Setembro 26 2010

A 29.ª Supertaça António Livramento vai para o museu do Benfica. É a sexta no histórial das águias. Foi conquistada frente ao FC Porto numa partida emocionante, onde os encarnados nunca estiveram em desvantagem.
O Benfica marcou oito golos para os quatro dos azuis-e-brancos, garantindo, desta forma mais um troféu na modalidade.
Ricardo Pereira (2), Luís Viana (13), Abalos (21) fizeram os golos que garantiram vantagem à turma da Luz ao intervalo. Os dragões ainda responderam com dois golos de Pedro Gil, mas de pouco serviu.
Os portistas deram início à etapa complementar a todo o gás e logo no primeiro minuto restabeleceram a igualdade, com uma grande penalidade de Reinaldo Ventura. No minuto seguinte, Diogo Rafael fez o quarto dos encarnados e no mesmo minuto Pedro Gil voltou a colocar tudo em pratos limpos, mas fez também o último do FC Porto.
Até ao final, o jovem João Rodrigues fez um “poker” (42, 48, 49 e 50) e selou o resultado final a favor das águias, sendo que o último golo foi na conversão de um penalty.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 23:40

Setembro 26 2010

Depois da vitória alcançada este sábado no terreno do Marítimo, por 1-0, os jogadores do Benfica voltaram esta tarde aos trabalhos num treino à porta aberta presenciado por três centenas de adeptos.

Os titulares do encontro com os insulares fizeram um treino ligeiro, tendo efetuado corrida no campo principal do Caixa Futebol Campus, no Seixal. Os restantes jogadores fizeram treino normal e Ruben Amorim, que falhou o compromisso com o Marítimo devido a uma tendinite rotuliana nos joelhos, foi o único ausente da sessão.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 19:29

Setembro 26 2010

O Benfica ganhou ao Sporting porque é muito melhor que o rival. Não fez mais que a sua obrigação. O campeonato do Sporting pode ser ganhar ao Benfica, mas o nosso objectivo é ganhar o campeonato, não é ganhar ao Sporting.

Vítor Pereira disse coisas sérias e coisas óbvias, o que sendo raro no nosso futebol, já é motivo para lhe agradecer.

Nós também já sabíamos que sem erros de arbitragem estávamos em primeiro, ainda bem que há responsáveis que também o sabem.

Mais que ter árbitros na ‘jarra’ seria bom não ter árbitros a decidir campeonatos. Tenho de Vítor Pereira a imagem de um homem sério e isso basta-me para preferi-lo a outros protagonistas, sinto tristeza por não poder pensar o mesmo de todos quantos ele dirige.

Que os erros não sejam repetidos, que não sejam sempre no mesmo sentido e que não tenham sempre o mesmo resultado final.

O futebol viciado mantém uma cleptocracia no poder, enquanto aliena espectadores e arruína o espectáculo. A médio prazo, até para quem ganha é mau.

Paulo Bento foi escolhido para seleccionador nacional. Aquele que foi treinador do Sporting com melhores resultados dos próximos 10 anos é uma escolha acertada que espero e desejo que tenha excelentes resultados. Não será nada fácil porque herda uma tarefa ciclópica.

Depois duma tradicionalmente muito difícil deslocação à Madeira, contra um Marítimo treinado por um amigo a quem desejo sorte só depois de sábado, espera-nos a sempre mortífera deslocação à Alemanha. Terra maldita onde nunca ganhámos um jogo, seria pois a altura ideal para Jorge Jesus fazer história com o Benfica e dar o passo decisivo para uma qualificação para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões. A almofada de conforto que as arbitragens construíram aos nossos adversários não nos vai estragar a época. Jorge Jesus terá alma para inverter o rumo.

Alea jacta est…

Autor: Sílvio Cervan

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 19:23

Setembro 26 2010

E pronto, chegámos à 4ª jornada com a sensação (para mim certeza) do dejá-vù dos últimos 25 anos. Vantagem de 9 pontos, para o F.C.P. YouTube (sabor a fruta).

Esta jornada não fará mossa à relativamente nova (desde Salvador), sucursal Norte. A sucursal alfacinha sita ao Lumiar é que não aproveitou o “roubo” feito ao Olhanense. Portanto, a estratégia neste fim-de-semana, não correu totalmente bem. Vejamos. Domingo a sucursal betinha, eterna parceira pobre desta aliança (a norte o Braga substituiu o Boavista e Salvador os Loureiros) virá, não duvidem de arbitragem encomendada, mas, se tivesse marcado um golinho no sábado passado, tinha deixado o SLB a 6 pontos. Dentro de pouco tempo, jogamos também, com a sucursal norte, a quem tratarão de tentar repor os 3 pontos perdidos nas Antas à custa de mais uma arbitragem, de certeza igual à de Guimarães, à do Nacional e à da Académica, sabendo também desde já, que se preciso for, o F.C.P YouTube terá arbitragens iguais às da Figueira e Vila de Conde. Quem também irá sofrer este ano com as arbitragens será o Marítimo. Sabem porquê, não sabem? Então vão reparando.

