Outubro 16 2010


O Benfica carimbou o apuramento para a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal com uma goleada (5-1) sobre o Arouca, no Estádio da Luz. Kardec (2), Saviola, Luisão e Gaitán facturaram para os encarnados, Diogo apontou o tento de honra da equipa nortenha.

Não há Cardozo, há Kardec. O brasileiro abriu o marcador aos 24 minutos numa fase ascende do Arouca, em resposta ao arranque dominador do Benfica. O lance surge após uma boa jogada de envolvimento entre Salvio e Gaitán, com este último a cruzar para cabeceamento fatal do avançado. O “31” tentou dilatar a vantagem mas cabeceou ao poste após canto de Aimar. Na recarga, Saviola (31 min.) encostou para o golo e, mesmo em cima do intervalo, Kardec “bisou” com novo tento de cabeça.

No segundo tempo, o ritmo de jogo caiu e o marcador só voltou a mexer aos 66 minutos com Luisão a cabecear com sucesso após livre de César Peixoto. O quinto golo surgiu aos 88 minutos numa excelente iniciativa de Gaitán que, após combinação com Nuno Gomes, apareceu isolado na área e bateu Pedro Soares sem dificuldades.

Tempo ainda para o tento de honra do Arouca, apontado por Diogo mesmo ao cair do pano.

O Benfica consegue o resultado mais dilatado desta temporada e junta-se a FC Porto, Sporting, V. Setúbal, Rio Ave e U. Madeira que hoje também garantiram o apuramento para a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 23:43

Outubro 16 2010

O técnico do Benfica, Jorge Jesus, divulgou este sábado a lista de convocados para o jogo frente ao Arouca, que se realiza esta noite pelas 21 horas, referente à 3.ª eliminatória da Taça de Portugal.

O treinador encarnado chamou 19 jogadores, poupando David Luiz, Maxi Pereira, Fábio Coentrão e o guarda-redes Roberto, que deverá ser substituído por Júlio César.

Lista de convocados:

Guarda-redes: Moreira e Júlio César;

Defesas: Luís Filipe, Fábio Faria, Sidnei, Luisão e César Peixoto;

Médios: Airton, Javi Garcia, Felipe Menezes, Carlos Martins, Pablo Aimar, Salvio e Nicolás Gaitán;

Avançados: Saviola, Nuno Gomes, Kardec, Weldon e Jara.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 15:29

Outubro 16 2010

A concorrência é forte e o passado recente mostra que o Benfica não pode facilitar no mercado argentino. Tal como Record noticiou na edição de ontem, os encarnados definiram Funes Mori e Roberto Pereyra como as prioridades e a intenção passa por tentar fechar o negócio quanto antes, de modo a que o preço pedido pelo River Plate para os dois jogadores não suba ainda mais.

Embora as águias queiram garantir já o concurso dos dois atletas, as situação são diferentes. Funes Mori é o avançado da moda na Argentina e nos últimos meses multiplicaram-se os interessados, com a Juventus a surgir à cabeça. Inicialmente, Daniel Passarella, líder dos milionários, terá pedido cerca de 20 milhões de dólares (cerca de 14 milhões de euros), mas estes valores descem, como quase sempre acontece, durante as negociações. A possibilidade de o ponta-de-lança de 19 anos ficar até ao verão no River fará também com que a cotação suba ainda mais. Os encarnados acreditam que a transferência se possa concretizar por um valor entre os 8 e os 14 milhões e a intenção passa por integrar imediatamente o jogador no plantel às ordens de Jorge Jesus, já em Janeiro.

Pereyra não está tão inflacionado e passe pode custar cerca de 4 milhões de euros. O Benfica vê neste médio-direito um potencial tremendo, mas tudo aponta para que viaje para Lisboa apenas no final da época, tal como sucedeu na temporada transacta com Franco Jara, comprado em Dezembro, mas que só no início desta época rumou à Luz.

