Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Saviola de fora do jogo com o Estugarda

24.02.11, Benfica 73

Surpresa na equipa do Benfica para o jogo desta noite com o Estugarda. O argentino Saviola não costa entre os 18 escolhidos por Jorge Jesus para disputar o acesso aos oitavos-de-final da Liga Europa.
Nas equipas divulgadas pela UEFA, Saviola nem sequer figura no banco de suplentes, ele que tinha sido o escolhido para fazer o lançamento do jogo na véspera, acompanhando Jorge Jesus na habitual conferência de Imprensa.
Há rumores de que o avançado ressentiu-se de gastroenterite, mas só no final do jogo, em princípio, o Benfica vai explicar a ausência de Saviola.
Também de fora da ficha de jogo, e porque Jorge Jesus levou 20 jogadores a Estugarda, ficou o defesa brasileiro Jardel.
Eis a equipa do Benfica:
Roberto; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e Fábio Coentrão; Airton; Salvio, Aimar e Gaitán; Jara e Cardozo.

Suplentes: Júlio César, Luís Filipe, Roderick, Carlos Martins, Felipe Menezes, Nuno Gomes e Alan Kardec.

Fonte: A Bola

Encontro com a história

24.02.11, Benfica 73

25 de Maio de 1988. O dia jamais será esquecido pelo Benfica que, aqui em Estugarda, desperdiçou a oportunidade de conquistar a terceira Taça dos Campeões Europeus numa final cheia de peripécias frente ao PSV Eindhoven. As botas de Pacheco e o penálti de Veloso fizeram com que o então Nickerstadion se tornasse num local quase amaldiçoado para os encarnados, que ali voltariam em 2004/05 pela mão de Trapattoni que também não teve melhor sorte que Toni, saindo derrotado por um copioso 3-0 em jogo a contar para a Taça UEFA.

É neste palco amaldiçoado que o Benfica tem hoje um encontro marcado com a história, uma história triste a que se junta o facto de nunca ter conseguido vencer em solo germânico. Esteve perto de o fazer por duas ocasiões nos últimos anos, ambas frente ao Hertha de Berlim, mas o triunfo acabaria sempre por escapar. Esta noite não é preciso vencer para seguir em frente na Liga Europa, mas Jesus quer ficar ligado a mais um feito nos encarnados.

Fonte: Record

Balakov elogia meio-campo e ataque das águias

24.02.11, Benfica 73

Krasimir Balakov, antiga estrela de Sporting (1991-95) e Estugarda (1995-2003), falou há poucos minutos com A BOLA sobre o jogo desta noite entre o Benfica e os alemães. Sem avançar prognósticos, deixou muitos elogios aos encarnados, que no seu entender têm também algumas lacunas.

«O Benfica é uma equipa muito sólida, coesa, tem um meio-campo e um ataque muito fortes, capaz de criar problemas a qualquer equipa europeia. Penso que tem alguns problemas na defesa, mas o Estugarda também tem alguns pontos fracos», disse Balakov, actualmente a treinar o Chernomorets, da Bulgária.

Sobre o desfecho do jogo o búlgaro não se quis alongar, preferindo falar sobre aquilo que perspectiva para os 90 minutos. ««Vamos ver como corre o jogo. Penso que o Benfica vai tentar controlar, aproveitando a vantagem que trouxe de Lisboa. O Estugarda terá de atacar, de marcar golos», afirmou, admitindo que na sua opinião o clube da Luz facilitou um pouco no jogo da Luz:

««No jogo de Lisboa o Benfica entrou a pensar que seria tudo mais fácil e acabou por ser surpreendido. Ganhou com mérito, mas também com um pouco de sorte.»

Fonte: A Bola

Liga troca árbitro assistente do Benfica-Marítimo

24.02.11, Benfica 73

A Liga anunciou esta quinta-feira a troca de árbitro assistente para o jogo da 21.ª jornada entre Benfica e Marítimo, domingo, no Estádio da Luz.
Paulo Vieira (AF Viana do Castelo) foi substituído por Tomás Santos (AF Braga), por impedimento regulamentar relacionado com os critérios de designação. Alexandre Freitas (AF Porto) será o outro árbitro assistente.
O jogo entre Benfica e Marítimo, agendado para as 18 horas de domingo, vai ser arbitrado por Vasco Santos, da AF Porto.

Fonte: A Bola

Alarme por Maxi

24.02.11, Benfica 73

Não é admitida publicamente mas existe grande preocupação na SAD encarnada relativamente ao processo de renovação de Maxi Pereira, cujo vínculo expira no final da próxima temporada. O principal motivo para estas reticências dos responsáveis benfiquistas prende-se com o facto de o empresário do camisola 14 das águias ser Paco Casal, agente que também representa Cristian Rodríguez e apontado na Luz como “persona non grata”, após o desvio do médio uruguaio para o Dragão, em 2008.