É só o que eu faço, não é preciso ser vidente. Se for necessário consultem jornais do passado. Isto é, o mesmo texto, mudaram só alguns actores. É a renovação, lol.

Fernando Gomes é tão mau como Aguiar, Herculano Lima é tão mau como Mortágua, Salvador é igual a Valentim, mas mais discreto, talvez porque não coma batata e lhe falte a patente. Andreia Couto continua irmã de F. Couto, que está em Braga com Domingos e J. Costa trocou Olhão por Coimbra.

É a dança das cadeiras e o truque é sempre o mesmo. Fingem uma zanga, fazem um período de nojo e depois atacam em força, servindo-se da ingenuidade e bonomia das vítimas. É tudo limpinho e nem se conhecem. São é

todos do FCP YouTube.

Não me cansarei de dizer: apoiar alguém que passou ou está ligado àquele antro, abrirá sempre, de portas escancaradas, caminho ao resultado viciado, ao sub-reptício e à falta de vergonha.

Agora só falta Baía na Federação.

ACORDA BENFICA!

publicado por Benfica 73 às 18:37

Setembro 26 2010

Gaitán surgiu ontem à noite na ala direita. E deu nas vistas, dando que fazer à defesa do Marítimo. Este jovem de 22 anos foi sem dúvida o melhor nos encarnados, atuando sobre a direita do ataque, onde criou muitos desequilíbrios. Apenas pecou ao também não finalizar da melhor forma.

“A equipa fez um bom jogo e falhámos muitos golos. Por um lado criámos muitas situações o que é sempre positivo. Poderíamos ter terminado com uma vitória mais folgada. Mas o mais importante foi vencer”, começou por afirmar na análise ao encontro. Por outro lado, admitiu que “foi positivo conseguir vencer fora, mas já tínhamos ganho num torneio. Mas o importante foi a vitória em si”.

Ainda sobre o jogo, Gaitán revelou que a segunda parte tornou-se mais fácil de jogar: Na primeira parte tivemos muitas ocasiões que não conseguimos marcar. Na segunda parte, marcámos o golo e dessa forma ficámos mais tranquilos.”

Questionado se com este triunfo o Benfica estava relançado na luta pelo título, o argentino concordou mas deixa o alerta. “Temos que continuar a ganhar. Ainda falta muito campeonato”, disse.

Na próxima quarta-feira, as atenções do conjunto lisboeta voltam a estar concentradas para a Liga dos Campeões. “Agora, vamos ter mais um jogo da Liga dos Campeões que também vai ser difícil. Hoje (ontem) começamos a ter a cabeça na Champions. Todos os jogos são para ganhar e este não é exceção.”

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:59

Setembro 26 2010

Ambiente de festa a rodear a segunda e última visita do Benfica ao Funchal (em jogos dos campeonato), em pouco mais de um mês, após a derrota na Choupana. Os insulares ainda sob o efeito do centenário, estreando novo equipamento; os adeptos do emblema da águia a ignorar o apelo ao boicote. Assim, nas bancadas, lotadas, houve equilíbrio de forças.

No seguimento da arbitragem de Olegário Benquerença no encontro de Guimarães, os órgãos sociais do Benfica pediram aos adeptos para não se deslocarem aos estádios dos adversários. Ontem, foi o primeiro jogo realizado fora de casa depois do apelo ao boicote, mas sabia-se de antemão que os benfiquistas da Madeira não o respeitariam, não resistindo à oportunidade de ver os craques ao vivo.

A romaria aos Barreiros começou mais de duas horas antes do jogo. Nessa altura, já era percetível que não faltaria apoio aos campeões nacionais. Aliás, no final da partida, os jogadores agradeceram aos adeptos.

Aos apoiantes encarnados foi reservada a bancada lateral norte, com capacidade para 300 lugares, os quais estavam preenchidos. Mas havia benfiquistas noutros sectores do estádio, pelo que a diferença entre os adeptos dos dois clubes foi mínima.

Os lisboetas estiveram representados ao mais alto nível: Luís Filipe Vieira, os administradores Rui Costa, Rui Cunha e Rui Gomes da Silva, os vice-presidentes Alcino António e Domingos Almeida Lima, o vogal do conselho fiscal Afonso Henriques e o diretor-geral João Salgado. A presença de Almeida Lima teve um propósito: reuniu-se com um grupo de adeptos, para tratar da reativação da Casa do Benfica no Funchal, que foi encerrada em 2000.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:55

Setembro 26 2010

Roberto foi um dos melhores jogadores do Benfica no Caldeirão. E no final o guarda-redes de 24 anos afirmou que quando se ganha tudo é mais fácil. “Estamos a ganhar os jogos e isso dá confiança a todos os jogadores”, começou por revelar. E quanto ao resultado final: “Acho que vencemos com justiça. Tivemos mais de cinco ou seis jogadas de golo e o Marítimo apenas teve uma ou duas na primeira parte.”

