Fevereiro 12 2011

Os campeões europeus venceram este sábado o Freixieiro por 0-7. Num encontro com o quinto classificado do Campeonato Nacional, os “encarnados” tornaram o jogo fácil com uma excelente exibição que terminou em goleada.
A formação às ordens de Paulo Fernandes entrou da melhor forma nesta partida disputada no Pavilhão de Congressos de Matosinhos e inaugurou o marcador aos três minutos, por intermédio de Joel Queirós, que rematou cruzado com sucesso. Volvidos dois minutos, mais um golo. Desta feita, Arnaldo roubou o esférico a um defesa, tabelou com Joel Queirós e finalizou com classe. Grande entrada no encontro.
Aos 12 minutos, Joel Queirós arriscou na jogada individual, deu espectáculo, rematou para defesa incompleta de Roque, que permitiu a recarga de Marinho com êxito. 0-3 em Matosinhos! Até ao intervalo, ainda houve tempo para mais um tento da melhor equipa em campo. Arnaldo arrancou na direita e descobriu Anilton no segundo poste, que não teve dificuldades em empurrar para o fundo das redes. Ao intervalo a vantagem de quatro golos era justa.
No segundo tempo, os “encarnados” continuaram a dominar e a criar ocasiões de golo, no entanto, só conseguiram aumentar a goleada quando faltavam dois minutos para o apito final. Arnaldo bateu o canto para a entrada da área, onde estava Joel Queirós que rematou forte. Volvidos poucos segundos, o mesmo Joel isolou-se e assinou o hat-trick e quando faltavam nove segundos para o fim do encontro, Marinho tabelou com Joel e rematou cruzado para o sétimo e último tento dos campeões europeus.
O Sport Lisboa e Benfica mantém a liderança isolada do Campeonato Nacional da modalidade.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 21:44

Fevereiro 12 2011

A formação de Luís Sénica derrotou a Académica de Espinho, por 7-2, num encontro que foi muito complicado para os “encarnados”, devido ao sistema defensivo apresentado pelos visitantes.
O primeiro golo apareceu aos 10 minutos, com Luís Viana a marcar uma grande penalidade com sucesso. O adversário de Espinho reagiu e empatou por intermédio de Vítor Hugo (18’). Passados 60 segundos, Caio voltou a colocar o Benfica na frente, mas a cinco segundo do fim, Filipe Sousa empatou o marcador através de um livre directo.
No segundo tempo, os “encarnados” voltaram a encontrar dificuldades para derrubar a barreira defensiva de Espinho. Só ao fim de dez minutos é que Cacau conseguiu dar justiça ao marcador e fazer o terceiro golo. A partir desse tento, o Benfica criou muitas oportunidades e a goleada chegou ao Pavilhão Império Bonança. Tuco e João Rodrigues também juntaram os seus nomes à lista de marcadores e Luís Viana, com mais dois golos, fez mais um hat-trick.
Na próxima ronda, os líderes do Campeonato Nacional deslocam-se ao recinto do Limianos.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 21:08

Fevereiro 12 2011

A formação angolana do 1.º de Agosto derrotou o Benfica, por 95-89, após prolongamento (78-78 no final do tempo regulamentar), em partida que abriu a segunda jornada da edição 2 da Supertaça Compal, prova que reúne no Campo Pequeno, em Lisboa, os campeões e os vencedores das taças nacionais de Portugal e Angola.

Apesar de ter chegado a ter 10 pontos de vantagem no último período, os encarnados deitaram tudo a perder quando, a 10 segundos do termo do embate, ofereceram - numa reposição lateral - uma posse de bola aos angolanos que, com essa hipótese, lograram empatar o encontro. Sérgio Ramos, em cima da buzina, tentou um lançamento triplo, mas falhou.

Nos 5 minutos suplementares, disputados com grande intensidade, os angolanos foram mais certeiros, enquanto a formação orientada por Henrique Vieira voltou a cometer alguns erros que acabaram por ser fatais.

Com esta segunda derrota, o Benfica já não pode revalidar o título conquistado a época passada em Luanda. Já o 1.º de Agosto ainda sonha com a obtenção do troféu.

A segunda jornada da competição completa-se com o embate entre FC Porto e Libolo.

Sob arbitragem de Luís Lopes, Fernando Rezende e Francisco Tandu, as equipas alinharam e marcaram:

1.º de Agosto (95): Armando Costa (2 pontos), Mário Correia (7), Joaquim Gomes (11), Felizardo Ambrósio (22) e Carlos Almeida (21). Jogaram ainda Hélder Ortet (13), Adolfo Quimbamba (-), Miguel Lutonda (7) e Karlton Mimms (12).

