Novembro 26 2010

Os campeões europeus venceram o Time Lviv, numa partida da segunda jornada da Ronda de Elite da UEFA Futsal Cup. Quando faltavam três segundos para o apito final, o capitão dos “encarnados”, Pedro Costa, desfez o empate e garantiu os três pontos.
A equipa de Paulo Fernandes apresentou-se nesta partida com um cinco inicial composto por Vítor Hugo, Joel Queirós, Gonçalo Alves, Davi e César Paulo e encontrou um adversário complicado, confirmando as palavras do técnico “encarnado” na antevisão ao encontro.
A primeira parte foi muito equilibrada, com jogadas de parada e resposta. Ao intervalo o nulo subsistia, com os golos a estarem guardados para o segundo tempo. A etapa complementar ofereceu espectáculo no Pavilhão sérvio.
Os ucranianos até foram os primeiros a marcar, por intermédio de Yakunin (31’), mas o Benfica reagiu e nunca desistiu de alcançar o triunfo. Joel Queirós devolveu o empate no minuto seguinte (32’) e a três segundos do final do jogo, Pedro Costa alcançou o tento da vitória.
Nesta mesma ronda, os sérvios do Ekonomac Kragujevac venceram os croatas do Nacional Zagreb por 4-1, o que coloca os sérvios e os portugueses na liderança do Grupo A, com duas vitórias cada um. O primeiro lugar e consequente apuramento para a Final Four será decidido no próximo domingo, dia 28 de Novembro, entre o Benfica e o Ekonomac.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 23:36

Novembro 26 2010

QUALQUER benfiquista que olhe para o jogo do Benfica em Telavive apenas com olhos para esse jogo não pode de deixar de se sentir acometido por uma estranha mas genuína sensação de pena de Jorge Jesus. Mais do que dos jogadores.

Hoje, é Jesus o homem destinado a crucificar-se, e se qualquer benfiquista olhar, portanto, para o jogo de Telavive como o único jogo desta história, então não pode mesmo deixar de se imaginar na pele do treinador benfiquista: mas como é que foi possível perder este jogo por 3-0?

Coitado de Jesus; só lhe faltava mesmo ver-se associado a essa terrível lei de Murphy, segundo a qual «se algo se prevê que possa correr mal, então correrá ainda pior». Mais ou menos isto.

Digam lá, os benfiquistas, com franqueza: não sentiram a mesma estranha mas genuína sensação de que algo poderia correr mal no Estádio do Dragão? Pois correu ainda pior.

E desta vez: não terão sentindo, lá no fundo, a mesma estranha mas genuína sensação de que algo poderia correr mal em Israel? E, sinceramente, o que seria correr pior?

Apesar de apregoar, no início da temporada, ter a melhor equipa e a convicção de que o Benfica seria esta época bicampeão nacional, Jesus parece hoje, apenas três meses volvidos, um treinador destroçado, com muito menos alma e visivelmente mais descrente.

A equipa não podia ter começado pior o campeonato, mostrou relativamente cedo ter perdido boa parte da identidade vencedora que a levou ao título e, o que sempre me pareceu mais preocupante, foi perdendo espírito. Por falar em espírito e traduzindo o espírito da manchete de ontem de A BOLA faz realmente sentido perguntar: a equipa não pode ou… já não quer?

Para quem está de fora, é difícil, muito difícil acreditar que não haverá nenhuma razão de fundo para o Benfica ter mudado tanto do título para agora. É difícil.

Perguntarão: mas Jorge Jesus deixou de ser o bom treinador que a grande maioria reconheceu, sobretudo, na última temporada?

Como posso duvidar das qualidades técnico-tácticas de Jesus? Não posso. Mas posso duvidar de todas as outras. Diz Jesus: «De futebol sou eu catedrático.» Acredito. De tácticas, quererá dizer. Mas, desculpem lá o regresso do lugar-comum, um treinador de futebol é hoje muito mais que um treinador; é treinador, gestor de recursos humanos, comunicador, líder, confessor e conversor, manipulador e defensor; tem de contagiar, motivar, emocionar, congregar e confiar, ser eticamente solidário e tolerante, e, por fim, ser responsável, afirmativo e claro nas regras que impõe e na exigência que define.

Em qual destes aspectos mais será Jesus catedrático?

Já alguém ouviu o treinador do Benfica partilhar o sucesso com alguém da sua equipa técnica?

