Outubro 02 2010

publicado por Benfica 73 às 20:34

Outubro 02 2010

O futsal Sport Lisboa e Benfica recebeu o Belenenses no Pavilhão n.º 2 da Luz e empatou a três bolas numa partida relativa à quarta jornada. Os campeões europeus foram superiores, mas não conseguiram vencer.
Os primeiros cinco minutos do jogo ficaram marcados por um Belenenses muito fechado, a defender no seu meio-campo, com o Benfica a tentar arranjar espaços.
O guarda-redes de Belém esteve em bom plano e defendeu um excelente remate de César Paulo aos 12 minutos. A cinco minutos do intervalo, na sequência de um canto muito bem trabalhado, Joel Queirós abriu o marcador. Diece colocou no segundo poste, onde estava César Paulo, que deixou no meio para o número 2 dos “encarnados”, que sozinho não teve dificuldades em bater Marcão.
Joel Queirós voltou a lançar o “pânico” na defensiva do Belenenses e acertou em cheio no poste, quando faltavam dois minutos para o intervalo. Ao fim de vinte minutos, a vantagem do Benfica não sofria contestação, mas pecava por curta.Logo no primeiro minuto, Davi roubou uma bola no meio-campo e rematou com muita força ao poste e com cinco minutos decorridos no segundo tempo, Diece apostou na jogada individual e conseguiu isolar Joel Queirós, que já dentro da área, voltou a bater Marcão para o 2-0.
A formação do Restelo conseguiu reduzir por intermédio de Zé Maria, quando estavam decorridos 11 minutos da segunda parte. Um golo que não dava justiça ao resultado. Quando nada tinham feito para o conseguir, os jogadores do Belenenses chegaram ao empate a sete minutos do fim, num remate de André.A resposta não demorou e César Paulo voltou a dar a liderança à equipa de Paulo Fernandes. Grande jogada concluída com um pontapé de pé esquerdo. O jogo estava ao rubro e Jardel restabeleceu o empate logo de seguida, num remate que teve alguma felicidade.
O empate a três soube a pouco, depois do domínio exercido sobre o Belenenses.
Na próxima jornada, os “encarnados” deslocam-se ao Pavilhão do Alpendorada.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 20:20

Outubro 02 2010
publicado por Benfica 73 às 19:05

Outubro 02 2010
publicado por Benfica 73 às 18:52

Outubro 02 2010
publicado por Benfica 73 às 18:38

Outubro 02 2010
publicado por Benfica 73 às 18:29

Outubro 02 2010
publicado por Benfica 73 às 18:15

Outubro 02 2010

publicado por Benfica 73 às 17:54

Outubro 02 2010

O treinador do Sport Lisboa e Benfica, Jorge Jesus, fez uma antevisão ao jogo frente ao Sporting de Braga. Numa entrevista exclusiva à Benfica TV e ao Site Oficial do Clube, o técnico explicou que vai ser um encontro muito disputado.

“É importante continuarmos na recuperação pontual e isso passa pela terceira vitória consecutiva, ainda por cima por ser contra um rival, que é candidato ao título. Tudo isso faz com que a vitória traga mais motivação e uma melhoria em termos classificativos, para nos aproximarmos do primeiro lugar”, explicou Jorge Jesus, em relação à carga emotiva que este jogo acarreta.

Jorge Jesus conhece bem a equipa de Domingos Paciência e sabe como deve jogar no Estádio da Luz: “O Braga tem um modelo de jogo que assenta na boa organização defensiva e num ataque rápido, com um contra golpe forte pelo Alan e pelo Matheus. Foi assim que eles jogaram na época passada. Como é normal conheço bem os jogadores e a equipa, portanto, estamos preparados para ter um confronto difícil, tanto no aspecto colectivo como no individual.”

Os adversários de domingo não têm o plantel na sua máxima força, factor que não tira competitividade à equipa: “O Braga tem um plantel com muitas soluções e, por isso, é que é candidato ao título. O Benfica também tem alguns jogadores de fora, portanto, esse ponto não se coloca. Tanto o Benfica como o Braga vão apresentar os melhores jogadores para este jogo e nesse aspecto o Braga tem outras soluções com muito valor, que também conheço.”

Este início de campeonato está a ser diferente da última época. Tanto para o Benfica como para o Braga, mas nestes jogos estes factores não são influência negativa.