O exemplo de Jara é para seguir à risca. Os lisboetas querem evitar que o valor do passe dispare, capturando já Mori e Pereyra (o primeiro é internacional Sub-20), valores emergentes daquele país. A razão é simples: a partir de 16 de Janeiro, a selecção celeste disputa o torneio sul-americano de qualificação para o Campeonato do Mundo da categoria, que terá lugar na Colômbia, no verão.

A presença de Mori e Pereyra potenciará o aparecimento de mais clubes interessados, dando margem ao River para negociar os passes por valores elevados. Por isso, os encarnados entendem que só há vantagens em garantir já a contratação do futebolistas, da mesma forma que garantiram Di María antes de a Argentina iniciar a caminha para a conquista do Mundial Sub-20, em 2007.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 15:21

Outubro 16 2010

O AC Milan está a trabalharam arduamente em relação ao futuro e os nomes de Fábio Coentrão, David Luiz e João Pereira fazem parte de uma lista de nomes que os responsáveis do emblema transalpino seguem com particular atenção. Os defensores de Benfica e Sporting inserem-se numa lista de alvos que os rossoneri definiram com vista a rejuvenescer o sector recuado da equipa comandada por Massimmiliano Allegri.

Ariedo Braida, director-desportivo do conjunto milanês, 64 anos, confirmou a Record que esteve recentemente em Portugal e que os três defesas são jogadores que o AC Milan segue... com atenção.

“Estamos a trabalhar há muito tempo de forma a preparar o futuro do AC Milan. É um facto que estive recentemente em Portugal, actualmente encontro-me na Grécia e vou continuar a viajar pela Europa para observar jogadores. Isso não significa que vamos contratar todos os jogadores que observamos, mas sim que estamos atentos a uma série de talentos que podem vir a interessar-nos num futuro mais ou menos próximo”, começou por explicar.

Talentos

Confrontado com os nomes de Fábio Coentrão, David Luiz e João Pereira, Ariedo Braida explicou.

“Quando nos deslocamos a qualquer lado é porque estamos interessados em observar alguém. Posso dizer que estamos a segui-los com muita atenção. É essa a nossa política. Em Portugal há jogadores de muita qualidade, portugueses e não só. Além disso tenho óptimas relações com os clubes portugueses, casos do Benfica, FC Porto ou Sporting e trata-se de um mercado interessante. Contudo, isso não quer dizer que os vamos contratar. Um clube como o AC Milan tem vários jogadores referenciados e vai acompanhando a sua evolução. Contudo, posso garantir que, nesta fase, estamos apenas a observar uma série de jogadores”, garantiu o homem forte do futebol do AC Milan.

Projecto em marcha

No início da época os rossoneri iniciaram um processo de reconstrução do plantel de forma a aumentar a qualidade da equipa: Ibrahimovic e Robinho foram as grandes bandeiras. Contudo, o emblema milanês procura também rejuvenescer o plantel, sobretudo a defensiva. “Estamos a trabalhar a pensar no futuro. Há muita coisa para ver e em Portugal há jogadores muito interessantes.”

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 15:16

Outubro 16 2010

A SAD do clube da Luz está a ponderar a possibilidade de renovar o contrato de Nélson Oliveira (aumentando-lhe o ordenado), avançado que se encontra emprestado ao Paços de Ferreira.

O cenário surge alguns dias depois de Paulo Bento, novo seleccionador português, ter prognosticado que o ponta-de-lança, de 19 anos, iria atingir um patamar bastante importante no futebol nacional – o sportinguista Carlos Saleiro, de 24 anos, também mereceu idêntico comentário.

O emblema da águia não tem, contudo, qualquer intenção de acelerar este dossiê, pois Nélson Oliveira encontra-se blindado com uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros – essa foi uma das alíneas do contrato válido até Junho de 2014 e celebrado a 18 de Outubro de 2009.

O passe de Nélson Oliveira não pertence totalmente ao clube da águia, pois este alienou 25 por cento dos seus direitos desportivos ao Benfica Stars Fund pela quantia de 2 milhões de euros.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 15:08

Outubro 16 2010

– Desliga o computador. Temos de ter uma conversa muito séria...

