Novembro 08 2010

Não tenho estômago para isto. Uma humilhação. O Aimar a carregar a equipa às costas, o Carlos Martins a levar a esperança nas pernas, e o Benfica a levar 5-0 no Dragão. Parabéns ao FCP – detesto escrever esta frase. Jorge Jesus entrou com medo quando devia entrar como campeão. Sem rei nem roque, o Benfica não foi Glorioso. Foi trágico. Um pesadelo.

Não sei que equipa entrou em campo. Nem que estratégia julgou Jesus estar a implementar. A falência do modelo era tão óbvia que me doeu. Assim que vi David Luiz a defesa-esquerdo relembrei os 4-1 em Liverpool, no jogo de pior desenho estratégico da nossa época passada. Que solução desgraçada. Aos 27’ o marcador mostrava 3 do FCP, e JJ de braços cruzados. A semana passada escrevi aqui que Coentrão tinha de regressar ao seu lugar de origem, no Dragão. Em vez disso levámos uma defesa onde pontuou Sidnei – uma espécie de “César Peixoto II” – e Luisão a fazer as vezes de dois defesas e meio, Coentrão na esquerda ofensiva e lá à frente Salvio e Kardec a pretenderem criar a dinâmica de assistência/concretização de Saviola e Cardozo. A esta altura, a solução parecia-me óbvia: tirar Sidnei e Salvio, retornar David Luiz a defesa central e fazer descer Coentrão; Gaitán à esquerda e Saviola no seu lugar. Mas não, chegámos aos 45’ e Jorge Jesus de braços cruzados.

Saímos para o intervalo como uma bússola quebrada. Sem indicações sólidas do banco. O desvario. Gaitán lá entrou e ainda se pensava que o Glorioso ia à luta quando, aos 21’, Luisão perdeu a cabeça e viu o vermelho. Entra Roderick num desperdício escandaloso de trocas. Kardec saiu da Invicta sem um remate! E Coentrão ofereceu o penálti.

Míster, acabou-se o namoro: 5-0 no Dragão, a jogar assim, não me cabe na memória.

Autor: MARTA REBELO
publicado por Benfica 73 às 18:49

Novembro 08 2010

A equipa de José António Silva assumiu este domingo a liderança do campeonato nacional de andebol, após ter vencido em casa o FC Porto por 31-30. Foi uma partida em que os “encarnados” demonstraram um andebol de grande qualidade.

A primeira parte do desafio foi equilibrada na parte inicial, já que ninguém conseguiu fugir no marcador. Apesar de jogar em casa, o Benfica só esteve uma vez na frente do resultado (4-3), permitindo mais tarde que o adversário conquistasse uma vantagem muito dilatada (11-16).

Os “encarnados” reagiram na parte final da primeira parte e marcaram três golos até ao descanso. David Tavares, Pedro Graça e Carlos Carneiro foram os responsáveis pela diferença de golos não ser tão elevada (14-16).

Com um excelente início de segunda parte, o Benfica logrou chegar à igualdade no marcador. Carlos Carneiro e Cláudio Pedroso colocaram o resultado em 16-16. Os visitantes ainda passaram para a frente por 16-17, mas três golos de rajada colocaram os “encarnados” a vencer por 19-17.

Os pupilos de José António Silva conseguiram depois ganhar uma vantagem de três golos sobre o adversário (23-20 e 28-25). Os forasteiros ainda reduziram para 28-27 e mais tarde para 29-28, mas os “encarnados” voltaram a fugir no marcador (31-29) e o oponente ficou, assim, sem hipótese de discutir o resultado. Ainda assim, o FC Porto apontou ainda mais um tento antes do final do desafio (31-30).

Com esta excelente vitória, os “encarnados” estão no topo da classificação do campeonato.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 18:14

Novembro 08 2010

Depois do triunfo ontem ante o Machico, este domingo foi a vez de o Benfica vergar o Marítimo, em jogo da 7.ª jornada do Campeonato Nacional. Os encarnados não sentiram de novo dificuldades para baterem mais uma equipa insular, batendo os verde-rubros por 3-0, pelos parciais de 25-17, 25-7 e 25-11.

Flávio Cruz (15) e Hugo Gaspar (14) foram os melhores pontuadores do Benfica e, consequentemente, do encontro.

