Setembro 04 2011

David Luiz está com a selecção brasileira, joga no Chelsea, mas deixou o coração na Luz. A prova disso é o facto de continuar a acompanhar cada passo do clube. O novo grupo de trabalho, como não podia deixar de ser, merece uma atenção especial do defesa, que vê nesta nova versão da equipa de Jorge Jesus a chama de um vencedor. "O que me parece é que esta equipa tem jogadores de grande qualidade este ano, acho até que o Benfica recuperou a dinâmica de campeão", comentou, mal se procurou saber o que achava do grupo para esta temporada.

Que lhe parece este Benfica?

Os jogadores conhecem-se cada vez melhor e estão cada vez mais adaptados à forma de trabalhar de Jesus e isso ajuda muito na hora de formar um grupo. Agora, é natural que um professor ensine coisas e que haja certos alunos que as assimilam logo e outros que demorem mais algum tempo para lá chegar. Muitas vezes não existe essa paciência para esperar por alguns jogadores, mas agora acho que estão a conseguir mostrar trabalho, caso do Nico [Gaitán], que é um jogador espectacular, demorou algum tempo para chegar onde se pretendia, mas já está a mostrar o seu trabalho. Agora espero que o Benfica faça uma boa época e tenha sucesso.

Quer dizer que este Benfica está ao nível da equipa que foi campeã há dois anos?

Sim, sem dúvida. É uma equipa ainda mais experiente, que estará na Liga dos Campeões e que, tenho a certeza, vai chegar longe.

Reparamos que tem estado junto de Dedé, que tem treinado ao lado dele. Falou-se do central do Vasco da Gama para o Benfica e diz-se que poderá vir ainda em Janeiro. Falou com ele sobre isso?

Sim, ainda ontem [anteontem] no treino falámos. Disse-lhe que se tivesse oportunidade de ir para o Benfica que seria um grande passo na carreira dele. É um clube maravilhoso, onde fui muito feliz, mas antes de tomar uma decisão acho que ele tem de o sentir no coração. Como em tudo na vida temos de fazer as coisas porque sentimos que é o melhor e não porque alguém nos fala bem disto e daquilo. É assim que eu penso e que eu acho que ele também funciona. Se sentir que tem de sair do Vasco, vai saber escolher o momento certo.

Acha que faria uma boa dupla para Luisão?

Não só com o Luisão, como com o Garay, o Jardel ou qualquer outro. O Benfica tem sempre bons defesas-centrais.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 22:49

Setembro 04 2011

Fazer escolhas acertadas na vida é algo com que todos sonham, mas nem todos alcançam. Witsel é um desses sonhadores que, na nova etapa na sua carreira, está a ver correspondida a opção que tomou ao trocar o Standard de Liège pelo Benfica, numa altura em que o seu nome era já cogitado para reforçar alguns dos principais emblemas dos campeonatos de Espanha e Itália. E tudo começou a encaixar na perfeição nos jogos dos encarnados frente ao Twente, reconheceu o jovem belga em entrevista ao jornal do seu país "Gazet van Antwerpen".

Para além de ter marcado "o golo mais bonito" da sua carreira, o primeiro do bis que apontou à equipa holandesa no play-off da Liga dos Campeões, Witsel considera que a sua pontaria e as exibições nos dois encontros lhe granjearam "respeito e confiança dos colegas" de equipa, um bónus a juntar a um arranque de experiência na Luz muito positivo. "Desde início, tudo está a correr bem. O clube tem tratado de tudo para que eu me concentre apenas no futebol e, também por isso, não tive qualquer problema de adaptação ao clube", analisa o médio de 22 anos, contratado por 7,5 milhões.

E Witsel fintou mesmo a pressão mediática que antecedeu a sua assinatura pelo clube da Luz e que o apontava como reforço de alguns dos principais tubarões espanhóis e italianos. "Ninguém toma decisões por mim, sou eu que tenho de pensar e planear a minha carreira. E ingressar no Benfica foi uma escolha acertada", refere, destacando já a sua ligação aos apoiantes encarnados. "Quando passeio por Lisboa, já sou reconhecido pelos adeptos, que até já me pedem autógrafos. Aliás, é curioso que em Portugal há perto de 11 milhões de habitantes e oito são adeptos do Benfica."