Benfica (89): Diogo Carreira (12),Heshimu Evans(2), Sérgio Ramos (12), Gregory Jenkins (2) e Ekjersey Viana (-). Jogaram ainda António Tavares (21), Michael Williams (24), Rodrigo Mascarenhas (8) e Miguel Minhava (-), Carlos Ferreirinha (-) e Elvis Évora (8).

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 21:05

Fevereiro 12 2011

Fábio Coentrão volta a ser opção para Jorge Jesus no jogo de domingo (18.15 horas), frente ao Vitória de Guimarães, depois de ter cumprido um jogo de castigo contra o Vitória de Guimarães.
Surpresa nos 19 convocados de Jesus é a integração do defesa francês Leonel Carole, reforço de Inverno do Benfica.
Já César Peixoto ficou de fora, uma vez que ainda não recuperou totalmente da mialgia na coxa esquerda.
Eis a lista dos 19 convocados:

Guarda-redes: Roberto e Moreira;

Defesas: Maxi Pereira, Jardel, Luisão, Sidnei, Carole e Fábio Coentrão;

Médios: Javi García, Airton, Felipe Menezes, Carlos Martins, Aimar, Salvio e Gaitán;

Avançados: Nuno Gomes, Saviola, Jara e Cardozo.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 19:00

Fevereiro 12 2011

A possível saída de Fábio Coentrão do Benfica é um tema que não passa ao lado do treinador do Benfica, que disse este sábado, em conferência de imprensa, que tem tentado conversar com o jogador para que não se deixe influenciar pelas notícias que vão saindo e continue o seu trabalho.

«Temos tido essa sensibilidade, [porque] essas notícias podem mexer com ele. Tenho conversado muito com o Fábio. Ele tem vindo a crescer emocionalmente. Conversar com ele é uma forma de o equilibrar para que não se distraia do seu trabalho no dia-a-dia», afirmou.

Questionado sobre o facto de o lateral-esquerdo já ter visto 14 amarelos e três vermelhos esta época, Jorge Jesus respondeu: «O Fábio joga com muitas rotações e isso faz com que faça mais faltas do que o normal. Joga sempre no limite». Ainda assim, o treinador admite a existência de alguns «amarelos exagerados» para o jogador.

Já sobre o reforço Lionel Carole, que ainda não se estriou com a camisola do Benfica, Jorge Jesus admitiu haver «uma grande barreira» entre o jogador e o treinador, neste caso a língua: «Eu não sei falar francês e ele não sabe falar português. Mas é um miúdo com qualidade, súper inteligente e jovem».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 18:57

Fevereiro 12 2011

Jorge Jesus disse, este sábado, esperar «um jogo difícil» na recepção do Vitória de Guimarães para a 19.ª jornada da Liga Zona Sagres (domingo às 18.15 horas) e lembrou que a equipa minhota chegou mesmo a vencer o Benfica na primeira volta do campeonato.

«O Vitória de Guimarães é sempre um adversário complicado. Derrotou-nos na primeira volta. Está a fazer um excelente campeonato e está a discutir o 3.º lugar», afirmou o treinador na conferência de imprensa de antevisão da partida.

Contra o Benfica, acrescentou, o treinador do adversário, Manuel Machado, «muda sempre o seu sistema táctico», colocando mais jogadores à largura do campo. «Já quando treinava o Nacional era assim», explicou.

Jorge Jesus alertou que os jogadores vimaranenses são «bons tecnicamente e rápidos». «Por isso temos de estar concentrados para não sermos surpreendidos. Sabemos que não temos crédito pontual, não podemos falhar em jogo algum», disse.

O treinador encarnado revelou, ainda, que César Peixoto não deverá recuperar a tempo do jogo de amanhã. Já sobre os jogadores em risco de não jogarem o «derby» com o Sporting (Luisão, Fábio Coentrão, Jardel e Salvio) devido à acumulação de amarelos, Jorge Jesus admite uma gestão mais ponderada com a possibilidade de alguns não estarem em campo os 90 minutos frente ao Guimarães. Acerca da menor utilização de Carlos Martins, o treinador recorda que há «muitos jogadores» para preencher a sua posição.