E alguém o ouviu assumir por inteiro a responsabilidade de uma única que fosse das oito derrotas que a equipa já soma nos 18 jogos oficiais que leva nesta temporada?

Jesus sabe de futebol? Saberá certamente, e talvez muito. Jesus é um bom líder? Infelizmente para ele e para o Benfica, parecem evidentes os sinais de que não será. E sem um bom líder, nenhuma equipa de futebol pode aspirar a ser verdadeiramente grande!

Autor: João Bonzinho

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 21:04

Novembro 26 2010

Airton treinou esta sexta-feira sob o olhar atento do corpo clínico do Benfica, uma vez que o médio-defensivo, segundo informa o site do clube, encontra-se a recuperar de uma mialgia na coxa direita. Os encarnados trabalharam à porta fechada, no Seixal, longe de olhares indiscretos.

A formação da Luz, que prepara o encontro do próximo domingo, frente ao Beira-Mar, volta aos treinos durante a manhã deste sábado, numa sessão que Jorge Jesus agendou para as 10 e 30. E decorrá, novamente, à porta fechada.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 20:52

Novembro 26 2010

O Sport Lisboa e Benfica marcou presença na Feira da Solidariedade Novo Mundo, que decorre no Centro de Congressos de Lisboa. Os atletas Nuno Gomes e Luís Filipe estiveram presentes no certame, que tem como lema "Construa Connosco um Novo Futuro”.
“Nós como jogadores do Benfica e figuras públicas temos de fazer parte destes eventos de solidariedade. Este evento é uma ideia muito bem conseguida, com as pessoas a ajudarem crianças em risco e que precisam de um lar e o Benfica gosta de participar e ajudar estas acções. Marquei presença com muito gosto”, explicou o avançado em declarações à Benfica TV.
Outro jogador presente foi o lateral direito, Luís Filipe, que tem como objectivo cativar pessoas: “O objectivo é cativar as pessoas para a Feira e a aderirem à iniciativa e nós como jogadores do Benfica, é natural que as pessoas tenham carinho por nós. Espero que a nossa vinda seja uma mais valia, para ajudar quem mais precisa.”
A presidente da Associação Novo Mundo, Isabel Megre, elogiou o Clube da Luz, por se associar à iniciativa: “O Benfica é fantástico, porque não só se associa ao evento, como ainda participa na festa de Natal das nossas crianças.”
Em relação ao evento, Isabel Megre realçou a importância de continuarem a ajudar a Associação: “Já é a sétima edição e tem de continuar, porque é fundamental para a angariação de fundos. É um evento muito importante para a nossa Associação.”
Inaugurada a 25 de Novembro, a Feira de Solidariedade Novo Futuro mantém as portas abertas, até dia 28, no Centro de Congressos de Lisboa.

Fonte:SLB

publicado por Benfica 73 às 18:20

Novembro 26 2010

A CGTP e a UGT não podiam ficar mais contentes. No dia em que ambas as centrais sindicais decretaram, em conjunto, a greve geral no país, viram, com surpresa, os jogadores do Benfica aderirem, em Telavive, ao protesto nacional, numa greve de braços e pernas caídas, o que levou a uma total abstinência de golos, de futebol e, obviamente, de prestígio.

As consequências desportivas foram, de facto, devastadoras, numa exibição que não pode deixar de ser vista como ridícula e infantil. No entanto, o direito à greve é constitucional e a intenção da greve é mesmo a de provocar inevitáveis incómodos.

Será difícil recordar, no passado, uma greve com tamanho sucesso numa equipa de futebol. Fontes sindicais lançaram, mesmo, um número próximo dos cem por cento. A curiosidade está em que a entidade patronal nem sequer contrariou a grandeza desta adesão grevista. Terá sido, mesmo, a maior greve à competência, ao sentido de responsabilidade e à capacidade profissional, que alguma vez se viu na longa história do futebol do Benfica.

A greve deverá, também, ter apanhado de surpresa o treinador Jorge Jesus, que, ao longo da sua carreira, nunca terá sido tão pouco respeitado pelos seus jogadores. Foi, de resto, angustiante ver o treinador gesticular na linha lateral, como se estivesse à espera de um comboio que nunca passou.

Não menos surpreendido, terá ficado o presidente do clube e a administração da empresa, conhecida por SAD, que vê definhar, com a saída da Champions, uma importante fonte de receita do fundo desportivo europeu. Há, por isso, uma grande expectativa por conhecer, agora, a reacção patronal.

