Abril 23 2011

Foi de forma muito entusiasta que a comitiva do Benfica foi recebida no Estádio Cidade de Coimbra, onde vai discutir a partir das 20.45 horas a final da Taça da Liga frente ao Paços de Ferreira.

O autocarro que transportou a comitiva encarnada até teve dificuldades em entrar na zona vedada para o estacionamento, onde momentos antes entrara a viatura do Paços de Ferreira.
O presidente Luís Filipe Vieira foi dos primeiros a sair do autocarro e, em declarações à SIC, disse estar confiante na vitória. Junto da equipa estão também os lesionados Salvio, Gaitán, Ruben Amorim e Nuno Gomes, numa clara demonstração de união no grupo de trabalho.

 Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 20:15

Abril 23 2011

A menos de duas horas do início da final da Taça da Liga, Pedro Proença mostra-se bastante tranquilo e motivado para ajuizar esta partida.
Já no relvado do Municipal de Coimbra, o árbitro lisboeta, em declarações à SIC, diz estar orgulhoso por fazer parte desta final.
«Pertencemos a uma pequena margem de pessoas que podem pisar estes palcos. Temos de respeitar o público e o futebol. Sou um privilegiado por estar nesta festa», disse Pedro Proença, elogiando a organização da competição:
- Estou a observar um ambiente de grande festa. Já estive em muitos palcos e as condições que foram aqui criadas, em nada ficam atrás aos jogos da Liga dos Campeões.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 20:06

Abril 23 2011

Os dois argentinos chegaram há minutos a Coimbra e já estão no interior da unidade hoteleira em que a equipa do Benfica está alojada. 
Ambos os jogadores estão indisponíveis, por lesão, porém, quiseram estar presentes num dia importante para os encarnados e incentivar os companheiros que esta noite vão disputar a final da Taça da Liga, com o Paços de Ferreira.
À entrada do hotel, os argentinos distribuíram alguns autógrafos aos adeptos do emblema da Luz que aguardam a partida do autocarro benfiquista para o Municipal de Coimbra.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 18:23

Abril 23 2011

Dois clubes, uma taça, e 90 minutos - com grandes penalidades, se for caso disso - para provar quem merece a festa num enorme choque de realidades. Para o Benfica, está muito em cima da mesa, do prestígio à defesa de um troféu que vem erguendo há duas edições, passando pela possível alavanca que pode ajudar a tirar equipa, responsáveis e adeptos da depressão; para o Paços de Ferreira, pouco há a perder, porque não arranca como favorito, porque esta é apenas a terceira final que atinge em toda a história do clube, e até porque ainda no mês passado encaixou uma mão-cheia de golos encarnados na Mata Real (24ª jornada do campeonato). Mas depois de perder Taça e Supertaça para o FC Porto, os pacenses sonham que "desta é que é".

E se a pressão recai quase na totalidade sobre os ombros dos homens de Jorge Jesus, é preciso não esquecer o choque de dois mundos tão diferentes como os que esta noite se cruzam no relvado do Estádio Cidade de Coimbra. De um lado, Jesus conduz um topo de gama onde se investiu mais de 30 milhões de euros; do outro, Rui Vitória conta com os euros possíveis para tentar fazer omeletas sem recurso a muitos ovos. Os encarnados estão habituados a estádios cheios e ambientes infernais - esta época nem tanto, é verdade -, os castores agarram-se ao pouco que conseguem para chegar tão longe.

Certo é que hoje vão estar David e Golias no mesmo palco e, à partida, com as mesmas chances de vencer. A águia voará sem as habituais asas, ao passo que Rui Vitória pode apostar mais forte e tudo fará para que os encarnados recorram a ansiolíticos.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 18:22

Abril 23 2011

Roberto não foi utilizado nos últimos dois jogos do Benfica - Beira-Mar (ficou na bancada) e FC Porto (sentou-se no banco) -, mas irá voltar à titularidade amanhã à noite, no Estádio Cidade de Coimbra, na final da Taça da Liga. Apesar do desempenho seguro do guarda-redes brasileiro, em especial na segunda mão da meia-final da Taça de Portugal, o espanhol continua a ser o número 1 de Jorge Jesus e, por isso, será dele a baliza nas decisões que se avizinham: a de amanhã, onde estará em causa o primeiro troféu da temporada para as águias, e as meias-finais da Liga Europa, frente ao Braga, com a primeira mão a disputar-se já para a semana.

