Outubro 30 2010

O Pavilhão n.º 2 da Luz foi palco, este sábado, de uma grande partida de voleibol. Os comandados de José Jardim receberam o actual líder do Campeonato, Vitória de Guimarães, assinaram um boa exibição e venceram por 3-0.
O primeiro set foi o mais equilibrado, com as duas formações a discutirem o resultado até ao final. Os “encarnados” acabaram por vencer por 25-23. No segundo set o equilíbrio também esteve presente, mas desta vez, o Benfica venceu por 25-22.
No terceiro e último set, a equipa orientada por José Jardim não deu hipóteses e levou de vencida a formação vimaranense, por 25-18. Vitória muito importante para o voleibol da Luz.
Com cinco jornadas completas, o Benfica soma quatro vitórias e uma derrota. Na próxima ronda, os “encarnados” deslocam-se ao recinto do Machico.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 19:44

Outubro 30 2010

O futsal do Sport Lisboa e Benfica entrou com o pé direito na Taça de Portugal. Num encontro relativo à segunda eliminatória da prova, os “encarnados” derrotaram Os Torpedos, por 1-7. Davi assinou um hat-trick.
Embora seja uma equipa do segundo escalão, a formação de Paulo Fernandes levou esta partida muito a sério e entrou com tudo no Pavilhão do Bairro da Boavista. O brasileiro Diece, que chegou esta época à Luz, abriu o marcador aos cinco minutos e Davi, num espaço de 30 segundos, marcou mais dois golos.
Os Torpedos até reduziram aos 14 minutos, mas Gonçalo Alves respondeu de imediato, voltando a colocar os campeões europeus a vencerem por uma diferença de três golos. 1-4 era o resultado ao intervalo.
Na segunda parte o Benfica continuou a dominar e alcançou mais três tentos. Teka aumentou a vantagem aos cinco minutos e, passados 60 segundos, Davi fez o seu hat-trick. Anilton fechou as contas a nove minutos do fim.
Os “encarnados” carimbaram, assim, a passagem à próxima ronda da Taça de Portugal.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 19:36

Outubro 30 2010

Os pupilos de Luís Sénica deslocaram-se ao Pavilhão do Hóquei Clube de Braga e venceram por 3-7, numa partida relativa à 5.ª jornada do Campeonato Nacional da modalidade.
Os bracarenses entraram melhor na quadra e adiantaram-se no marcador logo aos dois minutos, por intermédio de Jorge Faria “Rato”. Volvidos oito minutos, o Benfica reagiu e empatou através de Luís Viana. A superioridade “encarnada” deu mais dois golos. Diogo Rafael e Ricardo Pereira foram os autores do 1-3, resultado que se registava ao intervalo.
Se no início da etapa complementar ainda restavam dúvidas em relação a quem ia vencer esta partida, Diogo Rafael (2’) e Caio (4’) acabaram de vez com as esperanças do HC Braga.
O jogador de Braga, Jorge Faria “Rato”, voltou a marcar um golo, fazendo o 2-5, mas a resposta não tardou. Cacau (16’ e 20’) bisou e fez o 2-7. A dois minutos do apito final, o HC Braga fechou as contas em 3-7, com um tento de Sapo.
Na sexta jornada do Campeonato Nacional, o Benfica vai receber o FC Porto, numa partida que pode dar a liderança isolada aos “encarnados”.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 19:26

Outubro 30 2010

Uma acção de protesto levada a cabo pelos árbitros portugueses pode colocar em risco a deslocação do Benfica à Faixa da Gaza, no próximo fim-de-semana. De acordo com os seus representantes, os árbitros colocam a hipótese de não apitar o FC Porto -Benfica da próxima jornada, o que não se pode dizer que constitua uma grande ameaça. Se atentarmos nos lances que esta época se têm passado dentro da grande área do FC Porto, já é isso que os árbitros fazem: não apitam. Ou seja, a verdadeira ameaça dos árbitros é não apitarem os lances do FC Porto – Benfica que acontecerem nos restantes dois terços do terreno de jogo. Trata-se, portanto, de uma greve relativa

Entretanto, o “Correio da Manhã” noticiou que uma das alternativas que estariam em cima da mesa seria a contratação de um árbitro espanhol para apitar o clássico do golfe português. Devo dizer que se trata de um opção que não me tranquiliza minimamente. Temo que isso fornecesse um pretexto para que houvesse ainda mais portugueses a queixarem-se da fruta espanhola.