Resultados da 7.ª jornada:

Machico-Ac. Espinho, 0-3 (14-25, 17-25, 22-25)
Marítimo-Benfica, 0-3 (17-25, 7-25, 11-25)
Fonte Bastardo-Sp. Espinho, 0-3 (21-25, 14-25, 19-25)
Vilacondense-Castelo da Maia, 2-3 (25-19, 25-21, 25-27, 26-28, 12-15)
Club K-Esmoriz, 2-3 (25-19, 28-30, 19-25, 25-21 e 13-15)
V. Guimarães-Leixões, 3-0 (21-25, 15-25, 18-25)

Classificação

1. Sp. Espinho, 19 pontos/7 jogos
2. Benfica, 18/7
3. Vitória de Guimarães, 17/7
4. Castelo da Maia, 15/7
5. Fonte Bastardo, 14/7
6. Vilacondense 13/7
7. Ac. Espinho, 8/7
8. Leixões, 8/7
9. Esmoriz, 8/7
10. Marítimo, 4/7
11. Clube K, 2/7
12. Machico, 0/7

Próximos jogos

Fonte Bastardo - Machico
Clube K - Marítimo
Leixões - Esmoriz
Académica Espinho - Vitória de Guimarães
Benfica -- Vilacondense
Castêlo da Maia - Sporting de Espinho
Clube K - Machico
Fonte Bastardo - Marítimo

publicado por Benfica 73 às 18:05

Novembro 08 2010



Rui Rangel considera que «Benfica foi humilhado no Dragão» e critica ainda Luís Filipe Vieira. Ex-jogadores internacionais Valdo e José Augusto também foram ouvidos, esta segunda-feira, por Bola Branca. Todos 'apontam o dedo' às 'invenções' de Jorge Jesus.

No universo encarnado, são vários os ecos do descontentamento pela derrota do Dragão. A táctica engendrada por Jorge Jesus revelou-se uma catástrofe e a prestação dos jogadores foi sofrível.

Para o juiz Rui Rangel, sócio do Benfica, a culpa foi das «invenções tácticas» de Jorge Jesus. Rangel fala de «humilhação» e não esquece do presidente Luís Filipe Vieira. «Há erros claríssimos da direcção», acusa Rangel, para quem «não estão a ser criados jogadores com vista a «ciclos de vitória...»

Também para a velha glória do Benfica, José Augusto, o que correu pior foram as «alterações operadas por Jorge Jesus…» Agora, segundo Augusto, o treinador «deve assumir responsabilidades.» «Jorge Jesus está a dar o seu melhor, mas isso não está a chegar…», considera.

Para o antigo magriço, o título já está entregue. Com 10 pontos de avanço, «o FC Porto vai ser campeão…»

Um outro ex-jogador do Benfica, Valdo, refere que as opções de Jorge Jesus são discutíveis, a «equipa não jogou» e acabou goleada pelo FC Porto…

O Benfica cumpre hoje folga, amanhã viaja para Angola, onde na  quarta-feira joga um particular com a selecção local.

Fonte: Rádio Resnacença

publicado por Benfica 73 às 16:39

Novembro 08 2010

Vitória que não sofre o mínimo de contestação por números certos. Esta a ideia de Drulovic, antigo jogador do FC Porto, que foi um espectador atento ao clássico de ontem. Na opinião do actual técnico do 1.º Agosto (Angola), Belluschi foi a principal figura do encontro.
«Sim, o Belluschi foi a principal figura, mas não só. Antes do jogo já tinha dito que o Benfica teria de se preocupar com o trio de ataque do FC Porto. Na verdade não conseguiu e todos marcaram. O Benfica teve muitos erros defensivos e nunca criou oportunidades», afirmou o técnico, que tentou justificar a pesada derrota:
«Penso que os jogadores do Benfica perderam a cabeça e o melhor exemplo disso acabou por ser o capitão de equipa. Luisão prejudicou a equipa e o FC Porto aproveitou. Mas confesso que esperava um Benfica mais forte...»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 16:24

Novembro 08 2010

O pesadelo vivido pelo Benfica no Estádio do Dragão, com uma goleada por 5-0, apenas encontra paralelo no campeonato português há mais de 20 anos, quando foi goleada em Alvalade por 7-1. Ao longo do tempo existiram para o campeonato outras derrotas significativas dos encarnados, mas nunca por uma diferença de 5 ou mais golos. Para isso, é preciso recuar quase 24 anos, quando, a 14 de dezembro de 1986, o Sporting humilhou o Benfica. O triunfo histórico dos leões - numa época em que as águias até foram campeãs - transformou-se em motivo de conversa e num episódio habitualmente lembrado pelos adeptos leoninos quando se trata da rivalidade entre os dois emblemas de Lisboa. Na ocasião, o Sporting chegou ao intervalo a vencer por 1-0 (golo de Mário Jorge), mas, na segunda parte, destroçou o Benfica, com mais um golo de Mário Jorge, um de Ralph Meade e quatro de Manuel Fernandes, enquanto Vando marcou para as águias.