Amplamente satisfeita com o rendimento exibicional de Maxi Pereira, a SAD benfiquista pretende estender o contrato do internacional uruguaio que também se mostra disponível para continuar de águia ao peito. O obstáculo poderá ser o facto de o Benfica se recusar a negociar com Paco Casal, fator que impossibilitou até hoje que os campeões nacionais comprassem a restante percentagem do passe de Maxi, de quem só detêm 70%. No meio desta guerra está o jogador que não abdica de ser representado pelo seu agente de há muitos anos.

Fonte: Record

Aimar atrás dos avançados e Airton atrás de Aimar

24.02.11, Benfica 73

O brasileiro joga no lugar do castigado Javi García e o argentino deve ser titular na vez de Carlos Martins, embora Jesus tenha deixado dúvidas neste ponto. Estugarda é para vencer!

O Benfica discute hoje a passagem aos oitavos-de-final da Liga Europa, frente ao Estugarda. De Lisboa trouxe uma vantagem de 2-1, mas também uma espécie de maldição bastante teimosa e irritante: nunca ganhou um jogo na Alemanha.

Em 18 disputados, empatou seis e perdeu 12. Mas como Jesus é mestre em contrariar a história e esta equipa só vence há 15 jogos seguidos (desde a derrota... precisamente com os alemães do Schalke, 1-2, na Luz), o optimismo da comitiva e dos adeptos presentes em Estugarda, e que ontem estiveram no treino, é grande.

A equipa titular não vai mudar muito em relação ao habitual, mas há duas alterações, uma certa e forçada, outra muito provável, que se perspectivam. A primeira será a entrada de Airton para o lugar de Javi García, que está castigado e nem viajou.

A outra é a substituição de Carlos Martins, que foi titular frente ao Sporting, na segunda-feira, por Aimar. A ausência do argentino nesse jogo, quando vinha sendo o habitual escolhido, até poderá ser entendida como uma forma de gestão para que, hoje, Aimar esteja em boa forma.

Fonte: A Bola

Limianos - Benfica, 1-6 - Vitória com goleada

24.02.11, Benfica 73

A equipa de hóquei em patins do Sport Lisboa e Benfica deslocou-se a Ponte de Lima, para defrontar o Limianos, num encontro da 19.ª jornada. O resultado final de 1-6 demonstra bem o poderio dos “encarnados”.
A primeira parte só teve um golo aos 11 minutos, por intermédio de Cacau, sendo a etapa complementar brindada por muitos tentos. A formção de Luís Sénica entrou forte na pista e chegou à vantagem de 0-4, quando ainda faltavam 15 minutos para o apito final. Os golos foram de Ricardo Pereira (5’), Tiago Rafael (8’) e João Rodrigues (10’).
A equipa da casa reagiu aos 14 minutos, através de Rui Miguel Gomes, mas seria o Benfica a conseguir mais dois golos. Primeiro por Valter Neves (17’) e depois por Luís Viana (23’), na sequência de uma grande penalidade.
Na próxima jornada, os líderes do Campeonato Nacional recebem o HC Braga, no Pavilhão Império Bonança.

Fonte: SLB

Se marcam um golo ficam a jogar em casa

24.02.11, Benfica 73

Jorge Jesus podia ter tido uma preciosa ajuda na preparação da equipa nesta eliminatória com o Estugarda. A modos de um espião que durante sete meses escutou todos os segredos da equipa de Bruno Labbadia e sabe todos os pontos menos fortes da formação alemã. Referimo-nos a Mauro Camoranesi, ítalo-argentino que rescindiu com os alemães no início deste ano. E fê-lo porque se disse "maltratado" em Estugarda e porque lhe corre sangue argentino nas veias, pelo que "estaria disposto a ajudar os compatriotas Aimar e Saviola", entre outros jogadores do País das Pampas que fazem parte do plantel encarnado.

Nesta conversa, Mauro Camoranesi, que entretanto regressou à Argentina para representar o Lanús, atendeu o telefone bastante surpreendido por receber um contacto de Portugal - "Nunca me ligaram daí", refere. Inteirado do assunto, logo se colocou à disposição de Jesus, Aimar e companhia. "Não tenho nada contra o Estugarda, o clube, os adeptos, mas sinto que não fui bem tratado e, se me tivessem pedido ajuda, ou Aimar ou Saviola, certamente teria ajudado", salientou o médio, de 34 anos. Questionado sobre se poderia dar as tais dicas, o internacional italiano começou por ser irónico: "Aos espiões costumam pagar bem. Vocês pagam?" Depois, no entanto, forneceu algumas dicas para o Benfica superar o seu antigo clube. "Perdemos muitos jogos até final de 2010 porque nunca soubemos lidar com a pressão alta do adversário. Depois, o lado direito da defesa também é fraco, e o Labbadia tem tido dificuldades para encontrar uma solução, acabando por fazer muitas adaptações; Degen tem muitas limitações. Creio que a defesa é mesmo o sector mais fraco da equipa", analisou Camoranesi, que se mostrou surpreendido pelo "bom resultado" do Estugarda na Luz: "Não vi o jogo, mas o Benfica tem grandes jogadores, o Estugarda acaba por fazer um excelente resultado. Não jogou Saviola? E joga agora? É um trunfo para o Benfica. Como disse, a defesa é fraca, e os jogadores ressentem-se quando pressionados. Acredito que Saviola seja uma dor de cabeça para Labbadia."

