Dezembro 07 2010

Benfica 1 - 2 Schalke

 

O Benfica perdeu esta noite em casa (1-2) com o Schalke e esteve à beira de ser afastado das provas europeias. Valeu às águias um golo do Lyon em cima da hora, no jogo com o Hapoel.
Num jogo em que só a vitória colocaria a equipa a salvo de uma surpresa na partida de Lyon, o Benfica teve as primeiras oportunidades para marcar, mas a desinspiração de Óscar Cardozo manteve a baliza alemã livre de perigo.
Do lado contrário, o espanhol Jurado – à passagem dos 20 minutos – foi menos perdulário. Recebeu um passe feito com o peito por Raúl e rematou forte e colocado, sem hipóteses para Roberto.
Ao intervalo Jorge Jesus tentou corrigir alguns desequilíbrios da equipa, fazendo entrar Aimar e Gaitán, que começaram o jogo no banco, e sair César Peixoto e Maxi Pereira. O Benfica demorou a reagir e os alemães mantiveram o jogo sob controlo. Em França o Lyon ia dando uma ajuda aos encarnados e até se colocava em vantagem.
Pouco depois, no entanto, o Hapoel reagiu e empatou o outro jogo do grupo. Os israelitas fizeram ainda o segundo golo e deixaram a águia em posição difícil. O Benfica estava, agora, obrigado a ganhar para continuar na Europa.
Jesus tirou Carlos Martins e fez entrar Salvio. Quase de seguida o Schalke aumentou a vantagem, através de Howedes. A cerca de oito minutos do final da partida o Benfica tinha de marcar três golos ou esperar que o Lyon marcasse um.
Luisão reduziu, mas a águia não completou o milagre. Valeu, no entanto, o golo do empate alcançado pelo Lyon, em França. O Benfica esteve quase eliminado, mas acabou por beneficiar da preciosa ajuda dos franceses.
O Benfica é terceiro classificado no grupo B e passa à Liga Europa, onde vai encontrar-se com Sporting e FC Porto. O SC Braga ainda disputa o apuramento para os oitavos de final da Champions, mas tem o apuramento garantido para a Liga Europa, no pior dos cenários.

 

Clique aqui para consultar a ficha de jogo, as incidências da partida e os comentários dos leitores.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 23:50

Dezembro 07 2010

O Lyon chegou à 6.ª e última jornada, do grupo B da Liga dos Campeões, com necessidade de vencer em casa o Hapoel Telavive e esperar que o Schalke não vencesse na Luz, para chegar ao 1.º lugar. No final os franceses apenas conseguiram empatar a 2 golos o que ajudou o Benfica a seguir para a Liga Europa.

Depois de uma primeira metade sem golos, o avançado argentino ex-FC Porto, Lisandro López, colocou o Lyon na frente do marcador, aos 62 minutos. O Hapoel foi pronto a responder e Ben Sahar, aos 63’, empatou a partida.

Zahavi, aos 69’, colocou os israelitas na frente com um enorme golo, através de um pontapé de bicicleta. A vencer por 2-1 a formação de Telavive apurava-se para a Liga Europa, pois, nessa altura, o Benfica perdia em casa por 0-2 com os alemães do Schalke.

Valeu ao Benfica – mais que ao Lyon que acabou no 2.º lugar do grupo – um golo de Lacazette nos últimos minutos da partida (88’), que garantiu a continuidade dos encarnados na UEFA. A formação de Jorge Jesus segue para a Liga Europa.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 23:36

Dezembro 07 2010
publicado por Benfica 73 às 23:22

Dezembro 07 2010

O médio Elias, que esteve à beira de ingressar no Benfica, disse esta terça-feira à Antena 1 que o avanço dos encarnados não deu certo, daí ter rubricado pelo Atlético Madrid.

"Tinha dois clubes, era o Benfica ou o Atlético. A proposta foi boa para mim e para o Corinthians", confidenciou o internacional brasileiro.

O até aqui camisola 23 do Timão considera estar preparado para a experiência europeia e deseja garantir a continuidade nos eleitos do selecionador brasileiro, Mano Menezes.

