Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Jorge Jesus deixa Cardozo no banco

03.08.11, Benfica 73

A ausência de Oscar Cardozo é a maior novidade no onze inicial escolhido por Jorge Jesus que vai defrontar, às 19.45 horas, o Trabzonspor
Em relação à equipa que jogou com o Trabzonspor na primeira-mão, destaque para as entradas de Witsel e Nolito. Enzo Pérez, titular em Lisboa, encontra-se a recuperar de lesão.

Onze inicial
Artur, Maxi Pereira, Luisão, Garay e Emerson; Javi Garcia, Witsel, Aimar, Gaitán, Nolito; Saviola.

Banco de suplentes
Eduardo, Rúben Amorim, Cardozo, Bruno Césr, Jara, Matic e Fábio Faria.

Onze do Trabzonspor
Tolga; Balci, Kaçar, Glowacki e Celutska; Zokora, Colman, Yilmaz, Mierzejwski, Paulo Henrique e Brozek.

Fonte: A Bola

Arrefecer o caldeirão

03.08.11, Benfica 73

Chegou o momento da verdade. O Benfica joga hoje o acesso ao playoff da Liga dos Campeões, com uma vantagem de dois golos alcançada no encontro da primeira mão, realizado há uma semana, em Lisboa. Os encarnados – e os avisos vão todos nesse sentido – esperam forte reação dos turcos, que se recusam a baixar os braços e contam com uma fervorosa massa adepta. Daí que Jorge Jesus procure colocar água na fervura, ou seja, arrefecer o entusiasmo do Trabzonspor.

Jesus terá de fazer alterações no meio-campo, por força da lesão de Enzo Pérez. Pelo que foi dado observar no jogo de Lisboa, a opção mais simples será a entrada de Nolito, para a esquerda, com Gaitán a ser desviado para a direita. No entanto, Jesus tem pequenas dúvidas na composição do onze que iniciará o encontro do Estádio Olímpico Ataturk, em Istambul.

Fonte: Record

Simão e Sidnei querem apoiar os encarnados

03.08.11, Benfica 73

Simão e Sidnei são esperados no Estádio Olímpico de Atartuk, para assistirem ao jogo entre o Benfica e o Trabzonspor. Tanto o extremo, de 31 anos, como o defesa-central, de 21 anos, mostraram vontade de apoiar a equipa de Jorge Jesus, assim que souberam que o encontro ia realizar-se em Istambul e não em Trabzon, na região do Mar Negro.

De qualquer forma, os futebolistas requisitaram um lugar mais reservado no estádio, onde pudessem ver o jogo em tranquilidade, e a presença de ambos está dependente de lhes ser concedido um camarote peloTrabzonspor.

Fonte: Record

Carvalhal diz que Cardozo é hipótese para o Besiktas

03.08.11, Benfica 73

Carlos Carvalhal assumiu esta manhã, em declarações aos jornalistas, que Cardozo é uma possibilidade em aberto para reforçar o ataque do Besiktas. Mas não é a única.
«Cardozo foi efectivamente um nome falado entre mais três ou quatro, é uma situação em aberto, neste momento é o que se pode dizer», afirmou o treinador português, que contudo não quer incluir Hugo Almeida na operação de possível transferência de Takuara para o emblema turco:
«Que eu saiba o Hugo está feliz aqui. Por mim gostava de ter os dois.»

Fonte: A Bola

Shaffer vai rodar em Leiria

03.08.11, Benfica 73

A União de Leiria anunciou esta terça-feira que José Shaffer vai representar o clube até ao final da temporada, por empréstimo do Benfica.

O lateral argentino integrou o estágio dos encarnados na Suíça, mas acabou por não ser utilizado.

Recorde-se que o jogador de 25 anos chegou à Luz há duas temporadas, mas foi emprestado ao Banfield e ao Rosario Central.

