Março 11 2011

Começou da pior forma a participação do Benfica na Taça Intercontinental. Os encarnados foram batidos na primeira jornada da prova pelo Carlos Barbosa por 4-3, em partida disputada no Pavilhão Caja Madrid.

O Benfica entrou mais forte na partida e fez mais por merecer o golo, mas seria a formação brasileira a adiantar-se no marcador ao sétimo minuto de jogo, por Sinoe. O tento dos canarinhos intranquilizou os lisboetas que acabaram por sofrer novo golo aos 13', por Flávio. Ainda na primeira metade, Joel Queirós teve nos pés a hipótese de reduzir o marcador mas atirou à barra na conversão de um livre de 10 metros.

O segundo tempo mostrou um Benfica assente nos pressupostos que assumiu no primeiro, mas seria novamente o Carlos Barbosa a marcar. Ao oitavo minuto da etapa complementar, Rodrigo fez o terceiro dos brasileiros e garantia uma vantagem que parecia confortável.

O Benfica não baixou os braços e reduziu dois minutos depois, por Marinho. Porém, numa altura em que o Benfica crescia, Sinoe praticamente "matou" as esperanças da turma portuguesa ao bisar dois minutos volvidos. Os encarnados continuaram a tentar procurar o golo e já com guarda-redes avançado colocaram os brasileiros em sentido.

Marinho reduziu para 4-2 aos 37' e Joel Queirós, já no derradeiro minuto, colocou o marcador em 4-3. Na parte final, Joel Queirós andou perto do golo do empate, mas Lavosier, guarda-redes do Carlos Barbosa, fez uma brilhante defesa.

Os encarnados defrontam amanhã o vencedor do outro jogo desta primeira ronda, entre Interviu e Bank Rabak, que se disputa às 20 horas.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 23:52

Março 11 2011

O extremo Luyindula, autor do golo do Paris Saint-Germain frente ao Benfica, contraiu um traumatismo no tornozelo esquerdo no jogo disputado no Estádio da Luz.
De acordo com o departamento médico da equipa gaulesa, o jogador, substituído por Maurice aos 44 minutos, ficará em repouso, no mínimo, durante três dias.
Luyindula é assim «baixa» certa no PSG para a recepção ao Montpellier, domingo, em jogo da 27.ª jornada da Liga francesa. Em princípio, deverá recuperar para o encontro com os encarnados, na próxima quinta-feira.
Entretanto, o avançado Hoarau, que falhou a deslocação a Lisboa por problemas físicos, não figura no boletim médico dos parisienses.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 21:41
Tags: ,

Março 11 2011

O clima de ódio que o Benfica sentiu no Estádio AXA deve envergonhar os responsáveis do Futebol português. A grandeza do “Glorioso” é demasiada para aqueles que nunca deixarão de ser pequenos.

A deslocação do Benfica, na última jornada do Campeonato Nacional a Braga, para defrontar o Sporting local, marcou mais um triste episódio no Futebol português. O clima hostil com que a comitiva e equipa “encarnada” foi recebida na cidade de Braga não deve passar despercebida aos mais distraídos, num Futebol português em que o factor Anti-Benfica demonstra que está cada vez mais assente em certos campos.

Ao contrário do que acontece no Estádio da Luz, em que para além da normal rivalidade entre clubes, o Benfica sempre se honrou em receber bem os seus adversários, é triste que, em pleno 2011, se assista a um “grupo de jagunços” que pretende continuar a cimentar a guerrilha Norte-Sul que por esta altura já devia ter sido erradicada.

Em sintonia com os tristes acontecimentos que marcaram as últimas deslocações do Benfica ao Estádio do Dragão, os nossos atletas foram recebidos no Estádio AXA com arremesso de vários objectos. As imagens televisivas foram claras em dois lances, com Cardozo e Carlos Martins a serem atingidos por uma bola de golfe e uma pulseira, respectivamente, tendo de ser assistidos.

Este é o clima de hostilidade que o Benfica vive no Futebol português há quase três décadas, fomentado por quem sempre quis vencer a todo o custo e para quem os meios justificam os fins. O dia 17 de Abril de 1982 ficará sempre marcado como o início da história mais negra do Desporto nacional, com a tomada de posse do primeiro mandato de Jorge Nuno Pinto da Costa.