Devido à saída do jogador de 25 anos - eleito para o 11 ideal do Brasileirão'2010 - o diretor de futebol do clube de São Paulo já garantiu que a outra referência do meio-campo, Jucilei, não vai sair.

"O Jucilei não vai sair. Ficará até ao final da Taça dos Libertadores", indicou Mário Gobbi Filho, citado pela Globo, em reação ao interesse de vários clubes, nos quais, segundo tem sido veiculado, se inclui o Benfica.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 16:50

Dezembro 07 2010

Empresário de Éder Luís garante que jogador emprestado pelo Benfica ao Vasco da Gama «é muito cobiçado».
«O Éder tem sido cobiçado por muitos clubes mas penso que não sairá do Vasco em Janeiro. É uma possibilidade e ver com o Benfica e depois com o Vasco, mas o jogador não quer sair. Depois de terminar o empréstimo é quase impossível ele ficar. O Benfica quer vendê-lo porque ele está muito valorizado», explicou Márcio Bittencourt, empresário do avançado, em declarações à imprensa brasileira, que fala no interesse de clubes árabes, mexicanos e russos no jogados encarnado.
Entretanto, o Vasco da Gama já está no mercado à procura de um substituto de Éder Luís, que realizou um excelente campeonato com a equipa do Rio de Janeiro. Nilmar (Villarreal) e Grafite (Wolfsburgo) são os nomes apontados ao Gigante da Colina. «Pedi os dois. Penso que dá para contratar pelo menos um», disse o técnico Paulo César Gusmão.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 16:09

Dezembro 07 2010

Palhaçaria é um país curioso. Vale uma visita…

Anafado, de olhos protuberantes, cabeça calva, orelhas peludas, o Rei dos Palhaços baba-se de uma baba bovina.

Opado pelos comprimidos que lhe permitem disfarçar a impotência, rebola o olhar pelos estranhos mamíferos que o rodeiam. Há para a sua flausina do momento um dedicado vislumbre lúbrico. Repugnante mas ainda assim lúbrico. E ela, pobre tonta, cega, retribui. A qualquer momento teme-se que lhe expluda uma coronária, mas o animal é rijo e suporta o arremedo de fluxo sanguíneo.

À sua volta, encharcados por um salivar constante das suas gengivas descarnadas, os cães-palhaço esperam um gesto seu.

Na continuada farsa em que se agitam, a degola de inocentes a que acabam de assistir é apenas mais um episódio que os faz arfar de contentamento. E desta vez nem precisaram da ajuda do bando dos palhaços-pretos.

Há uns que aproveitam para enfiar nos focinhos as bolas de nariz de palhaço.

Em Palhaçaria, as bolas de narizes de palhaço não são vermelhas: são brancas. Bolas de golfe…

Como em todos os países, em Palhaçaria também há crianças que gostam de palhaços. Na sua inocência não entendem a profunda estupidez, os requintes de maldade, o humor boçal, os laivos de ordinarice sabuja. Depois crescem e entendem. E como todos os adultos deixam de ter paciência para palhaços. Sejam eles pobres ou ricos.

Em Palhaçaria os palhaços não se limitam a não ter graça. Não se limitam a ser grotescos. Não se cansam de espalhar em redor o nojo dos seus procedimentos macabros.

São apenas palhaços tristes…

publicado por Benfica 73 às 12:22

Dezembro 07 2010

Já por mais de uma vez, expressei nas páginas do nosso jornal, que o único laço que me une ao Benfica, é apenas e só, o próprio Benfica. Também não sou ingrato, para com os demais benfiquistas, que ajudaram ou ajudam a engrandecer o Clube, mas não alimento, nem alimentarei egos externos ou internos, sejam eles contínuos ou passageiros. E, afinal, passageiros somos todos. Eterno só o Benfica. Esta identidade, colectiva que está acima de caudilhos, heróis ou oportunistas. Acredito nos que se preocupam mais com o que podem dar ao Benfica, do que aquilo que o Benfica lhes pode dar.