Jorge Jesus lembrou, também, que no mês de Fevereiro tem início «um ciclo mais difícil» para o Benfica, com o regresso à Liga Europa, que levará à realização de dois jogos por semana, mas o treinador não acusa a pressão: «Também diziam que Janeiro era difícil e ganhámos os jogos todos».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:39

Fevereiro 12 2011

O treinador do Benfica reiterou, este sábado, que a prioridade da equipa é conseguir os três pontos, mas admitiu que neste momento o seu plantel está «mais forte» do que o seu adversário directo, o FC Porto.

«Estamos neste momento muito mais fortes do que o nosso rival», disse Jorge Jesus na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Vitória de Guimarães, a contar para a 19.ª jornada da Liga Zon Sagres.

Questionado sobre o facto de o treinador do FC Porto ter dito ontem que o campeonato continua em aberto, o treinador das águias disse que Villas Boas está «atento» à qualidade do Benfica e dizer o contrário «seria branquear a realidade ou passar um atestado de estupidez às pessoas». «É um treinador inteligente, está atento à qualidade que o Benfica tem demonstrado e a prova dos 9 foi o último confronto», afirmou.

Jorge Jesus sabe que terá um jogo difícil pela frente, mas lembra que o primeiro classificado da Liga também terá uma jornada complicada, frente ao SC Braga, pelo que poderá perder pontos: «É um adversário forte [Braga] onde o Benfica também terá de se deslocar. Pode ser um dos locais onde o Porto escorregue».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:37

Fevereiro 12 2011

Luisão, Fábio Coentrão, Salvio e Jardel não jogam o «derby» se virem cartão amarelo frente ao V. Guimarães. Lateral-esquerdo regressa este domingo... após castigo. Volta o melhor onze.

Jorge Jesus tem dois grandes objectivos para o jogo de amanhã, com o V. Guimarães, no Estádio da Luz: em primeiro lugar vencer a equipa da cidade-berço - o que lhe permitiria chegar às nove vitórias consecutivas na Liga, igualando assim a melhor sequência desde que está no Benfica - e tentar não perder Luisão, Fábio Coentrão e Salvio para a próxima jornada... em Alvalade.

O referido trio está a um cartão amarelo da suspensão - tal como o reforço Jardel - e é composto por três peças-chave na estrutura da equipa, dois dos quais são defesas, o que suscita maiores preocupações. É que o Benfica acabou de perder David Luiz, para o Chelsea, e sem Luisão e Fábio Coentrão teria de apresentar-se em casa do rival Sporting com apenas um defesa do onze habitual: o uruguaio Maxi Pereira.

Neste tipo de circunstâncias, Jorge Jesus não costuma colocar em causa o presente (jogo com o V. Guimarães) para proteger o futuro (jogo com o Sporting), pelo que Luisão, Fábio Coentrão e Salvio serão titulares. Só no caso de a partida estar decidida a favor das águias é que serão substituídos.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 15:50

Fevereiro 12 2011

Jorge Jesus apresentou a sua versão dos incidentes com o jogador do Nacional Luís Alberto, no final do jogo entre o Benfica e os madeirenses, que levaram a Comissão Disciplinar da Liga a abrir um processo de inquérito.

Os jogadores Franco Jara, Javi García e Weldon, o secretário técnico das águias, Shéu Han, e o director desportivo e administrador da SAD, Rui Costa, acompanhados pelo assessor jurídico, Paulo Gonçalves, também foram ouvidos pelo instrutor, que fará, agora, um relatório para dedução de acusação ou arquivamento.

A Comissão Disciplinar decidiu pela abertura de um inquérito, por impulso, como consta no regulamento, depois de o árbitro Rui Costa e os delegados nada terem referido nos respectivos relatórios sobre o que se passou, pouco depois do apito final, aplicando-se, neste caso, o recurso à prova de reprodução de imagem televisiva. E a análise do vídeo sugere que Jorge Jesus agrediu ou tentou agredir o médio brasileiro.

Para o Benfica, porém, não há qualquer razão para o treinador arriscar qualquer suspensão. Em abono da tese encarnada, contribuem, desde logo, as declarações do jogador do Nacional, que, no final do jogo, garantiu ter sido apenas um empurrão. «Jorge Jesus usou de uma artimanha: ao tentar abraçar-me para apaziguar, acabou por empurrar-me. Foi uma lição, fui traído. No entanto, foi só um empurrão», disse Luís Alberto, que também já foi ouvido pelo instrutor do inquérito, segunda-feira, na sede da Liga, no Porto. Na conferência de Imprensa após o jogo, Jesus desvalorizou o episódio, alegando que houve apenas «alguns empurrões».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 15:43

Fevereiro 12 2011

Carlos Pereira é o homem do momento no futebol português. O presidente do Marítimo desafia, sem medo de represálias, o FC Porto. Fala de Kléber, de Djalma e doutras transferências que, defende, deveriam ser investigadas pelo Ministério Público. As ameaças que recebeu, essas, são desvalorizadas. «Basta à intimidação», diz.