Cedo a dupla de Pinto da Costa – José Maria Pedroto inflamou o ódio do Porto em relação ao Benfica e a Lisboa. Os campeonatos começaram a ser realizados em circunstâncias envoltas em polémicas, com maior vigor desde 1985. O “Sistema” nasceu e, década a década, foi criando condições de privilégio ao FC Porto a quem o mérito pelas vitórias esteve sempre assente em decisões fora dos campos.
Texto: José Pedro Verças e Marco Rebelo

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 21:13

Março 11 2011

publicado por Benfica 73 às 19:20

Março 11 2011

Entusiasmo em Paris na contagem decrescente para a visita do Benfica. A seis dias do jogo da segunda mão dos oitavos-de-final da Liga Europa, estão vendidos mais de 40 mil bilhetes para o desafio no Parque dos Príncipes.
A comunidade de emigrantes portugueses residente em França, e um pouco por toda a Europa, garantirá, por certo, forte apoio à equipa encarnada no jogo da próxima quinta-feira, com o Paris Saint-Germain, que vale o acesso aos quartos-de-final da Liga Europa.
O Benfica, recorde-se, parte em vantagem para o encontro da segunda mão, mercê do triunfo por 2-1, no Estádio da Luz.
Luyindula deu vantagem aos parisienses, pertencendo a Maxi Pereira e a Jara os tentos da reviravolta das águias.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 19:03

Março 11 2011

Roberto passou ontem uma borracha no encontro de Braga, apontando baterias para o futuro. Depois de superado o Paris Saint-Germain, o guarda-redes espanhol disse acreditar no triunfo do Benfica na competição.

“Sinto que posso ganhar a Liga Europa pelo Benfica”, sublinhou o futebolista, que na primeira metade da temporada passada representou o At. Madrid, o detentor do troféu. “Temos capacidade para vencer esta competição. Lutamos por isso. Se não fosse assim, ficaríamos em casa.”

Para já, o campeão nacional parte em vantagem para a segunda mão dos oitavos-de-final. “Foi uma vitória justa. Na primeira parte estivemos um pouco recuados, mas ficou um penálti claríssimo por marcar. Numa eliminatória como esta, seria um golo muito importante. Seja como for, temos capacidade para ganhar em Paris.”

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 18:11

Março 11 2011

A recuperar da cirurgia realizada em meados de janeiro, Ruben Amorim não quer adiantar prazos para o regresso embora tenha reforçado que se sente bem

O jogador do Benfica é o rosto da campanha do 1.º Dia Nacional da Epilepsia e foi à margem dessa inicativa que falou sobre o processo de recuperação e da ambição do Benfica para o que falta da temporada.

"É muito difícil ficar de fora mas se Deus quiser será a última vez", disse Ruben Amorim, para quem o que mais importa agora "é continuar a fazer a fisioterapia para ficar melhor do que estava".

Para o futebolista do Benfica nesta altura é melhor não falar em datas para o regresso.

"O que eu quero é que o Benfica ganhe e jogue todas as finais. Não por mim mas pelo clube", frisou.

Rúben Amorim foi operado a 18 de janeiro a uma "tendinose rotuliana bilateral".

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:56

Março 11 2011

Jorge Jesus não poupou críticas à equipa de arbitragem no final da partida em que o Benfica recebeu e venceu o PSG, por 2-1, em jogo da 1.ª mão dos oitavos-de-final da Liga Europa.

“Este jogo tem dois casos: Primeiro o golo do Luyindula, depois o penálti não assinalado sobre o Saviola. A UEFA colocou mais dois árbitros nos jogos - são mais 4 olhos - mas continuam a não ver nada. Fomos prejudicados pela arbitragem”, atirou o técnico encarnado, no final da partida.

Jesus elogiou ainda o PSG: “Jogámos contra uma grande equipa que está nos primeiros lugares no campeonato francês. Vamos para o segundo jogo melhor do que começamos hoje e isso é determinante”.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:38

Março 11 2011

A final da Taça da Liga entre Benfica e Paços de Ferreira, marcada para o dia 23 de Abril (sábado), no Estádio Cidade de Coimbra, terá pontapé de saída às 20.45 horas, anunciou esta sexta-feira a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).
O organismo comunicou também que os clubes finalistas vão colocar os bilhetes à venda no início de Abril, a preços de 12,50, 20 e 25 euros.
O encontro, que vai definir o quarto vencedor da prova (V. Setúbal, 2007/2008, e Benfica, 2008/2009 e 2009/2010), será transmitido em directo na SIC.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 14:53

Março 11 2011

O médio do Benfica, Rúben Amorim, diz que está a fazer a sua recuperação passo a passo mas admite não saber se voltará a jogar ainda esta temporada.

