Fevereiro 27 2011

Com 52 anos de vida e de sócio, Rui Gomes da Silva está, como a maioria dos benfiquistas, entusiasmado, apaixonado pelas últimas exibições da equipa. Numa entrevista frontal, afirmativa, o vice-presidente do clube e administrador da SAD, fala de futebol, de finanças, de liderança, de TV, do passado e do futuro de um Benfica europeu.

O Benfica venceu o FC Porto, o Sporting e eliminou o Estugarda na Liga Europa, este já é um Benfica de topo e, até, melhor do que a aquele que foi campeão a época passada?

- É difícil fazer essa comparação, mas, olhando paras as exibições e para os resultados, diria que é, de facto, melhor do que o do ano passado. Quando as pessoas esperavam que fosse menos forte, depois das vendas de Di María e Ramires, e, até, da saída, em Janeiro, de David Luiz, o Benfica tem respondido a quem tinha essas dúvidas de uma forma muito positiva, com exibições muito conseguidas. Tem produzido um futebol que - acho - que é o mais bonito que vi em toda a minha vida. Pode haver momentos parecidos, como com Sven-Goran Eriksson, por exemplo, e alguns outros, embora a espaços, com Fernando Santo, mas sem o brilhantismo desta época.

- A forma como resolveu a saída de jogadores importantes é prova de que a política desportiva está consolidada?

- Sim. Há um trabalho de base, uma estrutura profissionalizada. Esse foi um dos factores que mais me surpreendeu quando cheguei à Direcção do clube. O Benfica viveu, no passado, momentos atribulados, muito por força da feira de vaidades em que se havia transformado. Muitas pessoas queriam aparecer para dar a ideia de que eram elas a mandar, a mandar no futebol. Entre muitos outros méritos, Luís Filipe Vieira também teve esse, o de criar uma estrutura profissional que cuida de tudo de forma antecipada, programada, planeada. E isso reflecte-se na escolha dos jogadores. Sabe-se que o Benfica, não apenas o Benfica mas o futebol português, não tem capacidade para manter os jogadores de topo durante muitos anos. Por isso, torna-se necessário potenciar, ao máximo, as suas capacidades em proveito da marca Benfica. Tem de haver uma permanente busca de jogadores que venham ocupar o lugar de quem sai. Existem, hoje, no Benfica, duas faces de uma (muito boa) moeda: Luís Filipe Vieira - e a sua equipa - a descobrir e a contratar talentos, que possam servir o clube, e Jorge Jesus, que tem rentabilizado esse património de uma forma espectacular.

As arbitragens foram assim tão determinantes no início do campeonato?

- O Benfica foi muito prejudicado em dois jogos: na primeira jornada, em casa, com a Académica e, depois, em Guimarães. Jogos que determinaram, no fundo, aquela que é hoje a diferença pontual entre o Benfica e o primeiro classificado. E essa diferença foi conseguida graças a erros grosseiros, que saltaram à vista. Tão gritantes que foram confirmados, até, pelo próprio Presidente da arbitragem. E esses erros de catedral também condicionaram o rendimento dos jogadores, sobretudo o daqueles que se estavam a adaptar. Ultrapassada essa fase de adaptação, os erros de arbitragem continuaram, mas o Benfica também começou a produzir mais. A verdade é que esses dois jogos, esses seis pontos perdidos, tiveram a ver exclusivamente com erros grosseiros de arbitragem. Não nos cansaremos de repetir isto, para que as pessoas não o esqueçam e percebam que as actuais contas, na classificação do campeonato, têm por base ajudas a uns e prejuízo para o Benfica. Ajudas a quem vai à nossa frente.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:19

Fevereiro 27 2011

O Benfica quer segurar Salvio e a SAD coloca a hipótese de pagar ao Atlético Madrid a opção de compra estipulada em 15 milhões de euros, e que terá de ser acionada até 31 de maio. Agustín Gimenez, empresário do jogador, esteve 9 dias entre os benfiquistas, tendo assistido ao dérbi de Alvalade e ao encontro em Estugarda, estando, neste momento, na posse de todos os detalhes do interesse encarnado, que muito em breve será oficializado junto dos colchoneros.