Nunca fomos um clube “Sebastiânico”, preguiçoso, por isso, não vai ser agora num momento de grande sofrimento desportivo, apesar de várias adulterações já feitas à nossa história secular, que nos afastaremos da nobre tradição e divisa: E PLURIBUS UNUM.

Temos de estar unidos como nunca. Unidos como Cosme Damião, Ribeiro dos Reis, Bermudes, Bogalho, Borges Coutinho e tantos outros preconizaram. Com espírito de missão e não espírito de missiva. E quando digo, unidos como nunca, não é estarmos unidos à volta de um homem, de um D. Sebastião que nos vem salvar e redimir das nossas próprias culpas. A culpa não deve morrer solteira, mas todos temos obrigação de “casar” com ela e não de sacudir a “água do capote” e empurrar para cima dos outros uma culpa colectiva. É nas horas más, que se vê a grandeza. Das pessoas e dos clubes. E o nosso é o Maior. Façamos o culto dos valores do Benfica e não das pessoas. Pois se, o nosso fundador mais famoso era órfão de pai, o “Glorioso” SPORT LISBOA E BENFICA, ao contrário de outros, jamais será órfão de um caudilho.

publicado por Benfica 73 às 12:21

Dezembro 07 2010

O desenvolvimento do futebol enquanto negócio de milhões foi fazendo rarear os exemplos de jogadores ligados a um clube durante mais do que uma década ou até por uma carreira inteira. A mistura de atleta com símbolo passou a ser menos evidente, quer queiramos quer não. É uma pena, dirão os apaixonados, é um sinal dos tempos, dirão os empresários e dirigentes desportivos. Esta mudança de ciclos, faz com que jogadores como Mantorras e Nuno Gomes sejam hoje tão respeitados pela massa associativa. O angolano levantou o Estádio da Luz sempre que saltou para o aquecimento para posteriormente entrar em jogo. Invariavelmente fez explodir de alegria os milhares ao pisar o relvado e, ainda mais, ao marcar um golo. Houve poucos como ele, nunca o esqueceremos. Jamais deixaremos de te lembrar, Pedro. Nuno Gomes regista igual marca de popularidade, provoca emoções idênticas, ao mesmo tempo que continua a figurar na lista do onze ideal de muitos benfiquistas. 179 golos e 85 vezes capitão em 10 épocas, eficaz, altruísta no terreno e perfeito conhecedor da mística do SLB e da sua importância nos panoramas nacional e internacional. Por isso, cá vai, Nuno: és grande, quando jogas e quando não jogas, para mim enquanto adepto e sócio continuas a ser o melhor pivô atacante português, és quem melhor constrói oportunidades e quem melhor faz jogar junto às balizas adversárias. Contigo, ao futebol nacional não faltam 20 metros, nem dez, nem cinco, contigo não falta nada ao espectáculo, à satisfação do público e à presença deste grande clube nas competições que orgulhosamente disputa. Contigo, a emoção não arreda pé do relvado. As pessoas vêm aos estádios para te ver, para gritar o teu nome, para se sentirem bem representadas em campo, para terem a certeza de que são correctamente defendidas durante a hora e meia de jogo. É por causa de jogadores como tu que o «pontapé na bola» ainda é um desporto capaz de fazer esquecer os objectivos comerciais do tal negócio de milhões. Respeitamos-te, estamos contigo hoje e sempre, alinhes de início ou nem sequer jogues.