Fonte: Record

Treino matinal e concentração máxima

03.08.11, Benfica 73

Os jogadores do Benfica convocados por Jorge Jesus para o encontro com o Trabzonspor realizaram esta manhã o habitual treino matinal em dias de jogo.
Jorge Jesus orientou uma sessão ligeira num relvado próximo ao hotel onde os encarnados estão instalados e os jogadores estão neste momento a almoçar, regressando depois aos quartos, não estando previsto qualquer passeio por Istambul. A ordem é concentração absoluta para a partida desta noite.

Fonte: A Bola

Saragoça só deu 86 mil euros por Roberto

03.08.11, Benfica 73

Suspensas as ações da SAD, o Benfica fez um esclarecimento adicional à CMVM, como tinha solicitado. Em comunicado adianta que o clube espanhol adquiriu de forma definitiva os direitos desportivos de Roberto "mediante o pagamento de 86 mil euros". A outra sociedade passou a titular os direitos económicos mediante o pagamento de 8.514.000 euros.

Comunicado enviado à CMVM

"A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248.º do Código dos Valores Mobiliários, e em conformidade com o pedido efectuado pela CMVM relativamente à transferência do atleta Roberto Jimenez Gago, vem prestar a seguinte informação complementar:

A transferência dos direitos desportivos do aludido atleta, bem como a totalidade dos direitos económicos àqueles inerentes, foi concluída pelo valor total de € 8.600.000 (oito milhões e seiscentos mil euros), por via de dois contratos celebrados em cartório notarial, um com a Real Zaragoza SAD e outro com uma sociedade de direito espanhol situada a um nível mais elevado da cadeia de domínio da Real Zaragoza SAD.

Em consequência, a Real Zaragoza SAD adquiriu de forma definitiva os direitos desportivos do referido jogador mediante o pagamento de € 86.000 (oitenta e seis mil euros) e a outra sociedade, anteriormente identificada, passou a titular os direitos económicos mediante o pagamento de € 8.514.000 (oito milhões quinhentos e catorze mil euros).

Este pagamento será efetuado de forma fracionada e encontra-se garantido, nomeadamente por títulos de crédito.

Mais se informa que os referidos contratos foram ratificados no momento da sua celebração pelos “Administradores Concursales” da Real Zaragoza SAD."

Fonte: Record

Roberto foi adquirido por fundo de investimento

03.08.11, Benfica 73

Transferência do guardião para um clube falido gerou contestação em Espanha. O Saragoça foi obrigado a explicar a origem dos 8,6 milhões de euros.

O dia seguinte à oficialização da transferência de Roberto do Benfica para o Saragoça, a troco de 8,6 milhões de euros, não foi de consagração para os espanhóis, que foram atacados de todas as frentes por causa dos valores envolvidos na transacção e atendendo a que se trata de um clube falido. 

A reacção dos credores do Saragoça e dos principais organismos do futebol espanhol foi de tal forma violenta que o antigo emblema de Pablo Aimar foi obrigado a fazer um comunicado em que procura justificar o investimento e afastar a ideia de que será da sua responsabilidade pagar o negócio.

Roberto chegou, pois, ao Saragoça com a ajuda de um fundo de investimento e do agente FIFA português Jorge Mendes, que conduziu o negócio e estará a colaborar com o emblema espanhol na construção do plantel. Esse fundo terá assumido o pagamento de uma parte dos 8,6 milhões e cedido os direitos desportivos do guardião ao Saragoça, que poderá utilizá-lo e lucrar com uma pequena percentagem em futura venda. Tudo isto está mais ou menos expresso no comunicado do Saragoça - e dizemos mais ou menos porque o clube nunca centraliza as explicações em Roberto, mesmo que seja o motivo dos esclarecimentos. 

Verbas relativas aos ordenados que Roberto teria de receber pelos restantes quatro anos de contrato que mantinha com o Benfica, assim como valores ainda não liquidados respeitantes à compra de Aimar ao Saragoça poderão, de acordo com os espanhóis, ter entrado também no bolo.