Até agora, Roberto só por 24 minutos deixou de ser indiscutível para o técnico do Benfica, logo à terceira jornada da Liga. Cansado dos falhanços do ex-Saragoça, que teve um início de época carregado de erros grosseiros e comprometedores, Jorge Jesus decidiu sentá-lo no banco no jogo com o Setúbal, entregando a titularidade a Júlio César. Quis o destino, todavia, que o guarda-redes brasileiro fizesse um penálti e fosse expulso logo aos 24'. Roberto entrou e defendeu o castigo máximo, renascendo para Jesus. Desde aí, e apesar de ter voltado a pecar (recentemente falhou no clássico que garantiu o título ao FC Porto e também na primeira mão dos quartos-de-final da Liga Europa, com o PSV), o "portero" espanhol nunca mais foi posto em causa. Tem merecido mesmo repetidos votos de confiança e defesas públicas por parte do técnico das águias, que conta com ele para os encontros que decidem a época.

Já foi ele no dérbi da meia-final

Jesus escolheu Roberto para titular no campeonato e também nas provas europeias, entregando a Taça de Portugal a Júlio César e a Taça da Liga a Moreira. Nesta competição, porém, o técnico encarnado mudou de guarda-redes quando o Benfica entrou na fase decisiva. Assim, já foi o espanhol o eleito para defrontar o Sporting na meia-final, na Luz (vitória por 2-1) - falhou no golo leonino, mas revelou-se salvador nos últimos minutos...

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 18:04

Abril 23 2011

Ao contrário do que tem sido habitual esta época, o Benfica não vai realizar qualquer sessão de treino horas antes de mais um compromisso oficial. Os jogadores irão, assim, permanecer no hotel até cerca das 19 horas, ou seja, uma hora e 45 minutos antes do início da final da Taça da Liga, hoje à noite em Coimbra, onde se encontra hospedado desde a tarde de ontem.
A comitiva encarnada, que está instalada numa unidade hoteleira localizada no centro da cidade, cujo nome não foi, todavia, revelado pelo clube, irá permanecer no hotel até sensivelmente pouco antes do início do jogo, marcado para as 20.45 horas, no Estádio Finibanco Cidade de Coimbra.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:02

Abril 23 2011

Os últimos 400 bilhetes para a final da Taça da Liga estão à venda nas bilheteiras do Estádio Finibanco Cidade de Coimbra.
Recorde-se que foram emitidos 29.800 bilhetes e aqueles que inicialmente foram colocados à venda esgotaram na passada terça-feira. 
As quatro centenas de ingressos que ainda restam — foram devolvidos pelas casas do Benfica — começaram, então, a ser vendidas na bilheteira nascente do estádio, mas já foram também colocados disponibilizados na bilheteira poente.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 16:08

Abril 23 2011

O Benfica derrotou a Ovarense, por 68-77 e qualificou-se para as meias-finais do Campeonato Nacional da modalidade. Com este triunfo, os “encarnados” passaram a eliminatória com uma vantagem de 3-0 em jogos.
O técnico Henrique Vieira apresentou Miguel Minhava, Sérgio Ramos, Ben Reed, Heshimu Evans e Elvis Évora no cinco inicial e assistiu a um princípio de jogo equilibrado. Só no final do primeiro período é que os benfiquistas ganharam alguma vantagem (13-19).
Nos dez minutos seguintes a história manteve-se, com os bicampeões nacionais a distanciarem-se aos poucos da formação de Ovar. 33-49 era o resultado ao intervalo. A equipa da casa ainda esboçou uma tímida reacção no terceiro período, mas o Benfica manteve a vantagem e foi para o último tempo a vencer, por 51-64.
Com a eliminação à vista, a Ovarense deu tudo por tudo, mas a qualificação da equipa de Henrique Vieira já estava conseguida, com o encontro a terminar com 68-77 no marcador. Destaque ainda para Marquin Chandler, que foi o MVP da partida, com 22 pontos concretizados.
Nas meias-finais, o Clube da Luz irá defrontar o vencedor da eliminatória entre Académica e Ginásio.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 15:45

