Dezembro 12 2010

Benfica 2 - 0 Braga

 

O Benfica venceu o Sporting de Braga, por 2-0, com golos de Saviola e Pablo Aimar, numa partida muito equilibrada. Com esta vitória, os encarnados qualificaram-se para os oitavos-de-final da Taça de Portugal, nos quais irão defrontar o Olhanense.

Clique aqui para consultar a ficha de jogo, as incidências da partida e os comentários dos leitores.

O jogo foi dominado pelo conjunto de Jorge Jesus, apesar de o Braga ter dado bastante réplica durante quase toda a partida.

Após falhar várias oportunidades (poucas mas flagrantes), o Benfica chegou à vantagem por Javier Saviola, num lance de bola parada. Na sequência de um lançamento de linha lateral, marcado por Maxi Pereira, o trinco Javi Garcia conseguiu elevar-se à defesa bracarense e assistir o argentino para o primeiro golo.

A equipa encarnada continuou mais forte, mas sentiu sempre muitas dificuldades para ultrapassar a boa estrutura montada por Domingos Paciência.

No segundo tempo, o Benfica tentou resolver o jogo cedo, mas as oportunidades de que dispôs, principalmente por Cardozo, não foram aproveitadas. Artur, o guarda-redes adversário, também esteve sempre seguro.

Bem perto do fim do jogo, após um canto, Alan cabeceou forte e quase surpreendia Júlio César, que fez a defesa da noite, mesmo em cima da linha de golo.

No lance seguinte, o Benfica mata o jogo, por Aimar. Salvio isola-se pela direita e remata ao poste direito da baliza de Artur, a bola sobra para a pequena área e é aliviada pela defesa brancarense. Porém, na recarga, Artur volta a estar em grande com uma boa defesa, mas já não consegue evitar o cabeceamento certeiro de Aimar.

O resultado justo acabou por ser justo, pelas oportunidades de que o Benfica dispôs.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 23:44

Dezembro 12 2010

Posso estar em negação (isso explicaria por que razão estou convencido que o mau futebol do Benfica não passa de um plano diabólico para desencorajar os adeptos a irem assistir aos jogos fora). Mas a verdade é que me recuso a pensar na hipótese de Jorge Jesus ser despedido. Em termos racionais – e eu peço, desde já, desculpa por estar a amalgamar neste texto assuntos tão díspares quanto “racionalidade” e “futebol” – não faz sentido termos por fim encontrado um treinador capaz e competente, depois de décadas a tolerar treinadores razoáveis e medíocres, e agora demiti-lo por não estar a ter sucesso nos últimos meses. Sejamos razoáveis: se, até 2037, Jorge Jesus não puser a equipa a jogar como na época passada, apontemos-lhe então a porta de saída com maus modos.

Jesus perdeu o balneário? É simples: compre-se-lhe um novo balneário. Quem está com o nosso treinador, fica. Quem não está, é excomungado. Custa-me dizer isto, mas o Benfica tem muito a aprender com a forma como a Igreja Católica lidou, no passado, com a dissensão: quem não acreditar em Jesus, deve ser castigado. Mas sem aquela parte das acendalhas.

Uma referência final à forma energúmena como alguns adeptos do Benfica têm tratado o campeão nacional César Peixoto. Eu não me esqueço quem é que, no ano passado, marcou Hulk na Luz, de forma exemplar. E também não me esqueço quem é que, na época passada, foi o melhor jogador em campo no Sporting 1 - Benfica 4, referente às meias-finais da Taça da Liga. Mas isso sou eu, que não gosto de dar tiros no pé.

Autor: Miguel Góis

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 16:53

Dezembro 12 2010

Antes do Real Madrid jogar em Murcia, José Mourinho ameaçou os jogadores de que estaria pronto a pôr cruzes sobre aqueles que não tivessem o rendimento desejado. Depois da goleada sofrida em Barcelona, o treinador voltou a utilizar a mesma figura de estilo, mas apesar do “massacre” de Camp Nou garantiu não ter marcado nenhum atleta. No Benfica, sem que publicamente alguém o assuma, há jogadores sobre quem paira a ameaça de uma cruz.