No país vizinho o negócio foi mal recebido por credores e organismos oficiais, uma vez que o Saragoça está falido e tem dívidas que ascendem a 110 milhões de euros. O clube está mesmo a ser gerido por administradores judiciais, responsáveis pelo controlo e renegociação dessa dívida. Mais: a Comissão Delegada da Liga Espanhola, grupo de clubes que engloba os pesos pesados do futebol espanhol, como Real Madrid e Barcelona, não vai, afinal, empenhar-se em resolver o problema do Saragoça em relação aos credores, tudo por causa da aquisição de Roberto. E o Corunha, que vendeu Lafita ao Saragoça por 1,5 milhões de euros, e ainda não recebeu, reclama inclusivamente a descida de divisão do Saragoça, que lhe possibilitaria o regresso ao principal campeonato de Espanha.

Fonte: A Bola

Senol Günes: «Podemos ganhar esta eliminatória»

03.08.11, Benfica 73

O treinador do Trabzonspor, Senol Günes, quer aproveitar os "problemas defensivos" do Benfica para vencer quarta-feira a equipa portuguesa e alcançar o "playoff" de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões.

"Respeitamos o Benfica, mas podemos ganhar e passar esta eliminatória. Temos de lutar e acredito que, se marcarmos um golo na primeira parte, vamos passar. É uma oportunidade histórica para o clube", afirmou Senol Gunes na conferência de imprensa de antevisão do encontro da segunda mão da pré-eliminatória da "Champions".

O técnico do Trabzonspor lembrou que o Benfica tem "problemas defensivos" e com isso a equipa turca poderá anular a desvantagem de dois golos (2-0) da partida da primeira mão, na Luz.

"O Benfica tem muita qualidade, principalmente a atacar, mas também tem problemas a defender e podemos aproveitar isso. Temos que aproveitar isso", referiu o antigo selecionador turco.

Senol Gunes desvalorizou ainda que o jogo seja disputado em Istambul, a mais de mil quilómetros de Trabzon, por impossibilidade da equipa turca utilizar o seu estádio habitual.

"Vamos criar um bom ambiente", concluiu o técnico.

O encontro está agendado para as 19:45 no Estádio Ataturk, em Istambul, e terá arbitragem do macedónio Aleksandar Stavrev.

Fonte: Record

Inácio Carmo: “É um orgulho vestir esta camisola”

03.08.11, Benfica 73

Com dois reforços e um novo treinador, a equipa de andebol do Clube da Luz está motivada e promete bom um arranque. Em declarações à Benfica TV, os jogadores Inácio Carmo e Nuno Grilo falaram das suas expectativas para a nova época.

Depois das merecidas férias e de realizados os habituais testes médicos, o plantel da equipa de andebol continua a preparar a nova temporada.
Em declarações à Benfica TV, o novo reforço Nuno Grilo afirmou que está ansioso por começar a treinar: “Tenho um bichinho cá dentro ansioso para pegar na bola e começar a correr.” A chegada ao Clube da Luz tem sido muito boa e o jogador afirma que não podia esperar uma melhor recepção: “Foi mesmo agradável e espero que continue assim nos próximos dias.”
Inácio Carmo é outro dos reforços e mostrou-se muito satisfeito por poder envergar a camisola “encarnada”. “O Benfica é um dos três grandes em Portugal, seja em que modalidade for e penso que para qualquer atleta profissional é um orgulho vestir uma camisola dos grandes.”

Fonte: SLB

«Posso afirmar-me neste Mundial» - Rodrigo

03.08.11, Benfica 73

Avançado do Benfica estreou-se no Mundial de sub-20 com dois golos na vitória (4-1) da Espanha sobre a Costa Rica. Espera fazer um bom torneio na Colômbia para afirmar-se em definitivo no plantel de Jorge Jesus. 

«Foi uma estreia de sonho», começou por dizer em entrevista ao jornal AS, destacando o bom momento de forma em que se encontra: «Estou bem fisicamente. Antes da concentração da selecção fiz a pré-época com o Benfica e estou em forma.»

