na primeira divisão espanhola, ao afirmar ser El Niño "o avançado dos golos impossíveis", ao que García acrescenta: "Rodrigo é o avançado dos golos fáceis. Dá gosto vê-lo jogar, encanta-me."

Tal como acredita Abel Resino, também Abraham García considera que Rodrigo, "se continuar a evoluir, irá superar Torres, cuja carreira meteórica já lhe permitiu conquistar vários títulos ao nível de clubes e selecção", podendo até ser o seu sucessor na Roja. "Há muitos avançados a despontar em Espanha, mas Rodrigo está a ganhar maior destaque; pelas suas qualidades e também pela experiência que está a ganhar no Benfica."

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 20:34

Novembro 14 2011

No Uruguai, Rodrigo Mora continua a causar polémica. O presidente do Defensor Sporting, Dante Prado, nunca se conformou com a saída do avançado, de 23 anos, e ameaça agora recorrer com um processo no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).

“Na Europa, estas situações são normais, mas nós ainda vemos a saída a custo zero como um ato de má-fé. Um emissário do Benfica veio ver o jogador num desafio com o Nacional há um ano e começou as negociações com Mora. A nós disse-nos que estava interessado num jogador do Nacional. A 2 de janeiro, o Mora foi a Portugal e assinou contrato. Parece que estão a especializar-se neste tipo de situação”, argumenta o dirigente.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 20:26
Tags: ,

Novembro 14 2011

Um autêntico icebergue que gostaria de atingir a bitola de Preud’homme. É com a maior calma do mundo que justifica o ataque verbal dirigido ao Braga na Pedreira e pisca o olho à conquista da Liga. No ar deixa a ideia de uma Champions à Benfica! A canarinha continua atravessada na garganta de alguém que nunca pensou... imitar Liedson.

RECORD – No final do jogo com o Braga disse que na Pedreira se passavam “coisas do outro mundo” sempre que o Benfica lá jogava. Existem ou não existem truques escondidos na manga?

ARTUR – Limitei-me a relatar, enquanto jogador do Benfica, aquilo que senti após o jogo. Achei estranho que a luz se tivesse apagado por três vezes e isso deixasse de suceder depois do golo do Braga. Todas as pessoas que ali estavam, bem como as que seguiram a partida através da televisão, pensaram da mesma maneira. Foi simplesmente isso! Ao dizer aquilo na zona mista não faltei ao respeito ao Braga, nem ao seu grupo de jogadores. Também não faltei ao respeito aos adeptos.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 20:04

Novembro 14 2011

Jorge Jesus, no final do particular com o Galatasaray, deixou claro que conta com Saviola, mas a vontade do treinador do Benfica pode não ser suficiente para segurar o jogador argentino na Luz. O Villarreal, que se encontra no 13.º posto do campeonato espanhol, definiu o camisola 30 das águias como alvo prioritário para reforçar o ataque no mercado de inverno, e até já contactou o empresário Diego Queiruga para iniciar as negociações.

Segundo foi possível apurar, a primeira conversa foi meramente exploratória, pois a direção do Villarreal só se informou sobre as condições financeiras necessárias para efetuar o negócio. Recorde-se que o futebolista, de 29 anos, tem contrato até ao final da temporada, mas o Benfica pode acionar a cláusula de opção, prolongando assim o vínculo por mais um ano. Os espanhóis sabem que para garantirem o atacante terão sempre de chegar a um acordo com o Benfica e esperam que Diego Queiruga receba a autorização de Lisboa para começarem a conversar.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 18:30

Novembro 14 2011

R – Jorge Jesus está entre a elite mundial?
A – Creio que sim. Não conheço muitos treinadores, mas é um dos melhores com quem trabalhei.

R – Qual é a melhor equipa do campeonato?
A – O Benfica!

R – E a mais forte?
A – O Benfica!