Durante o seu estado de graça, Jesus teve carta branca para decidir o que bem entendeu. Escolheu os jogadores que queria ter no plantel e que o Benfica deveria contratar, assim como “despachou” outros com a autoridade conferida pelos galões de campeão nacional. Na medida do possível, Vieira fez-lhe a vontade e permitiu que o poder do treinador excedesse os seus limites, pondo e dispondo, às vezes até com decisões contrárias às que o próprio presidente admitia assumir.

Depois da bonança veio a tempestade e hoje as opções tomadas por Jesus são altamente questionadas. Não apenas aquelas que ocorrem nos jogos, mas sobretudo as que foram assumidas no início da época e que constituíram o “plantel maravilha” que podia lutar pela Champions mas que afinal mal pôde chegar à Liga Europa.

Não será Jesus, por sua exclusiva vontade, a pôr as cruzes nos jogadores mas terá de ser ele a assumir o fracasso das apostas que fez - umas porque ficaram muito aquém das expectativas, outras porque estão só a fazer número não se assumindo como valor acrescentado. Sem o retorno desportivo esperado, todas elas se transformam em desproporcionados investimentos que encareceram (e de que maneira) um plantel que hoje é incomportável manter face às expetativas que o Benfica ainda pode alimentar.

É uma medida de gestão inevitável e é também um sinal claro de que Jesus perdeu os poderes que o permitiam ligar às 3 da manhã para Vieira a aconselhar (ou a exigir) a compra deste ou daquele jogador.

Autor: António Magalhães

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 16:52

Dezembro 12 2010

Técnico sem margem para grandes mudanças no onze: última derrota subiu a fasquia Menos utilizados vão ter de esperar.
Se na anterior eliminatória da Taça de Portugal, diante do Arouca, Jesus aproveitou para dar a oportunidade e testar algumas das unidades menos utilizadas pelos campeões nacionais, o mesmo não deverá suceder hoje: aguardam-se poucas alterações ao onze que recebeu e perdeu (1-2) com o Schalke 04.
A valia do rival e o momento delicado, após a eliminação da Champions e a inesperada derrota de terça-feira, diante dos alemães, assim o ditam. A 16 de Outubro, com o Arouca (5-1), Júlio César esteve na baliza, Airton começou a lateral-direito - Jesus passou-o, depois, para trinco, com a entrada de... Luís Filipe -, Sidnei foi titular ao lado de Luisão (David Luiz poupado); César Peixoto esteve na canhota da defensiva, Coentrão e Carlos Martins foram poupados; no ataque, com Cardozo então lesionado, Alan Kardec foi titular ao lado de Saviola: o brasileiro conseguiu o seu único bis até à data.
Na máxima força
Poucos, de entre os então utilizados por Jesus, devem merecer agora nova chamada. Com a recuperação de Rúben Amorim, todo o plantel está disponível o que permite ao técnico apostar nos mais fortes, para, com uma vitória, serenar ânimos.
Mesmo na baliza, onde a rotação é vulgar noutras provas, Júlio César e Moreira devem ter de esperar por uma nova oportunidade: Roberto deve continuar entre os postes, o quarteto defensivo irá manter-se em relação ao último jogo (Maxi, Luisão, David Luiz e Fábio Coentrão). Cardozo e Saviola são as armas mais fortes para o ataque e apenas a meio campo, entre Rúben Amorim (menos), Carlos Martins e Salvio (mais) se coloca a dúvida sobre quem estará na direita, com Aimar ao meio e Gaitán à esquerda.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:06

Dezembro 12 2010

Sem margem para errar, Jorge Jesus vai apresentar o onze mais forte para tentar seguir em frente na Taça de Portugal. E neste contexto é quase certo que Pablo Aimar vai regressar à titularidade para dirigir o jogo ofensivo dos encarnados e tentar municiar os homens mais avançados, no ataque à baliza bracarense.