Em outras competições não é preciso esperar tanto para encontrar alguns dos resultados mais "negros" do Benfica, em especial na segunda metade da tão "famosa" década de 90, com o clube encarnado em constante convulsão. Nas provas europeias, uma derrota maior do que a sofrida no domingo aconteceu há quase 11 anos, quando os encarnados foram goleados por 7-0 pelo Celta Vigo, em jogo da já extinta Taça UEFA, disputado em novembro de 1999.

Outro importante desaire e que deixou marcas na memória dos adeptos de futebol foi uma goleada também imposta pelo FC Porto, em plena Luz, por 5-0, em jogo da Supertaça, disputado na época de 1995/96 (18 setembro 1996).

Mais recentemente, o Benfica sofreu outras derrotas, nomeadamente no último ano frente ao Liverpool (4-1 em Anfield Road), ou há duas épocas com o Olympiacos (também fora, por 5-1), mas provavelmente não tão marcantes quanto a de domingo.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 16:19

Novembro 08 2010

Comecei a escrever este texto ainda com o jogo a decorrer. O Porto ganhou. Não bem, mas muito bem. Foi a melhor equipa em campo e a única que mostrou possuir a ambição de que são construídos os campeões. O jogo começou a ser ganho fora do relvado, no momento em que se percebeu que Jorge Jesus, ele próprio, não tinha confiança nos seus jogadores nem no esquema que tem servido de base ao futebol do Benfica. A opção por David Luis a defesa-esquerdo serviu de sinal claro para o público reconhecimento das fragilidades da sua equipa. Esta derrota, que liquida as aspirações benfiquistas na revalidação do título, é da inteira responsabilidade do treinador.

Denunciou ter medo, revelou falta de ousadia e não soube adequar o modelo tático ao dispositivo do FC Porto. Flagrante a ingenuidade de pensar que Hulk ficaria estático e não mudaria de corredor, se necessário, para atingir a grande área encarnada.

Vulgarizou o seu jovem defesa- central, que se viu sempre com enormes dificuldades para travar o possante avançado brasileiro, e anulou, com uma decisão insensata, Fábio Coentrão, que já provou, tantas vezes, ser complicado de parar quando vem de trás. No duelo com André Villas-Boas, Jesus saiu claramente a perder. Não é admissível tão clamorosa falha de análise e previsão por parte de um treinador que sirva o Benfica. A equipa claudicou, por completo, na primeira parte, sem tino, sem tranquilidade, sem que se percebesse o que queria. Foi triste ver os ainda campeões perdidos perante a solidez, força de vontade e determinação dos jogadores portistas. Esta Liga, para o Benfica, acabou. Não há nada a fazer.

Os erros de planificação do início da época, as contratações a peso de ouro que não encaixam no xadrez e o desequilíbrio emocional que parece ter-se apoderado da equipa não permitem pensar de outro modo. É melhor o Benfica começar a planear a época 2011/2012, executando o trabalho de casa com discrição, longe dos holofotes da imprensa, sem guerras de palavras e, sobretudo, pensando a sério na hipótese de contratar outro técnico. Alguém que não se deixe deslumbrar consigo próprio e que saiba, com humildade, dar valor ao dinheiro que lhe é posto nas mãos para formar um grupo de trabalho.

A goleada do Dragão, ao menos que sirva para que se enterre de vez a presunção dos que pensam que a camisola do Benfica, só por si, ganha os jogos. Isso foi chão que deu uvas...

Autor: José Eduardo Moniz

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:21

Novembro 08 2010

Álvaro Magalhães, treinador recentemente campeão angolano ao serviço do Interclube, foi um espectador atento ao clássico. O técnico sublinhou toda a superioridade da equipa de Villas Boas perante um Benfica que teve noite para esquecer.