Confrontado com o factor casa e a ajuda dos adeptos, nem assim Camoranesi acredita que o Estugarda passe. "É verdade que basta ganhar por 1-0, mas o público também não tem ajudado. Na maioria das vezes levam cânticos a dizer mal dos jogadores e pressionam-os. Isso até joga a favor do Benfica. Se entrar forte, para comandar o jogo, e estiver melhor, os adeptos vão começar a puxar pelo Benfica. Então se marcarem um golo cedo, parecerá que estão a jogar em casa."

Fonte: O Jogo

Sergio Batista vê Gaitán como parceiro de... Messi

24.02.11, Benfica 73

O seleccionador argentino, Sergio Batista, dá mais uma valente injecção de moral em Gaitán. O técnico antevê "apenas" uma sociedade do ex-Boca Juniors com... Messi. Ainda no último dia 9, o avançado benfiquista ficou no banco no embate particular com Portugal, onde Messi actuou como principal referência atacante, e será para o lugar de Lavezzi que Batista encontra viabilidade nesta parelha. "O Nico é um grande jogador e poderá ser facilmente o parceiro de Messi na selecção. É um grande intérprete, e há que procurar este tipo de parcerias. A ideia é que tenha mais chances nos próximos amigáveis, contra os EUA e a Costa Rica [26 e 29 de Março]. A ver como se dá, pois a camisola da Argentina pesa", dispara o treinador em declarações a O JOGO.

Fonte: O Jogo

Falcão existe?

24.02.11, Benfica 73

Ultimamente, André Villas-Boas parece investir cada vez mais tempo em mind games. Olha-se para a qualidade do futebol praticado pelo FC Porto e não se tem dificuldade em perceber qual tem vindo a ser a prioridade do técnico portista. O futebol em si é, sempre foi, muito sobrevalorizado no mundo do futebol. Pois bem, a última moda de Villas-Boas consiste em convocar um jogador que sabe, à partida, não ter condições físicas ou psicológicas para alinhar. Neste momento, pode dizer-se que o Falcão é o papão dos tempos modernos. Quando os mais jovens adeptos do Benfica e do Sevilha contrariam os seus pais, estes agora dizem: “Se não te portas bem, vem aí o Falcão”. Tal como o seu antecessor, nunca vem. Mas, pelo menos, assusta a pequenada.

Por isso, se o leitor quer dar por bem empregue o seu tempo, assista às conferências de imprensa de André Villas-Boas e às partidas de futebol do Benfica – constatará que é complicado decidir em qual das duas há mais fantasia e criatividade.

Não se percebe é porque é que há tantos espectadores que pagam dinheiro para ver os jogos do FC Porto, se podem passar logo para a parte mais interessante da noite e ouvir os comentários do técnico portista a título gratuito. Por um lado, até é pena os mind games de Villas-Boas não terem eco junto do técnico do Benfica. Se Jorge Jesus não estivesse ocupado a construir uma nova fornada de craques (Sidnei, Gaitán, Jara e Salvio), ripostava à altura e anunciava, só para baralhar, a convocatória de Shéu Han. Mas, enfim, cada um tem os seus interesses.

Seja como for, o certo é que este mais recente mind game do técnico portista parece surtir efeito: os treinadores adversários ficam verdadeiramente baralhados, sem saber se o FC Porto vai praticar um futebol aborrecido e previsível com Falcão, ou um futebol aborrecido e previsível sem Falcão. Imagino a angústia...

Autor:  MIGUEL GÓIS
Fonte: Record

Julgamento de Miguel novamente suspenso

24.02.11, Benfica 73

Esta é a segunda vez que a audiência não se realiza, depois de na primeira, a 13 dezembro, as partes terem solicitado ao juiz uma suspensão de dez dias para que as partes tentassem chegar a um acordo.

A suspensão da sessão de hoje, marcada para o 5..º Juízo -- 1.ª Secção do Tribunal do Trabalho, mantém em aberto a possibilidade de um acordo entre o futebolista que atua no Valencia e o Benfica, clube que representou durante cinco épocas (2000/05).

O jogador rescindiu o contrato com o clube da Luz em agosto de 2005 para se transferir para o Valencia por 7,5 milhões de euros, mas a Benfica SAD considerou que o jogador quebrou o vínculo contratual.

Fonte: Record