Questionado se o Mundial o ajudará a afirmar-se em definitivo no futebol Mundial, Rodrigo atirou: «É possível. Estive emprestado ao Bolton na época passada e penso que sei o que irá acontecer esta temporada. O treinador conta comigo e estive bem na pré-época.»

As notícias de que José Mourinho procura um avançado para o Real Madrid não desconcentram o jovem avançado, contrato pelo Benfica precisamente aos merengues: «O Real tem dois anos de opção de compra, mas não há nada a comentar. Não penso em voltar nem em olhar para trás. Vivo o dia-a-dia. Primeiro está o Mundial e, quando terminar, estarei concentrado no Benfica.»

Fonte: A Bola

Transferência de Roberto explicada, mas acções estão suspensas

03.08.11, Benfica 73

O Benfica facultou à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários esclarecimentos adicionais sobre a transferência de Roberto para o Saragoça. Mesmo assim, a CMVM determinou a suspensão das acções do clube em bolsa, por considerar que os esclarecimentos não foram suficientes.

Em comunicado à CMVM, o Benfica explica que a transferência do atleta, direitos deportivos e direitos económicos, «foi concluída pelo valor total de € 8.600.000 - oito milhões e seiscentos mil euros - por via de dois contratos celebrados em cartório notarial, uma com o Real Saragoça e outro com uma sociedade de direito espanhol situada a um nível mais elevado da cadeia de domínio da Saragoça SAD.

No entanto, a CMVM deliberou depois a suspensão da negociação das acções da Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD nos mercados regulamentados da Euronext Lisbon «até à divulgação de informação relevante». «A CMVM tinha notificado expressamente a SLB Futebol SAD para divulgar a «dissociação dos direitos económicos e dos direitos desportivos e valor de cada um deles». O comunicado hoje colocado no sítio da CMVM nada diz quanto a este aspecto, que se reputa essencial para o entendimento pelos investidores sobre o contrato de transferência do jogador Roberto», diz o comunicado da CMVM.

No comunicado do Benfica, os encarnados dizem que em consequência, o Saragoça «adquiriu de forma definitiva os direitos desportivos do jogador, e a outra sociedade, anteriormente identificada, passou a titular os direitos económicos», tendo os contratos sido «ratificados no momento da sua celebração pelo «Administradores Concursales» da Saragoça SAD».
O pagamento «será efectuado de forma fraccionada e encontra-se garantido, nomeadamente por títulos de crédito», diz, sem especificar valores.

Fonte: A Bola

Máximo cuidado no inferno de Istambul

03.08.11, Benfica 73

A vantagem que o Benfica trouxe da Luz para Istambul é sempre melhor que vantagem nenhuma, mas a equipa portuguesa não pode de maneira nenhuma dormir à sombra desse resultado, pelo valor que o adversário mostrou em Lisboa e, quanto mais não seja, porque jogar na Turquia nunca foi fácil. 

Hoje, nas bancadas do Estádio Olímpico Ataturk, lá estarão entre 50 e 60 mil pessoas para confirmar isso mesmo, o que a história se tem encarregado de mostrar. No caso do Benfica, os jogos no país traduzem claramente essa realidade: os encarnados defrontaram seis vezes equipas turcas, das quais resultaram três vitórias em casa, uma derrota também na Luz, um empate a zero e ainda uma derrota por 0-1, os dois resultados fora de Portugal. Ou seja, os encarnados nunca conseguiram ganhar na Turquia e nem sequer marcar um golo. Uma bela barreira para Jorge Jesus tentar ultrapassar esta noite.

