Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Jara e Jardel novidades no onze frente ao Servette

10.07.11, Benfica 73

As inclusões de Franco Jara e Jardel são as novidades do onze do Benfica para o jogo frente ao Servette. Em relação ao encontro de ontem frente à selecção de Friburgo, saem do onze Saviola e Roderick Miranda. 
Onze inicial:
Artur, André Almeida, Miguel Vítor, Jardel e Fábio Faria; Javi García, Gaitán, Aimar (capitão) e Bruno César; Cardozo e Jara. 

Fonte: A Bola

Maxi Pereira: «Gostava de ir para o Peñarol»

10.07.11, Benfica 73

Maxi Pereira prefere esperar para o final da Copa América para se pronunciar sobre o seu futuro próximo. O lateral do Benfica, ao serviço do Uruguai, reconheceu à imprensa que conhece os interesse do Peñarol, mas não se pronunciará antes do final do mês.

"Na minha família, falaram-me desse interesse do Peñarol. Ainda assim, em concreto, não sei nada. Gostava e ficaria encantado de ir para o Peñarol, mas neste momento não posso dizer nada porque a realidade é que não estou a par disso", explicou, em declarações ao programa "Las Voces del Fútbol", da rádio 1410 AM Libre.

"É muito bom saber que estão interessados. Adorava voltar ao Peñarol, além de que a minha mulher está à espera de gémeos e isso também influencia... Porém, a realidade é que jogar na Europa é uma oportunidade que deve ser aproveitada", acrescentou.

Fonte: Record

Witsel assina amanhã pelo Benfica

10.07.11, Benfica 73

O belga Axel Witsel deve assinar amanhã o contrato que o ligará ao Benfica, de acordo com informações que recolhemos junto de círculos próximos do jogador do Standard Liège. É no primeiro dia útil da nova semana que terá o encontro decisivo entre os clubes português e belga, no qual serão acertados os últimos detalhes da operação.

Witsel, de 22 anos, terá realizado ontem o último encontro pelo Standard. Esteve em campo na primeira parte do encontro de preparação, diante do Sedan, da 2.ª liga francesa, e, apesar da boa exibição realizada, não evitou a derrota (1-2) da sua equipa.

No final da partida, realizada em Eghezée, a meia centena de quilómetros de Liège, Witsel recusou falar sobre a transferência para a Luz, como acontecera nos dias anteriores. Um sinal de que o acordo está por horas – uma declaração pode deitar tudo a perder.

Fonte: Record

Descompressão antes do Servette

10.07.11, Benfica 73

Depois de ter vencido ontem, por 9-1, uma selecção de Friburgo, o plantel do Benfica voltou esta manhã aos treinos na Suíça com pequenos exercícios de descompressão para todos os jogadores.

A sessão orientada por Jorge Jesus teve lugar nas próprias instalações da unidade hoteleira onde o Benfica realiza este estágio, ainda antes do jogo particular marcado para hoje.

Depois dos 9-1, o grau de dificuldade sobe hoje frente ao Servette, formação suíça orientada pelo português João Alves, que este ano vai competir no principal escalão do futebol da Suíça. O jogo está marcado para as 20 horas.

Fonte: A Bola

João Alves: «Benfica está outra vez à procura de um rumo»

10.07.11, Benfica 73

Aos 58 anos, João Alves abraçou um novo projeto na Suíça e não se arrepende. Hoje vai viver uma situação estranha ao defrontar o clube do seu coração.

Record – Hoje vai defrontar o Benfica, que regista várias mudanças no grupo. Que análise faz a esta situação?

João Alves – As coisas tinham que funcionar assim. O Benfica está outra vez à procura de um rumo, de formar uma equipa, e por isso tenta ir buscar muitos jogadores com valor. O melhor é as equipas ficarem o mais estáveis possíveis, mas nem sempre as coisas são como as pessoas querem. Aconteceu. O Benfica tem de se reestruturar, ir à procura de novos jogadores. É normal, pois perdeu três elementos fundamentais na época anterior e, agora, o Fábio Coentrão. É preciso ir à procura de nova gente.

R – Curiosamente, António Carraça, que trabalhou consigo, está de volta à estrutura. É uma boa aposta?

JA – Sou treinador, só gosto de opinar sobre as minhas coisas. As pessoas conhecem-se, o presidente já trabalhou com o Carraça no Benfica e no Alverca. Se o foram buscar é porque acham que é a pessoa indicada.Os dirigentes gostam sempre de fazer as coisas da melhor maneira possível, mas ninguém pode dizer que vai correr bem. Existe conhecimento e isso é fundamental.