A primeira opção de Luís Filipe Vieira passa pela compra do argentino, de 20 anos, mesmo sabendo que terá de desembolsar um valor muito alto, revelado atempadamente pelo nosso jornal.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 08:15

Fevereiro 27 2011

A equipa de voleibol masculino do Sport Lisboa e Benfica conquistou, este sábado, a segunda vitória na 2.ª Fase da Série dos Primeiros da Divisão A1, ao bater o Fonte Bastardo por 3-2.
Conscientes da mais-valia do adversário, os pupilos de José Jardim registaram uma entrada muito forte e alcançaram rapidamente uma vantagem confortável no marcador (11-6). Sem argumentos para reagir, o Fonte Bastardo saiu vergado a um parcial por 25-13.
O rumo do segundo “set” foi totalmente diferente. Depois de um início equilibrado (8-8), o Benfica quebrou e viu o Fonte Bastardo chegar ao 11-15. Os “encarnados” procuraram contrariar a situação mas, apesar do esforço efectuado, o parcial (20-25) acabou por sorrir à formação dos Açores.
A equipa de José Jardim reagiu muito bem no terceiro “set” e venceu o Fonte Bastardo, por 25-21.
Com a possibilidade de fechar o encontro no quarto “set”, o Benfica viu novamente o adversário ganhar vantagem (12-15), não conseguindo inverter depois o rumo dos acontecimentos (22-25).
O jogo foi decidido na chamada "negra" e o Fonte Bastardo voltou a estar no comando do resultado (10-12), colocando os “encarnados” em dificuldades. A resposta foi pronta (13-12), mas os visitantes não abalaram e conseguiram empatar a partida a 14 pontos. Os comandados de José Jardim acabaram por ser mais fortes nas últimas acções e carimbaram o triunfo por 16-14.
Com este resultado, o Benfica somou a segunda vitória nesta fase do campeonato nacional. O próximo jogo é já este domingo, dia 27 de Fevereiro, no terreno do Castêlo da Maia. A partida tem início marcado para as 15h35.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 08:08

Fevereiro 27 2011

Tal como O JOGO adiantou oportunamente, Nolito já assinou, no último dia 4 de Fevereiro, o contrato que o liga às águias até 2016, mas prefere manter por agora o suspense em torno do assunto. Ontem, o empresário do jogador, Oscar Font, confirmou a proposta que o Barcelona ainda realizou no sentido de segurar o espanhol - chegará à Luz a custo zero, pois termina contrato no final desta época -, mas não esquece a pouca utilização que o atleta deveria ter no emblema catalão. "O Barça quer que ele fique, e ele queria ficar, mas tem 24 anos e o mais importante é a proposta a nível desportivo e não a económico, por isso tem de pensar no seu futuro. O que lhe ofereciam era um contrato para a equipa principal", concretiza, em declarações à Imprensa do país vizinho. Já o próprio Nolito mantém o discurso. "Faltam quatro ou cinco meses, e podem acontecer muitas coisas", rematou.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 08:03

Fevereiro 27 2011

O Zenit está interessado em Fábio Coentrão. O lateral-esquerdo, que já admitiu o agrado pela possível saída no final da época, está a ser seguido pelas principais equipas europeias e agora vê juntar-se à lista de pretendentes o emblema russo, que conta com três portugueses no seu plantel: Bruno Alves, Fernando Meira e Danny. Luciano Spaletti, que já era um grande admirador das qualidades de David Luiz, entretanto transferido para o Chelsea, ficou seduzido com as exibições do internacional luso, sobre o qual pode receber também boas indicações do trio português com que trabalha. A Imprensa transalpina deu ontem conta do interesse do conjunto que venceu o campeonato russo em 2010. O Zenit concorre com AC Milan, Juventus, Bayern de Munique, Manchester United, Chelsea, Liverpool, Real Madrid e Barcelona, entre outros.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 07:59