A situação do Kléber tem feito correr muita tinta. Afinal, o que está em causa em todo este processo?
- Em Julho, talvez, não me recordo de cor da data precisa, o FC Porto faz uma proposta de 2,3 milhões de euros pelo Kléber ao Atlético Mineiro. O Marítimo deu a sua concordância para que o negócio fosse efectuado. Mas a proposta do FC Porto é por 50 por cento dos direitos. O Marítimo dava a sua quitação pelo valor de 20 por cento sobre aquela percentagem. Não podemos aceitar que nos seja exigida uma quitação sobre 100 por cento. O Marítimo é uma sociedade anónima da qual o Governo faz parte, que é auditada, tem Revisores Oficiais de Contas, não posso permitir que isto aconteça. Caso contrário corro o risco, eu, de ser acusado de me ter apropriado de valores que não são contabilizados. Essa é a grande discussão em todo este processo.

- Como interpreta as palavras do presidente do Atlético Mineiro?
- Tem falado muito e mal. Não diria que está mal informado, porque quem assina os documentos tem de estar muito bem informado. Está é mal-intencionado. Por isso, quis provar que a verdade dos factos não era aquela. Não abdico disso, nem para o FC Porto, nem para qualquer outra instituição. Às vezes o poder sobrepõe-se à justiça, neste caso espero que isso não aconteça até porque os factos estão provados e com factos provados é mais difícil não ser feita justiça. O aliciamento tem de acabar rapidamente, porque é uma habilidade usada nesta e noutras circunstâncias. Há casos em que o aliciamento a atletas é feito para pressionar as instituições a aceitar aquela que é a vontade daqueles que são considerados os patrões ou os donos do futebol. Connosco isso não vai acontecer, não vou permitir, jamais darei quitação ao que não recebo.

- O caso está na FIFA desde quando?
- Desde Julho/Agosto do ano passado. Desde que alguém se lembrou de fazer com que o Kléber abandonasse o estágio da equipa, em Ofir.

- Fala de quem?
- Os factos estão na FIFA. Permita-me que isso fique em segredo de justiça, porque ainda está em fase de averiguação. Os factos estão narrados e com certeza vão ser públicos. Quem a mando de alguém levou o atleta a tomar a atitude que tomou.

- Por que razão o Marítimo só accionou a cláusula de opção no limite do prazo?
- O Marítimo é um clube de boa-fé. Sempre. Aguardei até ao último dia para ver se podia haver um entendimento e fosse concluído o negócio. Sempre disse que para nós o euro não tem cor. Agora não abdicamos dos nossos princípios.

- Já sabia que o Atlético Mineiro não iria aceitar o dinheiro do Marítimo?
- É evidente que não sabia. Aliás não faria sentido algum que o não aceitasse.

- Aquela divulgação de documentos é inédita.
- Fi-lo para dar o exemplo e para dizer que o futebol tem de se reger pela transparência e pela seriedade.

- Crê que pode ser um exemplo a seguir?
- Pelo menos as pessoas teriam um pouco mais de cuidado. Sobretudo quem quer dominar no futebol. Quem não deve não teme. Deveriam fazer aquilo, e não fazem... Cabe ao poder judicial analisar determinados factos que vão acontecendo ao longo do tempo no futebol.

- Que factos?
- Algumas contratações sem qualquer justificação a valores quase injustificáveis, se calhar para tapar outras menos transparentes.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 15:36

Fevereiro 12 2011

A cumprir a 8.ª época de águia ao peito, Luisão é atualmente uma das figuras de maior peso no plantel do Benfica. E ninguém melhor que o atual capitão de equipa, sempre que Nuno Gomes fica de fora das opções do treinador, para falar da importância do encontro de amanhã, frente ao V. Guimarães.

