Agosto 24 2011

Benfica 3 - 1 Twente

O Benfica derrotou, esta quarta-feira, o Twente, por 3-1, golos de Witsel (2) e Luisão. Este resultado garante a presença na fase de grupos da Liga dos Campeões. 
Depois de uma primeira parte onde o Benfica criou inúmeras oportunidades de golo, mas revelou falta de frieza no momento de finalização, nos segundos 45 minutos a equipa portuguesa encontrou o caminho para o golo.
Logo aos 47 minutos o Benfica inaugurou o marcador, após um livre, Luisão fez o desvio inicial para Witsel e o belga não facilitou. Este golo desmoralizou o Twente. Essa situação foi devidamente aproveitada pela equipa portuguesa. Aos 60 minutos, após um canto de Aimar, boa exibição, Luisão cabeceou para o fundo das redes adversárias.
Seis minutos depois surgiu o terceiro golo encarnado, Cardozo isolou Witsel e o médio bateu o guarda-redes contrário. A resposta do Twente surgiu aos 72 minutos, com Artur a assinar uma defesa fenomenal para evitar o golo de Bryan Ruiz.
Aos 85 minutos, Ola John cruzou e Bryan Ruiz, de cabeça, reduziu, mas não foi suficiente para inverter a tendência do jogo.

Fonte: A Bola / SLB

publicado por Benfica 73 às 22:52

Agosto 24 2011

Artur – Começo a não ter adjectivos para qualificar este magnífico guarda-redes. Simplesmente brilhante. No golo sofrido, sem qualquer hipótese.

Maxi – Bom jogo, apenas com algumas falhas mas sem comprometer.

Luisão – Hoje sim, gostei de ver Luisão, grande exibição coroada com um belo golo.

Garay – Fez um jogo razoável, muito certinho mas com alguns passes errados. No golo sofrido, penso que tem culpas pois chega atrasado.

Emerson – Aqui está a grande surpresa para mim. Fez um jogo quase perfeito, um senão apenas no lance de maior perigo na 1ª parte protagonizado por Ruiz, pois ficou a olhar quando devia ter acompanhado o adversário. Mas quero destacar este jogador pois não esperava tanto.

Javi Garcia – Ao contrário de sábado passado, hoje fez um grande jogo, quase posso dizer que está em todo o lado. Este é o Javi que precisamos durante toda a época.

Witsel – A seguir a Aimar é um dos homens do jogo. Dois golos, onde o 1ª golo é espectacular. Penso que estamos perante não de um bom jogador mas sim de um excelente jogador.

Aimar –  Para mim foi o melhor em campo, que grande jogo fez Aimar. Encheu o campo todo, pena não ter concretizado uma das oportunidades que teve, pois era um dos que merecia.

Gaitán – Não sei o que se passa com Gaitán. Olha-se para ele e a impressão que fico é que está a jogar sem nenhuma alegria. Pior jogador em campo, tudo lhe anda a sair mal.

Nolito – Jogou com muita entrega, mas hoje não era noite de Nolito. Boa 1ª parte, onde podia ter marcado, e o que mais sobressai é a sua cultura táctica. Na 2ª parte foi-se abaixo.

Cardozo – Hoje finalmente não foi assobiado. Cardozo esteve muito bem com um passe brilhante para o 3ª golo. Muito rematador na 1ª parte, mais voluntarioso na 2ª parte. Ao contrário de outros jogos, participou em várias jogadas de ataque na sua construção.

Saviola – Entrou para o lugar de Cardozo aos 84 min, já a equipa estava à espera do fim do jogo.

Matic – Entrou para o lugar de Nolito, mas nada de relevante fez.

Bruno César – Rendeu Gaitán, e à semelhança de Matic não acrescentou nada de novo.