O internacional belga, que teceu rasgados elogios a... Aimar, "um número 10 com uma classe enorme", garante também estar adaptado ao estilo de futebol praticado em Portugal, onde "se joga mais pelo chão e com um ritmo de jogo que nos mata, sempre com grande pressão dos defesas".

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 21:29

Setembro 04 2011

O que têm em comum Jorge Jesus e Francisco Arce? São ambos treinadores de futebol, o primeiro do Benfica e o segundo da seleção do Paraguai, e sabem como ninguém extrair o que de melhor tem para oferecer Cardozo. Golos! Tanto o português como o sul-americano conhecem os atalhos para o coração do Tacuara e este paga-lhes com remates certeiros. Quem fica a ganhar é o clube da Luz e o conjunto guarani, que beneficiam da gulodice do camisola 7 na hora de visar a baliza. Nacional e Panamá são as mais recentes vítimas da solidariedade do ponta-de-lança para com os técnicos que aceitam a sua peculiar forma de estar em campo.

Jorge Jesus não dispensa a presença do camisola 7, apostando nele todos os seus trunfos. Alvo das críticas dos adeptos neste arranque de época, o paraguaio encontrou no treinador das águias um porto de abrigo. Este veio a terreiro defendê-lo com unhas e dentes, considerando-o uma pedra basilar no seu esquema tático. “Cardozo é golo!

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 20:08

Setembro 04 2011

César Peixoto, que foi inscrito na Liga e na UEFA pelo Benfica, está a estudar propostas que o podem levar ainda antes de janeiro para a Turquia ou Rússia.

O esquerdino recusa jogar a lateral-esquerdo, o que lhe retira espaço na Luz.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 19:06

Setembro 04 2011

O português Nélson Évora considerou que o quinto lugar alcançado no triplo salto dos Mundiais de Daegu, na Coreia do Sul, foi um bom resultado tendo em conta as poucas provas em que marcou presença este ano. 

«Eu lá imaginava, há um mês e meio, que iria ficar em quinto lugar no campeonato do mundo», disse no final da prova, considerando que «foi uma participação espectacular» e que acabou por «cumprido os objectivos», tendo em conta as «pouquíssimas provas» em que participou.

«Comecei com 16,99 nos campeonatos de Portugal, 17,31 nas Universíadas e agora 17,35. Quantos saltos os outros não fizeram acima dos 17 metros para estarem aqui com esta consistência?», questionou, admitindo que a marca que alcançou em Daegu «deveria ter surgido em Maio/Junho» de modo a chegar aos Mundiais «bastante mais sólido para fazer bons resultados».

«Se eu estivesse bem, acho que seria capaz de tudo. Eu acho que há que tirar boas conclusões. Consegui fazer 17,35m e, embora não tenha sido o melhor salto, dá-me boas indicações para a próxima época», prosseguiu, frisando que este tipo de marcas lhe dá «boas perspectivas para atingir objectivos de carreira». 

«Estive bem. Não arrisquei tudo no primeiro salto. Foi um salto para marcar e entrar em competição. E depois foi arriscar tudo, não me saiu da melhor forma. Agora é trabalhar muito e treinar os pormenores para que no próximo ano possa defender o título [olímpico]», concluiu.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 19:04

Setembro 04 2011

Jardel foi o homem que "tramou" Capdevila... Pelo menos é o que se pode concluir das declarações de Jorge Jesus. Na realidade, o treinador disse que preferiu manter o jogador brasileiro na lista porque este também pode ser utilizado como lateral-esquerdo. Ou seja, a eventual polivalência de Jardel atirou Capdevila para fora da Europa, da prova mais importante do Velho Continente.