Fevereiro 27 2011

Salvio tem estado em grande destaque, e Jorge Jesus já admitiu que a sua continuidade é complicada. Por isso, e face à admiração que não esconde pelo jogador, admitiu: "Se tenho receio de que possa jogar no FC Porto no próximo ano? Tenho receio de que vá para qualquer lado, desde que não fique no Benfica." Relembrando que o emblema encarnado o ajudou a "afirmar-se como jogador" e que Salvio "já estava referenciado" - "Não tivemos foi capacidade financeira para o contratar", disse -, avisou: "Tem matéria-prima para potencializar trabalhando connosco. Saindo daqui, não sei o que irá acontecer."

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 07:55

Fevereiro 27 2011
publicado por Benfica 73 às 07:38
Tags:

Fevereiro 27 2011

Por uma vez, e registando as inevitáveis exceções dos facciosos sem formação e sem códigos, podemos aproveitar a jornada europeia para correr todos para o mesmo lado, acreditando que as quatro equipas portuguesas envolvidas podem seguir adiante. Com apenas um resultado desvantajoso à entrada para a segunda mão, e mesmo esse é tangencial, as hipóteses, mesmo desiguais, são francamente boas.

E quem anda perto do futebol sabe como seria importante – e não, não é só prestígio – que fizéssemos o pleno, avançando a quatro para os oitavos-de-final, marcando pontos, multiplicando receitas, aproximando (nem que seja um bocadinho assim…) a periferia em que vivemos do centro nevrálgico das operações. Os investimentos estariam mais próximos da compensação.

De resto, basta lembrar que os primeiros vencedores da Taça dos Campeões Europeus também foram dois clubes ibéricos. Apetece dizer – e sonhar – que o Atlético Madrid já fez a sua parte, ganhando a edição de estreia da Liga Europa; falta a armada portuguesa corresponder…

Depois desta ronda europeia, a olhar então com fé, adensa-se o calendário, sobretudo para as equipas de topo e em particular para o Benfica. Antes de mais, é – por esta altura – a única ainda envolvida em quatro frentes, uma vez que entre as suas parceiras na Europa, o FC Porto já se despediu da Taça da Liga, o Sporting há muito esqueceu o campeonato e caiu na Taça de Portugal, o Braga – quase redimensionado à era pré-Jesualdo – já percebeu que tem de acelerar na Liga dos pontos para não perder o contacto com a Europa, dando de caras com competidores inesperados como Paços de Ferreira, União de Leiria, Olhanense e Beira-Mar, que se juntam a uma corrida que ainda abarca o Vitória de Guimarães (a um ponto do Sporting e ainda à espera da visita dos leões…) e o Nacional.

Neste quadro, talvez seja o momento de os adeptos compreenderem por que Jorge Jesus não abdicou de algumas pedras menos utilizadas, antevendo que o número de jogos e o respetivo ritmo acabaria por justificar novas chamadas, e não perdeu tempo a inscrever os chamados “reforços de Inverno”, com Jardel e a sua inesperada chamada de anteontem a ser o primeiro a demonstrar utilidade e espírito combativo. Se a malapata germânica for ultrapassada – e é bom que ninguém tenha admitido ir a Estugarda a apontar ao empate –, o Benfica habilita-se, no conjunto das várias provas, a uma das melhores épocas de sempre, não só pelos resultados como pelo nível de empolgamento que regressou às exibições. Ou seja, não fosse a escorregadela inicial – a juntar à via rápida que de quando em vez se abre ao FC Porto –, e outra seria a história. Assim, em boa verdade, não há tempo para limpar armas.

Autor: João Gobern
Fonte: Record
publicado por Benfica 73 às 00:18

Fevereiro 27 2011

Depois de uns meses à procura do norte, Jorge Jesus voltou a adotar nas últimas semanas e ontem à noite, em especial, um discurso algo sobranceiro para os adversários, que se admite pela digestão fácil de uma série longa de triunfos, mas que contrasta flagrantemente com a humildade que conseguiu impor no seio da equipa. O Benfica venceu em Alvalade porque teve força mental e física para arregaçar mangas e lutar pelo resultado, superando todos os elementos adversos, a começar por um longo período em inferioridade numérica. Foi o triunfo do Benfica humilde e lutador de Jorge Jesus, embora na cabeça de Soares Dias também se tenha chegado a confundir com o Benfica “caceteiro” de outros tempos desta época.