publicado por Benfica 73 às 12:20

Dezembro 07 2010

Reforço do ataque em perspectiva: Kléber pode chegar à Luz em Janeiro. O avançado de 20 anos do Atlético Mineiro emprestado ao Marítimo é um nome muito apreciado pela SAD e por Jorge Jesus e são fortes as possibilidades de se tornar jogador dos encarnados na reabertura do mercado de transferências.
O negócio poderá conhecer um desfecho feliz para os encarnados graças ao bom relacionamento com as outras partes envolvidas, Atlético Mineiro e Marítimo. Recorde-se, por exemplo, que o emblema de Belo Horizonte transferiu Éder Luís para o Benfica, há um ano; há três, também na reabertura do mercado, foi a vez de os benfiquistas recrutarem Makukula aos madeirenses, clube ao qual o internacional português estava emprestado pelo Sevilha.
O papel do Marítimo
As semelhanças entre os processos de Kléber e de Makukula são nítidas. Porque também agora muito dependerá do Marítimo. Em 2008 foram os insulares a desbloquear a situação, libertando o ponta-de-lança, antes do final do período de empréstimo celebrado com o Sevilha, mediante uma compensação financeira paga pelo Benfica no valor de 500 mil euros.
O caso do avançado brasileiro poderá ocorrer nos mesmos moldes, uma vez que o empréstimo do Atlético Mineiro aos verde-rubros só termina no final da presente temporada.
Além de uma possível verba a receber, o Marítimo poderá ainda acolher em Janeiro um jogador dos quadros benfiquistas, nomeadamente um médio de características ofensivas.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:55

Dezembro 07 2010

Passava pouco das 10h30 quando Jorge Jesus entrou no relvado número 3 do Seixal, acompanhado pela restante equipa técnica. Logo de seguida, David Luiz pisou também o terreno, isolado do restante grupo e encaminhou-se, sempre bem-disposto, para o banco de suplentes.

O técnico aproveitou o momento a “sós” e conversou durante alguns minutos com o central brasileiro, dando-lhe, certamente, alguns conselhos e indicações para o embate com os alemães. Com um papel na mão, o técnico fez vários gestos de movimentações defensivas perante o olhar muito atento do camisola 23, que voltará a formar dupla com Luisão. Este diálogo, refira-se, terminou pouco depois, quando os restantes jogadores entraram no relvado para iniciar a sessão de trabalho.

David Luiz passou uma fase algo conturbada nos últimos tempos, com exibições menos conseguidas de águia ao peito, mas já afirmou que quer retomar a boa forma patenteada na última temporada e que despertou a cobiça dos principais emblemas europeus, com o Manchester City à cabeça. Nos últimos encontros do campeonato, o central registou boas atuações e ainda no treino de domingo, aberto ao público, evidenciou a garra e determinação que o notabilizaram.

Alegria

Nos minutos abertos aos jornalistas, o plantel encarnado fez apenas alguns exercícios de aquecimento, com destaque para os tradicionais “meinhos”. E aí foi possível ver a boa disposição e alegria do plantel encarnado, antes do jogo que vai decidir o futuro das águias nas competições europeias desta temporada. Tentando sacudir a pressão, os jogadores encarnados dividiram-se em dois grupos e as brincadeiras sucederam-se, enquanto vários atletas iam passando pelo meio.

E o que é certo é que o exercício acabou por deixar “marcas” em alguns dos atletas. Carlos Martins foi um dos que deu voz à boa disposição e, enquanto alongava, desabafou em tom de brincadeira. “Vocês até choram para me ver no meio.” Seguiram-se sorrisos cúmplices.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 11:45

Dezembro 07 2010

O Benfica despede-se hoje da Liga dos Campeões, num jogo frente ao Schalke em que o pouco que há a ganhar (leia-se apuramento para a Liga Europa) não pode fugir de maneira nenhuma, sob pena de transformar aquilo que, no início da época, era um sonho na Luz, numa verdadeira catástrofe que seria a despedida das competições europeias na presente temporada.

Para assegurar a salvação da época, a equipa de Jesus parte em clara vantagem em relação ao concorrente direto, o Hapoel. Seria preciso uma conjugação de resultados improvável na teoria, a começar por uma vitória dos israelitas no terreno do Lyon, juntando-se um empate ou derrota dos encarnados frente aos germânicos.

De modo a não facilitar, nem ficar numa posição (ainda mais) incómoda no cargo, Jesus não deverá proceder a grandes alterações no onze. À frente de Roberto, estará o quarteto defensivo mais rotinado, composto por Maxi Pereira, Luisão, David Luiz e Fábio Coentrão. A realizar mexidas, estas podem acontecer nas laterais, com descanso a Maxi e recuo de Amorim ou a Coentrão, com entrada de César Peixoto. Se Ruben Amorim não recuar para lateral-direito, então é crível que mantenha o lugar no lado direito do meio-campo, deixando Carlos Martins uma vez mais de fora, já que Aimar parece ter lugar assegurado no vértice mais adiantado do losango. Os restantes lugares do meio-campo serão ocupado por Javi García e Nico Gaitán.