Nos últimos registos de Jardel não se encontram efectivamente referências ao seu desempenho no lado esquerdo da defesa, mas Jorge Jesus conhece-o bem e certamente terá visto qualidades no central ex-Olhanense para jogar nessa posição. Assim sendo, Jardel aparece como o principal concorrente de Emerson. Recorde-se que o jogador foi contratado na última temporada aos algarvios do Olhanense, mas já esta época esteve no lote dos dispensáveis. A saída não se concretizou e Jardel continua a merecer a confiança de Jorge Jesus. Tanta que o treinador preferiu mantê-lo na lista para a Liga dos Campeões do que repescar Capdevila, o homem que apresenta o melhor currículo no plantel, mas que não convence o técnico.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 17:09

Setembro 04 2011

A equipa de Juniores do Benfica não conseguiu vencer o Sporting no Seixal, num jogo onde o Clube da Luz foi claramente superior, apesar do resultado negativo (1-2).

Numa partida de muita qualidade dos jovens “encarnados” (os melhores em campo), foi mesmo o Sporting o primeiro a marcar por intermédio do central Edgar, que levaria o jogo para o intervalo com os “leões” a vencerem as “águias”.
O Benfica continuou a ser dominante na segunda parte, em que Diego Lopes num grande golo de cabeça restabelecia a igualdade no marcador aos 81 minutos. Até que ao minuto 94, no último lance do jogo, o Sporting acabaria mesmo por marcar, por intermédio de Edelino, levando o Benfica de vencido.
Um jogo marcado por sucessivos erros de arbitragem que ditaram a influência no resultado, e que prejudicou a equipa da Luz que desta forma viu-se incapaz de levar de vencida a formação do Sporting.
Na retina, ficam três grandes penalidades que ficaram por assinalar contra os “leões”, dois foras-de-jogo que deixariam os avançados “encarnados” literalmente na “cara” de Rafael Veloso e vários lances em que os jogadores do rival de Alvalade tiveram entradas violentas, ainda que perante a apatia do árbitro, Rui Rodrigues.

 Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 16:45

Setembro 04 2011

Em dia de folga, o departamento clínico do Benfica acrescentou mais um jogador à lista dos jogadores que merecem cuidados especiais na semana de trabalho que agora se vai iniciar.
O médio Ruben Amorim apresenta um traumatismo superior da perna esquerda e efectua apenas tratamento e trabalho de ginásio.
Recorde-se que, além do internacional português, também Garay, com uma entorse no tornozelo direito, tem feito apenas tratamento e trabalho de ginásio, enquanto Nélson Oliveira apresenta uma tendinite insercional na face posterior da coxa direita.
Nolito faz também parte do boletim clínico, uma vez que o espanhol foi submetido a uma cirurgia dentária.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 16:02

Setembro 04 2011

A ausência de Joan Capdevila na lista de inscritos para a fase de grupos da Liga dos Campeões terá reavivado o interesse do Nápoles, que, segundo a imprensa italiana, tentou contratar o campeão do Mundo e da Europa antes de este se comprometer com os encarnados por duas temporadas.

Segundo Horacio Gaggioli, o lateral-esquerdo «está desmoralizado», admitindo-se que possa tentar deixar a Luz em Janeiro, pois pretende jogar com regularidade num clube para recuperar o lugar na selecção espanhola.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 14:17

Setembro 04 2011

Rui Costa, agora administrador da SAD, foi o último trintão a ser contratado pelo Benfica. O maestro chegou à Luz em 2006/07, depois de ter jogado durante 12 temporadas em Itália, ao serviço da Fiorentina e do AC Milan. O antigo 10 regressou ao clube do coração aos 34 anos, tendo ajudado a equipa durante duas temporadas. Esta época, os encarnados contrataram o guarda-redes Artur (tem 30 anos), mas por se tratar de uma posição tão delicada e onde a experiência é determinante, Jesus gostou do investimento.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 14:08