No seu português simples e de balneário, Jesus usou, quiçá involuntariamente, uma imagem eloquente para definir a sua equipa. “Nico e Toto”, diz ele com carinho, têm formado a dupla de jogadores decisivos e de grande influência e classe neste ciclo de vitórias consecutivas, somando golos e assistências em número já superior ao que tinha projetado para os grandes negócios do ano passado os antecessores, Di María e Ramires. Pois Nico e Toto, assim, sem apelidos, são também a imagem de modéstia plasmada na capacidade coletiva de sofrer em momentos de adversidade, como o vivido ontem perante a sanha executória do árbitro portuense no primeiro tempo, com um cartão a cada duas faltas. Nico e Toto não passavam de vértices laterais de um conjunto homogéneo e harmonioso, entregues à luta com humildade, mentalmente preparados para passarem por mais um jogo com a mesma evidência discreta dos restantes companheiros.

Enem nos momentos em que emergiram, acima de todos, para assinarem o triunfo, Gaitán e Salvio deixaram de ser Nico e Toto, vistos de fora o n.º 20 e o n.º 8, entidades anónimas num conjunto de individualidades bastante acima da média. Embora o Benfica já não tenha probabilidades razoáveis de chegar ao título, o trabalho realizado em contrarrelógio nos últimos meses por Jorge Jesus, transformando o que chegou a parecer uma trupe de nicos, totós e ranhetas, sem rei nem roque, numa grande equipa de futebol, liderada por Gaitán e Salvio, justifica a intranquilidade que se projeta do quadrante portista desde a passagem do ano.

Os próximos confrontos com o líder da Liga ameaçam tirar brilho à anunciada conquista de André Villas-Boas, quando a autoestima elevada de Jorge Jesus colocar à frente das discussões pontuais a qualidade das notas artísticas dos seus rapazes. E estaremos, então, perante mais um confronto clássico da comunicação nacional, tal como oportunamente denunciado por Vítor Baía: a palidez da marca do FC Porto, apesar dos jogadores hipervalorizados e de méritos incomparáveis, frente à projeção do despojo de figuras saídas do desconhecimento, vestidas de vermelho com o país aos seus pés.

Jorge Jesus, tantas vezes desfrutado por uma alegada deficiência de comunicação, continua a justificar estudo dos gurus do marketing desportivo, contrariando todos os clichés e compêndios. Do nada, criou “Nico e Toto”, uma nova marca para valer milhões – e não apenas dentro das quatro linhas.

Autor: JOÃO QUERIDO MANHA
Fonte: Record
publicado por Benfica 73 às 00:14

Fevereiro 27 2011

O médio espanhol Javi García e o avançado Saviola marcam presença na lista de convocados do Benfica para a partida, de domingo, na Luz, às 18.00 horas, frente ao Marítimo, referente à 21.ª jornada da Liga portuguesa.
Javi García cumpriu o castigo e volta a ser opção. Enquanto, Saviola, que falhou o jogo com o Estugarda por não estar recuperado de uma gastroenterite, reforça as opções de Jorge Jesus.
Sidnei, castigado, após ter sido expulso no jogo frente ao Sporting, é a principal ausência.
Lista de convocados:

Guarda-redes: Roberto e Moreira.

Defesas: Maxi Pereira, Luisão, Jardel, Roderick Miranda e Fábio Coentrão.

Médios: Airton, Javi García, Carlos Martins, Felipe Menezes, Pablo Aimar, Nicolás Gaitán e Salvio.

Avançados: Óscar Cardozo, Saviola, Nuno Gomes, Franco Jara e Alan Kardec.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 00:01

BENFICA 73
contador grátis
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...