– Para quê tanto suspense? A stôra de Português avisou-me que ia falar contigo hoje.

– E então? O que é que tens a dizer em tua defesa?

– Nada.

-Nada? Portanto, o teu teste de Português está igualzinho ao teste do Vasco, que por sinal é o melhor aluno da turma, e tu não tens nenhuma explicação para isso.

- A stôra só veio com essa, porque estava à espera que eu tivesse outra nega para me chumbar.

- Eu vi os testes, meu menino. As respostas são textualmente as mesmas, palavra por palavra. É impossível não teres copiado. Sabes o que isto quer dizer? Dois meses sem semanada. DOIS MESES!

- Sim, mas como é que se prova?

- Desculpa?

- Como é que se prova que fui eu que copiei, e o não o Vasco? Estás a entender a questão?

- Não estou a acreditar no que estou a ouvir. Quer dizer que não serviu para nada ter andado estes anos todos a gastar a minha saliva contigo sobre a importância de sermos honestos, sobre o valor da integridade e da…

- …retidão moral. Eu lembro-me, Mas, ó pai quando o Porto ganha o campeonato, não vamos para os Aliados festejar?

- O que é que isto tem a ver?

- Pai, eu tenho 11 anos: como todos os rapazes da minha idade, estou todos os dias no YouTube.

- No YouTube.

- No YouTube. Eu já não sou uma criança, pai. Sei como é que as coisas funcionam. E tu também sabes, há mais tempo do que eu. Desde que não sejamos apanhados, às vezes temos de dizer “toca a andar!”, temos de recorrer à “fruta de dormir” e ao “nosso juiz”, se queremos atingir os nossos objectivos. Queres que eu chumbe o ano?

Queres ir outra vez à Liga Europa? Vá, que cara é essa? Anima-te, pai. Não me dás os parabéns pela nota a Português?

- Os parabéns? Bom, foi efectivamente uma boa surpresa.

- Obrigado, pai. Só mais uma coisa?

- O que é?

- Dava-me jeito que me desses a semanada agora…

- Vou buscar a carteira.

Autor: Miguel Góis

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:03

Outubro 16 2010

“A Constituição americana – até hoje considerada como um dos melhores textos jurídicos jamais escritos – enumera o que os Founding Fathers chamaram de «verdades que temos como evidentes».

Miguel Sousa Tavares

A Bola, 12 de Outubro de 10

 

APARENTEMENTE, há juristas que lêem a Constituição americana sem o cuidado que é devido a um dos melhores textos jurídicos jamais escritos. Na verdade, não é Constituição americana que enumera aquilo a que os Founding Fathers chamaram verdades que temos como evidentes. Essas são enumeradas na Declaração de Independência, que foi escrita uma boa década antes da Constituição. É, então, na Declaração de Independência que os chamados países fundadores dos Estados Unidos expõem as verdades que consideram evidentes: que todos os homens são criados iguais, que são dotados pelo Criador de certos direitos inalienáveis, e que entre esses direitos se contam o direito à vida, à liberdade e à busca da felicidade. Uma das verdades que não é evidente, quer para a Constituição, quer para a Declaração de Independência, é que os cidadãos tenham o direito inalienável de não serem escutados. Como é evidente, todos os cidadãos têm o direito à privacidade – mas esse direito não é absoluto. E a magnífica lei americana permite o uso das escutas como meio de investigação, assim como a lei portuguesa. Que horror! Mas não era a PIDE que também escutava? Era. Se bem me lembro, a PIDE também prendia e, apesar disso, no regime democrático há quem continue a ir preso. A diferença é simples, mas parece que é difícil de entender: a PIDE escutava e prendia arbitrária e ilegitimamente, como é próprio das polícias políticas das ditaduras; a polícia das democracias escuta e prende justificada e legitimamente, como é próprio do Estado de direito democrático. O mais intrigante, no caso das escutas do Apito Dourado, é o facto de haver discussão quando, afinal, estamos todos de acordo. Por exemplo, estou de acordo com Miguel Sousa Tavares quando, depois de José Sócrates lhe ter dito que não devíamos conhecer o conteúdo das escutas do processo Face Oculta, respondeu: ‘Mas conhecemos. Eu também acho que não devíamos conhecer, mas conhecemos. E, uma vez que as conhecemos, não podemos fingir que conhecemos. Eu, pelo menos, não posso’. (http://www.toutube.com/watch?v=R1WI8t7JY6Y&t=08m07s) E estou de acordo com Rui Moreira, quando ontem confessou aqui a razão pela qual comentou as escutas que envolviam o nome de José Sócrates: «(…) limitei-me a não ignorar o que era público, ainda que resultasse de uma ilegalidade. Ninguém se pode alhear do que é público e das suas consequências». A única diferença é que eu tenho esse opinião relativamente a todas menos as do Apito Dourado. Também acho que não devíamos conhecer a escuta em que Pinto da Costa combina com António Araújo oferecer fruta para dormir ao JP, mas conhecemos. E, uma vez que a conhecemos, não podemos fingir que não conhecemos.