Fonte: Record

Mão cheia de promessas

10.07.11, Benfica 73

O Benfica 2011/12 mostrou para já que tem muitas e boas soluções. Especialmente do meio-campo para a frente as águias estão bem fornecidas. Mas, muita atenção, o adversário de ontem era fraquinho... 

É verdade que o Benfica não jogou, como estava previsto, contra o Nice. E também não é menos verdade que, com a necessidade que a equipa da Luz tem de acelerar a preparação, visando apresentar-se na melhor condição já daqui a 16 dias, na Champions, melhor teria sido se o opositor de ontem tivesse sido a equipa da Côte D'Azur. Em recurso, saiu em sorte aos encarnados, para a partida de estreia, uma improvisada selecção de Friburgo que nunca se mostrou capaz, minimamente, de discutir o jogo. 

Mas, neste contexto, os 90 minutos da turma de Jorge Jesus foram muitíssimo agradáveis, acabando com uns pouco habituais 9-1, sem que o Benfica tivesse colocado o prego a fundo. Para os emigrantes, que encheram o estádio, a festa foi grande, uma barrigada de golos das antigas. 

Jesus, apesar de tudo, deve ter ficado com impressões mais nítidas sobre os novos jogadores. Na corrente temporada, o técnico do Benfica tem ao seu dispor imensas boas soluções para o meio-campo e o ataque, que lhe vão dar muitas dores de cabeça, daquelas que os treinadores gostam quando vivem em abundância. 

Quanto à defesa, com Maxi, Luisão e Garay ausentes e Jardel e Peixoto ainda pouco disponíveis, não será abusivo inferir-se que logo que estes elementos se apresentem, sem restrições, ao serviço, o sector conhecerá solidez. No entanto, para definir um quarteto recuado que possa estar operacional a 26 de Julho, Jesus vai ter de puxar pela imaginação, ao mesmo tempo que faz contas ao que vai acontecendo na Copa América. Ontem, apesar da debilidade do opositor, Miguel Vítor deixou boa impressão. O ano que passou no Leicester foi-lhe benéfico, está com uma presença no terreno muito maior e tem todas as condições para fazer parte do lote final de opções de Jesus para o centro da defesa.

Fonte: A Bola

Santos na luta por Danilo

10.07.11, Benfica 73

O Santos admite comprar os 37,5 por cento do passe de Danilo detidos pelo Grupo DIS, para manter o jogador no plantel.
O Benfica apresentou, anteontem, uma proposta de 10 milhões de euros pelo internacional sub-20 brasileiro e espera, nos próximos dias, pela resposta do Santos, que detém a mesma percentagem dos direitos económicos que o grupo investidor (37,5 por cento), enquanto os restantes 25 estão na posse do América de Minas Gerais, clube de formação. Perante a oferta dos encarnados, os paulistas têm, agora, duas opções: aceitar a transferência ou avançar com 3,75 milhões de euros ao Grupo DIS, garantindo, assim, a continuidade do jovem. 
O Santos não parece muito interessado em perder uma das jóias mais valiosas, porque pretende manter uma equipa forte e com condições de fazer frente ao Barcelona no Mundial de clubes. Mas a vontade do jogador será determinante e o Benfica conta que Danilo possa fazer pressão sobre o clube brasileiro. Depois de ter avançado com pouco mais de seis milhões, as águias apresentaram uma proposta que está a fazer pensar os dirigentes brasileiros. Uma coisa é certa: a bola está, agora, do lado do Santos.

Fonte: A Bola

Yebda vai regressar ao Benfica

10.07.11, Benfica 73

Hassan Yebda vai regressar ao Benfica. Apesar de continuar a ser alvo do interesse de diversos clubes, o médio de 27 anos vai apresentar-se ao trabalho quando os encarnados regressarem do estágio na Suíça.

«Estou de férias mas no início da próxima semana estarei em Lisboa», refere Karim Yebda, irmão e agente do jogador, que confirma a intransigência do Benfica em novo empréstimo: «O Nápoles não estava disposto a accionar a cláusula de compra, no valor de 2,7 milhões de euros, mas o Benfica reprovou emprestá-lo de novo.»

Depois de ter rodado no Portsmouth e no Nápoles, Yebda regressa agora ao Benfica mas, por enquanto, ainda não fala sobre o futuro.

«Estou tranquilo. Vou apresentar-me no clube e depois se verá», limitou-se a dizer o jogador que, em 2008, foi contratado ao Le Mans a custo zero. Na última época fez 29 jogos pelo Nápoles na Série A e outros oito na Liga Europa.

Com contrato até Junho do próximo ano, Yebda continua a não entrar nas contas de Jorge Jesus e o futuro pode mesmo passar pela rescisão do vínculo de um jogador que aufere cerca de um milhão de euros por ano.