Autor: Vítor Serpa

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 18:04

Novembro 26 2010

O presidente da Casa do Benfica de Aveiro, Jacinto Silva, garantiu esta manhã não ir ao jogo com o Beira-Mar, no domingo, por estar solidário com o apelo de boicote feito pela Direcção do clube da Luz.
«Não vou ao jogo. Estamos solidários com os órgãos sociais do Benfica, mas este é um clube democrático e o Benfica não proíbe ninguém de ir ao estádio. Apenas aconselhou. As casas do Benfica da Beira Litoral, que vão de Tomar a São João da Madeira, tiveram uma reunião em Coimbra e decidiram estar solidárias com esta medida», afirmou Jacinto Silva, que admitiu ele próprio ter tomado a decisão de não acompanhar a equipa encarnada nos jogos fora há algum tempo:
«É inadmissível o que se passa no futebol. Dá dois anos jurei não ir mais ver jogos fora. Paguei 30 euros por um bilhete no Estádio do Mar, fiquei atrás de uma baliza, à chuva e sem quaisquer condições. Não vamos ajudar as equipas adversárias para depois sermos insultados constantemente. Aqui há uns tempo era só em alguns estádios, agora é em quase todos.»
A Casa do Benfica de Aveiro, devido a esta medida, não está a vender ingressos para o encontro de domingo. E já houve quem lá fosse à procura deles. «Temos tido procura, já cerca de 50 pessoas foram à procura de bilhetes, apenas respondo que não temos e esclareço que os interessados têm de comprar os bilhetes nos lugares adequados», afirmou.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:23

Novembro 26 2010

A saída de Jorge Jesus do Benfica é um assunto que ainda não se coloca. Nem o atraso de 10 pontos para o líder, FC Porto; nem a goleada sofrida no Dragão; nem a humilhação em Telavive; nem o inesperado afastamento dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões: nada altera para já a decisão de Luís Filipe Vieira em manter à frente da equipa o treinador que, na época passada, conquistou o título de campeão nacional.

Mas se o técnico continua a ser credor de confiança, por outro lado já existe a consciência de que Jesus tem cometido vários erros e que, afinal, “não é infalível”, como revelou a Record fonte do clube da Luz. O presidente já havia tido uma longa conversa com Jesus para analisar a pesada derrota frente ao FC Porto e as consequências do atraso de 10 pontos na Liga. Logo aí deixou claro um discurso de (muito) maior exigência para o que restava da temporada, garantindo que não iria contentar-se com menos do que o 2.º lugar no campeonato, mas apontando ainda outras metas.

Reunião em breve. O treinador ouviu o presidente falar sobre a necessidade de ultrapassar a eliminatória da Taça de Portugal com o Sp. Braga (em jogo que ficou adiado para 12 de dezembro) e, mais ainda, sobre a importância da chegada aos oitavos-de-final da Champions. Como este objetivo caiu por terra de forma estrondosa, na passada quarta-feira, em Israel, está agora marcada para os próximos dias uma nova reunião entre presidente e treinador. Luís Filipe Vieira e Rui Costa estão a ter muita dificuldade em digerir a derrota frente ao Hapoel e consequente afastamento da Liga dos Campeões. Por isso irão ser pedidas novas explicações ao treinador. No fundo, e de uma maneira geral, os dirigentes que estão mais próximos da equipa continuam sem entender a quebra de rendimento que o Benfica registou em tão curto espaço de tempo. A administração considerava existirem “sete jogadores nucleares” no plantel da última época e não aceita que “saindo apenas dois se tenha caído a pique, como se tem visto ultimamente”. Para a SAD, Jorge Jesus também não pode ter perdido qualidades de um momento para o outro. Se foi ele o principal obreiro da vitória na última Liga e responsável pelo crescimento de jogadores como Di María ou Fábio Coentrão, o que pode, então, estar a acontecer?

O relacionamento entre treinador e jogadores não fica à margem da análise dos responsáveis encarnados, que consideram mesmo a possibilidade de já existir um “certo cansaço” que dificulta a passagem da mensagem, com naturais reflexos no rendimento global da equipa. De qualquer forma, Vieira não tolera nem irá admitir falta de profissionalismo se, eventualmente, se chegar à conclusão que esse desgaste existe mesmo e é a causa do problema. Caso seja necessário, o presidente baixará até ao balneário para lembrar ao plantel as obrigações a que todos estão sujeitos. Em resumo: há um descontentamento indisfarçável, mas Jesus mantém a confiança dos dirigentes, que vão nas próximas horas exigir ao técnico uma resposta imediata (na qualidade de jogo e nos resultados) e esperar que as percas se fiquem por aqui.