R – O Benfica é, assim, o favorito à conquista do título?
A – Temos vindo a demonstrar nestas 10 primeiras jornadas que somos candidatos ao título. Entre demonstrar e ser… faltam 20 jogos. Já superámos duas provas importantes nesta época, as deslocações ao Dragão e a Braga. E ainda estamos lá em cima.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 18:00

Novembro 14 2011

Extremo sofre nova rotura muscular e só regressa em Dezembro. Lesionou-se no aquecimento para um jogo... e, agora, num treino.
A passagem de Urreta pelo V. Guimarães tem sido um verdadeiro calvário, ele que ainda não teve oportunidade de se estrear com a nova camisola. 
Incluído no onze para a recepção ao SC Braga, o extremo cedido pelo Benfica acabaria por se lesionar durante o aquecimento. 
Agora que estava recuperado... sofreu nova lesão muscular, admitindo-se, nesta altura, que venha a recuperar no departamento médico da Luz.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:20

Novembro 14 2011

Aposta na juventude e formação vincada esta época. Cinco das escolas no grupo de Jesus. 
Tempos difíceis exigem engenho na busca de soluções. Se Luís Filipe Vieira o defendeu, este fim-de-semana, no périplo pelas Beiras (Litoral e Interior), a prática corresponde ao discurso de devolver o Benfica às origens, com a utilização de jovens formados na casa. O que se reflecte, esta época, nos cinco jogadores das escolas dos encarnados no grupo às ordens de Jorge Jesus: Luís Martins, Miguel Vítor, Rúben Pinto, David Simão e Nélson Oliveira.
É preciso recuar cinco anos para encontrar no plantel tantos talentos formados na casa: com Ronald Koeman, em 2006/07, havia três guarda-redes prata da casa (Moreira, Rui Nereu e Bruno Costa), e ainda Hélio Roque e Tiago Gomes. Além do regressado Rui Costa (do Milan).
Nélson Oliveira, Miguel Vítor e Luís Martins estão a ganhar espaço na equipa, embora ainda não sejam primeiras opções. E a última pérola da casa a proporcionar à SAD encaixe financeiro foi Manuel Fernandes, transferido para o Valência por nove milhões de euros (Benfica detinha 50 por cento do passe). Rui Costa, recorde-se, tinha ido para a Fiorentina por seis milhões de euros... em 1994.
DÉCADA DE MENOR APOSTA LUSA
Luís Filipe Vieira já alertou que vai ter de investir menos na equipa profissional. Mas a aposta no Caixa Futebol Campus, cujo quinto aniversário foi celebrado em Setembro, é cada vez mais declarada, para que apareçam produtos da formação com maior assiduidade. 
Neste milénio, apenas em 2001/02 (sete jovens da formação no plantel) e 2005/06 (seis no grupo) a aposta na formação foi mais notória que agora. Na Suíça, anteontem, diante do Galatasaray, mostraram-se Cafu, Paulo Teles e Ivan Cavaleiro, com Bruno Varela, Eliseu e Miguel Herlein a sentarem-se no banco. E há muitos mais emprestados a outros clubes esta época, mas que em 2012/13, com o regresso das equipas B, podem rejuvenescer e vincar a matriz portuguesa da águia.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 14:32