Jorge Jesus – Continua a não ver que Gaitán está em baixo de forma. Quanto ao resto esteve muito bem na escolha da equipa e da sua disposição táctica. Parabéns Jorge Jesus

Nota Final –  Já tinha saudades de ver um jogo assim, com grandes oportunidades, belas jogadas, e golos. Podíamos ter feito um resultado histórico, desperdiçamos alguns 5 ou 6 golos feitos. Só desejo que façamos muitos mais jogos com esta qualidade, e se estivermos mais certeiros seria perfeito.

publicado por Benfica 73 às 21:49

Agosto 24 2011

O avançado argentino Franco Jara está a realizar exames por causa de uma mialgia na face posterior da perna direita. 
Esta lesão não obriga uma alteração dos planos do treinador Jorge Jesus para o jogo frente ao Twente, visto que o jogador não estava entre os convocados.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 18:28
Tags: ,

Agosto 24 2011

Witsel, Nolito, Gaitán, Bruno César e Rodrigo vão entrar a muito breve trecho para o Benfica Stars Fund, o fundo de investimento gerido pelo SAF - Espírito Santo Fundos de Investimento Mobiliário - para jogadores com idade até aos 26 anos.

São jogadores que têm contrato com o Benfica e aos quais foi reconhecido, pela comissão de acompanhamento do fundo, potencial para virem a gerar mais-valias futuras.

Mika, por exemplo, não está ainda nos planos, apesar do seu desempenho recente no Mundial de sub-20, o que não quer dizer que não venha de futuro a entrar no fundo. Matic, outro caso, também não está nos planos, estando a sua entrada dependente de futuras observações.

Ao que O JOGO apurou, os valores de referência a pagar à SAD encarnada - bem como a percentagem a adquirir - por cada um dos cinco jogadores referidos estão definidos depois de um difícil e longo processo negocial entre o Benfica e a tal comissão de acompanhamento. Witsel e Nolito serão os mais cotados, dado que, deles, os investidores esperam também melhor retorno desportivo e, por consequência, financeiro.

Este é um fundo de alto risco, pois está dependente da carreira dos jogadores, mas foi criado para ser rendível para os seus investidores. Ao mesmo tempo, a SAD do Benfica, ao alienar parte dos passes dos jogadores, recebe logo à cabeça dinheiro, o que lhe proporciona maior liquidez.

A saída de David Luiz, por exemplo, rendeu 1,75 milhões euros ao fundo, dado que este detinha 25% do passe do brasileiro, pelo qual pagara 4,5 milhões de euros. E o central foi vendido ao Chelsea por 25 milhões de euros. Fábio Coentrão, por seu turno, fez o fundo ter um lucro de cinco milhões de euros. O Benfica Stars Fund detinha 20 por cento do passe do esquerdino, pelo qual pagou três milhões de euros. Coentrão foi vendido por 30 milhões ao Real Madrid.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 17:37

Agosto 24 2011

Por mais que Jorge Jesus ou qualquer outro responsável encarnado tente retirar pressão ao jogo desta noite, a verdade é que a partida com o Twente irá marcar de forma decisiva o que resta da temporada do emblema benfiquista. A entrada na Liga dos Campeões e o consequente encaixe financeiro superior a 7 milhões de euros são absolutamente necessários, tendo em linha de conta a forte aposta e investimento avultado realizado pela SAD das águias no defeso.

Seja pela valorização dos jogadores que o Benfica ainda necessita de vender no final de cada temporada, seja pelas verbas recebidas ou pelo reconquistar do prestígio europeu, a verdade é que um dos grandes objetivos dos encarnados passa por ser presença assídua na Champions, pelo que falhar o acesso à liga milionária se tornaria num verdadeiro pesadelo.

Com o empate registado na Holanda na última semana, a equipa de Jorge Jesus está com um pé na fase de grupos da competição. O empate a 2 golos permite, inclusive, ceder uma igualdade a zero hoje na Luz, palco que jogadores, treinadores e dirigentes esperam que se torne num precioso auxílio à conquista desta meta traçada, que as águias pretendem que se trate de um capítulo decisivo rumo a um final feliz que terá o hino da Liga dos Campeões como banda sonora.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 16:22

Agosto 24 2011

Perspetiva-se uma grande casa hoje na Luz para apoiar a equipa encarnada a chegar à tão ansiada fase de grupos da Liga dos Campeões. Os responsáveis pelo clube lisboeta esperam cerca de 50 mil adeptos no encontro diante do Twente. A venda de bilhetes está a decorrer a bom ritmo e o anfiteatro dos encarnados vai registar a melhor casa esta temporada em jogos oficiais.

