Outubro 21 2010

HÁ dias, tive um sonho. Numa peregrinação onírica aos programas televisivos sobre futebol, usufruí um Tempo Extra que me permitiu um Prolongamento com Mais Futebol para o Dia Seguinte, dei um Pontapé de Saída no Jogo Jogado, entrei na Zona Mista e, para meu espanto, deparei com o Trio d’Ataque. Nessa altura - eu que até sou hipertenso - passei por Pressão Alta. Extenuado acordei de supetão.

Então lembrei-me do que alguém disse um dia: «A inflação acontece quando a mão fica maior que o bolso.» A proliferação de tantos programas comporta o perigo de a forma se superiorizar ao conteúdo. De tanto excesso, desvaloriza-se o valor.

Claro que há bons jornalistas e bons comentadores. E programas para todos os gostos e desgostos: uns sobre futebol, outros nem por isso. Uns antes, outros depois. Uns sobre o jogo, outros sobre tudo menos o jogo. Uns quase científicos, outros humorísticos. Uns divertidos, outros convertidos. Uns clubisticamente anódinos, outros insuportavelmente tendenciosos. Uns de régua e esquadro, outros de opereta bufa. Uns orientados pela razão, outros conduzidos pela emoção.

Mas o que menos suporto, em alguns deles, é a discussão compulsivamente enviesada à volta da repetição dez ou quinze vezes de um tal lance, falta ou golo. Passam-se horas a fio a falar do desamparado árbitro que errou ou acertou, depois de vistos e revistos em slow motion e imagem parada e ampliada, como se a realidade assim fosse. No fim, sobre o jogo - o tal que é jogado - nem uma palavra.

Nestas alturas, suspiro pela próxima Liga dos Últimos que me diverte e me ensina. É que, afinal, o futebol é genuinamente popular e assim deve continuar. No fundo, o regresso às (boas) origens: «O futebol: esse reino de lealdade humana exercida ao ar livre», como, nesse tempo, bem definiu Antonio Gramsci.

Fonte: A bola

publicado por Benfica 73 às 21:27

Outubro 21 2010

CONFRANGEDOR ver o Benfica jogar, este ano, na Europa. Sem disciplina e sem chama. Sem critérios verdadeiramente profissionais de rigor, concentração e, pior de tudo, sem estímulos. Quem está de fora, obviamente que não pode entender o que verdadeiramente se passou para alterar, de uma vez, e tão radicalmente, a competência e a personalidade da equipa. Dir-se-á que mudaram jogadores influentes e que foram substituídos por quem, eventualmente, ainda deveria estar a estagiar, com as devidas cautelas de utilização apenas nos momentos mais indicados e que não estivessem sujeitos à pressão do resultado. Mas não foi apenas isso. Algo de muito importante terá mudado por dentro e que não se vê por fora. Jesus saberá, mas também ele parece ter perdido a genica do ano passado, não parecendo, sequer, irritar-se o suficiente quando David Luiz se acha o Pelé dos centrais mundiais e Carlos Martins, o Maradona dos centro-campistas.

De uma equipa que, no último ano, parecia capaz de recuperar a mística do velho Benfica personalizado e ganhador, a uma equipa que tende a copiar a história recente, triste e sem virtudes. O Benfica que antes deslumbrava, agora desilude. O Benfica que antes voltava a chamar a si a atenção da Europa, volta a cair no esquecimento próprio dos medíocres.

Alguém, dentro do Benfica, tem de ter noção e a consciência do que verdadeiramente se está a passar e de, pelo menos, dizer aos jogadores que o campeonato da época passada, ao contrário do que parece pensarem, não era um ponto de chegada, mas de partida. Ou seja: não era uma ponte para o passado, mas para o futuro.

Autor: Vítor Serpa

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 21:04

Outubro 21 2010

O Benfica regressou hoje ao trabalho após a derrota (0-2) desta quarta-feira com o Lyon, para a Liga dos Campeões. Cardozo foi a novidade da sessão uma vez que já efectuou corrida.

O avançado paraguaio adiantou uma etapa no processo de recuperação da entorse no joelho esquerdo, tendo ainda efectuado tratamento e ginásio, o mesmo regime de treino seguido por Rubem Amorim, que recupera de tendinite rotuliana nos joelhos.

Enquanto os titulares com o Lyon realizaram trabalho de recuperação, os restantes elementos do plantel encarnado efectuaram um jogo-treino com os juniores. A equipa principal venceu por 4-0, com Jara e Airton a anotarem dois golos cada.