Eu, pelo menos, não posso. Quando comento a escuta em que Pinto da Costa dá indicações a um árbitro para que vá a sua casa nas vésperas de um jogo, limito-me a não ignorar o que é público, ainda que resulte de uma ilegalidade. Até porque ninguém se pode alhear do que é público e das suas consequências. Além disso, note-se, até concordo com MST quando diz que as escutas vieram a público nesta altura por causa do Porto – Benfica. O objectivo é prejudicar o Benfica: os jogadores que tiverem conhecimento das escutas ficam a saber que, por mais que se esforcem, se o árbitro estiver trabalhado não têm hipóteses de ganhar. Desmoraliza qualquer um.

Rui Moreira desfez-se em explicações para justificar que comentar umas escutas é um acto legítimo e comentar outras é uma vileza sem nome. Agora que foi despedido, talvez Rui Moreira tenha mais tempo livre para entrar num negócio que gostaria de lhe propor: formarmos um circo. Como ele já aqui tem sugerido várias vezes, eu seria, evidentemente, o palhaço. Ele seria o contorcionista. Não são muitos os artistas que se podem gabar de ter um número tão bom como o dele. A única maneira de Rui Moreira e MST comentarem uma escuta de Pinto da Costa é o presidente do Porto ser apanhado numa conversa telefónica com José Sócrates. Mesmo assim, suponho que fizessem um comentário misto, debruçando-se apenas sobre intervenção de Sócrates reforça a nossa desconfiança nele. Agora temos uma parte do telefonema que não devíamos conhecer e temos nojo de quem a comenta. Agora está Sócrates novamente a fragilizar a sua credibilidade. E agora temos mais uma parte da conversa que é indigno estarmos a ouvir’.

Umas coisas são picardias maliciosas, típicas do mundo do futebol; outra, bem diferente, são ofensas. E Villas Boas ofendeu-me gravemente numa conferência de imprensa que deu esta semana. Disse que as minhas crónicas eram as únicas que gostava de ler porque eu o fazia rir. Sinceramente, creio que não merecia o insulto. Todas as semanas faço aqui o melhor que posso para provocar Villas Boas. Já recorri a tudo: sarcasmo, ironia, escárnio, simples sacanice, E Villas Boas tem a repugnante nobreza de carácter, o asqueroso desportivismo de achar graça. Para ele, se bem percebo, isto do futebol é a coisa mais importante do mundo para todos, mas no fim acaba por ser um jogo de que nos podemos rir juntos, seja qual for o nosso clube. Simplesmente infame. Exijo que passe a ter o fair-play de um Rui Moreira, que gosta muito de piadas desde que não sejam sobre ele. Obrigado.