Outras más decisões. No início do ano, quando vários jogadores do Benfica surgiam no mercado internacional como alvos prioritários de alguns dos principais clubes europeus, Jesus e Vieira discutiram várias vezes a preparação da época seguinte. Em relação a dois casos, e por razões diferentes, não havia muito a fazer. As saídas de Di María (para o Real Madrid) e de Ramires (para o Chelsea) eram consideradas inevitáveis e, por isso, treinador e presidente sentaram-se para analisar a razoabilidade de outros negócios. Jesus pediu então ao presidente que vendesse o menos possível e Vieira foi sensível à parte desportiva, chegando a recusar na parte final de 2009/10 uma proposta estratosférica do Manchester City por David Luiz. Agora, passados alguns meses, analisando o percurso da equipa e, em especial, o rendimento do internacional brasileiro, já existe a noção de que se perdeu uma grande oportunidade. O número 23 das águias não voltou a atingir o nível exibicional da época passada e já será, inclusivamente, um jogador em acentuada desvalorização. O Benfica sabe que precisa de tomar uma decisão rápida sobre o futuro de David Luiz e já decidiu que não vale a pena adiar o negócio por mais tempo. De resto, o interesse da SAD em partir para a venda do seu jogador mais valioso não se prende, apenas, com a quebra de rendimento. Desde que começou a pairar a hipótese de falhanço na Champions que ficou clara a necessidade de realizar uma operação na reabertura de mercado que pudesse fazer face aos milhões perdidos por aquilo que seria, na altura, a eventual ausência da equipa nos oitavos-de-final da competição. E essa é, desde quarta-feira, a dura realidade que o Benfica terá de enfrentar. Se a administração já não tem grandes dúvidas sobre o erro que foi obrigar David Luiz a permanecer na Luz, também Jorge Jesus já reconhece, hoje, que o melhor teria sido vender mais jogadores após a conquista do título. Não só David...

Mexidas em janeiro. A Liga dos Campeões, que era uma das apostas mais sérias para o mandato de Luís Filipe Vieira, está definitivamente perdida esta época e sobre as hipóteses de reentrada na corrida pela revalidação do título existem sérias reservas. Resta, portanto, confirmar a entrada na Liga Europa (ainda não é uma certeza) e lutar pelas vitórias na Taça de Portugal e também na Taça da Liga, competição que, de resto, os encarnados já venceram por duas vezes. Mas há compreensíveis receios de que a situação, já estando muito má, ainda possa ficar pior. O Benfica não tenciona sequer equacionar a situação de Jorge Jesus antes do final da temporada, mas com que condições para trabalhar ficaria o treinador se, por exemplo, fosse o Braga a vencer a eliminatória da Taça agendada para o próximo mês? Em qualquer dos casos, existe um dado certo: vai haver reforço do plantel em janeiro, com a entrada de, pelo menos, dois jogadores. Essa decisão é suportada por dois fatores: haverá dinheiro fresco (com o possível negócio de David Luiz) e existe a consciência de que, afinal, mesmo tendo feito este ano um investimento recorde, o Benfica não tem no plantel o equilíbrio e as soluções de que precisava. Para além disso, na parte financeira, adivinha-se para os próximos meses uma gritante quebra nas receitas de bilheteira e, na hora de fazer contas, já nem entram apenas as perdas que resultam do fracasso na Liga dos Campeões: é preciso começar a contabilizar, igualmente, a desvalorização no mercado de jogadores como Fábio Coentrão, Cardozo, Javi García ou, especialmente, David Luiz. Tudo isto a juntar à necessidade de rentabilizar, em contraciclo, os altos investimentos feitos este ano em Gaitán, Jara, Airton, Kardec ou Roberto. Algum deles já provou valer o que custou? Este é outro dos desafios que Jorge Jesus está a perder. Com Luís Filipe Vieira muito atento…

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 15:52

Novembro 26 2010

SORTE para o Benfica será perceber que não tem sido azar a motivar os maus resultados. Azar têm os adeptos que esperavam uma equipa com mais garra e com mais alma. Durante o jogo quando algum infortúnio acontece, a equipe enerva-se e desune-se, parece que congela e não consegue dar a volta às dificuldades. Mesmo quando, a espaços a equipa joga bem, e isso acontece com frequência, há um sentimento de incapacidade na manutenção do ritmo e da qualidade de jogo.