Abril 23 2011

Luz recebe hoje primeiro jogo do «play-off» que apura o campeão. Benfica queixa-se de não deter já o título. Fonte Bastardo transborda confiança. 
Pela primeira vez desde que o campeonato é disputado nos moldes actuais, o play-off do título (agora à melhor de três e não de cinco) não inclui qualquer equipa do norte, depois de o Sporting de Espinho, 17 vezes vencedor, finalista nas últimas seis temporadas e ainda (bi)campeão, se ter quedado pela quarta posição na segunda fase do Nacional da A1. 

O primeiro dos três jogos que apurará o sucessor dos tigres, marcado para esta tarde (16 horas), irá opôr o Benfica, já três vezes campeão, ao intruso Fonte Bastardo, a escrever a página mais importante do seu historial na modalidade. Na divisão maior há seis temporadas, a equipa açoriana, agora treinada por Alexandre Afonso, impôs-se a Castêlo da Maia, Sporting de Espinho e Vitória de Guimarães e assegurou o 2.º lugar na 2.ª fase do campeonato, atrás do Benfica.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 15:26

Abril 23 2011

Prosseguem as negociações por Santiago García, embora ainda não exista fumo branco. O presidente do Nacional Montevideo, Ricardo Alarcón já regressou ao Uruguai depois de ter estado reunido com Luís Filipe Vieira nos últimos dias – assistiu inclusive ao encontro com o FC Porto na Luz –, mas a transferência ainda não ficou concluída. Os valores do negócio impediram um desfecho feliz, isto porque o líder do emblema da capital uruguaia não quer baixar a fasquia dos 5 milhões de euros, enquanto LFV tenta que a transferência se realize por um valor mais baixo. As conversas entre os dois clubes vão prosseguir nos próximos dias, até porque, de acordo com as informações recolhidas pelo nosso jornal, existe um grande entusiasmo na estrutura encarnada relativamente ao promissor avançado, de 20 anos, que tem 29 golos em 25 jogos esta época.

El Morro, como é conhecido no seu país, é uma das grandes esperanças do futebol sul-americano e é pretendido por vários emblemas europeus. No entanto, o Benfica parece bem colocado para vencer esta corrida particular, podendo os próximos dias ser decisivos.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:30

Abril 23 2011

Virar a página. Na Luz procura-se pensar no que ainda falta jogar até final da temporada, na tentativa de encontrar argumentos válidos para acreditar que a época ainda não está completamente perdida e muito ainda se pode ganhar, principalmente no que diz respeito à Liga Europa, mas naturalmente que a derrota com o FC Porto deixou marcas que não se apagam facilmente.

Primeiro porque era grande a convicção entre dirigentes, técnicos e até jogadores que o Benfica tinha todas as condições para garantir nova presença na final do Jamor, seis anos volvidos, tentando a conquista daquela que é a segunda maior competição nacional. Certo que pela frente se apresentava o novo campeão nacional, mas a vantagem conseguida na primeira mão constituía alguma margem de conforto psicológico. Longe, portanto, de se antever o apagão da equipa que permitiu em dez minutos completa reviravolta na meia-final.