“Sabemos que não será fácil. O adversário conta com uma equipa de qualidade, mas vamos lutar para sair com os três pontos”, afirmou o defesa-central à sua assessoria.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 14:12

Fevereiro 12 2011

Jogar sempre nos limites mas com algumas precauções. Esta é a máxima que será seguida amanhã por Fábio Coentrão, Luisão, Salvio e Jardel, os quatro jogadores do Benfica que estão à beira da exclusão e, como tal, proibidos de verem um cartão amarelo, sob pena de falharem a deslocação a Alvalade, no dia 21.

Numa fase em que as águias estão concentrados em reduzir a desvantagem em relação ao líder do campeonato, qualquer escorregão poderá ser fatal, pelo que Jorge Jesus não pode sequer equacionar a hipótese de poupar algum destes jogadores diante do V. Guimarães. E se a situação de Jardel não se afigura muito problemática, visto que o central ainda não conquistou o estatuto de titular e dificilmente será opção, a eventual ausência dos restantes pode tornar-se complicada, especialmente no caso dos dois defesas.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:50

Fevereiro 12 2011

O Sport Lisboa e Benfica formalizou as nomeações para a Gala do 107.º aniversário do Clube da Luz. Num jantar realizado em Lisboa, os nomeados mostraram-se satisfeitos com o reconhecimento.

Jorge Jesus (Candidato Treinador do Ano): “Encarei com muita satisfação este reconhecimento da época brilhante que o Benfica fez. Estamos num Clube que é uma referência nacional e ser nomeado é uma grande satisfação. É a recompensa pelo trabalho que desenvolvemos no Benfica.”

João Nunes (Equipa de Iniciados de Futebol 2009/2010): “É uma nomeação muito importante. Às vezes não pensamos que estamos a ser acompanhados pela Direcção e pelo presidente do Benfica e sempre que percebemos que estamos acompanhados é muito bom.”

Ana Oliveira (Escola de Atletismo): “É um privilégio estarmos nomeados e fazer parte desde grupo. Demonstra que estamos a fazer um trabalho continuado, que nos permite estar sempre nos níveis exigidos pelo Clube, que são altos.”

João Rodrigues (Revelação): “Acima de tudo, é um privilégio estar entre os nomeados. É uma nomeação que vem aumentar as responsabilidades e agora só quero continuar a trabalhar cada vez mais.”

Nuno Gomes (Futebolista): “Este ano a equipa está toda nomeada e cabe aos adeptos escolherem um jogador. Nós ficámos contentes com estas nomeações e também sabemos que há sempre um ou outro jogador que se destaca mais, como é natural e qualquer que seja o vencedor será com certeza um justo vencedor.”

César Paulo (Atleta de Alta Competição): “Já estive a brincar com o Sérgio Ramos! É uma competição entre nós que é muito saudável e tranquila.”

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 10:20

Fevereiro 12 2011
publicado por Benfica 73 às 08:39
Tags:

Fevereiro 12 2011

A notícia surpreendente chegou-nos há dias. Vanessa Fernandes, a campeã de triatlo, resolveu interromper a sua actividade desportiva. Pelo que li, tal deve-se a circunstâncias pessoais, físicas e anímicas, absolutamente respeitáveis.

Vanessa sempre foi uma admirável atleta. Deu sempre um gostoso ar de menina descontraída, às vezes até traquina, desfrutando o prazer do que fazia, bem apoiada familiarmente até pelo exemplo do seu pai.

Mas esta notícia fez-me voltar a reflectir sobre o mundo duro, predatório e impiedoso com que os mais novos se defrontam no desporto e não só.

Hoje vive-se com a obsessão fulminante do sucesso, da vitória, da fama, do dinheiro. Quase sempre fugazes e ilusórios. Este falso cânone de felicidade contagiou perigosamente o mundo infantil e juvenil. Suprimem-se ou atrofiam-se etapas necessárias de crescimento físico, intelectual, emocional e psíquico por que deve passar necessariamente uma criança ou jovem, o que, mais tarde, deixa as suas marcas nocivas.

Vemos isso estimulado pateticamente em concursos televisivos feitos à medida dessa exploração de precoces talentos de meninos e meninas, sob a observação de pais babados. Hipocritamente, nestes casos, a sociedade não censura o trabalho infantil que bem condena em outras actividades laborais…

Todos temos presente, ainda, a exploração ignóbil de ginastas e atletas do leste em prol da propaganda de um regime, de tenistas mais tarde confrontados com a solidão da derrota ou o desespero da desistência, e de indefesos jovens ícones que não estão preparados para o esquecimento do dia seguinte e para os embates do mundo.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 00:34

BENFICA 73
contador grátis
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...