Num ano fustigado por tantas contrariedades (árbitros, lesões, azar) convém centrarmo-nos apenas naquelas que são importantes, a qualidade e consistência das exibições.

As hipóteses deste Benfica (ou qualquer clube português) na Liga dos Campeões são ínfimas, e assim poderia até pensar numa boa Liga Europa como objectivo, mas o meu receio é que Telavive tenha sido uma machadada demasiado forte nos níveis anímicos do plantel.

Com a época na primeira metade, só a experiência de Jorge Jesus, o brio e profissionalismo dos atletas poderão inverter esta lógica. Há muito tempo para ganhar esta época se tal for conseguido, caso contrário veremos o Benfica afundar-se num mar de desânimo.

Nestas alturas as lideranças fortes dentro de campo e nos balneários aparecem, e a experiência e coesão dos grupos são cruciais.

A deslocação a Aveiro passou a ser desde quarta-feira o jogo mais difícil da época, é por isso preciso ganhá-lo. A revolta dentro das quatro linhas trará serenidade fora delas. Os verdadeiros adeptos apoiam sempre, e temos um clube ímpar nesse inesgotável amor.

Neste momento gostava de um meio campo mais português, com Martins e até Rúben Amorim, mas decisivo mesmo é Jorge Jesus dar a volta a isto. Ele sabe, ele é capaz. Treinadores de bancada todos seremos um pouco, mas como só sei ser adepto, domingo lá estarei a apoiar sem reservas o Benfica.

Quanto maiores forem as dificuldades, maior será o apoio.

Autor: Sílvio Cervan

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:21

Novembro 26 2010

A revolta de David Luiz em não sair da Luz no último defeso não caiu bem junto dos dirigentes encarnados, particularmente a Luís Filipe Vieira. O presidente nunca escondeu o descontentamento com a atitude do central e tudo piorou quando o jogador recusou o aumento salarial que contemplava a extensão do vínculo contratual por mais uma temporada.

Desde essa altura, as relações entre presidente e um dos capitães de equipa terão ficado ainda mais tensas. O central brasileiro entende que foi injustiçado pela SAD benfiquista e Vieira vê na atitude do jogador uma demonstração de “ingratidão” face ao esforço que o clube fez ao longo dos anos para valorizar o agora internacional brasileiro.

Esta tensão em torno de David Luiz também se faz sentir no balneário dos encarnados. O relacionamento entre o camisola 23 encarnado e Jorge Jesus está muito longe do ambiente saudável que se verificava na época passada entre os dois. O tratamento do técnico benfiquista para o jogador também se terá alterado e a opção de colocar o defesa brasileiro a lateral-esquerdo no Estádio do Dragão desagradou ao próprio atleta.

A saída de David Luiz da Luz afigura-se como inevitável.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 11:44

Novembro 26 2010

A possibilidade de David Luiz sair já na reabertura do mercado de transferências, em janeiro, existe e vai de acordo às pretensões das duas partes, ou seja, do Benfica e do próprio atleta.

Com o afastamento dos encarnados da Liga dos Campeões e a uma diferença pontual significativa para o FC Porto na Liga, as águias necessitam de realizar encaixes financeiros rapidamente. Fábio Coentrão também é um jogador com mercado, mas sabe Record que a preferência dos responsáveis benfiquistas para “desfalcar” o plantel a meio da época vai para o internacional brasileiro. Contudo, e como é natural nestas situações, o Benfica não irá dar qualquer indicação pública ao mercado neste sentido e os dirigentes e técnicos irão negar esta vontade, com receio de desvalorizar ainda mais a cotação do camisola 23 do emblema da Luz.

Jogador ficou revoltado

David Luiz esteve perto de sair no último verão, quando o Manchester City apresentou uma proposta concreta de 32 milhões de euros, oferecendo ao jogador um salário de 3 milhões limpos por temporada, ou seja, mais do triplo do que aquilo que o central aufere na Luz. Com as vendas de Ramires e Di María, o Benfica entendeu que não poderia perder mais jogadores-chave na equipa que ia disputar a Liga dos Campeões e comunicou ao atleta que a situação seria analisada de outra forma no final desta época. Esta opção não foi bem aceite pelo atleta, argumentando que as águias deixaram sair Di María (25 milhões) e Ramires (22,5) por valores bem mais baixos que a proposta que tinha surgido do City.

