Maio 03 2011

Para Toni "só um Benfica ao melhor nível desta época poderá ultrapassar o Sporting de Braga" nas meias-finais da Liga Europa. Toni era treinador do Benfica na última vez que a equipa esteve presente numa meia-final de uma prova europeia, a Taça das Taças, em 1993/94. Na primeira mão, venceram o Parma, na Luz, por 2-1, mas depois foram eliminados em Itália, por 0-1. "O Benfica já teve bons períodos esta época, mas parece acusar física e psicologicamente a época que tem feito. Por outro lado, existe uma motivação fortíssima por parte do Braga", comentou o treinador à Rádio Renascença, referindo que "não existem segredos" para ambas as equipas. "Conhecem-se muito bem", destacou.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 19:17
Tags: ,

Maio 03 2011

O nome de Fábio Coentrão continua a dar que falar por essa Europa fora. Ontem, a Imprensa espanhola garantia que os ingleses do Chelsea e os italianos da Fiorentina também estão interessados na contratação do lateral-esquerdo das águias e que esse desejo subiu de tom depois de ser conhecido o assédio do Real Madrid ao internacional português.

A verdade é que ninguém larga o jovem benfiquista, que deverá mesmo despedir-se do clube no fim da presente temporada.

Na última época, recorde-se, Fábio Coentrão esteve a um pequeno passo do Bayern de Munique, mas Luís Filipe Vieira abortou a saída do craque porque o emblema alemão não colocou em cima da mesa o valor da cláusula de rescisão (30 milhões de euros).

O clube da Baviera tentou seduzir Vieira e seus pares com 20 milhões de euros... mas estes recusaram a proposta.

Perante a intransigência do Benfica, o Bayern de Munique recuou mas não se despediu da corrida, mantendo-se atento às várias movimentações em torno do camisola 18 das águias.

Luís Filipe Vieira prometeu a Coentrão que o libertaria no fim da presente temporada e nesta altura já há movimentações nesse sentido.

O Benfica tem sido contactado por muitos clubes, os principais da Europa, e a todos eles tem acenado com o valor da cláusula de rescisão do jogador.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 18:53

Maio 03 2011

Júlio César é o escolhido para defender as redes encarnadas contra o Braga na próxima quinta-feira. Ao que O JOGO apurou, Jorge Jesus lançou Roberto no José Arcanjo mais como forma de teste do que outra coisa - o espanhol tem sido poupado nos últimos jogos do campeonato, precisamente por ser o titular na Liga Europa, e previa-se que fosse Moreira o eleito contra o Olhanense -, e o jogador contratado ao Atlético de Madrid... chumbou. O treinador encarnado tem desde já pensada a sucessão e, salvo qualquer "anomalia", será o brasileiro a agarrar o posto, estreando-se, desta forma, na presente caminhada europeia das águias.

Depois de ter vindo sempre a defender o madrileno - excepção feita à alteração feita logo à terceira jornada, na qual deixou Roberto no banco para lançar Júlio César -, Jesus parece ter chegado ao ponto de saturação com o espanhol, que, em Olhão, tornou a comprometer com mais uma saída dos postes totalmente em falso. Se até aqui o treinador vinha mantendo a confiança em Roberto, considera agora que este já não terá os índices psicológicos necessários para transmitir tranquilidade à equipa.

Para além disso, acredita Jesus, a presença do camisola 12 poderá já igualmente funcionar como elemento desestabilizador nas quatro linhas, e o técnico quer ver toda a gente única e exclusivamente concentrada em chegar à final da Liga Europa. Não está fácil, portanto, a vida de Roberto na Luz.

Retirado das lides, Pedro Roma recorda que "esta questão dos guarda-redes no Benfica foi uma ferida que nunca sarou devidamente" e sublinha que "Roberto cometeu erros que não se admitem a um clube e a um guarda-redes de topo". Ainda assim, o ex-guardião defende que esta troca "não seria no 'timing' ideal, pois o treinador protegeu sempre Roberto e isso já não deveria ser assunto nesta altura". Certo, vinca Pedro Roma, é que "numa posição tão específica, um erro pode condicionar a confiança de toda a equipa".