“A época passada realizaram um campeonato muito forte, e isso não quer dizer que este ano não estejam bem, agora, face ao que fizeram neste início de campeonato, vê-se que tanto o Braga como o Benfica, são duas equipas que não estão como no ano passado. Mas neste jogo essa questão não se coloca. São dois rivais que querem o primeiro lugar”, afirmou Jorge Jesus.

O único objectivo é a vitória, até pela motivação que oferece ao plantel: “Esta vitória pode ser muito importante. Sabemos que ganhando, passamos à frente de um rival e esta situação motiva-nos.”

Com a lesão de Cardozo, o brasileiro Alan Kardec é o grande candidato para o onze titular: “O Kardec é um jogador que estava a fazer uma pré-época espectacular. Amanhã vai ser o primeiro jogo dele, depois de ter estado parado dois meses. Sabemos que ainda não está tão bem como podia estar, mas tem umas características muito parecidas com o Cardozo e, portanto, já está adaptado aos nossos processos colectivos e se também correr normalmente é um dos jogadores que vai ser lançado no jogo.”

Outro atleta que tem vindo a aparecer em bom plano é o extremo Eduardo Salvio. “O Salvio tem vindo a recuperar a sua forma, está a fazer a pré-época em cima do campeonato e está a demonstrar melhorias daquilo que pretendemos dele. É sempre uma opção para o Benfica”, explicou o treinador dos “encarnados”.

O Seleccionador Nacional, Paulo Bento, revelou a convocatória para os próximos desafios da Selecção portuguesa e Carlos Martins voltou a ser opção, factor que deixa Jorge Jesus satisfeito.

“O Carlos Martins fez uma excelente época, principalmente na segunda volta. É um jogador que tecnicamente, dentro da posição dele, não há muitos jogadores em Portugal com a qualidade dele. Tem vindo a crescer em termos tácticos e emocionais e penso que esta convocação é um prémio justo.”

A Selecção Nacional também vai obrigar à paragem do campeonato, o que na opinião do técnico é positivo: “É uma paragem benéfica. Embora percamos alguns jogadores para a Selecção, todas as paragens que o Benfica teve foram benéficas, logo, esta também nos vai favorecer.”

Na parte final ficaram elogios para os adeptos, que nunca se cansam de apoiar a equipa: “Os adeptos ajudam-nos sempre a chegar à vitória. São positivos e apaixonados, estão sempre com a equipa, incentivam e empurram os jogadores e espero que amanhã os adeptos do Benfica voltem a estar em grande número no Estádio da Luz, para nos ajudarem neste jogo que vai ser difícil.”

O SL Benfica defronta o Sp. Braga no próximo domingo, dia 3 de Outubro, pelas 20h15, no Estádio da Luz. Esta partida é relativa à 7.ª jornada da Liga portuguesa.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 15:47

Outubro 02 2010

O Sport Lisboa e Benfica realizou mais uma sessão de trabalhos, com vista à partida de domingo frente ao Sporting de Braga. Os campeões nacionais treinaram no Estádio da Luz.
A um dia do encontro da 7.ª jornada, Jorge Jesus viu Ruben Amorim realizar tratamento e trabalho de ginásio, por se encontrar a recuperar de uma tendinite rotuliana dos joelhos. Já Óscar Cardozo efectuou tratamento, devido a uma entorse no joelho esquerdo, com lesão no ligamento lateral interno.
Javier Balboa continua a recuperar de uma lesão no menisco externo do joelho direito e realizou tratamento e trabalho individual de campo.

publicado por Benfica 73 às 15:41
Tags:

Outubro 02 2010

“A Bola tem três cronistas portistas – o Francisco José Viegas, o Rui Moreira e eu próprio. E, fora os da casa, tem três benfiquistas: o RAP, o Sílvio Cervan e a Leonor Pinhão. Nós, os três portistas, todos aqui escrevemos que (apesar do túnel da verdade, de quase metade dos jogos terminados com superioridade numérica e tudo o resto), o campeonato do ano passado ganho pelo Benfica foi inteiramente justo, porque jogou o melhor futebol. (…) Mas alguém já viu algum dos cronistas benfiquistas reconhecer mérito (…) a uma vitória do FC Porto (…)?