Jorge Jesus dirige novo treino esta sexta-feira, pelas 17 horas, seguindo com a preparação para o jogo em Portimonense, no domingo (20.15 horas), a contar para a 8.ª jornada da Liga.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 20:57

Outubro 21 2010

Manuel José, treinador do clube saudita Al-Ittihad, admitiu esta quinta-feira que gostaria de ter Nuno Gomes no plantel.

As declarações à Antena 1 surgem depois do internacional português ter revelado que ia deixar de jogar no Benfica e do noticiado interesse do técnico no seus serviços.

"Qualquer treinador conhecendo as qualidades dele e o seu passado desejaria ter o Nuno Gomes no plantel", afirmou Manuel José, lembrando que jogar na Arábia Saudita não é fácil devido ao clima:

"Não sei qual é a ideia dele. Vir para um país como este não é fácil, principalmente por causa do calor."

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 20:51

Outubro 21 2010

DESDE que contratou a prima da águia Vitória para sobrevoar o Olímpico de Roma antes de cada jogo, a Lazio está imparável e ao cabo de sete jornadas lidera, isolada, o campeonato italiano com 2 pontos de avanço sobre o Milan e o Inter e com 4 pontos de avanço sobre a Juventus e o Nápoles.

Já em Lisboa, a propriamente dita águia Vitória passou um sábado atribulado apesar de o Benfica ter ganho sem grandes dores de cabeça ao Arouca e ter seguido em frente na Taça de Portugal, como lhe competia, com o devido respeito pelo Arouca.

De acordo com a notícia inquietante publicada neste jornal na sua edição de domingo, o nosso simpático Juan Bernabé, treinador, patrão e psicólogo da águia original, foi intempestivamente impedido de se fazer fotografar com umas crianças que pretendiam levar para casa a prova testemunhal de que tinham conhecido no Estádio da Luz o tratador e o animal, ou seja, a competente dupla que faz as delícias da criançada e dos mais crescidos naquele momento mítico que se repete antes de cada jogo do Benfica em casa.

Os autores materiais do desacato terão sido dois stewards de serviço que, sem boas maneiras, afastaram Juan Bernabé das crianças e, de tal forma o fizeram, que a águia Vitória andou a rebolar pelo chão à vista de toda a gente e o próprio Bernabé se terá desequilibrado com algum estardalhaço.

Mas, afinal, que stewards são estes que a Prosegur manda para o Estádio da Luz perpetrar atentados?

Sem querer embarcar em teorias da conspiração, ou a Prosegur está infiltrada de agentes provocadores ou os stewards em causa são taxativamente sportinguistas que ainda vinham a ferver da última assembleia-geral do clube deles, o que não é de admirar. E por já virem picados um com o outro desde a reunião magna na Nave de Alvalade não se contiveram quando Juan Bernabé, no seu falar espanholado, os cumprimentou com um saludo que lhes caiu mal:

- Boa noite, Costinhas!

E viraram-se a ele que nem leões e aconteceu o que aconteceu, uma tristeza, enfim.

Senhores stewards lagartos, abusivamente infiltrados na Luz, façam lá o favor de resolver esses desaguisados exclusivamente entre vocês, em sede própria, sem a presença de jornalistas, mas não venham para nossa casa atentar contra a harmonia reinante!

 

ISTO de dizer mal dos árbitros tem muito que se lhe diga. O ideal é o trabalho dos juízes de campo nos ser totalmente indiferente de modo a que nem nos ralemos com as suas más decisões ainda que sejam contrárias aos nossos desígnios. Isto é que é ter classe.

Para ter classe numa matéria destas, tão rasteira, tão primária, há que fazer reunir um certo número de condições que nem sequer são tão fenomenais como se pode suspeitar.

Ainda no sábado passado, por ocasião do Benfica – Arouca para a Taça de Portugal, verificaram-se essa tais condições e quando, já perto do fim do jogo, o árbitro invalidou um golo ao Arouca por claríssimo fora-de-jogo do seu autor não houve no Estádio da Luz nenhum benfiquista que não encolhesse os ombros e não pensasse: Que pena, este pessoal do Arouca que veio até à nossa casa em multidão bem merecia sair daqui com um golo marcado!

Tudo este fair-play porque já se estava a ganhar por 5-0, aquele score que, precisamente, confere uma tranquilidade de espírito, um desapego às incidências do jogo, uma generosidade perante os erros alheios, ou seja, uma série infindável de atributos capazes de transformar o mais irascível dos adeptos num cavalheiro inglês tal e qual aqueles que conhecemos dos romances da Jane Austen ou das irmãs Brontë.