Ainda assim, esta ameaça de greve serviu para nos inteirarmos um pouco mais sobre os regimes fiscais e de segurança social que abrangem os árbitros. É curioso que estejamos, desde os anos 80, a falar publicamente sobre o que recebem os árbitros, e esta seja a primeira vez que estamos a falar especificamente dos seus ordenados. Posso dizer que outra surpresa foi a categoria fiscal em que estão inseridos: julgo que só quem não tem assistido às arbitragens dos últimos jogos do Benfica e do FC Porto é que pode dizer que os árbitros portugueses são trabalhadores independentes. Confesso que, não sei bem porquê, sempre deduzi que fossem trabalhadores por contra de outrem.

Autor: Miguel Góis

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 15:23

Outubro 30 2010

A acelerar. O Benfica meteu a quinta na Liga. A velocidade ainda não é a da magnífica temporada transacta, mas os encarnados estão a ganhar embalagem para o Dragão e, ontem, com um golo fantástico de Aimar abriram caminho à quinta vitória consecutiva na Liga, também a quinta sem sofrer golos, e assim colocam pressão sobre o FC Porto, que este sábado se desloca a Coimbra.

Mais um aliciante para o escaldante clássico no Dragão, no próximo dia 7, que para muitos pode marcar definitivamente o resto da temporada. Os encarnados reforçam a segunda posição e estão, provisoriamente, a quatro pontos da liderança.

A vitória do Benfica foi justa e o espectáculo bem agradável, com o esclarecido Paços de Ferreira de Rui Vitória a valorizar o triunfo dos encarnados. Jogo que fica marcado com o tremendo golo de Aimar. À Maradona.

O médio ofensivo argentino arrancou ainda do seu meio-campo e foi serpenteando por entre os pacenses até se enquadrar com a baliza de Cássio, para depois rematar colocado, fazendo a bola sobrevoar o brasileiro e tornando impossível a defesa. Um gesto perfeito. Só ao alcance dos predestinados.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 14:18

Outubro 30 2010

Na semana em que foi divulgado um vídeo seu de homenagem a Maradona, Aimar mostrou no Estádio da Luz a razão por que foi considerado durante vários anos o provável sucessor de El Pibe. O internacional argentino passou por vários adversários antes de bater Cássio, com um potente remate de pé direito. Um lance de génio, digno da assinatura do antigo selecionador.

A relação de respeito entre os dois sul-americanos tem ficado bem patente ao longo dos últimos anos. Quando ainda orientava a seleção Maradona não se coibiu de tentar repescar o camisola 10 das águias. “O Aimar é a minha fraqueza. Vê-lo jogar é uma delícia, pois tem toques de bola incríveis, consegue fazer mudanças de velocidade decisivas, e ainda entrega a bola de bandeja”, referiu na altura o técnico que, no entanto, acabou por não levar o futebolista para o Mundial da África do Sul.

Uma das memórias que o médio-ofensivo guarda é o célebre tento de El Pibe à Inglaterra, em 1986. Ontem, em Lisboa, Aimar assinou um momento que também merece ficar na história e que Maradona vai gostar de ver...

Prestes a comemorar o seu 31.º aniversário, o que acontece na quarta-feira, El Mago volta a mostrar em Portugal toda a magia que encantou os adeptos do River Plate. O reencontro com Saviola parece ter-lhe trazido outro fôlego, reeditando em Lisboa a dupla de sonho que encantou Buenos Aires. O golo de ontem frente ao P. Ferreira foi só mais um registo de verdadeiro artista, que só não chegou ainda mais longe devido aos inúmeros problemas que o fustigaram ao longo da carreira.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 14:17

Outubro 30 2010

Alan Kardec estreou-se ontem a marcar no campeonato nacional com a camisola da águia. O brasileiro, de 21 anos, apontou o segundo golo, de penálti, mas salientou que o mais importante “é dar sequência ao trabalho realizado até agora”.