Aliás, o técnico das águias poupou o internacional argentino, de 31 anos, no jogo com o Schalke 04, da ultima terça-feira, já a pensar no encontro de hoje à noite frente à formação comandada por Domingos Paciência. Diante dos alemães foi Carlos Martins que orquestrou o ataque encarnado, mas as coisas não correram bem e, ao intervalo, o técnico foi obrigado a colocar Aimar no onze. E a verdade é que as grandes ocasiões de golo das águias no jogo aconteceram com o camisola 10 em campo.

Contudo, apesar da entrada no onze do El Mago, Martins deverá manter-se na formação inicial mas alinhando numa posição mais recuada. Nos últimos encontros tem sido Ruben Amorim a desempenhar as funções de médio-direito, só que agora o camisola 5 debate-se com uma mialgia de esforço na coxa esquerda e pode falhar o jogo desta noite. O problema físico não requer grandes preocupações mas Jorge Jesus não deverá arriscar a utilização do internacional português, até porque poderia agravar a lesão.

Assim, Martins deverá regressar ao lado direito do miolo, lugar onde já alinhou em várias partidas desta temporada e onde rubricou boas exibições. Há ainda outra solução mas menos provável que se prende com a entrada no onze de Salvio. O argentino tem sido opção nos últimos encontros, ora como titular, ora como suplente utilizado e quer ter nova oportunidade. No entanto, Carlos Martins leva clara vantagem nesta luta particular.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:58

Dezembro 12 2010

Roberto deve manter hoje a titularidade na baliza do Benfica, apesar de a receção ao Sp. Braga ser referente à Taça de Portugal, uma prova teoricamente propícia à rotação de guarda-redes.

Luís Filipe Vieira vem reiterando que Jorge Jesus não tem o lugar em perigo, mas uma escorregadela na Taça de Portugal deixá-lo-ia numa situação no mínimo periclitante no emblema da Luz. Esta é uma justificação mais do que plausível para um ligeiro interregno no processo de rotação iniciado na eliminatória anterior, por ocasião da receção ao Arouca (Júlio César ficou incumbido de proteger as redes do Benfica).

Ultrapassada que está a problemática adaptação ao emblema da Luz, Roberto tem visto crescer de forma exponencial os níveis de confiança, transmitindo já bastante segurança ao setor recuado. A aposta neste espanhol, de 24 anos, está praticamente isenta de risco, ao contrário do que sucede com os dois concorrentes internos, Júlio César e Moreira, sobre os quais recai uma gritante falta de baliza.

15 de agosto

Esta data corresponde à última vez que Roberto sofreu um golo na Luz no que toca às competições internas. Desde então passaram 119 dias, um registo verdadeiramente notável. A Académica (por intermédio de Miguel Fidalgo e Laionel) é a única equipa que se pode gabar de em termos domésticos já ter desfeiteado o guarda-redes espanhol, na Luz. E foram vários os conjuntos que já tentaram infrutiferamente alcançar o objetivo: V. Setúbal, Sporting, Sp. Braga, Paços de Ferreira, Naval e Olhanense. A nível interno, o Benfica consentiu ainda 1 golo ao Arouca, mas nessa partida a baliza estava à guarda de Júlio César.

Taça... da Liga

O Sp. Braga surge bastante desfalcado em Lisboa, mas mantém intacta a ambição de prosseguir a caminhada em direção ao Jamor. Ao contrário do Arouca, o conjunto arsenalista possui argumentos para discutir a eliminatória com o Benfica, sendo esse um dos pontos que devem fazer pender a balança para o lado de Roberto. Torna-se, assim, provável que a rotação na baliza seja adiada para janeiro, altura em que arranca a Taça da Liga.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:52

Dezembro 12 2010
publicado por Benfica 73 às 08:36
Tags:

Dezembro 12 2010

Jorge Jesus afirmou este sábado que acredita que o Benfica pode recuperar os oitos pontos de atraso em relação ao FC Porto, considerando que não existe diferença entre as equipas que justifique este intervalo pontual.