Setembro 04 2011

Seleccionador dos sub-21 de Espanha destaca evolução técnica e mental do jovem atacante. «É um avançado-centro nato», analisa.
As exibições e golos de Rodrigo, avançado hispano-brasileiro de 20 anos, continuam a encantar a Europa e são cada vez mais os clubes que colocam o nome do jogador do Benfica nos blocos de notas. A explosão do jovem talento pode ser surpresa para muitos, mas não para o seleccionador dos sub-21 de Espanha, Luis Milla, 45 anos. 
«O Rodrigo é um jogador muito considerado na federação espanhola. Desde há muito que é visto como uma opção extremamente válida e tem correspondido em campo. Tem estado muito bem, estamos muito contentes com ele», disse a A BOLA o técnico que, enquanto jogador (era médio) vestiu apenas três camisolas: Barcelona, Real Madrid e Valência.
Depois dos três golos apontados no Mundial de sub-20 (em quatro jogos), seguiu-se, quinta-feira, uma fabulosa estreia pela selecção sub-21 de Espanha, com hat trick na goleada sobre a Geórgia (7-2), em Kutaisi. «Apesar de também poder jogar nas alas, Rodrigo é um avançado-centro nato, muito completo», vinca Milla, destacando qualidades como a «velocidade, técnica e remate», o que resulta em «facilidade para finalizar». Para mais, trata-se de um «jogador ainda jovem, com grande margem de progressão».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:34

Setembro 04 2011

O Manchester United é o primeiro adversário do Benfica no Grupo C da Liga dos Campeões. Demonstrando estar a par da realidade encarnada, Anderson espera um jogo complicado e elogia alguns dos pupilos de Jorge Jesus. 
«O Benfica tem uma boa equipa. Tem o Aimar no meio-campo que tem qualidade fundamental, tem o Cardozo, que é forte nas bolas aéreas, o Witsel tem uma qualidade muito boa».
«No futebol hoje em dia são onze contra onze. O Benfica vai jogar na Luz [Estádio] acho que vai ser um jogo muito difícil e o Manchester vai ter que vir preparado para enfrentar o Benfica. Vai ser um jogo bom», disse o antigo jogador do futebol ao programa Zona Mista da RTPN.
No dia 14 de Setembro as bancadas do Estádio da Luz deverão estar a fervilhar, apesar do entusiasmo que deverá rodear a partida, o médio dos red devils mostra-se tranquilo.
«O Estádio do Liverpool [Anfield Road] é muito mais forte que o Estádio da Luz, não tenho nenhuma dúvida. É muito mais intenso».
«Os adeptos do Benfica vão encher o estádio, não vão jogar contra qualquer equipa, vão jogar contra o Manchester e logo no primeiro jogo da Liga dos Campeões. O Manchester vai ter muitas dificuldades».
Anderson admite o favoritismo dos vermelhos de Lisboa e de Manchester no que concerne à passagem aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Apesar do respeito que Basileia e Otelul Galati merecem.
«Nunca se sabe, mas penso que Benfica e Manchester são favoritos a passar à próxima fase», observou.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:23

Setembro 04 2011

Na sexta-feira David Luiz passou boa parte do treino a conversar com Dedé, defesa-central do Vasco da Gama, cujo nome está há algum tempo na lista de potenciais reforços do Benfica. Tal como A BOLA ontem noticiou, os dois falaram, antes da sessão de treino em Motspur Park, centro de estágio do Fulham, e em alguns momentos livres, sobre o clube da Luz. 

«Ele perguntou-me ontem no treino sobre o Benfica. Eu disse-lhe que se tiver oportunidade de ir, esse será um grande passo na carreira dele. Disse-lhe que é um lugar maravilhoso, onde fui muito feliz. Mas disse-lhe que antes de tomar a decisão deve sentir no coração. É assim em tudo na vida. Temos de dar passos quando as coisas nos tocam no coração. Também vi que ele pensa assim. Ele vai sentir o momento certo para sair do Vasco da Gama».