Hoje em dia ao serviço do Rio Ave, Paulo Santos também já representou, por exemplo... o Braga, e garante que "Júlio César deu sempre uma boa resposta quando foi chamado, daí que, se for titular agora, isso nem deva motivar grande espanto". De outra geração, João Fonseca defende que "uma mudança destas nesta altura é normalíssima em qualquer clube grande, e a equipa técnica não pode ter qualquer ansiedade por estar a lançar agora Júlio César e a tirar Roberto ou por fazer qualquer outra troca".

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 17:31

Maio 03 2011

A Benfica, SAD informou esta terça-feira a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) da existência de «conversas preliminares sobre os direitos televisivos dos jogos de futebol da equipa sénior» de futebol com o empresário Miguel Pais do Amaral, accionista fundador da empresa Media Capital.
Em comunicado enviado ao mercado, informa a SAD encarnada que o valor dos direitos por cada época desportiva «não foi ainda objecto de qualquer negociação».
A ligação à PPTV – Publicidade de Portugal e Televisão, SA [empresa detentora da Sport TV] expira na época 2012/2013, sendo que a mesma detém «um direito de preferência até à época 2015/2016». 

Eis o comunicado:
«A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, informa que o empresário Miguel Pais do Amaral e esta Sociedade têm mantido conversas preliminares sobre os direitos televisivos dos jogos de futebol da equipa sénior do Benfica relativos às épocas 2013/2014 e seguintes. O valor dos referidos direitos por cada época desportiva não foi ainda objecto de qualquer negociação. 
Esta Sociedade tem contrato em vigor com a PPTV – Publicidade de Portugal e Televisão, SA até à época 2012/2013, tendo a mesma um direito de preferência até à época 2015/2016».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 16:36

Maio 03 2011

O plantel do Benfica cumpriu esta manhã no Seixal, à porta fechada, o último treino antes da viagem para Braga, onde quinta-feira discute o acesso à final da Liga Europa. 

Tal como na sessão da véspera, Jorge Jesus não pôde contar com quatro jogadores na preparação do decisivo embate com o SC Braga.
Rúben Amorim, Nuno Gomes, Luís Filipe e Salvio, todos a recuperar de problemas físicos, continuam inaptos para integrar os treinos de conjunto. Os três primeiros fazem trabalho individual de campo, sendo que o lateral direito faz também tratamento.

O avançado argentino mantém-se a recuperar de uma fractura no quinto metatarso do pé direito.
As águias ultimam a preparação do jogo com o SC Braga esta quarta-feira, às 18 horas, no Estádio Axa, com os 15 minutos iniciais abertos à Comunicação Social.
Jorge Jesus e um jogador farão o lançamento do encontro, em conferência de Imprensa.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 16:03

Maio 03 2011

O Manchester City já fez saber, informalmente, que está na corrida pela contratação de Fábio Coentrão. O dono do clube inglês, o milionário Mansour bin Zayed Al Nahyan, xeque dos Emirados Árabes Unidos, está disposto a investir forte para levar o internacional português. Mas, nesta fase, está fora de causa o pagamento de 30 milhões de euros da cláusula de rescisão.

Com a perspectiva de se qualificar para as pré-eliminatórias da Champions e empenhado em lutar pelo título inglês na próxima época, o Manchester City, quarto classificado na Premier League, vai continuar a atacar o mercado. E Fábio Coentrão é um dos alvos da equipa treinada por Roberto Mancini. 

A cláusula de rescisão do internacional português, porém, continua a servir para os interessados manterem alguma precaução e distância. O Manchester City sabe que será difícil algum clube bater os 30 milhões de euros - e, por isso, poderá lançar alguns nomes para a mesa de negociações. 