E quando aos 88 minutos, Diogo Santos, na sequência de um pontapé de canto que beneficiou o ataque arouquense, meteu a bola no fundo da baliza de Júlio César e o golo valeu, não houve a mínima manifestação de protesto nas bancadas da Luz. Os três mil arouquenses festejaram bravamente o feito e os quinze mil benfiquistas limitaram-se a murmurar: Pois está muito bem… assim já levam um consolo para a viagem!

E que consolo! O próprio Diogo Santos confessaria no final do jogo que tinha vivido o momento mais alto da sua carreira e referia-se não só ao golo marcado ao Benfica na Luz como o facto, não menos glorioso, de ter recebido como recordação a camisola de Pablo Aimar.

Este pequeno apontamento tirado do Benfica – Arouca não é tão extravagante quanto pode parecer. Encerra, aliás, um ensinamento útil para o que ainda falta disputar internamente na temporada em curso contra adversários mais possantes, equipados de verde, amarelo, azul, roxo ou mesmo de preto e com apito na boca.

É que se o Benfica voltar às goleadas a que nos habituou na temporada passada acaba-se logo com a conversa dos árbitros…

Dá-lhes Kardec!

 

A UEFA quer instituir umas regras de fair Play financeiro ao mais alto nível das suas competições. Em defesa da concorrência leal e da saúde das tesourarias dos mais importantes emblemas europeus «qualquer clube profissional que tenha gasto mais do que recebeu na época desportiva anterior ficará fora das provas europeias». Vamos ter, assim, um campeonato internacional de défices e de passivos que vai ser bonito, vai…

Embora a UEFA planeie só fazer aplicar estas regras a partir da temporada de 2013/2014, é o caso para se dizer que o Benfica, em comparação, por exemplo, com o Manchester United, já vai muito adiantado no bom caminho a tomar.

Ambos os clubes mostraram-se impressionados com a aventura dos 33 mineiros chilenos e entenderam que deviam fazer alguma coisinha que evidenciasse essa comoção humanitária. O Manchester, sempre dado aos grandes exageros de um clube que acusa 95 milhões de euros de prejuízo, não fez a coisa por menos e endereçou um convite aos heróis subterrâneos para uma deslocação em voo fretado desde o Chile até Old Trafford onde será recebidos como heróis tendo a oportunidade de assistir ao vivo a uma jogatana do United.

O Benfica, com as suas contas mais modestas, fez a coisa por menos. Convidou o embaixador do Chile em Lisboa para um almocinho no Estádio da Luz e ficou logo ali o assunto arrumado.

Será bom que a UEFA atente nestes pormenores financeiros…

 

QUANTO aos pormenores desportivos, no que diz respeito à UEFA. O Benfica não só não vai nada à frente como também anda a marcar passo. Ontem, em Lyon, pode-se dizer que o Benfica foi o Roberto, o Coentrão e mais 8. Em princípio até seriam mais nove mas como o Gaitán foi expulso…

Autor: Leonor Pinhão

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 14:03

Outubro 21 2010

O Benfica começa esta quinta-feira a preparar a deslocação ao Algarve, onde, domingo, defronta o Portimonense.
A sessão de treino está agendada para as 17 horas e realiza-se à porta fechada.

Para trás, fica a negativa jornada europeia em Lyon, cidade sobressaltada por constantes episódios de violência, manifestações sociais crescentes, que na génese têm sobretudo o novo regime de reforma — passou dos 60 para os 62 anos —, cuja votação está marcada para esta noite no Senado.

Os desacatos foram testemunhados pela reportagem de A BOLA, imagens aqui registadas pela objectiva do repórter fotográfico Sérgio Miguel Santos.

Veja aqui as fotos.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 13:58

Outubro 21 2010

O Benfica está a seguir atentamente Ivan Strinic, uma das maiores promessas do futebol croata da atualidade. Ao que Record apurou, o lateral-esquerdo do Hajduk Split já foi observado ao vivo por emissários do emblema benfiquista e está na lista dos encarnados para reforçar o lado esquerdo do sector defensivo, tal como pretende Jorge Jesus.

Strinic é, neste momento, um dos jogadores mais cotados do futebol croata, contabilizando já 7 internacionalizações com apenas 23 anos. A titularidade foi conquistada já na época passada, tendo começado a suscitar o interesse de emblemas com maior poderio financeiro. Apesar de estar em alta, o Hajduk Split fixou o preço do passe do lateral em 3 milhões de euros, verba perfeitamente acessível aos cofres do Benfica que vê no jovem atleta um tremendo potencial e retorno financeiro garantido a curto/médio prazo.