Foi então que os dirigentes encarnados demonstraram intenção de avançar para uma revisão salarial como recompensa pela permanência do central. A intenção dos encarnados passava por estender o contrato do jogador por mais uma época, hipótese que o jogador recusou por já ter vínculo contratual válido até 2015. Outro dos argumentos do atleta para esta recusa foi o facto de ter uma cláusula de rescisão muito elevada (50 milhões de euros) o que torna quase impossível que um clube pague este valor.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 11:23

Novembro 26 2010

Para já, Jesus continua. Mas se não voltar a ter a equipa do seu lado, a época do Benfica passará de mal a pior. Estará Jesus à altura deste desafio?

Não foi pacífica a forma como se processou a renovação de contrato de Jorge Jesus com o Benfica, no defeso. A forma como o treinador usou o estado de graça de que gozava entre os adeptos, obrigando a SAD encarnada a um esforço inesperado na hora de colocar o preto no branco, não caiu bem entre os dirigentes, e aí terá começado o plano inclinado de Jorge Jesus. A este factor acresce uma pré-temporada feita com jogadores a conta-gotas, por causa do Mundial e ainda marcada por alguns incidentes e resultados preocupantes. Porém, nunca ninguém admitiu que a derrocada pudesse vir a ser tão rápida e tão violenta. É que, a pouco e pouco, Jesus - um treinador muito intenso, que só sabe trabalhar colocando pressão sobre os seus pupilos - foi perdendo o plantel, desbaratando o principal trunfo da época passada.

Poder-se-á, neste momento, especular sobre a dificuldade do Benfica dispensar Jorge Jesus, face ao elevado custo que tal medida implicaria. Porém, independentemente desse incontornável facto, nem a humilhação de Telavive levou a que o despedimento do treinador fosse colocado sobre a mesa. Jesus vai a Aveiro com o lugar seguro. Pelo menos tão seguro quanto possível, já que a sucessão de jogos que se avizinha, especialmente as recepções ao Schalke e ao SC Braga, pode criar um novo cenário...

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:02

Novembro 26 2010

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, concedeu extensa entrevista ao jornal do clube, que vai para as bancas esta sexta-feira.
O líder encarnado deixou praticamente assente que não haverá lugar a mexidas no plantel durante a reabertura do mercado de transferencias, em Janeiro. «Parece-me que este será o plantel até ao final da época» afirmou. «Se porventura o nosso treinador entender que deve ser feito um reajustamento no plantel, iremos ponderá-lo em termos financeiros. Se o pudermos fazer, fazemos. Mas temos o plantel que ele pediu e só se aparecer uma oportunidade de negócio é que iremos ao mercado», admitindo que «dos cerca de 20 jogadores falados na imprensa apenas um tem ponta de verdade».
Sobre a alegada má relação com o técnico, Vieira negou-a, mas admitiu… «diferenças»: «Nao tenho qualquer má relação com Jorge Jesus, ainda no domingo almoçámos juntos. Agora, na forma de viver, de compromisos com o Benfica, talvez seja diferente, porque nem todos somos iguais. Por exemplo, a minha mulher reclama de eu viver tanto o clube. Mas, repito, na relação com ele nao há nada a apontar.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:58

Novembro 26 2010

A operação Funes Mori encontra-se em banho-maria. O Benfica não possui, neste momento, liquidez financeira suficiente para imprimir um impulso decisivo tendo em vista a captura do avançado do River Plate. O negócio não está obviamente dado como morto, embora exista um notório arrefecimento entre os intervenientes.

A parceria com Kia Joorabchian, que tão bons frutos gerou no dossiê Ramires, pode agora não redundar na contratação da jovem pérola de 19 anos. Recém-eliminado da Liga dos Campeões, o Benfica não dispõe de capacidade para um novo esforço financeiro, o que pode levar o agente anglo-iraniano a virar-se para outras paragens. Kia Joorabchian continua interessado em adquirir o passe (ou pelo menos uma significativa parte dos direitos desportivos) de Funes Mori, mas pode dar-lhe um destino diferente. É que a cobiça não pára de aumentar, existindo uma série de clubes do Velho Continente disponíveis para receber o atacante, entre os quais o milionário Manchester City.