Conhecedor de Dedé, com quem tem formado dupla em Londres, e, claro, do Benfica, David Luiz não tem dúvidas. O internacional brasileiro tem tudo para dar o salto e para formar boa dupla com Luisão. «Faria boa dupla com Luisão, tal como Garay tem feito, ou o Jardel, o Miguel Vítor... O Benfica tem excelentes defesas-centrais».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:03

Setembro 04 2011

Dedé chegou a ser apontado ao Benfica na temporada passada, mas o negócio não se concretizou e o central permaneceu no Vasco da Gama. O próprio jogador reconheceu a abordagem feita pelos encarnados, mas apressou-se logo a dizer que já é passado. "Sim, eles falaram sobre o tema, mas não deu certo e acabei por ficar", confirmou a O JOGO. Aliás, Dedé fez questão de sublinhar que a Europa não está nos seus planos para já e que esta temporada nem recebeu propostas. Refira-se que Dedé é colega de equipa de dois jogadores que ainda pertencem ao Benfica: Éder Luís e Fellipe Bastos.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 09:51

Setembro 04 2011

Artur já conquistou a baliza e os adeptos. Quer ser guarda-redes de «longa duração». Desde Preud´Homme que se procura um indiscutível.
Artur é um dos jogadores em melhor momento de forma na equipa do Benfica e as suas exibições e importância têm sido elogiadas pela crítica e pelos adeptos, que se tornaram especialmente exigentes depois da má experiência com Roberto na baliza da águia na época passada, espanhol que protagonizou uma transferência milionária do Atlético Madrid para o Benfica (8,5 milhões de euros) mas não convenceu, voltando a Espanha (Saragoça) antes do começo desta temporada, e de novo por valores que deixaram muitos de boca aberta (8,6 milhões). 

Artur chegou à Luz a custo zero, estava em final de contrato com o SC Braga, mas tem trinta anos e experiência suficiente para encarar este desafio com segurança, a mesma que coloca nas palavras quando fala do seu presente e futuro benfiquistas. 

«A minha meta aqui é a de me consolidar cada vez mais como um guarda-redes que pode ter longa duração no Benfica, vim com o pensamento de ficar muito tempo», esclarece o guarda-redes, certo de que os seus objectivos vão aparecer «fruto de uma entrega diária» e da «regularidade nos jogos», pensando sempre «na quarta [provas europeias] e depois no domingo [Liga]», sem precipitações. «Numa equipa de qualidade e dimensão como é a do Benfica só conseguimos conquistar grandes coisas se trabalharmos todos os dias, sempre no máximo, porque no dia em que tiver um pequeno deslize isso pode deitar tudo a perder.»

Depois de terminado o contrato no Brasil, Artur saiu para Itália na época de 2007/2008; assinou dois anos pelo Siena mas em Janeiro foi cedido ao Cesena, transferindo-se para a Roma no final dessa mesma temporada. Teve o seu espaço no clube, depois de uma lesão de outro guarda-redes brasileiro, Doni, mas acabou depois por sair das primeiras escolhas do treinador, ficando atrás de Júlio Sérgio e Bogdan Lobont na corrida pela baliza romana. 

Surgiu então o SC Braga, em 2010, e mesmo assim teve de esperar pela saída de Felipe para mostrar que tinha qualidade suficiente para ser titular. Foi titular, provou que merecia e o Benfica foi a correr contratá-lo.
Desde Michel Preud' Homme, histórico guarda-redes belga que entre 1994 e 1999 encheu a baliza do Benfica e encantou os adeptos, para os quais se tornou um ídolo, um líder e quase uma lenda, que o clube da Luz não consegue fidelizar um guarda-redes. Teve o malogrado alemão Robert Enke (suicidou-se em Novembro de 2009), que de 1999 a 2003 chegou a entusiasmar, mas a espaços; teve Quim, que nunca foi consensual entre a massa adepta. Chegou a vez de Artur. «Espero que sim», sorri o brasileiro, esforçando-se por não falar demasiado sobre um tema que não conhece em profundidade, mas adivinha delicado.