Depois porque foi a segunda derrota consecutiva com os dragões em pleno Estádio da Luz no espaço de pouco mais de 15 dias. Se a primeira passagem deixou marcas pelo simbolismo da obtenção do título de campeão perante o maior rival da actualidade, a derrota de ontem não deixou de ser menos sentida tendo em conta as enormes expectativas de acesso à final, mas principalmente pela impotência que toda a estrutura, desde jogadores à equipa técnica, revelou para travar o ascendente adversário. 

Ainda porque numa época em que após a conquista do campeonato se esperava que a águia reassumisse papel preponderante na hegemonia do futebol português, foi o FC Porto quem voltou a dominar a toda a linha. Inclusive nos confrontos directos: em cinco desafios registados desde o início da temporada os números não podem ser mais esclarecedores: quatro derrotas, apenas uma vitória, 12 golos sofridos, quatro marcados. Uma clara falência no confronto com os dragões. 

Luís Filipe Vieira assumiu recentemente, numa conferência pública nos Açores, que mesmo que o Benfica não ganhasse nada esta época (então ainda com a hipótese em aberto de vencer as três taças em disputa) Jesus iria cumprir o seu contrato até ao fim, ou seja, até 2013. Uma vontade que, para já, ainda não se alterou, tendo até em conta os muitos compromissos e a planificação já assumida e adiantada para a próxima temporada. Porém, não deixa Jorge Jesus de sentir-se pressionado face ao que se passou na meia-final da Taça de Portugal e, principalmente, perante aquilo que poderá suceder nos próximos jogos em consequência da eliminação aos pés do FC Porto. Psicologicamente foi um rombo bem grande infligido na nau benfiquista cujos efeitos poderão fazer-se sentir ainda nos próximos compromissos.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:07

Abril 23 2011

Em espera até que surja alguma novidade. Por estes dias é este o pensamento de Santiago García, avançado uruguaio do Nacional Montevideo que poderá reforçar o Benfica na próxima temporada. Em conversa telefónica com Record, El Morro, como é conhecido no seu país, não escondeu a satisfação por ver o seu nome associado ao emblema encarnado, isto apesar de ainda não ter sido contactado por ninguém no sentido de vir para Lisboa.

“Gostava muito de ir para o Benfica. É um grande clube em Portugal e costuma estar nas grandes competições na Europa. Agrada-me essa possibilidade. Mas não sei nada sobre isso, só vejo as notícias nos jornais. É o meu empresário que está a tratar do meu futuro e só ele poderá dar mais pormenores. Sei que existem mais clubes interessados, mas por agora estou concentrado aqui no Nacional que é o emblema que represento”, revelou o avançado, de 20 anos, antes de abordar a possibilidade de atuar na mesma equipa que o compatriota Maxi Pereira na temporada que se avizinha.

“Seria muito bom jogar com ele. É um grande jogador, internacional e, com certeza, seria importante na minha adaptação em Portugal e ao clube”, referiu ao nosso jornal. Tal como Record noticiou oportunamente, as águias já seguem o dianteiro há algum tempo e na última quarta-feira o presidente do Nacional, Ricardo Alarcón, deslocou-se a Lisboa para tratar da transferência do jogador para a Luz.

O negócio poderá ficar concluído numa verba entre 5 e 7 milhões de euros, isto apesar de Luís Filipe Vieira estar a tentar baixar o preço do futebolista, internacional pelas camadas jovens do Uruguai. É certo que a transferência ainda não teve fumo branco mas os próximos dias deverão ser decisivos para fechar este dossiê, que poderá dar trazer mais um avançado sul-americano. Recorde-se que a contratação de García servirá também para colmatar a quase certa saída do paraguaio Oscar Cardozo no final da presente temporada.

Instinto

Santiago García é a grande revelação do campeonato uruguaio e uma das grandes esperanças do futebol daquele país. O jogador é pretendido por vários emblemas, embora o Benfica esteja muito bem posicionado nesta corrida, destacando-se pelo faro que tem pelas balizas adversárias.