River inflexível. Daniel Passarella, presidente do River Plate, não pretende abrir mão de Funes Mori por menos de 15 milhões de euros... a menos que na transação seja incluído algum jogador “aliciante”. De acordo com o diário desportivo argentino “Olé”, a Fiorentina mantém a mira sobre o jogador sul-americano e Daniel Passarella já sonha receber em troca 10 milhões de euros e Mario Bolatti, internacional argentino que teve uma passagem extremamente cinzenta pelo FC Porto.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:25

Novembro 26 2010

O resultado em Israel hipotecou as hipóteses dos encarnados de seguirem em frente na Liga dos Campeões e agora só resta lutar por uma vaga na Liga Europa. A passagem à próxima fase da liga milionária era um dos objetivos para esta temporada e o colapso no Estádio Bloomfield provocou descontentamento nos responsáveis encarnados. O líder das águias, Luís Filipe Vieira, abandonou, inclusive, a bancada presidencial após o primeiro golo do Hapoel e já não voltou para ver o resto do jogo.

O presidente viajou com a equipa para Lisboa mas, apesar do mau momento, não foi ao balneário no treino de ontem. Também o técnico Jorge Jesus optou por não abordar o jogo frente ao Hapoel na sessão de trabalho, deixando para hoje uma análise mais aprofundada à partida e às coisas que correram menos bem.

Note-se ainda que o treino de ontem no centro de estágio do Seixal decorreu dentro da normalidade e sem qualquer manifestação de adeptos que, aliás, já tinham estado no aeroporto pela manhã, onde deixaram patente o seu desagrado com a exibição da equipa em Israel e com o momento do clube.

Preparação

Na sessão de trabalho realizada ontem no centro de estágio do Seixal, os titulares do jogo em Telavive fizeram apenas trabalho de recuperação, enquanto os restantes realizaram uma sessão mais intensa, até porque já não competem há vários dias. O único cliente do departamento médico continua a ser Airton que ainda recupera de uma mialgia na coxa direita e trabalhou sob vigilância. A equipa regressa hoje aos treinos pelas 17 horas.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:20

Novembro 26 2010

A derrota com o Hapoel deitou por terra as ambições encarnadas de chegar aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, o que significa um rombo de 3,8 milhões de euros no cofre encarnado (800 mil da vitória em Telavive 3 milhões do apuramento) o que, consequentemente, fez os jogadores perderem um prémio de 1,5 milhões de euros.

Com efeito, Record sabe que a passagem à fase seguinte da Champions valia um incentivo financeiro para os jogadores (tal como revelámos na edição de terça-feira), prémio esse estipulado pelos responsáveis das águias em 1,5 milhões de euros a dividir pelos 25 elementos do plantel.

Apesar de já ter garantido 10,1 milhões de euros com a participação na edição atual da Champions, o adeus à fase seguinte da competição é um duro revés para o emblema encarnado e, consequentemente, uma perda significativa para os jogadores... tanto desportiva como financeiramente.

Ao Benfica resta agora vencer o Schalke 04, de forma a carimbar, sem sobressaltos, a passagem para a Liga Europa e somar mais 800 mil euros aos 10,1 milhões que já amealhou. Contudo, o acesso à Liga Europa não renderá qualquer prémio ao grupo de trabalho encarnado.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:08

Novembro 26 2010

Sancidino Silva, juvenil do Benfica, está na mira dos grandes tubarões europeus. Real Madrid, Barcelona e Inter Milão são alguns clubes que estão a seguir com muita atenção a carreira do avançado, de 16 anos. O jogador não tem contrato profissional e pode mesmo deixar as águias.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:41

Novembro 26 2010

O Benfica entrou com o pé direito na Ronda de Elite da UEFA Futsal Cup após vencer, esta quinta-feira, os croatas do National Zagreb por 1-0, em jogo da 1.ª jornada do grupo A. Joel Queirós foi o herói das águias ao apontar o único tento (aos 9’) de uma partida muito equilibrada.

No outro jogo da ronda no grupo dos encarnados, o Ekonomac Kragujevac, da Sérvia, goleou os ucranianos do Team Lviv, por 7-1, instalando-se no 1.º posto, com três pontos, os mesmos do Benfica, que está em 2.º

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:39

Novembro 26 2010

O antigo técnico do Benfica, Manuel José, comentou esta quinta-feira à Antena 1 a derrota dos encarnados na visita ao terreno do Hapoel Telavive. Para o treinador, de 64 anos, este Benfica é "mau demais".