O argentino Enzo Pérez, uma das contratações mais sonantes para esta temporada, está lesionado e não pode jogar, mas uma das grandes vantagens deste Benfica, em relação ao do ano passado, é que as opções no banco são mais e melhores. Jesus apostará no brasileiro Artur para a baliza, aqui não existem dúvidas, e o quarteto defensivo deverá ser formado por Maxi Pereira (na Luz jogou Rúben Amorim), Luisão, Garay e Emerson. O lateral-esquerdo brasileiro sentiu algumas limitações durante a semana de treinos, mas está apto. Javi García será o pivot defensivo e à frente surgirá uma linha de três em princípio formada por Gaitán à direita (em substituição do lesionado Pérez), Aimar ao centro e Nolito, a nova coqueluche dos adeptos, no corredor esquerdo. Na frente a dupla do costume: Saviola e Cardozo. 

Esta é a equipa provável, embora seja forte a possibilidade de Jesus trocar Pablo Aimar pelo belga Witsel, que, pelo que mostrou no jogo da primeira mão, tem capacidade para garantir maior equilíbrio defensivo sem retirar fluidez e criatividade ao meio-campo. Dá-lhe mais músculo, e Jesus pode optar por ele para ajudar a suster o ritmo alto que o Trabzonspor certamente apresentará, pelo menos na primeira parte do desafio, fase em que os turcos apostam tudo para tentar surpreender os encarnados.

Fonte: A Bola

Marcão: “Espero ganhar muitos títulos”

03.08.11, Benfica 73

O Sport Lisboa e Benfica contratou o guarda-redes Marcão, que chega à Luz depois de uma breve experiência no Qatar, ao serviço do Al-Rayyan. Depois de três anos e meio ao serviço do Belenenses, o brasileiro mostrou-se satisfeito por voltar a Portugal e assinar pelo Clube da Luz.
“Recebi o convite com muita alegria e felicidade. Estou muito feliz por assinar pelo Benfica, espero corresponder às expectativas e quero ajudar este plantel fantástico a conquistar títulos”, começou por explicar Marcão, em declarações à Benfica TV.
Neste regresso a Portugal, o guardião quer títulos. “Vim para Portugal há quatro anos e fui muito feliz no Belenenses. Agora chega um novo desafio com o Benfica, onde espero ganhar muitos títulos”, afirmou convicto.
Depois de deixar o Restelo, Marcão apostou numa experiência asiática, que acabou por não ser muito positiva: “Tanto eu como a minha família não nos adaptámos ao Qatar e fico muito feliz por voltar a Portugal, onde o futsal é muito mais evoluído.”
Marcão jogou muitas vezes frente ao Benfica e explicou o que se sente do outro lado do campo. “É sempre difícil jogar contra o Benfica, porque tem sempre grandes plantéis e, principalmente, jogar aqui na Luz com o Pavilhão cheio de adeptos… é sempre complicado! Espero que seja mais fácil jogar pelo Benfica”, confessou.
Em relação aos dois guarda-redes que transitam da última época, Bebé e Vítor Hugo, Marcão espera acrescentar algo à equipa de Paulo Fernandes: “O Benfica tem dois grandes guarda-redes e todos temos características diferentes. Eu venho lutar pelo meu espaço, sendo que o meu ponte forte é o jogo com os pés no cinco para quatro e espero poder ajudar o Benfica a ser campeão.”

Fonte: SLB

Encarnados confirmam pedido de esclarecimentos por parte da CMVM

03.08.11, Benfica 73

O Benfica confirmou que a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) pediu esclarecimentos adicionais sobre a venda do guarda-redes Roberto ao Saragoça. 
O director de comunicação do Benfica, João Gabriel, confirmou o pedido da CMVM.
«O Benfica não tem nenhum problema em esclarecer a CMVM sobre este ou qualquer outro negócio», disse.
O caso que despoletou este pedido de esclarecimentos relaciona-se com a venda de Roberto ao Saragoça.
Os encarnados informaram à CMVM que o guarda-redes espanhol foi vendido ao Saragoça por 8,6 milhões de euros, porém, no seu site oficial, o clube espanhol comunica que Roberto vinculou-se ao clube para os próximos cinco anos, numa operação que «superou os oito milhões de euros».
Saragoça encontra-se em dificuldades financeiras, com dívidas que superam os 100 milhões de euros.

Fonte: A Bola