Autor: Ricardo Araújo Pereira

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:32

Outubro 16 2010

Faltou o quase. Eliseu esteve a um pequeno passo de se tornar jogador do Benfica neste último verão, mas pormenores de última hora inviabilizaram a transferência. Em conversa com Record após a sessão de treino de ontem, o atual jogador do Málaga confessou mesmo que o técnico das águias, com quem já tinha trabalhado no Belenenses, lhe transmitiu pessoalmente durante este defeso a vontade de o ter no plantel encarnado esta época.

“Falei muitas vezes com o Jorge Jesus e ele deu-me muita confiança. Disse que me queria no Benfica e eu sabia o que ele pretendia de mim. Não tinha qualquer problema em ir para o Benfica e tenho a certeza que me ia afirmar. Seguramente”, revelou o internacional português, antes de contar alguns pormenores do processo, que acabou por não chegar a bom porto.

“Depois de sair da Lazio, onde as coisas não correram como esperava, tive várias propostas para prosseguir a minha carreira. Uma delas foi do Benfica e foi por muito pouco que não assinei, por pequenos pormenores. O Málaga também já tinha demonstrado interesse em que viesse para cá, aliás em dezembro da época passada já queriam que eu saísse da Lazio. Mas comecei a negociar com o Benfica este verão e foi por pouco. Admito que fiquei muito triste por o negócio não se ter concretizado mas agora também estou feliz aqui no Málaga”, adiantou.

Eliseu é por estes dias uma das principais figuras da equipa do sul de Espanha, orientada por Jesualdo Ferreira e um dos jogadores mais admirados pelos adeptos, quer pela sua entrega ao jogo quer pelos constantes desequilíbrios que cria nas faixas laterais. É um extremo rápido, habilidoso, versátil e na formação campeã nacional poderia encaixar na perfeição num dos lados do losango de meio-campo, apesar de alinhar preferencialmente pela direita e assim potenciar o remate com pé esquerdo.

Eliseu adiantou ainda ao nosso jornal que ficou radiante com a hipótese de poder representar os encarnados, até porque é um desejo que se arrasta desde a sua infância e que ainda não possível concretizar.

“É o clube onde sempre sonhei jogar e guardo a ambição de vestir a camisola das águias. É claro que tinha o sonho também de representar a Seleção mas esse já concretizei. Este ainda não. É um desejo que tenho desde miúdo: envergar o símbolo do Benfica e jogar naquele estádio. É o único objetivo que tenho”, frisou o atleta português, de 27 anos, que no encontro de hoje, frente ao Real Madrid, não poderá ser opção para Jesualdo Ferreira por se encontrar a cumprir castigo disciplinar.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:53

Outubro 16 2010

Apesar da condição de superfavorito, para o jogo desta noite frente ao Arouca, Jorge Jesus não vai fazer mudanças radicais naquele que tem sido o onze base durante a época. A grande novidade é o regresso de Júlio César à baliza depois do célebre jogo frente ao Vitória de Setúbal em que teve oportunidade de roubar a titularidade a Roberto. O brasileiro será o escolhido para a Taça de Portugal e resta saber se Moreira terá alguma oportunidade na Taça da Liga.

Outra das novidades no onze será Luís Filipe. Com Maxi Pereira e Ruben Amorim com problemas físicos, o lugar caberá ao camisola 22. No sector defensivo, Luisão vai manter-se na equipa, já que não esteve sujeito ao desgaste dos jogos internacionais por não entrar nas contas do selecionador brasileiro Mano Menezes, e o companheiro no eixo deverá ser Sidnei, com David Luiz a ser poupado. Já Fábio Coentrão (uma entorse na tibiotársica direita afastou-o do treino matinal de ontem, na Luz, pois esteve em tratamento) cederá o lugar a César Peixoto na esquerda.

No meio-campo não são previsíveis tantas alterações. Airton é hipótese para a jogar a trinco, mas Javi García deverá manter o lugar para não perder ritmo, tal como Pablo Aimar no vértice mais avançado. Os argentinos Salvio e Gaitán serão os interiores, enquanto na frente Kardec e Saviola fromarão dupla.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:48

Outubro 16 2010

Águia solicitou ingressos a que tem direito para o jogo com FC Porto. Política do boicote sem alterações Bancada pode ficar... vazia.