Na primeira-mão da 3.ª pré-eliminatória da prova milionária da UEFA, frente aos turcos do Trabzonspor estiveram 37.341 espectadores enquanto o embate do último sábado perante o recém-promovido Feirense, na estreia das águias em casa para o campeonato, foi presenciado por 35.586. Aliás na temporada transata só por duas vezes foi ultrapassada a barreira dos 50 mil espetadores. Diante do Sp. Braga, num encontro a contar para o campeonato nacional estiveram presentes 57.781 e frente ao PSV, em partida do primeira-mão dos quartos-final da Liga Europa, registaram-se 60.200.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 14:32

Agosto 24 2011

As exibições de Nélson Oliveira no Mundial de Sub-20, na Colômbia, não passaram despercebidas a ninguém e em Itália surgiram rumores de que a AS Roma está de olho no avançado do Benfica.

Walter Sabatini, diretor desportivo do clube romano, ficou impressionado com as qualidades de Nélson Oliveira e pondera avançar com uma proposta pelo passe do goleador português.

A Roma procura reforçar a frente de ataque e segundo o site "Ilsussidiario" o escolhido pode ser o jovem encarnado, de 20 anos, que marcou 4 golos na Colômbia.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 13:21

Agosto 24 2011

Depois do jogo na Holanda, é possível enumerar algumas certezas relativamente ao presente e ao futuro próximo do Benfica. Primeira: a alegada incompatibilidade, num mesmo onze, de Pablo Aimar e Alex Witsel é um disparate inventado por teóricos, que a criatividade inquieta do argentino e a disponibilidade múltipla do belga (para já, a mais útil e eficaz das aquisições dos encarnados) desmentem a cada lance. Segunda: a troca do milionário Roberto pelo discreto Artur é uma bênção para os que sofrem quando a bola se aproxima da baliza do Benfica e pode ser uma “maldição” para as ambições de Eduardo. Terceira: por mais detratores que colecione, por maior que seja o desespero pelos seus longos períodos de inatividade em campo, Oscar Cardozo há-de deixar muitas saudades no dia em que partir. Quarta: quem esperar de Nico Gaitán uma produção constante de lances vertiginosos e virtuosos, talvez ganhe em fazê-lo sentado, uma vez que o jovem argentino revela-se em fogachos e momentos, não em continuidade, parecendo além disso precisar de um banho de motivação. Quinta: é fundamental aproveitar até ao limite o estado de graça de Nolito que, com mais instinto do que saber e com mais alma e fúria do que frieza, lá vai deixando a sua marca em jogos consecutivos.

Dito isto, não é possível deixar de acrescentar que, com outra ambição, o Benfica teria chegado à vitória nesta primeira partida com o Twente, apesar da meia dúzia de intervenções decisivas de Artur. De um modo diferente do que aconteceu em Barcelos, mas com o mesmo desfecho (até no resultado), sentiram-se ocasiões de adormecimento que são incompatíveis com as anunciadas ambições da equipa. Para já, ainda vale o benefício da dúvida, devido por estarmos no princípio da época. Mas as próximas partidas vão definir se este Benfica 2011/2012 se aproxima mais do seu antecessor imediato ou do seu antepassado da primeira época de Jorge Jesus no clube.

Deseja-se que, no jogo em que vai ser anfitrião e que pode (deve!) abrir a porta aos milhões da Champions, se cumpra a tradição com Co Adriaanse – que continua igual a si próprio com “mind games” primários e “bocas” fora de contexto –, que nunca ganhou uma partida ao Benfica. Já que se convoca a tradição, seria igualmente ótimo que ela se aplicasse ao Portugal-França de mais logo, na meia-final do Mundial de Sub-20. É que, ao contrário dos seniores, onde os gauleses são a nossa besta negra, nesta categoria nunca venceram os portugueses. Além disso, apresentam-se como favoritos. E também isso é um hábito que favorece os nossos, que preferem jogar sem a pressão do favoritismo. Ainda por cima, a uma etapa apenas do sonho final. Haja físico, que o talento está lá.