Miguel Sousa Tavares

28 de Setembro de 2010

 

“Durante muito tempo, achei (…) que, com túnel ou sem túnel, o Benfica merecia ganhar este campeonato, porque era a equipa que melhor jogava (…). Mas a verdade é que um campeonato não são 15, nem 20, nem 25 jornadas: são 30 e o saldo final deve-se fazer às 30. E, no último terço do campeonato, desapareceu aquele Benfica que jogava mais e melhor

Miguel Sousa Tavares

11 de Maio de 2010

 

“O Fernando Guerra pode, pois, tomar nota desde já: dificilmente os portistas e os bracarenses irão reconhecer o mérito de um campeonato ganho pelo Benfica nestas circunstâncias

Miguel Sousa Tavares

16 de Fevereiro de 2010

 

NÃO tenho outro remédio senão admitir que Miguel Sousa Tavares tem sempre razão. Ter sempre razão não é fácil, e MST consegue-o da maneira mais trabalhosa. MST não tem sempre razão por conseguir exprimir constantemente a opinião mais correcta, mas sim por exprimir uma grande variedade de opiniões sobre o mesmo assunto. Nisto das convicções, MST joga com múltiplas. Acerca do último campeonato, às segundas, quartas e sextas reconhece o mérito do Benfica; às terças, quintas e sábados assegura que o Benfica não teve mérito nenhum. Aos domingos, provavelmente, descansa a espinha dorsal, que deve chegar dorida ao fim-de-semana. No entanto, mais notável do que a capacidade para estar sempre certo é o talento para manter a mesma superioridade moral quando diz uma coisa e o seu rigoroso inverso. É muito raro uma trampolinice ser eticamente irrepreensível, mas para MST não há impossíveis. Nos dias em que garante que os portistas são os únicos que reconhecem o mérito dos adversários, MST tem a superioridade moral dos que aceitam a derrota com desportivismo; nos dias em que exige que fique registado que os portistas nunca reconhecerão o mérito dos adversários, tem a superioridade moral dos que não pactuam com fraudes.

Quanto a mim, é evidente que não possuo arcaboiço para competir neste campeonato de moralidade com MST – quer com o que tem a nobreza de reconhecer méritos, quer com o que tem a dignidade de não reconhecer méritos nenhuns. Só posso prometer que, se o presidente do Benfica for apanhado em escutas a indicar o caminho para sua casa a um árbitro nas vésperas de um jogo, a Leonor Pinhão, o Sílvio Cervan e eu viremos aqui escrever que esse tipo de conduta nos envergonha. E daremos razão a todos os adversários que não reconhecerem mérito a títulos conquistados à custa desse modelo de dirigismo desportivo. É pouco, mas é o que tenho para oferecer.

 

“Realmente, Luís Filipe Vieira e Ricardo Araújo Pereira têm razão: O Hulk é uma banalidade. Deve ser por isso que tão empenhadamente manobraram para o tirar de jogo

Miguel Sousa Tavares

28 de Setembro de 2010

 

COMO se não fizesse já demasiado, MST ainda tem a simpatia de ser meu arquivista. E dos mais competentes: tanto colecciona o que vou dizendo, como também arquiva o que nunca disse. Na verdade, eu nunca disse que o Givanildo era banal. Posso ter tido o atrevimento de pensar, como o seleccionador do Brasil, que não é igualável. Talvez tenha a insolência de acreditar – como, aparentemente, a generalidade do mercado -, que não vale 100 milhões de euros. Mas, no que diz respeito a críticas, nunca fui tão violento como o vigilante Rui Moreira, que ainda há um ano escrevia: «Hulk (…) não sabe jogar de costas para a área (…). Além disso, parece ter entendido mal os recados do treinador e o mais que dele se viu foi que se entreteve a adornar as jogadas, a tentar ‘quaresmices’ e a simular faltas.» Nunca fui tão acintoso como o mesmo Rui Moreira, que dois meses depois acrescentou: «Gostei de ver Hulk sentado no banco. (…) talvez lhe devessem ter explicado que fora preterido por causa dos seus tiques e individualismo, das suas inócuas simulações. Talvez assim tivesse optado por uma outra atitude, logo que surgisse a oportunidade de jogar. Em vez disso, e como tem sido costume, Hulk foi de pequena utilidade quando entrou.» E nunca disse que, na época passada, as prestações do Givanildo estavam «a léguas do desempenho do ano anterior», como escreveu aqui MST escassos 40 dias antes de o jogador, talvez por causa do fraco desempenho futebolístico ter resolvido dedicar-se ao pugilismo.