Nuno Gomes no banco?

Na frente de ataque, a dupla-maravilha é, simplesmente, intocável e a grande surpresa poderá acontecer nas opções a estes dois elementos, no banco de suplentes. Com Kardec fora dos convocados por opção técnica, sobram Jara, Nuno Gomes e Weldon. A julgar pelas opções recentes de Jesus, um dos avançados poderá ser o preterido dos eleitos, restando saber se essa “cruz” continuará a ser destinada ao capitão benfiquista que desde que marcou à Naval nunca mais foi chamado pelo treinador das águias à equipa, raramente fazendo parte dos elementos que vai para o banco, apesar dos pedidos insistentes dos adeptos benfiquistas.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 11:41

Dezembro 07 2010

O Benfica está a estudar uma viagem a Angola, no final da temporada. Caso aceite o convite endereçado ao clube, a equipa de Jorge Jesus vai participar num torneio quadrangular de encerramento da época, no qual vão estar adversários de renome.

Embora as presenças ainda estejam por confirmar, a organização estima que, além do Benfica, também o At. Madrid, o Vasco da Gama e o Interclube, atual campeão angolano, estejam presentes na prova.

Este poderá ser o regresso do Benfica a Luanda, onde esteve a 10 de novembro, para participar num jogo comemorativo da independência de Angola. O encontro, recorde-se, terminou com uma vitória (2-0) diante da seleção local. Esta viagem foi justificado pelo pagamento de um elevado prémio de participação, tal como acontecerá no final do campeonato, caso o clube aceite a presença no torneio.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 11:31

Dezembro 07 2010

Benfica entra esta terça-feira em campo com a participação nas competições europeias em risco. Jesus aposta forte para vencer e não estar dependente do resultado do Lyon-Hapoel. Kardec de fora.
O objectivo mínimo da qualificação para os oitavos-de-final ficou pelo caminho e o Benfica entra em campo, hoje, sob o perigo de ficar fora das competições europeias - o jogo com o Schalke, esta noite (19.45 h, com transmissão na RTP1) é mesmo a prova dos nove dos campeões nacionais. Até porque se garantir a presença na Liga Europa abre-se um horizonte com mais nove jogos, dos dezasseis avos-de-final até à final, em Dublin, a 18 de Maio.
Como Jorge Jesus antecipou antes do jogo com o Hapoel, em Telavive, este é mesmo um jogo decisivo para o Benfica. Mas não, seguramente, pelas razões que, então, dominavam o espírito do técnico. De qualquer forma, ao Benfica só resta ganhar para não estar dependente do resultado do Hapoel. Por isso, Jesus não se pode dar ao luxo de poupar os melhores - tudo indica que deve repetir o onze que venceu, na última jornada da Liga, o Olhanense, por 2-0. O treinador dos encarnados só repetiu um onze esta temporada, curiosamente no jogo contra o Schalke na Alemanha, depois de uma vitória sobre o Marítimo, no Funchal.
Rúben Amorim e Carlos Martins lutam por um lugar na direita do meio-campo, mas as maiores garantias defensivas do primeiro devem ser decisivas na hora de Jesus escolher o onze. Gaitán não terá o lugar seguro, depois de exibição cinzenta com o Olhanense.
Kardec dá lugar a Weldon
A substituição de Alan Kardec por Weldon é a única novidade na lista de convocados para o jogo com o Schalke. Contra o Olhanense, Nuno Gomes, que está outra vez entre os 19 eleitos, foi convocado mas nem chegou a ir para o banco, de onde não saiu Kardec.
O avançado brasileiro está diminuído fisicamente (traumatismo na coxa esquerda), e tem vindo a fazer tratamentos diários para ultrapassar o problema. Weldon, apenas com 54 minutos em todas as competições, ocupa o lugar do compatriota.
Evitar o golo 200
A humilhação sofrida em Israel deixou o Benfica à beira de chegar a um número redondo - neste momento os encarnados somam 199 golos sofridos na principal competição europeia, 47 dos quais já sob a designação de Liga dos Campeões. E o Schalke, curiosamente, está apenas a um golo do registo de 50 na Champions. Os benfiquistas esperam, seguramente, que não se concretize o casamento desses números.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:28

Dezembro 07 2010

Luís Filipe Vieira chega hoje a Lisboa, depois de ter estado alguns dias no Brasil. O presidente das águias deslocou-se àquele país para tratar de questões da sua vida empresarial, mas aproveitou para tentar negociar o reforço do plantel de Jorge Jesus.