«Para mim é difícil tomar posição porque antes não acompanhava muito o que acontecia no Benfica, mas acho que tudo se relaciona com o momento em que chegas, em que está a equipa. Se está bem, é tudo bom e lá atrás também estará bem, tranquilo; se o momento é mau, será de maior cobrança para o guarda-redes. Já aprendi na minha carreira que essa é a base para tudo.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:00

Setembro 04 2011

Nélson Évora apurou-se «fácil» para a final do triplo salto. O que sentiu antes de entrar na pista e o que lhe pode acontecer agora... Português luta pela medalha este domingo, às 11 horas.

Da pista de aquecimento para a pista de competição os atletas são levados em micro-carros eléctricos (um pouquinho maiores do que aqueles que há nos campos de golfe) com placa à frente indicando a prova. (Garante a organização, com orgulho: «são o mais ecológico que poderia haver» - e foram fabricados especialmente para o Mundial. Que lançou outra inovação: o alisador mecânico da areia da caixa de saltos com controlo electrónico.)

A paragem dos micro-carros é à boca do túnel. Quando desceu do seu, antes da qualificação do triplo, o que é que Nélson Évora estava a sentir? «Mal comecei a ouvir o público a bater palmas, a gritar, ui... Passou por mim emoção forte, um arrepio, por estar, enfim, de volta ao meu mundo. Ver campeonatos pela televisão não é a minha realidade e nos dois últimos anos infelizmente foi. O que quero é estar lá dentro a lutar, a lutar pelo sonho, pelo momento...» 

Foi o terceiro do grupo B a saltar. Olhava-se para ele e o que se notava era uma tranquilidade quase zen. «Sim, viu bem. Era mesmo isso. Muito tranquilo, sem nenhum nervosismo, tudo em harmonia. Apenas a ansiedade normal destas coisas, um toque de adrenalina, mas isso é sempre assim.»

Primeiro ensaio: 17,06 m. «A sério?! Chamada a 29 centímetros da tábua?! Não me apercebi de que tivesse sido tão longe. O que me apercebi logo foi que me desequilibrei um bocadinho, só por isso o salto não foi tão largo.» Saiu da caixa, encostou-se ao varandim, trocando, em mímica, sinais com João Ganço. «Ando à procura de novas sensações e de uma técnica de salto diferente que possa dar vantagem à velocidade. Foram pormenores desses que falharam e estávamos a tentar acertar. O salto seguinte foi melhor, mas ainda não perfeito. Pode ser que na final já seja, acredito...» 

Segundo ensaio: 17,20 m. E a chamada voltou a ficar longe da tábua, a 10 cm. Mesmo assim, apuramento directo - e apenas o cubano Alexis Copello melhor. (Nélson deixou a areia erguendo o punho como se festejasse golo e, na bancada, João Ganço largou-lhe um sorriso.) «Sim, é verdade: se somarmos os 29 centímetros aos 17,06 dá 17.35. É bom, não é?! Pois então, digo-lhe: não estou em cima disso, dos 17,30, dos 17,35, sinto que estou um bocadinho mais além até. Tenho de admiti-lo, foi apuramento fácil. Quis fazer o segundo ensaio, percebi que não seria necessário, mas era melhor: é sempre menos arriscada a qualificação directa. Ainda bem, porque como competi tão pouco esta época, é mais uma referência para a final. E agora as medalhas? A pergunta tinha de ir por aí, não é?! Não penso em medalhas, mas se sentir que há medalha ao meu alcance é óbvio: lutarei por ela até ao último pingo...»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:37

Setembro 04 2011
publicado por Benfica 73 às 07:19
Tags:

Setembro 04 2011

Causou alguma estranheza, publicamente mas sobretudo para o próprio lateral-esquerdo, a exclusão de Capdevila da lista final de jogadores endereçada à UEFA para a fase de grupos da Liga dos Campeões, mas para Jorge Jesus trata-se de uma decisão ponderada e sustentada em quatro principais razões, das quais se poderá destacar o facto de o nome do internacional espanhol não ter feito parte, durante o defeso, da lista de prioridades para reforço da faixa esquerda da defesa. Contudo, os argumentos "apresentados" pelo técnico, apurou O JOGO, são também válidos, nesta altura, para o Campeonato, com Emerson a manter-se na liderança das opções para a titularidade.