«Acredito plenamente que podemos recuperar esses oito pontos. Se o critério das grandes penalidades que têm acontecido no Campeonato fosse igual penso que estávamos mais perto do FC Porto. Não há uma diferença de valor entre uma equipa e outra para que o FC Porto tenha oito pontos de avanço», criticou o treinador, relembrando o jogo dos azuis-e-brancos com o V. Setúbal.

«O último exemplo dessa diferença de critérios aconteceu até no jogo do último fim-de-semana, com o Vitória de Setúbal. A diferença do FC Porto para o Benfica faz-se, um pouco, dessa mesma situação. O Benfica ainda está a tempo de recuperar. Nos últimos nove jogos do Campeonato ganhámos oito e perdemos um, diante do FC Porto. Mas temos vindo a recuperar pontualmente», disse Jorge Jesus.

O treinador dos encarnados espera que «o FC Porto vá perder pontos» fazendo que o Benfica se aproxime da liderança. Assim, para Jesus a conquista do campeonato não está posta de parte, embora não trace prioridades.

«Prioridade são as duas competições [Taça de Portugal e Campeonato]. Queremos vencê-las, cada uma no seu momento! Agora é um jogo da Taça. Mas o Campeonato está dentro do nosso pensamento e acreditamos que ainda temos muita capacidade para o vencer», concluiu.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:29

Dezembro 12 2010

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, assumiu este sábado a responsabilidade pela alteração de estado anímico dos adeptos, fruto da diferença das exibições da equipa em relação à época passada, mas apelou ao apoio para aliviar a pressão sobre os jogadores.

«Criámos, aliás eu criei, muitas expectativas em relação à Champions e àquilo que tínhamos feito no Campeonato passado. O Benfica é o maior clube português e um dos maiores do Mundo. Os seus adeptos e massa associativa vinham habituados a jogos da época passada, que eu dizia com nota artística, de grande qualidade», disse o treinador em declarações à Benfica Tv.

«Face ao valor da equipa, acreditei que pudéssemos fazer uma Champions completamente diferente. Essa euforia dos adeptos, passou. Agora, peço-lhes que continuem a apoiar e a acreditar na equipa. Tirem os jogadores desta pressão, porque de certeza que terão melhor rendimento. Ponham todas as críticas no treinador, que é o responsável quando as coisas não correm bem. Assim, teremos mais possibilidades de de ficarmos mais parto dos nossos rivais», declarou Jorge Jesus, salientando que o jogo com o SC Braga é determinante.

«Espero que os benfiquistas apareçam com as suas famílias, porque o Benfica é uma família muito grande e nós queremos a vibração deles. Sentimos muito quando estão com a equipa e quando não estão.O importante é que a equipa seja muito apoiada. Sentimos muito a falta dos nossos adeptos», rematou.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:27

Dezembro 12 2010

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, afirmou este sábado que o Benfica é candidato a conquistar a Taça de Portugal, mas face ao poder do SC Braga o jogo de domingo é «uma final».

«O SC Braga é uma grande equipa. O ano passado, por esta altura, era o primeiro classificado, salvo erro. Isso transmite toda a sua qualidade. Esta época, não está a fazer um campeonato tão forte como o ano passado, mas vai encarar este jogo como o Benfica: como uma final. Ambos têm o objectivo de chegar o mais longe possível nesta competição, que é a final, por isso este jogo vai ser uma final para nós!», disse o treinador, em declarações à Benfica Tv, prometendo uma equipa forte.

«Vamos encontrar um Benfica numa prova diferente, um Benfica que tem um jogo difícil com o SC Braga. Durante a semana trabalhámos muito naquilo que não fizemos tão bem contra o Schalke. Um Benfica convencido que tem de estar a um nível forte para vencer», afiançou Jorge Jesus.

Ainda sem convocados divulgados, o treinador admite que Rúben Amorim, que se encontra com dores numa coxa, pode ficar de fora do encontro com os bracarenses.