Uma estratégia que dificilmente colherá na Luz, onde, por agora, apenas se admite a saída da jóia por dinheiro e pelos 30 milhões de euros. Não é de excluir, no entanto, que os encarnados admitam baixar esse valor, como já aconteceu, por exemplo, com David Luiz, por quem o Chelsea pagou, em Janeiro, 25 milhões (mais o passe do médio internacional sérvio Nemanja Matic) e por Di María, cuja cláusula era de 40 milhões de euros mas por quem o Real Madrid investiu, desde o Verão, 33 milhões, dos quais três por objectivos.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 14:07

Maio 03 2011

Apesar de ter tido mais um deslize, Roberto parte na pole-position na discussão pela titularidade na baliza para o decisivo embate com o Sp. Braga de quinta-feira. A hipótese de Jorge Jesus chamar Júlio César a defender as redes não está totalmente descartada, sendo este um assunto em análise, mas, para já, é o espanhol, de 25 anos, quem leva vantagem.

Roberto foi chamado à baliza diante do Olhanense – na Liga, Jesus tem optado pelas segundas opções – para manter o ritmo antes de um jogo decisivo para a temporada encarnada.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 13:52

Maio 03 2011

A UEFA nomeou o árbitro inglês Martin Atkison para dirigir o jogo entre SC Braga e Benfica, na próxima quinta-feira, referente à segunda mão das meias-finais da Liga Europa. 
O encontro da primeira mão, disputado na semana passada no Estádio da Luz, terminou com a vitória dos encarnados, por 2-1.
Martin Atkison cruza-se pela segunda vez no percurso europeu do Benfica, tendo dirigido a derrota (0-2) com o Galatasaray, em 2008, em jogo da fase de grupos da Taça UEFA.
juiz inglês estreia-se em jogos do SC Braga.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:24

Maio 03 2011

Um dia que Roderick Miranda jamais esquecerá. Promovido a titular frente ao Olhanense, o defesa/médio capitaneou, pela primeira vez, aos 20 anos, um mês e um dia, a equipa principal dos encarnados.

Aquele símbolo não vai poder, contudo, ficar no baú de recordações do internacional Sub-20. “Vai ter de devolver a braçadeira a Luisão. Abraçadeira pertence-lhe”, diz, entre gargalhadas, o pai do futebolista, Ademir Miranda. Guardada ficou a camisola laranja usada em Olhão. Que vai direitinha para a mãe, Maria Júlia. “E vai ter dedicatória”, assinala, ainda, o antigo jogador do E. Amadora.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:17

Maio 03 2011

Números provam que contratação do espanhol não foi acompanhada por uma baliza menos violável. Sofreu, em média, quase o dobro dos golos que o antecessor Quim. 

A frieza dos números não explica tudo mas dá pistas suficientes para perceber que Roberto não fez a diferença na sua época de estreia no Benfica.
Tomando por base o que fez o seu antecessor, o espanhol já leva quase o dobro de golos sofridos por jogo: na época passada, que culminou com a conquista do 32.º campeonato nacional, Quim sofreu uma média de 0,6 golos por jogo (20 golos em 33 encontros oficiais, em todas as competições), contra os 1,1 (arredondado) de Roberto em 2010/11 (45 golos sofridos em 40 partidas oficiais, em todas as provas). Jorge Jesus dispensou o português mas não teve, ainda, o devido retorno com o espanhol.

É certo que Roberto já rubricou uma série de defesas importantes que ajudaram a equipa a manter-se numa onda positiva durante boa parte da temporada (todos os colegas do guardião fizeram questão de lembrar o que fez, por exemplo, na Liga Europa, especialmente no jogo com o Paris Saint-Germain, em França), mas não é menos verdade que já teve pelo menos nove erros graves durante a época, quatro deles que ditaram a perda de cinco pontos nas primeiras três jornadas do campeonato, fase decisiva, segundo Jorge Jesus e demais protagonistas do clube, para desenhar a história da edição 2010/11 da principal prova nacional - Benfica a perder pontos e o FC Porto a ganhá-los, sem perder terreno.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:35