Fonte: A Bola

Witsel pressiona Standard Liège

10.07.11, Benfica 73

«Benfica é um bom clube para progredir», disse o médio. «É preciso ter em conta a vontade dele», reconhece dirigente dos belgas. 

O Benfica acredita que a vontade de Axel Witsel jogar na Luz será determinante para poder chegar a acordo com o Standard Liège. O director para o futebol do clube belga, Pierre François, revelou, ontem, que a primeira oferta dos encarnados para a contratação do médio foi insuficiente, embora tenha reconhecido que a opinião do internacional também conta. E, sabe A BOLA, há o compromisso do Standard Liège permitir a saída de Witsel, perante uma boa oferta. Que, confiam todos os envolvidos no negócio, o Benfica está em condições de apresentar.

«Não quero falar sobre o dossier da transferência de Witsel por ser delicado. É preciso ter em conta a vontade do jogador e o interesse dos dois clubes. É preciso, também, respeitar alguns compromissos assumidos há um ano com o jogador, que, porém, não são sempre aqueles que são referidos pela imprensa», afirmou Pierre François, ontem, em declarações ao jornal Dernière Heure. As palavras denunciam uma situação delicada para o Standard Liège, apesar de os belgas só aceitarem a transferência de Witsel por cerca de 10 milhões de euros.

A BOLA sabe que o Standard Liège ainda não recebeu qualquer proposta oficial do Benfica, embora tenha sido contactado, informalmente, por um intermediário, que fez saber da disponibilidade de os encarnados avançarem com cerca de oito milhões de euros. Por sua vez, o Benfica também já sabe que tem de subir a parada - e, tudo indica, vai fazê-lo. Já amanhã: os belgas contam reunir-se com responsáveis das águias para aproximar, então, as posições entre os clubes.

Fonte: A Bola

Kardec no Santos

10.07.11, Benfica 73

Kardec vai regressar ao Brasil para representar o Santos. O anúncio foi feito pelo empresário do jogador, Reinaldo Pitta.
«Acabo de acertar a transferência do Alan Kardec que está no Benfica, para o Santos!!», escreveu o empresário no twitter.
Kardec é cedido pelo Benfica ao emblema brasileiro até Julho de 2012. 
O avançado brasileiro não tinha espaço no plantel de Jorge Jesus, pelo que, desta forma, poderá jogar com maior regularidade.

Fonte: A Bola

Cardozo não pensa em sair

10.07.11, Benfica 73

Autor de quatro dos nove golos com que o Benfica brindou a selecção do Friburgo, Óscar Cardozo diz estar «100 por cento disponível» para continuar a envergar a camisola da águia. 

«Jogámos bem. Sabíamos o que tínhamos para fazer e estamos felizes por termos feito um bom jogo», diz o avançado, em declarações à Sport TV.

Ausente da convocatória do Paraguai para a Copa América, Cardozo admite que gostaria de estar presente na competição que decorre na Argentina.

«É importante para um jogador representar a selecção do seu país, mas agora estou concentrado no Benfica e em fazer uma boa pré-época. Estou tranquilo», ressalva.

Quanto ao interesse do Dínamo Kiev na sua contratação... «Não sei de nada. Estou a fazer uma boa pré-época, não penso noutra coisa», garante Takuara, que se mostra «100 por cento disponível» para continuar ao serviço do Benfica e ajudar no apuramento das águias para a Liga dos Campeões.

Os reforços merecem uma palavra de elogio do paraguaio: «São todos grandíssimos jogadores, espero que tenham sucesso. Vamos tratar de conquistar algo».

Fonte: A Bola

Miguel Vítor quer ficar

10.07.11, Benfica 73

Depois de uma época emprestado ao Leicester, Miguel Vítor voltou a envergar a camisola do Benfica no triunfo, por 9-1, diante da selecção do Friburgo. «É sempre um orgulho representar este clube», diz o central, hoje capitão, que se mostra decidido a conquistar um lugar no plantel de Jorge Jesus.

«É sempre um orgulho representar este clube, é uma grande honra envergar a braçadeira de capitão», sublinha Miguel Vítor, em declarações à Sport TV.

«Foi um bom treino. É normal que haja algum cansaço, devido às cargas que temos tido. Não vamos entrar em euforias, há que continuar a trabalhar e a melhorar, pois aproxima-se a pré-eliminatória da Liga dos Campeões», alerta, frisando que a presença na Champions «é um objectivo muito importante» para as águias.

Quanto à sua permanência na equipa, o defesa-central explicou não ter ainda «qualquer indicação». «Estou aqui para fazer o meu melhor e mostrar que evolui no último ano. Vou tentar mostrar que tenho qualidade para ficar», atira.

Fonte: A Bola