«O FC Porto foi melhor em todos os aspectos. Soube controlar todos os momentos do jogo e alcançou um resultado muito dilatado, uma marca histórica. O Benfica teve de facto uma noite para esquecer, mas tem de continuar a trabalhar. Não morreu ninguém e todos têm de saber corrigir os muitos erros que cometeram», apontou o técnico, que, de resto, não encontra uma razão para a pesada derrota:

«Não há muito a acrescentar quando existiu uma diferença tão grande entre as duas equipas. Como se motiva uma equipa que perde por 0-5? Com trabalho. É a única forma. E tentar vencer logo o jogo seguinte. O Benfica pouco mais pode fazer neste momento.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:20

Novembro 08 2010

A chave para a goleada sofrida pelo Benfica no Dragão foi, segundo Toni, antiga glória e treinador dos encarnados, faltar a consistência da época passada, que tão bons resultados trouxe à equipa da Luz.

Toni referiu que «a máquina trituradora passou a ser quase a antítese da época passada.» «O Benfica é uma equipa longe do futebol espectacular que fez furor na época passada, pela consistência, espectacularidade. Este ano a equipa falha em muitos daqueles que foram os pontos fortes da época passada e por isso há um Benfica não tão consistente, constante e eficiente», acrescentou.

O ex-técnico considerou, portanto, que «a justiça do resultado [5-0 para o FC Porto] não deixa dúvidas a ninguém.» «Só temos é que dar os parabéns ao FC Porto, porque foi mais forte e mereceu incontestavelmente a vitória», esclareceu.

Mas Toni não ficou inteiramente surpreendido com a goleada portista, explicando que «o jogo da Supertaça deu sinais evidentes do que seria o percurso das duas equipas, que foram confirmados.»

O campeonato não está entregue, garantiu Toni, mas será muito difícil evitar que não rume ao Dragão, pois os azuis-e-brancos têm agora, com os 10 pontos de vantagem, «uma almofada de confiança.»

publicado por Benfica 73 às 10:48
Tags: ,

Novembro 08 2010

From: Domingos Amaral

To: Jorge Jesus

Caro Jorge Jesus

Há quem acredite em bruxas, mas eu acredito em milagres. E, sendo católico e benfiquista, não deixo de achar graça aos trocadilhos possíveis com o teu nome. Jesus, sei eu e milhões pelo Mundo fora, fez milagres no seu tempo. Lázaro ressuscitou, a água transformou-se em vinho, os pães e os peixes multiplicaram-se. Vem na Bíblia. Ora, com o teu nome, justifica-se uma irracional fé benfiquista: a de que hoje, no Dragão, o impossível se torne possível, e Jesus seja mais forte que o Papa, realizando um inesperado milagre, coisa que os papas nunca conseguiram.

Contudo, convém não nos iludirmos: os milagres são raros. A probabilidade de o Benfica vencer hoje no Dragão é muito pequena. Nem a história, nem o presente recomendam grandes esperanças. Em quase duas décadas, o Benfica venceu duas vezes o FC Porto em casa. E, este ano, os azuis e brancos estão mais fortes. Oito vitórias e um empate, melhor ataque, melhor defesa e melhor jogador (Hulk) do campeonato, a juntar a uma carreira sem perdas na Liga Europa. Moralizados e eficazes, têm também a vantagem psicológica de nos terem vencido, e convencido, na Supertaça. Comparando com a época anterior, duas coisas aconteceram em simultâneo: o Benfica piorou e o FC Porto melhorou. Se não houver milagre, o Papa pode pois encomendar as faixas de campeão.

Mas um jogo é um jogo. Se o Benfica for humilde e corajoso, solidário e agressivo, forte de cabeça e sereno; se as tuas escolhas derem certo; se jogarmos no limite máximo da concentração humana, talvez haja uma hipótese de sair do Dragão melhor do que lá entrámos. Seria lindo. E seria um milagre de Jesus. Coisa em que acredito, como há quem acredite em bruxas.

publicado por Benfica 73 às 10:38

Novembro 08 2010

A comitiva encarnada chegou a Lisboa onde foi recebida por... 6 adeptos que insultaram os jogadores e bateram no autocarro que transportava os atletas. O Benfica sofreu uma goleada histórica no Estádio do Dragão e, após 10 jornadas, encontra-se a 10 pontos do líder do campeonato, o FC Porto.

A comitiva deixou a cidade Invicta quando o relógio marcava sensivelmente as 23 e 30 e chegou à Luz, sem escolta policial, às 2 e 35 onde 6 adeptos aguardavam a chegada do autocarro encarnado.