“Ainda temos um campeonato pela frente e o mais importante é que a equipa saia vitoriosa dos jogos. Era isso que procurávamos. É sempre bom vencermos e não sofrer golos. Espero que possamos manter esta sequência”, desejou o internacional canarinho Sub-20 antes de confessar que sente “a confiança de todos e do treinador”. “É sempre bom estar a fazer golos e o nosso objetivo é vencer”, salientou.

O atacante canarinho deixou claro que esta ainda não é altura de pensar “no jogo com o FC Porto, até porque na terça-feira há um encontro importante com o O. Lyon”, que pode decidir muito do futuro dos encarnados nesta edição da Liga dos Campeões.

“É sempre bom jogar em casa, temos qualidade, um grupo fechado e agora é manter a tranquilidade para podermos vencer os jogos em casa e fora”, adiantou no final do encontro.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 14:14

Outubro 30 2010

CONFESSO que tenho dificuldade em compreender os receios que rodeiam a hipotética greve dos árbitros na semana do Porto – Benfica. Não sei se ainda mantém em rigor a velha regra segundo a qual, na ausência do árbitro, deve ser recrutado um espectador na bancada para arbitrar a partida. S assim fosse, o mais provável seria que o árbitro do jogo acabasse por ser um adepto do Porto. Sinceramente, creio que ninguém daria pela diferença. Seria um Porto – Benfica perfeitamente normal. Já aqui recordei a noite histórica em que o Sr. Donato Ramos, depois de ter permitido que o Vítor Baía defendesse com as mãos fora da área, anulou um autogolo do Porto por fora-de-jogo posicional de um jogador do Benfica. Hoje, lembro o saudoso árbitro Carlos Calheiros (que é também o eminente turista José Amorim), que um dia assinalou um penalty contra o Benfica por uma razão que permanece misteriosa até agora. Na primeira repetição, José Nicolau de Melo descortinou (e José Nicolau de Melo descortinava como ninguém) uma falta de Mozer. Na segunda repetição, julgo que aventou uma mão de Hélder. E, na terceira repetição, concluiu que não existia falta nenhuma das infracções anteriores nem qualquer outra, mas optou por dar o benefício da dúvida ao árbitro. Gente maldosa comentou que o benefício da dúvida tinha sido o menor dos benefícios que o árbitro tinha recebido nessa noite. Acredito mesmo que qualquer adepto do Porto faria um trabalho mais isento.

Quanto à greve, não sei se tem razão de ser, mas não percebo a forma do protesto. Quando os trabalhadores da TAP fazem greve, não comparecem na TAP, que é a morada do patrão. Quando os funcionários da EDP fazem greve, abstêm-se de comparecer na EDP, que é a morada do patrão. Quando os árbitros fazem greve, ameaçam não comparecer no estádio do Dragão? Que esquisito.

Todos estes meses depois, o túnel da Luz continua a afastar o inigualável Givanildo da convocatória da selecção brasileira. Há, perversa infra-estrutura! Perversa e sectária, que o David Luiz passa lá todas as semanas e continua a ser convocado.

 

“ (…) é assustador verificar a frequência com que, graças a uma redacção voluntariamente ambígua da lei, são anuladas em julgamento as escutas telefónicas.”

MIGUEL SOUSA TAVARES

Expresso, 11 de Junho de 2007

 

“ Durante quatro semanas a fio, o jornal «Sol» levou a cabo, tranquilamente, a divulgação de escutas telefónicas recolhidas num processo em segredo de justiça e abrangendo até alguma gente que, tanto quanto sabemos, não é suspeita de qualquer crime. (…) E todos nós, mesmo os discordantes, fomos obrigados a ler as escutas e concluir a partir dos factos e indícios nelas contidos, sob pena de sermos excluídos da discussão pública”.