Elias, médio do Corinthians, esteve na agenda do líder dos encarnados e Vieira, de 61 anos, chegou mesmo a conversar com Andrés Sanchez, responsável pelo emblema de São Paulo, mas a falta de acordo em relação à forma de pagamento inviabilizou o negócio. O jogador, recorde-se, está a caminho do At. Madrid, onde será treinado por Quique Flores.

Este regresso a Portugal permitirá ao presidente do emblema da Luz assistir ao encontro com o Schalke 04, que marca o adeus do Benfica à Liga dos Campeões. Vieira vai estar de olhos postos no relvado, acreditando que a equipa consegue a presença na Liga Europa.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 11:14

Dezembro 07 2010

Avançado benfiquista é desejado para o ataque. Pedro Araújo e Meduna ainda não jogaram.
O clube aveirense tem analisado o mercado com o propósito de reajustar o plantel em Janeiro, devendo registar-se saídas e entradas.
No que toca a dispensas, há duas possibilidades fortes: Pedro Araújo e Renan Meduna que ainda não têm um minuto sequer de competição.
Em relação a entradas, é prioritário um ponta-de-lança, que pode chegar emprestado: Weldon (Benfica) é nome em agenda.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:10

Dezembro 07 2010

Fábio Coentrão tem sido seguido por alguns dos clubes mais poderosos da Europa e esteve até perto de sair do Benfica no último Verão. O Bayern de Munique tornou real o seu interesse pelo ala-esquerdo e apresentou mesmo uma proposta a Luís Filipe Vieira. Porém, o valor exigido pelo presidente do clube da Luz levou a que o campeão germânico desistisse do camisola 18. "O valor que nos pediram pelo Fábio Coentrão era um absurdo", revelou Christian Nerlinger, director-desportivo dos bávaros.

"O treinador, a Direcção, o presidente e eu acordámos que só faríamos uma investida no mercado se conseguíssemos contratar jogadores genuinamente melhores do que os do nosso plantel. Por isso observámos o mercado", referiu em declarações, no último domingo, à televisão alemã Sport1, explicando que o internacional português só não ingressou na formação de Butt, guardião que já passou pelo Benfica, devido às "loucas" exigências de Luís Filipe Vieira.

Além de Fábio Coentrão, também Van der Wiel (lateral-direito do Ajax) esteve em estudo, mas o dirigente sublinhou que o jogador "não impressionou no Mundial", precisamente ao contrário do que sucedeu com o futebolista encarnado, que mereceu até uma observação "in loco" de Franz Beckenbauer, presidente honorário do clube. O camisola 18 continua na mira do Bayern de Munique, que admite nova investida ao mercado, mas também de Barcelona, Real Madrid, Atlético de Madrid, Chelsea, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Inter, AC Milan, Roma e Juventus. A lista é enorme, mas o líder encarnado só admite deixar sair o jogador por 30 milhões de euros, valor da cláusula de rescisão.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 10:35

Dezembro 07 2010

Rodrigo pode render muitos milhões ao Benfica. Depois de ter sido anunciada a possibilidade de o Real Madrid reaver o jogador a troco de 12 milhões de euros, agora surge a notícia do interesse do Bolton em adquirir de forma definitiva o passe do jovem avançado. Rodrigo não tem sido muito utilizado em Inglaterra, mas Owen Coyle, técnico do Bolton, está impressionado com as qualidades do jogador e, segundo a Imprensa britânica, deseja mantê-lo no clube.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 09:30

Dezembro 07 2010
publicado por Benfica 73 às 08:43
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...