«Não faço ideia se jogarei ainda esta época. Estou a fazer a minha recuperação passo a passo para ficar melhor do que o que estava. É muito difícil estar de fora, não estava habituado. Mas quero que o Benfica ganhe e, se possível, jogue todas as finais que possa disputar», disse Rúben Amorim, que foi operado aos dois joelhos.

O médio falou à margem de uma iniciativa da Associação Portuguesa de Familiares e Amigos de Pessoas com Epilepsia que decorreu esta manhã na Estação de Santa Apolónia, em Lisboa.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 14:01

Março 11 2011

Tripy Makonda, lateral esquerdo do PSG, admitiu, no final do jogo entre o Benfica e os parisienses, na Luz, a existência de contactos para uma possível mudança para o clube da águia na próxima época.
Makonda, de 21 anos, foi nome ventilado em Janeiro, antes de o Benfica assegurar Lionel Carole, junto do Nantes. Mas, na zona mista após o jogo, na Luz, Makonda confirmou à imprensa portuguesa algumas movimentações nesse sentido.
- O que achou do Benfica-PSG?
- Começámos bem o jogo, conseguimos marcar. Depois, o Benfica começou a fazer o seu jogo, mas mesmo assim ainda desperdiçámos mais algumas ocasiões. No segundo tempo, o Benfica subiu de nível e marcou dois golos.
- É verdade que o PSG não quer ganhar esta competição, que está mais interessado no campeonato?
-Não! Queremos ganhar a Liga Europa. Ainda estamos em três provas, estamos a lutar pelo título e nas meias-finais da Taça de França.
- O que pode dizer sobre a hipótese de jogares no Benfica? Tem sido ventilada essa hipótese...
- É lisonjeiro. O Benfica é um ‘monumento’ português e europeu, é um bom clube e o campeonato português é interessante. Mas sou jogador do PSG.
- Mas há uma possibilidade real de vir para o Benfica, ou não?
- É verdade que sim, que há essa possibilidade. Já houve contactos, mas nada de concreto.
- Com quem houve contactos, pode adiantar-nos?
- Não posso dizer.
- Quando termina contrato com o PSG?
- Tenho contrato até 2012, e sinto-me bem aqui.
- Gostou de jogar no Estádio da Luz? E do ambiente?
- Sim, é um bom estádio, o público também. Tive muito prazer em jogar aqui.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 13:56

Março 11 2011

O Benfica protagonizou a quarta reviravolta da temporada: qualquer delas foi levada a cabo no Estádio da Luz. A saga teve início com o Estugarda (Liga Europa, a 17 de fevereiro), prosseguindo com o Marítimo (Liga, a 27 de fevereiro) e o Sporting (Taça da Liga, a 2 de março). A última vítima foi o Paris Saint-Germain. Curiosamente, o resultado dessas quatro partidas foi igual: 2-1.

Completando hoje um ano desde que cedeu o último empate (1-1, diante do Marselha, em Lisboa), o conjunto da águia manteve a invencibilidade frente a adversários franceses em jogos realizados no Estádio da Luz: sete vitórias e quatro igualdades no currículo. Refira-se, por outro lado, que ganhou 10 dos últimos 12 jogos efetuados em Lisboa nas provas europeias.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:25

Março 11 2011

Franco Jara foi o salvador dos encarnados, ao assinar o golo que permitiu à formação de Jorge Jesus bater o Paris SG no estádio da Luz, por 2-1. No final do encontro, o jovem avançado mostrou-se radiante pelo golo, mas sempre com os pés bem assentes na Terra.

“A primeira parte foi difícil, mas depois apareceu o golo. Nenhum encontro é fácil, por isso vamos estar atentos e tentar vencer lá”, explicou.

Questionado sobre a sua crescente importância na equipa, o craque foi claro: “O mais importante é aprender todos os dias e ajudar a equipa sempre que sou chamado pelo treinador.”

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:16
Tags: ,

Março 11 2011

Minuto 72 na partida frente ao PSG, ainda com empate a um no marcador: Saviola cai dentro da grande área da equipa francesa, quando se preparava para ficar isolado. O avançado argentino diz que foi «penalty» claro.
«Sofri um ´penalty´ claro. Desviei a bola e o defesa rasteirou-me», explicou o avançado argentino, que não consegue explicar a razão de a equipa de arbitragem não ter visto o lance em causa.
«Cada vez há mais árbitros no campo, mas, muitas vezes, continuam a não ver este tipo de lances, que podem sempre decidir um jogo», atirou Saviola.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:39

Março 11 2011

O médio do Benfica Carlos Martins considera que o PSG vai ter de suar muito para conseguir dar a volta à eliminatória na segunda mão dos oitavos-de-final da Liga Europa.
«É um bom resultado. Ganhamos o jogo e isso é bom. Para o PSG passar a eliminatória tem de nos ganhar o que vai ser difícil porque estamos a atravessar um bom momento», disse Carlos Martins que enaltece o espírito da equipa.«Foi penalty sobre o Saviola, mas mesmo assim ganhamos sem precisar do penalty. Soubemos dar a volta», concluiu.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:06

Março 11 2011

Luisão mostrou-se satisfeito com o resultado obtido pelo Benfica frente ao PSG, no jogo da 1.ª mão dois oitavos-de-final da Liga Europa.