MIGUEL SOUSA TAVARES

Expresso, 25 de Março de 2010

 

Como já aqui tive ocasião de notar, há um grande consenso social em torno do fenómeno das escutas. Até gente de clubes diferentes se encontra no essencial, o que é notável e bonito. Por exemplo, eu concordo com o Miguel Sousa Tavares quando diz que é assustador o número de escutas telefónicas, algumas bem incriminadoras, que são anuladas em tribunal. E também me sinto obrigado a tomar conhecimento dos factos e indício nelas contidos, para não ser excluído da discussão pública. O que pretende quem deseja fingir que as escutas não existem é decretar a obrigatoriedade da hipocrisia. E isso, fiquem sabendo, Miguel Sousa Tavares nunca permitiria. E eu estou com ele nesta luta. Juntos venceremos, tenho a certeza.

 

Jornalista – O best seller de Carolina assume foros de escândalo. As críticas vêm até indefectíveis portistas.

Rui Moreira – O Sr. Jorge Nuno Pinto da Costa devia ter falado com os adeptos, devia ter falado com os sócios, sobre esta matéria. E devia ter-lhes pedido desculpa

(…)

Jornalista – As críticas aos administradores da SAD não se limitam à gestão.

Rui Moreira – À volta daqueles que são os grandes líderes, aquilo que acontece é que se começa a confundir a fidelidade com o cortesão. Perante o Sr. Jorge Nuno Pinto da Costa são absolutamente acríticas, mas nas costas do Sr. Jorge Nuno Pinto da Costa são as pessoas mais críticas. E esta tendência, que é típica dos cortesãos, como nós sabemos, aquilo a que se chama jogos de corredor, é típica também de uma instituição cuja a liderança se aguenta durante muitos anos. (…) Aquele passeio da fama que o FC Porto tem, Faltam lá alguns nomes, claramente.

Jornalista – Mas quem é que é o responsável por isso?

Rui Moreira – É a política de guerrilha”.

Numa interessante reportagem da RTP, disponível aqui: http://www.youtube.com/watch?v=5yjllkmd4wg&feature=related.

Tenho acompanhado com muito interesse o Trio D’Ataque na sequência do despedimento com justa causa de Rui Moreira. Por muito que me custe admiti-lo, o comunicado emitido pela SAD do Porto estava correcto: de facto, o novo elemento (além de ter a estanha mania de permanecer no estúdio durante toda a duração do programa, honrando o contrato que o liga à RTP), emite livremente opiniões que são da sua exclusiva responsabilidade. O novo modelo do programa faz lembrar o tempo em que Rui Moreira não era sequer candidato a sócio do ano, antes de ter percebido que as suas opiniões não eram as mais correctas, quer para as suas ambições inconfessadas, quer para a sua saúde. Espero que o estádio do Dragão tenha corredores espaçosos: há mais um jogador para albergar.

 

P.S. - Tanto Miguel Sousa Tavares (que esta semana nos obsequiou com uma excelente redacção subordinada ao tema A Caça aos Patos) como Rui Moreira (que fornece aos leitores informações interessantíssimas, como o facto de não ter visto um jogo por estar a entreter um Sr. Que até é comendador) insistem que eu não escrevo aqui sobre o que devia. O jurista que cita a declaração de independência pensando estar a citar a constituição americana considera que eu não sei do que falo; o comentador desportivo que foi despedido por não comentar tem reparos a fazer aos meus comentários. Vivemos num mundo estranho.

Autor: Ricardo Araújo Pereira

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:25

Outubro 30 2010

O Benfica ampliou ontem para 5 o número de vitórias consecutivas na Liga, enquanto Roberto abandonou o relvado uma vez mais imbatível, contabilizando já 457 minutos sem ir buscar a bola ao fundo da baliza – desde 10 de Setembro.