Os encarnados não correm, contudo, sozinhos na corrida pelo internacional croata que também tem emblemas ingleses, alemães e italianos interessados nos seus serviços.

Um defesa moderno. Strinic é aquilo que hoje se denomina como um lateral moderno. Apesar de ser muito rápido e dotado de elevada técnica individual, a elevada estatura (1,86m) faz com se torne num elemento precioso no jogo aéreo. Aliás, os 4 golos que fez na temporada passada foram fruto da sua preponderância em bolas paradas.

Depois de várias observações e tendo o aval de Jorge Jesus a quem agrada sobremaneira as características de Strinic, a SAD benfiquista pondera agora avançar com uma proposta concreta já na reabertura do mercado de transferências, em janeiro. O técnico benfiquista via com bons olhos o reforço da posição a meio da temporada, já que permitiria libertar Fábio Coentrão para posições mais avançadas no terreno.

Os responsáveis benfiquistas procuram também acautelar o futuro e procuram reforços jovens com qualidade garantida e margem de progressão. Strinic junta-se a uma lista onde também constam os nomes de Funes Mori, Pereyra e Enzo Pérez.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:20

Outubro 21 2010

O treinador do Benfica considera que a derrota (0-2) com o Lyon, a segunda na fase de grupos da “Champions”, não compromete a qualificação da equipa.
Considera que esta exibição em Lyon terá sido uma das menos conseguidas desde que está no comando da equipa?
Não, não estou de acordo com isso. Jogámos contra uma boa equipa, que jogou praticamente uma hora com mais um e soube gerir o jogo. Até à saída do Nico [Gaitán] o jogo estava dividido, não havia supremacia de qualquer equipa, apesar de o Lyon já estar a vencer com uma perda de bola que tivemos. Mas não havia ascendente ofensivo. Depois da expulsão, sim, o Lyon soube gerir o resultado e obrigou-nos a correr muito, soube circular a bola e foi-nos desgastando muito fisicamente, de tal forma que só nos últimos minutos conseguimos sair em situações ofensivas, mas por mérito do adversário. Soube gerir e jogar com o que aconteceu no jogo. Jogámpos contra uma equipa que na época passada foi à meia-final da Champions e a jogar com mais um jogador foi determinante.
Foi um jogo com muitos passes falhados em relação ao que é costume na equipa...
Sim, tivemos alguns jogadores que normalmente não falham tantos passes na chamada fase de preparação do jogo, também derivado do pressing do Lyon, mas o que importa é que a equipa perdeu. Depois do 2-0 era fundamental não sofrer mais golos porque perder por dois não é o mesmo que perder por três ou quatro. O apuramento também se faz por golos. Esta derrota não nos tira esperança nas possibilidades de sermos apurados. Temos mais três jogos, as duas derrotas que tivemos foram fora de casa e temos nove pontos para disputar. Como disse, o jogo com o Hapoel será determinante.
A expulsão de Gaitán foi determinante?
Retirou todas as nossas possibilidades de recuperar porque ficámos com menos um jogador num sector onde também não temos muitas soluções. Ou seja, não tivemos mais margem de recuperação. De resto, foi no primeiro quarto-de-hora da segunda parte que o Lyon teve mais hipóteses de golo e o Roberto esteve muito bem. Depois, com as alterações equilibrámos a equipa e acabou por ser positivo não sofrermos mais golos.
As contas ficaram mais complicadas com a vitória do Shalke?
As contas que qualquer equipa tem de fazer é tentar ganhar os seus jogos em casa. Neste momento temos mais dois em casa e um fora. O Lyon, com nove pontos, vai ser seguramente a primeira equipa do grupo, nós temos de discutir o apuramento com o Schalke e ainda temos de vencer o Lyon para fazermos os pontos necessários e aí temos todas as possibilidades em aberto.

A equipa tem seis vitórias e seis derrotas em 12 jogos oficiais. Consegue explicar?

Já expliquei o que se passou neste jogo, não estou aqui para explicar o que aconteceu nos jogos anteriores.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:15

Outubro 21 2010

A equipa do Benfica já está em Lisboa. O avião que transportou os encarnados desde Lyon aterrou às 2.30 desta quinta-feira e à espera dos encarnados estavam mais polícias do que adeptos.