Por outro lado, sou dolorosamente forçado a reconhecer que MST me desmascarou quando revela que, em concluio com o presidente do Benfica, eu «manobrei empenhadamente para tirar o Givanildo de jogo». Normalmente, as teorias da conspiração consistem em palermices mais ou menos lunáticas, sem qualquer sustentação em provas. Não é o caso desta. A pujança da minha influência no futebol português é bem conhecida. As conversas conspiratórias que mantenho com Luís Filipe Vieira estão amplamente documentadas no YouTube. MST e Rui Moreira ainda tentaram enganar-me, escrevendo várias vezes que o rendimento do Givanildo era pobre, para que eu fosse levado a pensar que o jogador não era assim tão fundamental na manobra da equipa do Porto, na época transacta. Mas a mim ninguém passa a perna, e fui precisamente o Givanildo que eu escolhi para tirar de jogo através das minhas maquinações. Confesso: o castigo do Givanildo foi ideia minha.

Por absoluta falta de espaço, deixo para a semana a confissão do meu envolvimento na morte do Kennedy.

Autor: Ricardo Araújo Pereira

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:01

Outubro 02 2010

Foi azar. Na semana em que Pinto da Costa, aludindo à conferência de imprensa de Vítor Pereira, veio dizer que nunca viu um responsável, seja do que for, censurar publicamente aqueles que dirige, José Mourinho – uma das mais reconhecidas autoridades do Mundo em matéria de liderança – criticou em público um dos seus jogadores. E para isso nem foi preciso que o jogador do Real Madrid em questão tivesse errado em quatro lances de golo iminente. Na realidade, Pedro León limitou-se a não seguir as instruções que lhe deram antes de um jogo. Um erro que, a bem da verdade, Olegário Benquerença nunca comete.

Mas voltando atrás, a infelicidade das declarações do presidente do FC Porto não me surpreendeu. Pessoalmente, nunca julguei que Pinto da Costa possuísse competências de liderança. Um líder deve confiar plenamente nas suas capacidades. Pinto da Costa, pelo contrário, é demasiado inseguro: contrata jogadores e treinadores que lhe parecem mais competentes, mas, à última da hora, não acredita nas escolhas que fez, e tenta resolver a coisa de outra forma. Um internauta que vá ao youtube, por exemplo, não encontra uma única conversa telefónica de ou para Pinto da Costa sobre atletas promissores ou treinadores talentosos. Talvez por isso muitos dos jogadores do FC Porto digam que assinaram em quatro ou cinco minutos – o presidente do clube deve, em seguida, ser libertado para tarefas mais decisivas.

De resto, fala-se muito nos valores de Pinto da Costa, mas o certo é que as escutas revelam um homem preocupado com o nosso planeta. Vê-se que está assustado com a pegada ecológica deixada pelos árbitros nas suas deslocações até aos estádios, quando repete várias vezes frases como “esse é de muito longe!”, ou “porque é que não pões um do Porto?”

Autor: Miguel Góis

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:33

Outubro 02 2010

A oportunidade para mostrar que o técnico tinha razão quando pediu a sua contratação. Tem trabalhado a marcação de livres directos.

Chegou a hora. Graças à lesão de Cardozo no joelho esquerdo (ficará de fora pelo menos três semanas), Alan Kardec, 21 anos, terá finalmente a oportunidade de uma vida: assumir a titularidade como homem forte da área, ele que tem vivido na sombra do Takuara desde que chegou à Luz, em Janeiro. É a nova ameaça da águia.

A escolha é óbvia, o próprio Jesus defendeu-a na véspera do jogo com o Marítimo: «É um jogador que tenho de lançar, porque é o único [do plantel] com as características de Cardozo.» E lamentou a sua ausência devido a uma lesão tendinosa na coxa esquerda. «Estava a fazer uma pré-época espectacular», recordando os quatro golos que marcou na pré-época, num período em que Cardozo recuperava do Mundial e não figurava nas escolhas iniciais do técnico. Sentir-se-á mais confiante sem concorrência directa?

Mas Kardec não está no pico de forma física. A paragem foi relativamente longa (de 6 de Agosto a 19 de Setembro) e um processo de reintegração demora. Citando novamente o treinador: «É mais um jogador que está a fazer a pré-época [numa competição jogada] a pontos.»

Mas a ordem é para jogar. Jesus tem vindo a trabalhá-lo tacticamente (o processo começou em Janeiro e não tem parado), de acordo com as suas características - o brasileiro gosta de participar mais na construção de jogo, recuando mais que o paraguaio.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:28

Outubro 02 2010

Há mais e melhor Benfica para consumo doméstico, vencidos os objetivos Sporting e Marítimo. Foram dois triunfos sem mácula, prenunciadores de uma campanha futura pautada pelo sucesso. Entretanto, o desaire europeu, na Alemanha, não hipotecou as aspirações encarnadas, ainda que se esperasse um desfecho mais consentâneo com a subida de produção da equipa.