Não se verificaram grandes incidentes mas os poucos e exaltados torcedores insultaram os jogadores e bateram no veículo das águias.

À saída e já nos veículos particulares, os jogadores tentaram "fintar" os adeptos saíndo por uma porta secundária, mas o pequeno grupo percebeu a "mudança de planos" e deslocou-se para mais perto do local, continuado com os insultos.

O Benfica foi goleado no Estádio do Dragão por 5-0 e no final, à exceção das entrevistas rápidas de Jesus e Roberto e da presença do técnico encarnado na conferência de impressa, jogadores, técnicos e dirigentes das águias seguiram para o autocarro sem sequer se aproximarem da zona-mista.

A goleada no Dragão por 5-0 é histórica. Nunca, para o campeonato, o Benfica havia perdido por uma mão cheia de golos em casa do FC Porto. O resultado deixa o conjunto de Jorge Jesus a 10 pontos da liderança que é ocupada pelos azuis e brancos.

O segundo lugar isolado pode também estar em causa, já que uma vitória de Sporting ou V. Guimarães (que se defrontam segunda-feira, em Alvalade, às 19 e 15), faz com que, um ou outro conjunto, iguale os 18 pontos das águias.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:16

Novembro 08 2010

Desiludido mas resignado, Jorge Jesus admitiu, no final do jogo com o FC Porto, que a sua equipa não esteve bem, justificando a goleada sofrida com o facto de o Benfica não ter conseguido «travar os flanqueadores» do adversário.

«O FC Porto esteve forte. Sabíamos que tínhamos de tentar parar os flanqueadores, especialmente o Hulk. Na primeira parte não conseguimos, na segunda também não, mesmo com a mudança de jogador», começou por dizer o técnico benfiquista no flash-interview da SportTV.

O técnico encarnado admitiu que «Hulk teve uma noite inspirada», mas lamentou que o FC Porto tenha chegado a uma «vantagem de 3-0 com quatro situações ofensivas». Para Jorge Jesus, a desvantagem ao intervalo determinou o desfecho do jogo: «A partir daí tudo se complicou, o Luisão foi expulso, o Porto soube ganhar a vantagem e com o tempo fez o quarto e o quinto golo. O FC Porto teve uma noite inspirada e a equipa do Benfica não esteve tão bem».

Jorge Jesus explicou que colocou David Luiz a defesa esquerdo porque queria «ter um jogador forte no um contra um com Hulk» e minimizou o falhanço na aposta dizendo que depois de alterar, com o recuo de Coentrão, também não foi possível parar o jogador portista. «O Hulk esteve inspirado e o FC Porto hoje foi uma equipa mais forte que o Benfica», admitiu.

Mesmo a 10 pontos do líder, Jorge Jesus não deita a toalha ao chão: «Estamos no primeiro terço do campeonato, o FC Porto tem uma pontuação que moraliza, significativa, mas há muito campeonato. Há muitas provas oficiais para se ganhar e o campeonato ainda não está decidido. Está mais difícil, mas já estivemos a 9 pontos e recuperámos para sete. Vamos tentar recuperar, mas não é fácil».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:59

Novembro 08 2010

O guarda-redes Roberto, do Benfica, foi o jogador do Benfica chamado à flash-interview logo que a partida acabou. Rouco e desanimado, o futebolista explicou que o problema da sua equipa foi um mau arranque.
VEJA AQUI AS REPETIÇÕES VIRTUAIS DOS GOLOS
«Quando não entramos para um jogo como sabemos que temos de entrar, acaba por ser normal que uma equipa como o FC Porto vá alargando a diferença no resultado», começou por dizer aos microfones da SportTV.
Depois da goleada, Roberto tornou evidente o desejo de colocar esta noite para trás das costas quanto antes. «É verdade que sofremos três golos muito rápido, mas pronto, os jogos são assim. Há que olhar para a frente, no próximo domingo temos jogo para ganhar. Há que aprender com o que não fizemos bem neste jogo», disse.
O guarda-redes das águias, aliás, considera que «esta derrota vale o mesmo que outra qualquer» e traça já um desafio para a equipa: «Temos que fazer o máximo de pontos possíveis para tentarmos ser campeões e avançarmos noutras competições».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:35

Novembro 08 2010

publicado por Benfica 73 às 08:23

Novembro 08 2010

publicado por Benfica 73 às 08:08
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...