«O Rúben, esta semana, não se treinou com tanta intensidade. Teve uma paragem de dois meses. É uma possibilidade ser poupado», adiantou.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:24

Dezembro 12 2010

Luís Filipe Vieira anunciou este sábado, em carta dirigida aos presidentes das Casas, filiais e delegações do Benfica, o fim do boicote aos jogos fora. Apelos da família benfiquista mas também de outros clubes motivaram a decisão do presidente dos encarnados, avalizada pelos órgãos sociais do clube.

«Fui alvo, ao longo dos últimos meses, de muitos apelos, de pessoas singulares e de várias Casas do Benfica e até de Clubes. Fui sensível a esses apelos e levei o assunto ao plenário de órgãos sociais que ontem [sexta-feira] se realizou, tendo sido decidido que - independentemente da razão que nos assiste - é tempo de retirar o apelo ao boicote e continuar a acreditar na equipa campeã nacional. Juntos, como sempre, e determinados como nunca, vamos ultrapassar todos os obstáculos», escreve Vieira.

«Vencemos o desafio que tínhamos proposto», defende, sublinhando que «nem mesmo o facto de muitos benfiquistas se terem deslocado aos estádios do Algarve e de Aveiro pode ser visto como um sinal de fraqueza, mas antes um sinal da nossa força».

«Partilho do desencanto dos benfiquistas»

Na missiva que dirige aos representantes locais do Benfica, Luís Filipe Vieira diz compreender o «desencanto» com «o percurso acidentado» da equipa orientada por Jorge Jesus, mas lembra que decisões «a quente» ou seguir pelo «caminho mais fácil» podem originar os «maiores problemas».

«Quem não tem memória arrisca-se a ser ingrato, e há uma coisa que este clube não pode perder, a sua memória e a sua gratidão a todos os que contribuíram para engrandecer a nossa história. Sei do desencanto dos benfiquistas. Partilho desse desencanto, lamento o percurso acidentado que temos vivido, mas estou certo de que os primeiros a lamentá-lo são os nossos jogadores e a nossa equipa técnica. De uma coisa tenho a certeza: nunca devemos cair na tentação de reagir a quente, ou escolher o caminho mais fácil, porque o caminho mais fácil, muitas vezes, é aquele que nos leva aos maiores problemas», alerta.

Eis o conteúdo da carta de Luís Filipe Vieira:

«A minha última carta aos Sócios, em que transmitia o meu entendimento e reforçava o meu apoio às decisões tomadas no plenário de órgãos sociais, reunido no mês de Setembro, provocou um conjunto vasto de reacções, sinal positivo e o melhor indicador do incómodo provocado pela decisão então assumida. Quero, por isso, começar esta carta por agradecer aos milhares de Sócios e adeptos que podendo ter-se deslocado a jogos que a equipa realizou fora de portas, não o fizeram, porque perceberam que a força do Benfica está na união e que, situações graves exigem medidas excepcionais.

Demonstrámos, durante este tempo, a nossa força, o valor das nossas convicções e, por muito que alguns teimem em não querer ver que em estádios de 30 mil lugares, a lotação não chegou a metade da sua capacidade, não é por isso que deixámos de ter razão. Vencemos o desafio que tínhamos proposto. E, nem mesmo, o facto de muitos benfiquistas se terem deslocado aos estádios do Algarve e de Aveiro, pode ser visto como um sinal de fraqueza, mas antes um sinal da nossa força. Neste clube a unanimidade não se alcança - como em outros clubes - pela intimidação daqueles que discordam. A grandeza deste clube resultou, exactamente, de termos sempre sabido construir a nossa história na diversidade e na possibilidade de todos se exprimirem livremente. É isso que nos diferencia e é isso que nos engrandece!

Todos aqueles que foram a Faro ou a Aveiro partilham da mesma vontade e da mesma convicção dos muitos milhares de benfiquistas que decidiram respeitar o apelo que lhes foi feito, disso não tenho dúvidas. Todos eles sentem e vivem o Benfica com a mesma intensidade e querem o melhor para o seu Clube.