Novembro 14 2011

Antes não gostava de dar entrevistas. Agora tolera-as de vez em quando. Fora do campo parece mais baixo e magro. Fala pausadamente, cumprimenta e despede-se com exemplar educação. Pede desculpa se grita com os colegas no campo e diz que ainda não fala português porque tem vergonha. 
Pablo, para começo de conversa, trazemos-lhe as oitenta e uma primeiras páginas de A BOLA que têm uma fotografia sua. Destas, qual destacaria?
Vamos ver, são muitas! Julgo que a do clássico com o Sporting, no ano em que ganhámos a Liga. Onde é que ela está? Tenho de procurar...
É uma em que aparece ao colo do Luisão, em Abril de 2010, pode consultar pela data.
Sim, esta, cá está.
Falando de capas, falemos de jornais. É fácil a relação de um grande jogador com os jornalistas?
Terão de perguntar a um grande jogador [risos]...
Por isso mesmo lho perguntamos a si...
Bom, se a pergunta é para mim, digamos que há uns anos, quando era mais chico, essa relação era complicada. Mas era um erro, admito. Não entendia que futebolistas e jornalistas fazem ambos parte de um mesmo jogo e de um mesmo espectáculo. Não entendia as críticas, não as aceitava. Não percebia que aquelas pessoas, jornalistas como vocês, estavam apenas a trabalhar. Nessa altura lia tudo o que saía nos jornais.
Por ser Aimar, sente-se muito pressionado? José Mourinho chegou a dizer aos jornalistas espanhóis que, por causa deles, tinha de ter cuidado com aquilo que punha no caixote do lixo. Sente o mesmo?
Nunca senti isso. Mas estão a falar-me do melhor treinador do Mundo, a trabalhar numa das duas melhores equipas do Mundo e, a esse nível de popularidade, não sei o que se passa. Não passo, nunca passei, por aquilo que passam Cristiano ou Messi, por exemplo. É uma fama de nível mundial e não sei o que se passa na pele deles.
Mas Aimar também é mundialmente famoso.
Sim, mas falo de outro nível. Falo dos melhores três ou quatro jogadores. Talvez dos melhores dez, vá lá. Excluindo esses, acho que se pode fazer uma vida perfeitamente normal.
A ideia que se tem em Portugal é que, na Argentina, a pressão dos adeptos é terrível, quase assustadora.
Não. Num clube como o Benfica, que tem 200 mil sócios e não sei quantos milhões de adeptos, a pressão de ganhar é igual. No Valência e no Saragoça, as outras equipas em que joguei, é quase igual. A pressão de um médico, que tem de salvar a vida de uma pessoa, nada tem a ver com a pressão de um jogador. É muitíssimo superior.
Quando lhe deu o click para assumir que queria realmente vir para o Benfica?
Todos temos ego, embora o possamos tentar negar. Por isso, quando vi uma pessoa tão importante no mundo do futebol, como Rui Costa, vir de Lisboa a Saragoça para falar comigo e me tentar contratar, o meu ego ficou inchadíssimo. Só quis retribuir-lhe a confiança que estava a depositar em mim.
Até que idade pensa jogar?
Até desfrutar. Gosto de treinar, gosto de jogar, gosto do momento de entrar no relvado, gosto de todas estas sensações. Imagino, porém, que um dia não será assim. Quando tinha 20 anos achava impossível haver um dia em que não gostasse de jogar. Agora, continuo a gostar, mas sei que haverá um dia em que o corpo dirá não.
Muito longe ainda?
Não sei. Não gostaria era de continuar a jogar por algum factor extra, isso não. Respeito quem o faz, mas gostaria de ter a lucidez ou a inteligência para ser eu a deixar o futebol e não permitir que seja o futebol a deixar-me a mim.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:26

Novembro 14 2011

O Benfica regressa, segunda-feira, ao trabalho com um treino marcado para as 16 horas no Caixa Futebol Campus. A sessão, que estava inicialmente marcada para as 17, é aberta ao público.

O treino marcará o arranque da preparação para o jogo da Taça de Portugal frente à Naval.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:15

Novembro 14 2011

Luís Filipe Vieira marcou presença nas cerimónias de inauguração da Casa do Benfica de Alcains e Miranda do Corvo. O presidente do emblema da Luz falou aos sócios, lembrou que os tempos que se avizinha serão difíceis, mas garantiu que o futuro do clube não está nem estará em perigo.

O presidente do Benfica passou por Alcains, mostrou-se visivelmente satisfeito por inaugurar mais uma casa do clube e aproveitou para lembrar todos os benfiquistas presentes que os próximos tempos serão muito difíceis.