Maio 03 2011

A recuperar de operação ao menisco interno do joelho esquerdo, Nuno Gomes reiterou o desejo de continuar a jogar, pelo menos por mais uma época. 
Em entrevista à Benfica TV, o jogador, que em Julho completará 35 anos, foi peremptório quando questionado sobre o futuro: 
«Tenho alguns projectos em mente, como uma escola de futebol para jovens. Vou continuar ligado ao futebol, se possível a trabalhar no Benfica, mas neste momento sinto-me em condições de fazer, pelo menos, mais uma época como jogador.»
Nuno Gomes leva 12 anos de águia ao peito (com interregno de duas épocas para representar a Fiorentina) e termina contrato no final da presente época, na qual foi pouco utilizado por Jorge Jesus. Ainda assim, sempre que chamado à equipa, correspondeu e contabilizou cinco golos.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:58

Maio 03 2011

A Comissão Disciplinar da Liga aplicou suspensão de 30 dias e multa de 5.500 euros ao médio brasileiro Luís Alberto, do Nacional, por tentativa de agressão a Jorge Jesus no final do jogo com o Benfica, disputado no Estádio da Luz, a 27 de Janeiro, relativo à 17.ª jornada. 
Luís Alberto fica assim impedido de disputar as duas últimas jornadas do campeonato, falhando a recepção ao Olhanense e a deslocação a Aveiro, para defrontar o Beira-Mar.
Jorge Jesus cumpriu 11 dias de suspensão, igualmente por tentativa de agressão ao jogador do Nacional.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:22

Maio 03 2011

Jesus prepara jogo da época. Problemas são muitos: equipa e treinador sob forte pressão, fadiga, baixas e... Roberto. Jogadores sentem que é hora do tudo ou nada. 

Como se não bastasse o facto de o Benfica não marcar presença numa final europeia há 21 anos - desde o jogo decisivo com o Milan, em 1990, em Viena, para a Taça dos Campeões Europeus - o encontro de quinta-feira em Braga, a contar para a segunda mão da meia-final da Liga Europa, é também, neste momento, o principal elemento de avaliação da época encarnada, depois de as águias terem perdido a Supertaça e a Liga (ambas ganhas pelo FC Porto) e terem sido eliminadas da Taça de Portugal (pelo FC Porto também), ganhando a Taça da Liga na final com o Paços de Ferreira.

É, sem dúvida, o jogo do tudo ou nada para o Benfica. Apesar de Jorge Jesus já ter passado para o exterior a mensagem de que a Liga Europa não deve ser vista como a salvação da época, o discurso para o balneário é distinto. O técnico sabe que a turma da Luz tem hipótese de lavar a face, fazer história e acabar a época em ombros, a 18 de Maio, em Dublin, pelo que este é o momento de cerrar fileiras.

Nesse sentido, a mensagem de Jorge Jesus é a de que o SC Braga-Benfica de quinta-feira é o jogo da época para os encarnados, depois da partida com o FC Porto, no Estádio da Luz, a 20 de Abril, para a segunda mão da meia-final da Taça de Portugal, ter merecido idêntico rótulo por parte do treinador - recorde-se que o Benfica tinha ganho por 2-0 no Estádio do Dragão mas foi eliminado em casa, ao ser derrotado por 3-1 pelo rival da Invicta, no citado dia.