Autor: JOÃO GOBERN

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:28

Agosto 24 2011

O treinador do Twente, Co Adriaanse, atribuiu à sua equipa 40 por cento de hipóteses de passar o playoff da Liga dos Campeões, mas advertiu que o conjunto holandês "pode marcar golos em qualquer campo".

"Jogamos sempre para ter a posse de bola e para marcar golos e acredito que é possível seguir em frente na Liga dos Campeões", afirmou Co Adriaanse, prometendo que é isso que o Twente "vai fazer" no Estádio da Luz, na quarta-feira, mesmo sabendo que o "Benfica é forte, individual e coletivamente".

Depois do empate 2-2 na 1.ª mão, o técnico garantiu que o Twente "vai jogar desde o primeiro minuto ao ataque" e não quer que alguém possa dizer depois do jogo que "se tivesse jogado mais cedo ao ataque poderia ter ganho".

O treinador holandês falou ainda de Lisboa, cidade que diz ter "boas recordações", apesar de ter perdido na Luz e em Alvalade ao serviço do FC Porto, lembrou que foi "eleito o melhor treinador do campeonato português" e confessou que "gosta" do símbolo do Benfica, a águia.

"Quando vim à Luz até peguei na águia e os adeptos do FC Porto assobiaram-me", recordou Co Adriaanse, que não quis revelar se iria jogar com Bryan Ruiz sozinho ou acompanhado no ataque, embora tenha admitido a segunda hipótese, tendo em conta que o Twente "tem de marcar golos na Luz".

Douglas: «Equipa em
excelente momento»

Já o brasileiro Douglas, defesa-central do Twente, confessou que a equipa "está a atravessar um excelente momento de forma" e que "a vitória por 5-1" no último jogo da Liga holandesa frente ao Heerenveen reforçou "a confiança e a motivação" dos jogadores.

Douglas admitiu que o Benfica "é um adversário muito difícil de bater" na Luz, mas acredita na capacidade atacante do Twente.

Questionado sobre o interesse do Sporting nos seus serviços, referiu "nunca ter recebido qualquer proposta" dos 'leões', mas que está "disposto a conversar" se ela surgir.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 11:50

Agosto 24 2011

A SAD teme que atitude de uma parte reduzida de adeptos, os assobios, afecte animicamente Cardozo.
Luís Filipe Vieira e Jorge Jesus não escondem preocupação pelo reflexo que esta atitude poderá ter no desempenho anímico do jogador, muito valorizado pelos dirigentes.
Ao jogador, tem sido reiterada a sua importância na equipa e é-lhe recomendado que não ligue «a um grupo reduzido de público».

Fonte: A Bola/CM

publicado por Benfica 73 às 10:33

Agosto 24 2011

Bayern Munique, Genk, APOEL Nicósia (equipa dos portugueses Hélio Pinto, Nuno Morais e Paulo Jorge) e Dínamo Zagreb (onde joga outro português: Tonel) garantiram ontem o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões e hoje, no Estádio da Luz, a partir das 19.45 horas, será a vez de o Benfica entrar em campo para defrontar o Twente e reclamar uma das restantes cinco vagas por preencher. 

Os encarnados trouxeram da Holanda um empate a duas bolas (marcaram Cardozo e Nolito para os lisboetas), que será suficiente para se qualificarem se o jogo de hoje terminar com um 0-0 ou com um 1-1, mas o Twente, que lidera o campeonato holandês, demonstrou, no encontro da primeira mão, que é uma equipa forte e que merece muita atenção por parte do Benfica.