Nestes últimos embates, merece evidência a forma soberana como Roberto tem cuidado da baliza. Muitos falam de um novo guarda-redes? Não serão os mesmos que tentaram trucidar o jovem guardião espanhol ainda na fase embrionária da sua trajetória na Luz? Os mesmos ainda que levantaram dúvidas acerca do equilíbrio emocional de Cardozo, David Luiz ou Luisão. Não perdem pela demora, podem mesmo preparar-se para colher muitos dissabores, sabida a elevada capacidade desse trio, cuja permanência no Benfica constituiu um ato de gestão da maior importância.

E onde estão os críticos e adversários do costume para comentarem a recente prorrogação do contrato de Fábio Coentrão? É ou não é, na atualidade, um dos melhores executantes mundiais nas suas latitudes táticas? Parece haver quem não entenda ou finja não perceber que no Benfica se projeta o futuro com a maior competência e sentido de responsabilidade.

Este fim-de-semana, no anfiteatro vermelho, o antagonista é o Sporting de Braga, a segunda melhor equipa da última Liga nacional. Que Benfica? Um Benfica hegemónico, capaz de continuar na senda da recuperação. Não falta campeonato, não faltarão também muitos e decisivos triunfos com a graça benfiquista.

Autor: LUÍS SEARA CARDOSO
publicado por Benfica 73 às 09:25

Outubro 02 2010

Cardozo estará de baixa entre 3 a 6 semanas depois de ter contraído uma entorse no joelho esquerdo, com lesão no ligamento lateral interno.

Ontem, em declarações à rádio 1.º Marzo, a mãe do jogador admitiu que o tempo de baixa será de um mês. Tacuara vai, assim, desfalcar a equipa em alguns jogo, algo que não aconteceu muitas vezes desde que o jogador chegou à Luz.

Devido a lesão o paraguaio nunca falhou um jogo desde que chegou a Lisboa e as suas ausências das convocatórias foram sempre motivadas por castigo ou apenas por opção do treinador. Na época passada, o jogador não alinhou diante do Vorskla Poltava e do Monsanto apenas por gestão de esforço e frente à Naval e V. Guimarães por castigo. Fazendo um somatório, constata-se que em três temporadas o paraguaio falhou 7 jogos e o Benfica só conseguiu vencer 3.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:20

Outubro 02 2010

O treinador do Vasco da Gama, Paulo César Gusmão, está deliciado com as exibições de Éder Luís, e até já sugere o nome do jogador emprestado pelo Benfica como potencial alvo do escrete.

“Peço que o seleccionador Mano Nunes o olhe com carinho, pois é um jogador de 25 anos que, por tudo o que tem feito, já merece uma oportunidade. Está a ser decisivo na recuperação do Vasco da Gama com golos, e acredito que também pode ser importante com a camisola brasileira”, refere o técnico à Globoesportes.

Emprestando ao clube carioca até Dezembro, o Benfica não exclui a hipótese de negociar o extremo contratado ao Atlético Mineiro no início de 2010. Interessados já existem.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:18

Outubro 02 2010

Oscar Cardozo foi dispensado da convocatória da selecção do Paraguai para os encontros frente à Austrália e Nova Zelândia, devido a lesão, informação dada pela federação do país sul-americano.

Apesar da lesão no jogo da Liga dos Campeões contra o Schalke 04, o seleccionador do Paraguai convocou o avançado encarnado mas retirou hoje o jogador da lista depois de "receber uma comunicação oficial" do clube da Luz.

Cardozo encontra-se a recuperar de uma entorse no joelho esquerdo contraída na última quarta-feira, no jogo a contar para a 2.ª jornada do grupo B da liga milionária.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:02

Outubro 02 2010

Luís Filipe Vieira, presidente do SL Benfica, recebeu Berillo Albuquerque Jr, Presidente do Clube Náutico Capirabe (Náutico), um dos clubes mais representativos do Brasil. No encontro foi discutida uma possível parceria em moldes a definir no futuro.
O presidente do Náutico manifestou-se surpreendido pela organização e pelas infra-estruturas de que o Benfica dispõe, enquanto Luís Filipe Vieira garantiu o seu empenho no desenvolvimento de políticas de colaboração do SL Benfica com o Náutico.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 08:41
Tags:

Outubro 02 2010

publicado por Benfica 73 às 08:29
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9






subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...