«Os próximo anos vão ser duríssimos, do ponto de vista económico. No Benfica estamos a preparar-nos para enfrentar a tempestade. Sabemos que vamos ter de manter o mesmo rigor que nos trouxe até aqui, e, mesmo assim, vamos ter de investir menos», justificou o líder dos encarnados, garantindo, contudo, que no Benfica todos «têm os pés bem assentes no chão» e que «ninguém vai pôr a instituição em perigo com alguma megalomania».

Depois de Alcains, Luís Filipe Vieira seguiu para Miranda do Corvo, e num jantar com cerca de 700 benfiquistas, reiterou o discurso:
- O futebol não é uma ilha e o Benfica não é uma ilha. As limitações económicas não são problemas só de outros. Vamos viver tempos difíceis.

Mais três inaugurações
Depois de Alcains e Miranda do Corvo, Luís Filipe Vieira prepara-se para inaugurar mais três casas do Benfica. Assim, no dia 20, o presidente do emblema da Luz estará em Malveira, no dia 25 viaja para Portalegre e no dia 2 de Dezembro será a vez de Oliveira de Azeméis receber Luís Filipe Vieira.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:35

Novembro 14 2011

Pablo Aimar em entrevista a A BOLA. Como finta os filhos a jogar futebol na sala, a paixão por pastéis de nata, o afecto ao Benfica. Agraciado hoje em Lisboa como promotor da imagem argentina. 

Pablo César Aimar Giordiano ficaria na história do futebol português mesmo que se fosse já hoje embora. Jamais alguém um dia, seleccionando as grandes figuras de todos os tempos que jogaram em Portugal, deixará o 10 do Benfica de lado.

Não é novo Maradona, porém. Nunca o foi. O próprio Aimar, em entrevista a A BOLA, assim o entende, quase que pede, humildemente, para não se associarem os dois nomes. Mas Aimar é, mesmo que não queira, uma das mais influentes personalidades da história recente da Argentina. É um valor. E nunca um novo Maradona esteve realmente tão perto de ser assim considerado como o agora jogador do Benfica. Mais que Saviola, mais que Ortega, mais que Riquelme. Só menos que Messi. 

Assim se compreende, por isso, que Aimar seja hoje homenageado, às 19 horas, no Hotel Tivoli, na Avenida da Liberdade, coração de Lisboa, pelo LIDE - Grupo de Líderes e Empresários de Portugal e pela embaixada da Argentina a propósito de uma conferência intitulada O futebolista na promoção da imagem da Argentina, integrado num painel, moderado pelo director de A BOLA, Vítor Serpa, que procurará semelhanças entre a liderança desportiva e a liderança empresarial. Porque é dessa forma, afinal, que vulgarmente se olha para Aimar em campo: líder.

Também estarão na cerimónia os secretários de Estado do Desporto e da Economia, Alexandre Mestre e Almeida Henriques, diplomatas da Argentina e de Angola, os antigos jogadores Fernando Gomes, Humberto Coelho e Oceano, o ex-seleccionador de râguebi Thomaz Morais, o presidente do COP, Vicente Moura, entre outros. Aimar será distinguido por excelência desportiva.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:04

Novembro 14 2011
publicado por Benfica 73 às 06:31
Tags:

Novembro 14 2011

Um plano televisivo sem legendas mostrava-nos os presidentes do Braga, do Benfica e da Liga, firmes, hirtos e com caras de estarem sentados sobre uma almofada de punaises. No relvado, o espetáculo tinha parado por falta de corrente elétrica, enquanto nas bancadas da Pedreira energia era o que não faltava, fazendo ecoar por todo o país os sons da falta de civismo que grassa no reino.

Imaginar o que passava pelas mentes daqueles três Césares à varanda do Circus Maximus transporta-nos para o domínio do surreal, ao invés da premissa de dignificação de um espetáculo de qualidade, credibilidade e seriedade. O estádio de Souto Moura, oitava maravilha da arquitetura desportiva, entrava no anedotário das histórias mal contadas, por negligência do eletricista, com a sua caldeira topo de gama a oferecer aos visitantes o prazer de um duche frio em cima da banhada tática que lhes custara a liderança isolada do campeonato.