Os jogadores nem precisariam, contudo, de ouvir as palavras de Jesus sobre o importante duelo da Liga Europa: são os primeiros a ter plena consciência da importância da deslocação ao Minho, que os coloca numa fronteira muito ténue entre uma época para esquecer ou, apesar dos objectivos não alcançados a nível nacional, uma campanha que ainda pode entrar para o álbum de boas recordações do clube. 
Para mais, não são muitos os jogadores que, ao longo das carreiras, têm a oportunidade de disputar uma final europeia que agora está à distância de apenas 90 minutos.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:47

Maio 03 2011
publicado por Benfica 73 às 08:24
Tags:

Maio 03 2011

Deus, nas suas infinitas sabedoria e misericórdia, evitou os extremismos: admitiu a existência de um Purgatório, entre o Céu e o Inferno. Já os homens, e em particular os do futebol, viram a cara a esse lugar intermédio entre o cenário da felicidade absoluta e a condenação à mais crua das expiações. A menos de um mês do fim da época, conquistado apenas o mais modesto dos troféus que lhe norteava a cruzada, o Benfica sabe que, daqui até final, não dispõe de uma terceira via: ou quebra um jejum de 49 anos sem conquistas europeias ou aceita a sentença de uma época falhada, com tudo o que isso acarreta de sangue, suor e lágrimas para os próximos capítulos.

Treinadores houve, bem recentemente, que nem a Taça da Liga conseguiram (Camacho, parte II) ou que, tendo conseguido levá-la para a Luz, tiveram direito a vaga de fundo para continuarem no clube (Quique Flores). Jorge Jesus ganhou a sua segunda Taça da Liga, interrompeu quase duas décadas de falhanços do clube em chegar a umas meias-finais europeias, perdeu em condições dramáticas o acesso à final da Taça de Portugal, dotou a equipa de uma capacidade invulgar para dar espetáculo e mobilizar adeptos. Mas são muitos os que, apesar do bom senso e da justiça presidencial, se preparam para exigir a sua cabeça se o Benfica não estiver na final de Dublin ou se, terminado esse jogo, não for Luisão a erguer a taça respetiva.

Parece injusto. Não porque Jorge Jesus não tenha errado, com invenções e teimosias que às vezes deixam incrédulos e desiludidos os torcedores benfiquistas. Não porque o técnico não tenha, nalgumas situações, “cantado de galo” cedo demais, acabando a realidade por lhe reduzir os ditos a um piar inconsequente. Mas, por tudo o que fez, pelo câmbio de mentalidade, pela atitude competitiva, não merece a continuidade? À distância de seis ou sete jogos do final da época – e a presença no sétimo pode valer o polegar ao alto ou a condenação em praça pública – tenho poucas dúvidas em defender que Jesus merece a terceira época.

Merece, acima de tudo, um tira-teimas com André Villas-Boas, o grande “culpado” pelas angústias existenciais do Benfica. Que sofre mais por causa das quatro derrotas em cinco jogos, por ter permitido duas festas portistas na Luz, por estar perto de deixar de ser o único campeão invencível. A única vantagem, agora, dos encarnados é que o FC Porto e o Braga já cumpriram e douraram a época. O Benfica tem três partidas para fazer por isso. Se matar o fantasma, pode lá chegar. Até porque há adeptos portistas que, embalados pela maré, já se apresentam como melhor equipa europeia da atualidade. Se não fosse tão idiota, faria sorrir Guardiola, Mourinho, Ferguson, Ancelotti...

Autor: JOÃO GOBERN

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 02:07

Maio 03 2011

Os oito jogos da 29.ª e penúltima jornada da Liga vão disputar-se no próximo domingo, a partir das 20.15 horas. 
De acordo com o regulamento, a coincidência no dia e hora prende-se com o facto de todos os jogos influírem nas lutas pelo acesso às competições europeias ou manutenção.
Quatro jogos serão objecto de transmissão televisiva. São eles o V. Setúbal-Sporting, o Académica-SC Braga e o FC Porto-Paços Ferreira, todos na Sport TV, e ainda o Rio Ave-Benfica, na TVI.
Eis o programa da 29.ª jornada:
Sporting-V. Setúbal
Portimonense-Marítimo
Académica-SC Braga
FC Porto-Paços de Ferreira
UD Leiria-Naval
V. Guimarães-Beira-Mar
Nacional-Olhanense
Rio Ave-Benfica

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 00:39

BENFICA 73
contador grátis
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...