“Jogámos contra um adversário que teve mérito. Ninguém entrou mal, o PSG é que entrou forte. A equipa teve mérito e deu a volta”, referiu o defesa encarnado no final da partida, em declarações à imprensa.

O jogador brasileiro lembrou que na eliminatória anterior o resultado foi igual: “Encaramos isto como um resultado positivo, por mais que tentem provar o contrário. Na eliminatória passada também foi assim. Não sofrer golos é importante, mas acima de tudo queríamos a vitória para ter vantagem no segundo jogo”.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:55

Março 11 2011

Jara e Aimar
Impossível não falar num e falar no outro. Franco Jara e Pablo Aimar mudaram a partida a favor do Benfica. O primeiro com a frescura que Salvio nunca teve e com uma vontade que empolgou toda a gente na Luz. Menos franceses, obviamente. O segundo com inteligência que também faltou aos encarnados durante muitas fases do jogo. Aliás, bastou ver os gestos do camisola dez para se perceber que, a partir do momento que pisou relvado, o Benfica jogou consoante o maestro ordenava. Por isso, o 2-1 surgiu de uma jogada entre Aimar e Jara, com o último dos argentinos a atirar para colocar as águias em vantagem. Mínima, mas numa vantagem. Foi ao banco que Jesus foi buscar a vitória.
Maxi Pereira
Outra vez os franceses, de novo superMaxi. O internacional uruguaio tem uma apetência estranha para marcar a gauleses. Talvez tenha bebido alguma poção mágica, porque depois de na época passada ter facturado frente ao Marselha (cá e lá), Maxi voltou a fazer um golo a um emblema da Ligue 1. Leu a jogada muito bem, a aparecer nas costas da defesa parisiense e a perceber que, se a bola estava nos pés de Carlos Martins, havia boas probabilidades de chegar a ele próprio. Matou no peito e depois matou nas redes de Édel. Meteu garra e vontade em campo, nunca desistiu de um lance. Mas isso, em Maxi, é normal, o que não é normal é aparecer na área para marcar.
Fábio Coentrão
Fez de lateral e de extremo, também devido ao «desaparecimento» de Nico Gaitán. Num primeiro período, foi o maior destaque da equipa, a meter velocidade pelo flanco e a abrir a defesa contrária. Caiu de rendimento depois, fruto também do jogo encarnado. Mas quando voltou a subir pela esquerda o PSG tremeu. Aos 45 minutos, num lance em que fez quase tudo bem, desperdiçou o 2-1 num remate já na área. Com a entrada de Jara voltou a pisar terrenos mais avançados, pois o 11 dava-lhe confiança, e bola, para que Coentrão o pudesse fazer.
Gaitán e Salvio
Um mais abaixo que o outro, ambos abaixo do habitual. Os dois extremos encarnados não renderam como antes, com as pernas a pesarem. Aliás, a diferença para os compatriotas que os substituíram foi bem notória. E o Benfica assumiu, por fim, o jogo.

Fonte: MaisFutebol

publicado por Benfica 73 às 09:39

Março 11 2011

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, afirmou esta quinta-feira, depois da vitória sobre o Paris Saint-Germain (2-1) que a equipa jogou melhor no segundo tempo, mas apontou o dedo ao quinteto de arbitragem.

«Este jogo tem dois casos. O golo do PSG surge de uma situação de fora-de-jogo. O jogador beneficia dessa posição para fazer o golo. E depois há o penalty claríssimo sobre o Saviola. A UEFA meteu cinco árbitros mas continuam a não ver nada», disse o treinador na zona de entrevistas rápidas.

«Fizemos uma segunda parte diabólica perante uma equipa que luta pelos lugares cimeiros do campeonato francês. Vamos agora para o segundo jogo melhor que entramos neste porque agora temos uma vitória», concluiu Jorge Jesus.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:20

Março 11 2011
publicado por Benfica 73 às 08:12
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...