O Benfica solicitou, nos prazos regulamentares, os bilhetes a que tem direito, cerca de 2500 (cinco por cento da lotação) para o clássico de 7 de Novembro no Estádio do Dragão, com o FC Porto.

Uma medida que pode parecer contra senso com a política que tem sido veiculada nas últimas semanas, de apelar aos adeptos que boicotem os jogos do Benfica fora de casa, mas que na realidade passa por nova estratégia específica para o encontro no Dragão: os bilhetes podem ficar na Luz sem chegarem a ser vendidos a potenciais interessados.

A ideia está ainda a germinar e ganhar consistência, mas é uma hipótese bastante forte: deixar os cerca de 2500 lugares destinados aos adeptos encarnados vazios.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:12

Outubro 16 2010

Alan Kardec tem um "feeling" que vai marcar esta noite ao Arouca. Quem o garantiu ontem, a O JOGO, foi o seu pai, que todos os dias tem falado com o avançado benfiquista, desde o Brasil, por telefone ou internet. "Ele está muito animado e com fé que vai marcar. Tem um sexto sentido que lhe diz que vai fazer golo frente ao Arouca", disse-nos ontem, já à noite, o papá Alan Kardec.

"Ele sonha marcar amanhã [hoje] para fazer o seu baptismo no Estádio da Luz", acrescentou. Efectivamente, desde que chegou ao emblema da águia, a meio da época passada, Kardec ainda não marcou na "Catedral" benfiquista. O único golo oficial que fez, até ao momento, marcou-o em França, no campo do Marselha, e garantiu o apuramento da equipa para os quartos-de-final da Liga Europa. Mesmo em partidas de carácter amigável, o jogador brasileiro marcou sempre fora de casa: um no Canadá, ainda na época passada, outro na Suíça e mais três em Guimarães, no torneio de pré-época. Segundo o pai do camisola 31, se não fosse Kardec ter-se lesionado, estaria, nesta altura, a disputar uma luta renhida, pela titularidade, com Cardozo". "Já tinha ganho espaço e voltou a perdê-lo. Agora está a ter a chance de recuperar esse espaço", afirmou. "Já lhe disse que tem de marcar. Um avançado pode até jogar muito bem, mas se não marcar, não cumpre a sua função", acrescenta. De qualquer forma, sublinhou o pai, é a vitória da equipa. "Antes de pensar nele, o meu filho pensa na vitória da equipa. Isso é mais importante que qualquer outro desejo individual", defendeu.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 06:56

Outubro 16 2010

publicado por Benfica 73 às 06:51
Tags:

Outubro 16 2010

publicado por Benfica 73 às 00:33
Tags:

Outubro 16 2010

O Benfica “europeu” inicia sábado a luta pela defesa do título de bicampeão da Liga Portuguesa de Basquetebol, numa época 2010/2011 em que terá como principais adversários os crónicos candidatos do norte e um “intruso” das ilhas.

Os “encarnados”, que este ano estão de regresso às provas europeias e já se qualificaram para a fase regular da Taça Eurochallenge, foram ao mercado contratar certezas e não “tiros no escuro”.

O pequeno base Cordell Henry, que já passou pela Ovarense, os bem conhecidos Francisco Jordão e Rodrigo Mascarenhas e o cotado poste norte-americano Greg Jenkins chegaram para se juntar a uma estrutura base que pouco se alterou.

A única excepção dá pelo nome de João Santos, o extremo internacional português que deixou um “nó na garganta” dos benfiquistas, ao rumar ao rival FC Porto.

Ainda assim, o Benfica está tão ou mesmo mais forte do que nas duas últimas épocas, restando saber quanto vai pesar a aventura europeia nas ambições e compromissos nacionais.

Fonte: Sapo Desporto

publicado por Benfica 73 às 00:26

BENFICA 73
contador grátis
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...