Ficar na Liga dos Campeões é o primeiro grande objectivo da temporada para o Benfica; e fundamental, apesar de o treinador português, Jorge Jesus, ter afirmado em conferência que a prioridade é o Campeonato. A visibilidade, o prestígio e os milhões que vêm com a Champions condicionam tudo o resto.

Se eliminar o Twente, o Benfica segue directamente para o pote 2 do sorteio da Liga dos Campeões, que se realiza amanhã no Mónaco. Shakhtar, Valência, Villarreal, CSKA e Marselha estão garantidos nesse mesmo pote, onde se juntam três das seguintes equipas: Milan, Lyon, Zenit, Ajax, Leverkusen e... Benfica. O FC Porto está confirmado no pote 1, onde ficam também Barcelona, Real Madrid, Manchester United, Chelsea, Bayern Munique, Inter e Arsenal ou Milan.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:06

Agosto 24 2011

O avançado Óscar Cardozo revela o espírito para o jogo com o Twente: «Temos de ganhar!». Conta com o apoio do público. 
Óscar Cardozo ao ataque, numa conversa com A BOLA, antes da segunda mão do play-off de acesso à fase de grupos da da Liga dos Campeões, com o Twente. O Benfica entra em campo com a vantagem do empate a dois golos na Holanda, mas, para o avançado paraguaio, só há um caminho a seguir. 
«Temos de ganhar porque a história do Benfica nos obriga a isso, mas, principalmente, porque os adeptos assim o merecem», dispara o avançado de 28 anos.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:16

Agosto 24 2011

A ausência de Franco Jara é a nota de maior destaque na lista de 18 jogadores elaborada por Jorge Jesus para o jogo de amanhã frente ao Twente, a contar para a 2.ª mão do play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões. 
No jogo da primeira mão as duas equipas empataram a dois golos.
Lista de convocados:
Guarda-redes: Artur Moraes e Eduardo.
Defesas: Maxi Pereira, Luisão, Jardel, Garay e Emerson.
Médios: Ruben Amorim, Javi García, Matic, Witsel, Bruno César, Enzo Pérez, Aimar, Gaitán e Nolito.
Avançados: Cardozo e Saviola.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 07:48

Agosto 24 2011
publicado por Benfica 73 às 07:18
Tags:

Agosto 24 2011

A notícia na arbitragem do futebol é quando o árbitro toma uma boa decisão. Olegário Benquerença tomou uma excelente no Guimarães-Porto ao assinalar o primeiro penalti em mais de um ano. Ora, um ato revolucionário é notícia.

Queixam-se os descrentes da clareza dos triunfos do Porto, por causa da coincidência de um novo arranque de campeonato confortado por um penálti desnecessário, que aquele tipo de jogadas raramente sofre punição e que, particularmente com o árbitro de Leiria, os contactos físicos dentro da área eram por norma julgados com grande latitude.

Benquerença era até ao começo desta segunda época da Liga de Fernando Gomes o árbitro que assinalava mais faltas longe das grandes áreas, apitando por tudo e por nada. Mas era também o mais parcimonioso em matéria de castigos máximos, seguindo a “cartilha” do mestre António Garrido de sancionar pelo critério de “perigo de golo”, que consiste em punir sistematicamente os avançados nos lances de contacto “duvidoso” na área.

Pois, no regresso a Guimarães, menos de um ano depois dos escândalos do Vitória-Benfica da época passada, Benquerença apresentou uma visão cristalina, assumindo sem medo decisões capazes de modificar irreversivelmente o desfecho de um jogo. Não deu razões para críticas como as de Manuel Machado, mas a invulgaridade da sua intervenção deixou a maioria dos analistas de pé atrás, como se alguma coisa não estivesse a bater certo. O Record, por exemplo, diz que decidiu bem, que realizou trabalho “positivo”, mas castigou-o na nota (3/5).

Ao contrário de outros colegas, que não mudaram nada com as últimas “formações” e reciclagens, Benquerença promete uma época em grande. Para já, deu um contributo extraordinário para acabar com as faltas ocultas de grande área nos lances de bola parada, que ele não terá tido capacidade de descortinar em 14 épocas na 1.ª divisão.