Os caprichos de um fusível ou de um termoacumulador não entravam no imaginário do “outro mundo” a que aludiu o guarda-redes Artur Moraes, sem menosprezar o seu conhecimento de causa, mas enfileiram agora na galeria das distrações a que um determinado sector recorre por sistema.

Porém, a falta de água quente que suscitou uma defesa da honra pela SAD minhota e um salomónico esclarecimento do chefe da Liga, testemunha da caldeira danificada, nada significa quando dois dos intervenientes no jogo acusam um adversário de insultos racistas. É uma situação extremamente grave que carece tomadas de posição firmes de cada um dos caudilhos da tribuna Axa, embora tenda a evoluir à revelia das instituições a caminho do poço sem fundo dos processos disciplinares hipócritas em que estes dirigentes normalmente expiam suas gafes e incongruências.

Liga e Federação vêm há anos encolhendo os ombros ao recrudescimento do fenómeno decorrente das manipulações em torno da famigerada Regionalização que foi colocando os genuínos em pé de guerra contra “mouros” e “espanhóis”, consoante as cores das camisolas. Os insultos contínuos, histriónicos e provocadores animaram a banda sonora daquele jogo até ao primeiro apagão, gritando seu ódio agudo para todo o país ouvir e se amedrontar.

Apesar da aposta declarada numa divisão dos portugueses em azuis e encarnados como forma de fortalecer as lideranças, ninguém, até ontem, associara tal antagonismo regionalista em sementes de racismo, perturbadores da sociedade. As hostes “organizadas” com o patrocínio dos clubes e SAD violam a lei antiviolência com assustadora frequência sem que, até hoje, esse mecanismo, dos mais avançados da Europa, tenha sido acionado por quem de direito, custando milhões ao erário público em operações de segurança pública.

Nenhum dos candidatos a presidente da Federação mostra preocupação com o perigo de explosão desta caldeira de intolerância que vem transformando as confortáveis bancadas das nossas pérolas de arquitetura desportiva em trincheiras para uma comandita alienada. A caldeirada que os desassossega é diferente, embora também vista de preto.

Autor: João Querido Manha

Fonte: A Record

publicado por Benfica 73 às 02:09

Novembro 14 2011

Boa exibição contra o Galatasaray pode dar novo impulso a 'el conejo' para os próximos compromissos. Nos últimos dois jogos, recorde-se, não saiu do banco e não é titular há quase um mês.

El conejo, que está em final de contrato (o Benfica, pode, contudo, accionar mais um ano de opção), e que tem sido cobiçado por clubes como Lazio e Villarreal, não parece disposto a dar-se por vencido sem lutar, como demonstrou no jogo particular com o Galatasaray, em Genebra, no qual marcou um golo e foi eleito pelo nosso jornal como o melhor em campo. 

Uma forma de o argentino recuperar algum fôlego. A noite positiva não passou despercebida a Jorge Jesus, de tal forma que Saviola pode ser premiado nos próximos compromissos. «Mostrou que continua muito motivado, apaixonado e com qualidade de jogo acima da média», disse o técnico.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 00:48

Novembro 14 2011
O havaiano Garrett McNamara é um dos nove candidatos ao prémio Billabong XXL Global Big Wave Awards, ao surfar uma onda na praia do Norte, na Nazaré, no passado dia 17.
É a primeira vez que uma onda portuguesa aparece na lista destes galardões mundiais, cuja cerimónia de entrega está marcada para Março do próximo ano.
Garrett McNamara, que já no ano passado tinha estado em Portugal para explorar o famosopoint da Nazaré, realizou com o norte-americano CJ Macias mais uma sessão de tow-in (entrar na onda rebocado por uma moto de água) na praia da Nazaré. Estima-se que parede de água formada pela onda tenha sido de 20 metros.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 00:15
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...