Contratado à pressa em vésperas do arranque da época competitiva do Benfica, Capdevila viu de imediato o seu nome excluído da lista de inscritos para a pré-eliminatória com o Trabzonspor, facto que Jorge Jesus explicou ainda mais rapidamente pela tardia integração do campeão do mundo nos trabalhos encarnados, tendo a argumentação sofrido significativa alteração quando o defesa ficou também de fora da lista para o play-off com o Twente. "O estatuto de Capdevila é igual ao de Emerson: são do Benfica e os jogadores que trabalham comigo sabem que o que conta é o presente", atirou Jesus antes do jogo na Holanda, podendo esta afirmação ser descodificada facilmente: ter conquistado um Europeu e um Mundial não lhe vale um lugar no onze. E porquê? Porque Joan Capdevila nunca esteve no top 3 de nomes planeados para o flanco esquerdo defensivo, tendo Taiwo (agora no Milan), Ansaldi (do Rubin Kazan) e Alex Sandro (reforço do FC Porto) como os alvos preferenciais.

E este argumento do treinador dos encarnados encaixa num outro que tem a ver com a idade do espanhol (33 anos), pois Jesus sempre deu primazia à contratação de jogadores mais jovens, com maior disponibilidade para "encaixar" as suas ideias e moldarem-se a elas. Pode também justificar uma terceira razão, dado que para o timoneiro das águias, Emerson é um lateral mais explosivo e com uma condição física superior à apresentada por Capdevila nesta fase final da sua carreira, apesar de o espanhol ter alinhado em... 175 jogos (provas internas e europeias) durante as quatro épocas em que alinhou pelo Villarreal.

Há ainda uma quarta razão, que o próprio Jesus apresentou anteontem durante o Fórum de Treinadores de Elite da UEFA, relacionada com as limitações regulamentares e as opções à sua disposição para a lateral esquerda, nomeadamente pela maior facilidade de adaptação de outro jogador ao posto. "Dentro das posições que acho serem importantes, se puder ter um central que faz várias posições, não vou ter um lateral só pode fazer uma", rematou.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 00:39

Setembro 04 2011

O Manchester United, adversário do Benfica no Grupo C da Liga dos Campeões, também já deu a conhecer a lista de jogadores inscritos para disputar a competição. 
Além de Benfica e Manchester United, o Grupo C integra ainda os suíços do Basileia e os romenos do Otelul Galati.
Eis a lista de eleitos por Alex Ferguson para a Liga dos Campeões:
Guarda-rerdes: David De Gea, Tomasz Kuszczak e Anders Lindegaard;
Defesas: Patrice Evra, Phil Jones, Rio Ferdinand, Jonny Evans, Chris Smalling e Nemanja Vidic;
Médios: Anderson, Ryan Giggs, Ji-sung Park, Michael Carrick, Nani, Ashley Young, Tom Cleverley, Darren Fletcher, Antonio Valencia e Darron Gibson; 
Avançados: Michael Owen, Dimitar Berbatov, Wayne Rooney, Javier Hernandez e Mame Biram Diouf.
Na lista B surgem ainda os nomes de Ben Amos, Sam Johnstone, Fabio, Rafael, Sean McGinty, Matty James, Davide Petrucci, Will Keane, Danny Welbeck e Federico Macheda.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 00:22

Setembro 04 2011

LISTA A

Guarda-redes: Artur, Mika e Eduardo
Defesas: Emerson, Luisão, Maxi Pereira, Garay, César Peixoto, Miguel Vítor e Jardel
Médios: Rúben Amorim, Javi García, Bruno César, Aimar, Matic e Witsel
Avançados: Cardozo, Nolito, Nélson Oliveira, Rodrigo, Gaitán, Saviola e Enzo Pérez

LISTA B
Guarda-redes: José Costa e Bruno Varela
Defesas: Luís Martins
Médios: David Simão e Rúben Pinto

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 00:15

BENFICA 73
contador grátis
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...