Não faço discriminações, nem recrimino aqueles que foram, mas evidentemente percebem que tenho de dirigir uma palavra especial de agradecimento a todos aqueles que com a sua ausência nos deram a sua compreensão em função do que lhes tinha sido pedido. Quero agradecer particularmente a todas as Casas do Benfica que não só acataram como souberam dinamizar-se em defesa do apelo que então foi lançado! As Casas do Benfica perceberam o alcance do pedido e trabalharam no sentido de honrar esse pedido. Quero, ainda, esclarecer que a posição que tomámos não foi contra os clubes, mas antes contra algumas pessoas que se movem nas sombras da legalidade e da ética e teimam em querer arrastar o futebol para um lugar que não é o dele.

Fui alvo, ao longo dos últimos meses, de muitos apelos, de pessoas singulares e de várias Casas do Benfica e até de Clubes. Fui sensível a esses apelos e levei o assunto ao plenário de órgãos sociais que ontem se realizou, tendo sido decidido que - independentemente da razão que nos assiste - é tempo de retirar o apelo ao boicote e continuar a acreditar na equipa campeã nacional. Juntos, como sempre, e determinados como nunca, vamos ultrapassar todos os obstáculos.

Quem não tem memória arrisca-se a ser ingrato, e há uma coisa que este clube não pode perder, a sua memória e a sua gratidão a todos os que contribuíram para engrandecer a nossa história. Sei do desencanto dos benfiquistas. Partilho desse desencanto, lamento o percurso acidentado que temos vivido, mas estou certo de que os primeiros a lamentá-lo são os nossos jogadores e a nossa equipa técnica. De uma coisa tenho a certeza: nunca devemos cair na tentação de reagir a quente, ou escolher o caminho mais fácil, porque o caminho mais fácil, muitas vezes, é aquele que nos leva aos maiores problemas».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:20

Dezembro 12 2010

O médio Rúben Amorim trabalhou este sábado sem limitações, sinal que recuperou da mialgia de esforço na coxa esquerda.
Esta foi a única novidade da sessão realizada à porta fechada.
O Benfica defronta amanhã (domingo) o SC Braga para a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal. Os convocados só são conhecidos no dia do jogo.
A partida tem início marcado para as 20.15 horas, no Estádio da Luz.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 02:55

Dezembro 12 2010

Os bicampeões nacionais alcançaram este sábado um triunfo robusto na 8.ª jornada da Liga portuguesa, ao vencerem em casa o Ginásio por 89-58.
Os pupilos de Henrique Vieira dominaram o encontro desde o início, indo para o intervalo já com uma boa vantagem sobre os visitantes (40-29).
Com um terceiro período muito forte, o Benfica obteve ainda uma vantagem maior no marcador (61-41).
Apesar do resultado dilatado, os “encarnados” não abrandaram o ritmo no último período e ganharam o encontro por 31 pontos de diferença.
Esta foi uma partida onde António Tavares assumiu o papel de melhor marcador. O experiente base marcou 16 pontos.
Referir que esta foi a sexta vitória do Benfica na edição 2010/2011 da Liga portuguesa. Depois do triunfo deste sábado, os “encarnados” apontam baterias para o encontro da próxima terça-feira, dia 14 de Dezembro, frente ao Lugano. O jogo é referente à 5.ª jornada da fase de grupos da Eurochallenge.

Classificação:
1.FC Porto, 7 jogos / 14 pontos
2.Benfica, 8 / 14
3.CAB Madeira, 9 / 14
4.Ginásio, 8 / 13
5.Académica, 7 / 11
6.Ovarense, 7 / 11
7.Sampaense, 7 / 10
8.Illiabum, 7 / 10
9.V. Guimarães, 7 / 10
10.Lusitânia, 8 / 10
11.Penafiel, 7 / 9
12.Barreirense, 7 / 9

Fonte: SLB / A Bola / Record

publicado por Benfica 73 às 02:09

Dezembro 12 2010

O Benfica alcançou este sábado uma vitória muito suada no terreno do Valongo, por 3-2, em jogo da 11.ª jornada do campeonato nacional. Os pupilos de Luís Sénica estavam a perder por 2-1 muito perto do final da partida, mas um bis de Luís Viana operou a reviravolta no placar.