No passado do juiz leiriense não vislumbramos um lance como o do ingénuo Olímpio com o grande cabeceador Sapunaru. Num total de 175 jogos de 1.ª Liga, parece que nunca se confrontara com um defesa a agarrar um adversário num pontapé de canto – caso contrário não teria assinalado a míngua de 39 penáltis numa carreira tão longa, 33 dos quais (85%) antes de ingressar no quadro de elite da UEFA e da FIFA.

Benquerença não viu qualquer grande penalidade no último campeonato e apenas um nos últimos 36 jogos que dirigiu (por coincidência em Guimarães contra o Vitória). E até domingo passado, só conseguia enxergar faltas fora da grande área.

Ao recuperar a melhor visão das imediações das balizas, oferece uma nova perspetiva ao campeonato nacional, pois a “catimba” que os treinadores trabalham intensamente à porta fechada durante a semana, para impedir os avançados de marcarem mais golos, pode ter os dias contados. Caso contrário, vão chover penáltis.

Autor: JOÃO QUERIDO MANHA

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 00:57

Agosto 24 2011

O Benfica entrou na Liga com um empate em Barcelos que não lembra a ninguém. A vencer logo aos 7 minutos, quando toda a gente imaginava uma vitória gorda somos apanhados na curva e saímos do terreno dos gilistas a sofrer por 1 ponto. A culpa, que nunca morre solteira, tem o espalhavento de Jorge Jesus: aparentemente concentrado no playoff da Champions, fez o que sabe pior e dá sempre borrada – inventar.

Por muito que me desgoste a ausência de portugueses no nosso onze inicial, a verdade é que a pré-época e as partidas mais recentes colocaram à transparência uma equipa ideal. Com um meio campo fortíssimo e os alas a descair, fortes nas diagonais, Cardozo perde lugar para um coletivo muito ofensivo. E Saviola, ainda que distante da forma criativa de outros tempos, batalha e procura a bola com a energia de poucos. É certo que o castigo transato de Luisão e as férias de Maxi são contas de outro rosário. Mas gostava muito de saber que é feito de Capdevila – que é “apenas” campeão da Europa e do Mundo – e para quando uma oportunidade séria para Miguel Vítor. É que Emerson foi o pior benfiquista em campo, os seus falhanços são dignos de monumento; e Jardel dá o que pode, mas tem pouco a dar. Numa temporada em que a “suficiência” do plantel deveria dar para constituir três equipas, Jesus recorre às segundas linhas e vê-se. Depois, abandonou o recentemente encontrado 4x3x2x1 que de quando em vez até parece um 4x3x3: o miolo do terreno nos pés de Javi, Witsel e Aimar adiantado fez maravilhas. Ao recuar Saviola e colocar Jara, Jesus procurou o mesmo esquema tático de 2010/11 e apenas reforçou a necessidade de um ponta-de-lança que, para mim, não pode ser Cardozo.

A verdade é esta: o plantel engordou, mas a cabeça que o orienta é a mesma. E a tática e sobretudo as invenções de Jesus não dão títulos. Pena é que seja preciso mais um ano de sequeiro para a direção assumir esta realidade.

Autor: MARTA REBELO

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 00:44

Agosto 24 2011

Jorge Jesus está consciente da relevância que o encontro de amanhã frente ao Twente terá no futuro a curto/médio prazo do Benfica, não só em termos desportivos, como também a nível económico. 

«Temos consciência da importância a nível financeiro que representa uma ida à Liga dos Campeões», constatou o treinador do Benfica na conferência de imprensa de antevisão ao jogo de amanhã.

Na conversa com os jornalistas, Jorge Jesus voltou a pedir que os adeptos apoiem Oscar Cardozo e defendeu que o mercado de transferências de jogadores deveria fechar mais cedo.

«A janela de transferências não devia estar aberta até tão tarde. Isso frisson nos clubes. Mas estamos satisfeitos com os jogadores e o plantel que temos», rematou.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 00:34

BENFICA 73
contador grátis
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...