A viagem de regresso dos encarnados, que teve a duração de aproximadamente duas horas, ficou marcada pela forte indisposição de um dos adeptos que acompanhou o Benfica na deslocação a França. A intervenção do médico Bento Leitão e de um dos elementos do departamento clínico da equipa, Duarte Pinto, acabou por resolver a ocorrência e serenar os ânimos, numa ligação que decorreu sem mais problemas.

O ambiente dentro do avião era de desilusão, já que a derrota sofrida em Lyon (0-2) deixou os encarnados em situação delicada no que ao apuramento para a próxima fase da Liga dos Campeões diz respeito. O Benfica é terceiro classificado, atrás do Lyon, que tem mais seis pontos, e do Schalke, com mais três. Vencer os franceses no próximo jogo da Champions é agora obrigatório.

Para já, contudo, Jorge Jesus centrará as suas atenções na deslocação a Portimão, marcada para domingo, que começará a ser preparada esta quinta-feira, às 17 horas, com um treino à porta fechada.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:11

Outubro 21 2010

Jorge Jesus sofreu ontem o sétimo desaire fora de casa nas provas da UEFA, o terceiro consecutivo. O atual treinador do Benfica ficou, assim, com a balança completamente equilibrada, pois conta também com sete triunfos no pecúlio.

A carreira de JJ na Europa teve início ao serviço do Estrela da Amadora, em 1998. O percurso do técnico na UEFA sofreu depois um interregno de quase uma década – em 2007 voltou à Europa na direção do Belenenses.

Foi já no Sp. Braga que descreveu um caminho mais longo nestas competições: arrecadou a extinta Intertoto e brilhou na Taça UEFA ao comando dos arsenalistas minhotos. Mas foi no Benfica que se estreou na Liga dos Campeões. O desaire de ontem complicou-lhe um pouco as contas do apuramento, pese ainda ter duas partidas na Luz.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:37

Outubro 21 2010

Nuno Gomes já teve o primeiro convite para jogar mais uma temporada, depois de deixar o Benfica. A cumprir o último ano de contrato pelas águias, o avançado ouviu de Manuel José o interesse em contar com ele no Al-Ittihad, emblema da Arábia Saudita.

Aos 34 anos, o internacional português anunciou que vai abandonar o clube da Luz no final do contrato, mas mostrou-se disponível e com capacidades para jogar pelo menos mais um ano. Quem gostou de ouvir estas palavras foi Manuel José, que não perdeu tempo em falar com o jogador que lançou no Boavista na temporada de 1994/95.

Apesar de estar numa fase de ouvir propostas, Nuno Gomes encara com bons olhos uma mudança para a Arábia Saudita. Além de conhecer bem Manuel José, o capitão dos encarnados não fecha a porta a um contrato milionário que poderá ter na Arábia Saudita.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:18

Outubro 21 2010

O Benfica ficou ontem pela segunda vez reduzido a dez unidades nesta temporada. Gaitán imitou Júlio César, expulso na recepção ao V. Setúbal, a contar para a 3.ª jornada do campeonato. A questão é que a 28 de Agosto, no Estádio da Luz, a equipa encarnada conseguiu dar a volta ao texto e venceu por 3-0, enquanto ontem jamais recuperou do soco no estômago.

O cartão vermelho visto em França irá retirar a possibilidade ao argentino de procurar vingar o desaire registado ontem, por ocasião da recepção ao Lyon, agendada para 2 de Novembro. Nico Gaitán irá cumprir nesse dia um jogo de castigo, o que pode originar o adiantamento no terreno de Fábio Coentrão e a consequente titularidade de César Peixoto.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:13

Outubro 21 2010

O guarda-redes do Benfica disse há uns dias que finalmente está a ser o Roberto de que ele próprio gosta e ontem provou que está em grande forma. Apesar da derrota, foi o grande herói da equipa encarnada, evitando a engorda dos números da derrota. Sem hipóteses no 1-0, somou uma série de defesas de grande nível que certamente vão impressionar os clubes mais poderosos da Europa. Bem tentou dar pontos ao campeão português, mas não teve companheiros à altura. No 2-0, ainda evitou o primeiro remate de Lisandro, mas o segundo era indefensável. E poucos minutos depois voltou a brilhar, sobretudo aos 62', fazendo uma tripla defesa na sequência de um livre. Primeiro ao remate de Gourcuff e depois de Michel Bastos e Lisandro, quando já todos os gauleses gritavam golo. É certo que sofreu dois golos como na Alemanha, mas foi o grande injustiçado da noite.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 10:06

Outubro 21 2010

publicado por Benfica 73 às 09:46
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...