Jorge Jesus havia formulado dois desejos. O primeiro passava pela obtenção de um triunfo. O conjunto fez-lhe a vontade, levando agora 5 vitórias seguidas no campeonato, registo que se encontra, todavia, longe do alcançado na temporada transacta: 9 êxitos consecutivos.

O segundo desejo era a manutenção da inviolabilidade das redes encarnadas na prova de regularidade. Roberto assinou nova exibição de luxo, garantindo o quinto jogo a “zeros” no campeonato: totaliza agora 457 minutos sem ir ao fundo da baliza. Para encontrar um registo melhor há que recuar a 2006/07, época em que Quim permaneceu 584 minutos imbatível.

Kardec estreou-se a marcar na Liga, tendo apontado o 3.º golo da época: bisara com o Arouca para a Taça (em 09/10 marcara na Liga Europa). Aimar rubricou o segundo tento da época: a 28 de Agosto facturara frente ao V. Setúbal, na Liga.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:01

Outubro 30 2010

O melhor marcador do “timão” está, segundo a imprensa brasileira, na mira do Benfica, que já terá iniciado contacto com os representes do jogador.
Bruno César marcou 12 golos em poucos meses ao serviço do Corinthians – chegou em Abril proveniente do Santo André – e está a ser determinante para manter o clube paulista na luta pelo título.
A maior fatia dos direitos económicos do médio de 21 anos pertence à DIS, empresa que confirma o interesse do Benfica mas descarta qualquer negociação a curto prazo.
«Existe o interesse do Benfica mas não vamos negociar, até porque não é o momento de falar sobre isso. O Bruno César só deixará o Corinthians depois da Libertadores de 2011, caso o clube confirme a presença na prova. Antes disso, só se chegar uma proposta excepcional, o que ainda não aconteceu», revelou Thiago Ferro, representante da DIS, em declarações ao UOL Esporte.
De acordo com a mesma fonte, Bruno César, que tem contrato válido com o Corinthians até 2014, não deixará os “alvinegros” por valores inferiores 5,5 milhões de euros.
Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:56

Outubro 30 2010

Emprestado pelo Benfica ao Vasco da Gama, Éder Luís acredita que ainda terá oportunidade de brilhar ao serviço do clube da Luz.
«Acredito que vou ter espaço no Benfica e que ainda vou crescer muito. O treinador confia em mim e sinto que este meu regresso ao Brasil teve por objectivo o meu regresso em grande nível ao Benfica», afirmou à TSF o avançado brasileiro, que tem estado em plano de evidência no Vasco da Gama.

No pensamento de Éder Luís está, no entanto, o Benfica, aproveitando para tecer rasgados elogios a Jorge Jesus: «Apesar de ter estado pouco tempo no Benfica, senti que é um técnico que dá a cara pela equipa e a faz andar para a frente. Os jogadores têm crescido com ele.»

Instado a comentar os resultados da equipa no início do campeonato, nomeadamente a diferença pontual em relação ao FC Porto, Éder Luís aponta duas razões: a saída de Di María e o mérito do FC Porto. «O Di María era fundamental, pois decidia alguns jogos difíceis, mas o Benfica também precisa de vender jogadores e revelar outros. Além disso, o FC Porto tem estado muito bem, mas acredito que o Benfica ainda pode chegar ao título, pois tem muita qualidade», vincou.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:53

Outubro 30 2010

publicado por Benfica 73 às 09:11
Tags:

Outubro 30 2010

O argentino Salvio voltou esta noite a fazer parte das contas de Jorge Jesus no Benfica, entrando aos 63' para o lugar de César Peixoto. Dois minutos depois de ter iniciado a participação no jogo, Salvio viu o Benfica fazer o segundo golo que selou um triunfo que deixou o jovem emprestado pelo Atlético Madrid contente, apontando já baterias para os jogos seguintes.

"É bom vencer jogos assim. Recuperámos bem das três derrotas que tivemos no início da temporada e agora estamos mais fortes e confiantes. Estamos no bom caminho e isso é que importa", referiu em declarações à Sport TV.