"O Benfica na época passada foi bom demais. Entusiasmou toda a gente pela forma como jogava na temporada passada . Marcavam um golo e queriam ir logo à procura de mais. Era uma equipa com uma boa organização e com uma circulação de bola muito rápida. Este Benfica agora é mau demais... O Jesus tem de aceitar as críticas e toda a gente acha isto", referiu.

Manuel José aproveitou ainda para criticar a postura do central David Luiz: "Se calhar tem o lugar na seleção brasileira em risco se continuar assim. Porque simplesmente não joga um caracol em relação à época passada. Com esta vaidade, ele neste momento não merece jogar na seleção brasileira. Na época passada merecia ter sido titular e até devia ter ido ao Mundial".

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:33

Novembro 26 2010

Poucas horas depois da eliminação da Liga dos Campeões, os comandados de Jorge Jesus voltaram esta quinta-feira ao trabalho, tendo já em vista o jogo de domingo, diante do Beira-Mar, agendado para as 18H15, a contar para a 12.ª jornada da Liga ZON Sagres.

Num apronto realizado à porta fechada, destaque para o facto de os titulares do jogo de Telavive terem feito treino de recuperação. O brasileiro Airton, ausente da partida de Israel devido a lesão, realizou treino sob vigilância médica, recuperando ainda de uma mialgia na coxa direita.

Os encarnados prosseguem na sexta-feira a preparação para o jogo de Aveiro, com um treino à porta fechada agendado para as 17 horas.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:23

Novembro 26 2010

A derrota em Israel diante do Hapoel, que ditou o afastamento da Liga dos Campeões, teve naturais repercussões no mercado bolsita e as acções «encarnadas» atingiram mesmo mínimo histórico no decorrer da manhã desta quinta-feira.
Os papéis chegaram a ser negociados a 1,57 euros, uma queda de 8,7 por cento em relação ao fecho do dia anterior. Além disso, foram apenas negociados 770 títulos até ao momento, quando a média dos últimos meses situa-se nas 3.300 transacções.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:21

Novembro 26 2010

Há dois portugueses a brilhar nas estatísticas da Liga dos Campeões. Mesmo tendo ficado de fora frente ao Hapoel, Carlos Martins é quem faz mais assistências. Cristiano Ronaldo é o mais rematador da competição.
Com cinco passes certeiros para golo em cinco partidas – frente ao Hapoel, em Israel, começou o jogo no banco – Carlos Martins é o maior fabricante de golos da Liga dos Campeões. Em segundo lugar, atrás do jogador do Benfica, segue uma lista grande de jogadores, destacando o site da UEFA Cheyrou, do Marselha, e Aaron Lennon, do Tottenham. Os dois ocupam segundo e terceiro lugar do pódio, com três assistências.
Outro português em destaque é Cristiano Ronaldo. Ninguém, em toda a competição, remata mais que o jogador do Real Madrid. Com 14 remates à baliza em cinco partidas, Ronaldo tem mais um remate que Lionel Messi, do Barcelona, segundo classificado e mais dois que Samuel Eto’o, do Inter. Neste ponto, Matheus, do SC Braga, é quinto classificado, com 9 pontapés ao alvo.
Também na lista de remates para fora Ronaldo é líder, com um total de 15, mais cinco que Gonzalo Higuaín, seu companheiro no Real Madrid, e que Wesley Sneijder, do Inter. Ou seja, Ronaldo tem, em cinco partidas, um total de 29 remates (14 à baliza, 15 para fora), valor que o transforma no mais rematador da Champions.
Lista na qual os portugueses perdem é a de golos marcados. Samuel Eto’o, do Inter, lidera-a com 7 tiros certeiros, seguido por Mario Gomez, do Bayern, com seis, e Messi, Barcelona, também com seis.
Alan, do SC Braga, é o quinto jogador que sofre mais faltas na competição, tendo já sido alvo de 16 entradas à margem das leis. Ibson, do Spartak Moscovo (ex-FC Porto), também sofreu as mesmas 16, numa lista liderada por Steven Naismith, do Rangers, com 23. Luis Suárez (Ajax), com 18, e Mathieu Valbuena (Marselha), com 17, completam o pódio.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:45

Novembro 26 2010

publicado por Benfica 73 às 08:30
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...