“Sou um avançado possante, rápido e forte fisicamente. Pode dizer-se que tenho sempre fome de golos”, confessou. Note-se que em 29 jogos pelo Nacional, El Morro já apontou 25 golos, com destaque para os tentos marcados na Copa Libertadores.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 11:12

Abril 23 2011

Júlio César ou Roberto? É a grande dúvida no onze encarnado para a final da Taça da Liga. O brasileiro foi o titular nos dois últimos encontros oficiais –frente a Beira-Mar e FC Porto – e, apesar dos golos sofridos, realizou boas exibições. Na retina dos adeptos ficou a defesa (quase) impossível ao remate de Falcão, perto do final da primeira parte do encontro de quarta-feira, das meias-finais da Taça de Portugal.

E, neste momento, o guardião que já atuou no Belenenses, de 24 anos, parece ter uma ligeira vantagem sobre o seu colega de posição, até pelo crédito que conquistou recentemente junto dos adeptos encarnados. Mas também é plausível que o técnico devolva a titularidade a Roberto, que, neste último terço da temporada, apenas tem jogado nas partidas da Liga Europa. Inicialmente, o ex-Saragoça, de 24 anos, defendia as redes nas provas europeias e no campeonato, mas, a partir do momento que o título nacional ficou decidido, JJ entregou a baliza a Júlio César.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:10

Abril 23 2011

Jorge Jesus precisa de ganhar para não perder margem de manobra no Benfica. Treinador do Paços de Ferreira quer justificar o apelido. A segunda final da época está marcada para hoje, às 20.45 horas, em Coimbra, onde se ficará a conhecer o vencedor da quarta edição da Taça da Liga. 

O Benfica, derrotado na primeira decisão da temporada, em Aveiro, quando Rolando e Falcao selaram a conquista da Supertaça Cândido de Oliveira para o FC Porto, chega ao jogo frente ao Paços de Ferreira com estado de espírito muito diferente daquele com que enfrentou os dragões a 7 de Agosto de 2010. 

À euforia que se vivia no Verão, ainda a vitória no campeonato e mais uma série imparável de jogos particulares no defeso pairavam, opõe-se agora uma desilusão sem paralelo. E é fácil perceber porquê - o adeus à Supertaça, à Champions, ao Campeonato e, fresco na memória dos adeptos encarnados, tão traumatizados que ontem alguns descarregaram a frustração nos próprios jogadores, à partida para a cidade do Mondego, a eliminação da Taça de Portugal pelo maior rival da actualidade. Assistir na Luz a duas festas dos azuis-e-brancos, em menos de um mês, a somar aos 5-0 de Novembro, custa, custa... 

Sem margem de manobra para errar, mesmo com o voto de confiança e agradecimento dado ontem por Luís Filipe Vieira, a Jorge Jesus resta ganhar para não deixar a família benfiquista em depressão profunda. Sim, é uma Taça da Liga, apenas uma Taça da Liga, troféu sem o peso histórico de outros, mas, dada a conjuntura, hoje é tão prioritário como se fosse o último dia da Liga dos Campeões.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:47

Abril 23 2011

Depois de se ter sagrado vice-campeã europeia de judo na categoria de -57 kg, a atleta do Benfica, Telma Monteiro, explicou, em declarações à Benfica TV, que perdeu a final devido ao desgaste físico, embora tenha ficado contente com as suas exibições.
“Na final estava tudo muito equilibrado, estava no ponto de ouro, mas a minha adversária foi mais forte fisicamente e eu acusei algum desgaste físico. Cometi um erro que não devia ter cometido, mas já estava muito cansada”, explicou Telma Monteiro, ao canal de televisão do Clube da Luz. No caminho para a final, a judoca fez bons combates e ficou satisfeita com o seu desempenho: “Os combates até à final foram muito difíceis e exigiram muito de mim fisicamente, mas felizmente fiz bom judo que era o meu objectivo e também ainda fiz novas técnicas e ganhei combates no chão, que era o meu ponto fraco.”

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 08:02

Abril 23 2011
publicado por Benfica 73 às 07:37
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...