"Já temos a cabeça no jogo com Lyon e sabemos que estamos à altura dessa partida e vamos tentar vencê-lo. Estamos melhor e o facto de vencer estes jogos tornam a equipa mais confiante. Agora seguem dois jogos difíceis e temos de os vencer", frisou.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 01:09

Outubro 30 2010

Jorge Jesus era um treinador satisfeito com a quinta vitória consecutiva do Benfica na Liga Zon Sagres, sublinhando que dois dos três objetivos para o jogo desta noite com o P. Ferreira foram cumpridos. Faltou mais um golo, mas a ambição da equipa agradou ao técnico.

"Tínhamos três objetivos para esta partida: vencer o 5.º jogo, não sofrer golos e tentarmos fazer mais do que 1, 2 ou 3 golos, consoante o marcador dos adversários, não deixando de ser uma equipa ambiciosa. Cumprimos duas partes do objetivo, a terceira só não foi cumprida porque nos últimos 15 minutos os jogadores preferiram gerir a vantagem de 2 golos mas se acelerassem, estávamos mais perto do 3-0", afirmou à Sport TV após a vitória por 2-0.

A opção de deixar Carlos Martins de fora - um dos quatro jogadores em risco de falhar o clássico com o FC Porto da próxima jornada devido à acumulação de amarelos - foi justificada por Jesus. "Não podia arriscar os quatro e tive de decidir. Saiu tudo na perfeição".

Quanto ao calendário apertado - Lyon, na quarta-feira e FC Porto no domingo -, o técnico dos encarnados não acredita que seja a semana mais complicada para o Benfica. "As semanas mais difíceis têm sido estas em quem temos recuperado na classificação. Já fomos 14.º e 15.º e agora estamos no 2.º lugar. É fruto de muita confiança da equipa".

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 00:45

Outubro 30 2010

O capitão do Benfica, Luisão, mostrou-se satisfeito com a vitória caseira dos encarnados sobre o Paços Ferreira por 2-0 e com a atitude demonstrada pela equipa, no jogo desta noite de sexta-feira da 9.ª jornada da Liga Zon Sagres.

“Foi um bom jogo, estamos com uma boa sequência de vitórias. Enfrentámos uma equipa difícil, que correu muito e estava muito bem montada, mas fomos humildes, corremos até ao final do jogo e conseguimos não sofrer golos. Isso é que é importante”, garantiu o defesa brasileiro no final da partida, na zona de entrevistas rápidas.

Sobre a deslocação das águias na próxima jornada ao Dragão, Luisão referiu que “o mais importante foi vencer o P. Ferreira”, acrescentando que: “Qualquer que seja a situação na tabela classificativa, o jogo com o FC Porto é sempre um clássico, logo não se pode prever o desfecho. Mas neste tipo de jogos há sempre condições de alcançar um bom resultado”.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 00:41

Outubro 30 2010

O Benfica garantiu, esta sexta-feira, o quinto triunfo consecutivo na Liga. Os “encarnados” derrotaram, na Luz, o Paços de Ferreira, em jogo da nona jornada da Liga.

Clique aqui para consultar a ficha de jogo, as incidências da partida, os comentários, as estatísticas individuais e as estatísticas de equipa.

Aimar e Kardec apontaram os dois golos que deram os três pontos à formação orientada por Jorge Jesus.

O argentino driblou vários jogadores do Paços até chegar à entrada da área, onde disparou para o fundo das redes de Cássio, quando ainda nem tinham passado 15 minutos de jogo.

Já o avançado brasileiro converteu, ao minuto 65, com sucesso uma grande penalidade, que castigou falta de Cohene sobre Fábio Coentrão na área dos “castores”.

Baiano ainda foi expulso ao minuto 83. O lateral do Paços viu o segundo amarelo e respectivo vermelho após falta sobre Fábio Coentrão.

 

 

 

publicado por Benfica 73 às 00:26

BENFICA 73
contador grátis
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...