Hugo Azevedo (8’) colocou o Valongo na frente. Tiago Rafael, ainda na 1.ª parte, empatou a partida a 1 golo, aos 22’.

No segundo tempo a equipa da casa voltou à liderança por intermédio de João Marques 40’. No entanto, coube a Viana decidir a partida com golos aos 53’ e 55’.

Resultados da 11.ª jornada:
Cascais - Cambra, 4-1
Valongo - Benfica, 2-3
Oliveirense - Candelária, 4-4
Óquei Barcelos - Espinho, 5-4
Física - Limianos, 1-4
Gulpilhares - HC Braga, 2-2
Juventude de Viana - FC Porto, 9-6
Classificação:
1. Benfica 30 pontos/ 11 jogos
2. FC Porto 28/ 11
3. Oliveirense 26/ 11
4. Candelária 24/ 11
5. Gulpilhares 15/ 11
6. O. Barcelos 15/ 11
7. Física 14/ 11
8. Porto Santo 13/ 9
9. J. Viana 12/ 11
10. Tomar 12/ 10
11. Limianos 12/ 11
12. Valongo 11/ 10
13. HC Braga 11/ 11
14. A. Espinho 10/ 11
15. Cascais 8/ 11
16. Cambra 5/ 11

Fonte: A Bola / Record

publicado por Benfica 73 às 01:50

Dezembro 12 2010

O Benfica manteve, este sábado, a liderança isolada no Campeonato Nacional, ao vencer fora a Ac. Espinho, por 3-1. Mais fáceis foram os triunfos dos seus rivais na corrida ao título, o Sp. Espinho e o V. Guimarães, que derrotaram, também fora, pela diferença máxima, o Marítimo e Vilacondense, respetivamente.

Este domingo, disputa-se a 14.ª jornada, com as atenções centradas no embate entre o V. Guimarães e Benfica, mas também na luta pelo 6.º lugar, a última posição que dá acesso à Série dos Primeiros na segunda fase do Campeonato.

Resultados da 13.ª jornada:

Vilacondense-Vitória de Guimarães, 0-3 (17-25, 19-25, 21-25)

Académia de Espinho-Benfica, 1-3 (25-23, 26-28, 15-25, 15-25)

Marítimo-Sporting de Espinho, 0-3 (17-25, 19-25, 20-25)

Machico-Esmoriz, 0-3 (26-28, 16-25, 17-25)

Clube K-Leixões, 0-3 (23-25, 23-25, 20-25)

Fonte Bastardo-Castelo da Maia, 1-3 (23-25, 25-17, 18-25, 23-25)

Classificação:

1. Benfica, 34/13
2. V. Guimarães, 32/13
3. Sp. Espinho, 30/13
4. Castelo da Maia, 30/13
5. Fonte Bastardo, 26/13
6. Leixões, 22/13
7. Vilacondense, 19/13
8. Esmoriz, 17/13
9. Marítimo, 10/13
10. Ac. Espinho, 8/13
11. Clube K, 6/13
12. Machico, 0/13

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 01:47

Dezembro 12 2010

O ABC venceu o Benfica por 29-26, na Luz, e reforçou o segundo lugar na Liga portuguesa de andebol.
Os encarnados reagiram na segunda parte depois de recolherem aos balneários com uma desvantagem de cinco golos (10-15), mas de nada valeu os esforços de Carlos Carneiro, melhor marcador do Benfica com sete golos, e David Tavares e José Costa, ambos com seis golos.
Luís Bogas (6) foi o melhor marcador dos minhotos, que assim mantêm dois pontos de diferença para o líder FC Porto, que hoje venceu em casa o S. Bernardo.
Resultados da 15.ª jornada:
FC Porto - São Bernardo, 37-24
Colégio 7 Fontes - Madeira SAD, 31-35
Benfica - ABC, 26-29
Águas Santas - São Mamede, 29-22
Belenenses - Xico, 38-28
Sporting Horta - Sporting, 21 horas (22 horas em Lisboa)

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 01:05

BENFICA 73
contador grátis
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...