Questionado se esperava mais trabalho, o dono da baliza encarnada foi claro: “Nunca se sabe em que jogo se vai ter mais trabalho. O importante é estar sempre preparado para quando a bola estiver perto.” Este triunfo, no seu entender, dá moral para a Liga dos Campeões: “Nós estávamos apenas concentrados no jogo aqui. Agora vamos ter atenções para o jogo da Liga dos Campeões, onde queremos chegar o mais longe possível.”

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:47

Setembro 26 2010

publicado por Benfica 73 às 06:33
Tags:

Setembro 26 2010

Pessoalmente, sempre gostei muito de ficção científica. Talvez por isso tenha apreciado de forma particular a seguinte pergunta que um jornalista fez, esta semana, a André Villas-Boas: “Coloque-se perante este cenário: no jogo com o Olhanense, o FC Porto é prejudicado pelo árbitro…”

Assim, de repente, lembro-me de vários episódios do “Star trek” com pontos de partida mais verosímeis. Por outro lado, na ressaca da falência do comunismo, podemos estar perante o dealbar de uma nova utopia vermelha – milhões de seres humanos, espalhados pelo Mundo inteiro, que acreditam ser possível construir uma sociedade onde um árbitro marque um penálti contra o FC Porto! Eu acredito! Junte-se o leitor também a este movimento! André Villas-Boas já o fez, nomeadamente quando, em resposta à pergunta acima citada, afirmou: “Há de chegar o dia em que nós nos sentiremos injustiçados (…).” Ele também acredita!

Mas o treinador do FC Porto ainda teve tempo para comentar a reacção do Benfica à arbitragem de Olegário Benquerença: “O refúgio para as derrotas vai sempre ser o mesmo”. Isto vindo de um homem que nunca se refugiou na arbitragem para justificar as derrotas tem outra credibilidade. Infelizmente, André Villas-Boas não é esse homem. Basta recordar as suas palavras na última partida que o FC Porto perdeu, em Agosto, no Torneio de Paris: “É um árbitro que ajudou à festa dos clubes franceses do torneio (…) Sinto um sentimento de injustiça perante o que se passou no golo”. Só quem já foi prejudicado num lance – e não em quatro – de um jogo particular – e não de uma partida a contar para o campeonato – é que consegue compreender este sentimento de revolta.

Autor: Miguel Góis

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 03:52

Setembro 26 2010

«Foi um resultado muito curto. Sofremos sem necessidade, pois foi o jogo em que tivemos mais oportunidades de golo e não concretizámos algumas fáceis».

Jorge Jesus disse que «normalmente não acontece» tanto desperdício, razão pela qual, considerou, «o Benfica venceu justamente, mas a sofrer».

«Estamos a crescer de jogo para jogo. Entrámos muito fortes na segunda parte, mas por duas vezes Cardozo não conseguiu concretizar só com o guarda-redes pela frente».

Jorge Jesus congratulou-se pelo aumento do número de oportunidades de golo da sua equipa - «é positivo ter tantos remates», disse – e avisou que o Marítimo é uma equipa que tem dificuldades se tiver de jogar em ataque continuado, mas «muito forte no contra-ataque», razão pela qual, vaticinou, «vai ser muito difícil alguma equipa vencer na Madeira».

publicado por Benfica 73 às 00:37

Setembro 26 2010

“Tenho trabalhado para chegar aos jogos e estar bem e tenho demonstrado que estou numa boa forma. Hoje estou muito feliz por ter ajudado a equipa a ganhar.”

“Eu jogo onde o mister quiser. Seja a defesa, a médio, a extremo, a ponta de lança…. O mister é que manda nesta equipa e eu jogo onde ele decidir. O que eu quero é ajudar o Benfica.”

publicado por Benfica 73 às 00:34

Setembro 26 2010
Um golo de Fábio Coentrão resolveu esta noite um jogo que a falta de pontaria dos avançados do Benfica teimava em complicar. À sexta-jornada as águias vencem pela primeira vez fora de portas, frente a um Marítimo muito preso.


Recorde aqui as incidências da partida.

Foi preciso esperar pelos 58 minutos para o lateral-esquerdo da Selecção Nacional – hoje jogou de novo a extremo –desembrulhar o jogo. Fábio Coentrão recebeu uma bola longa da direita, controlou com o peito e rematou cruzado, de pé-esquerdo, para o fundo da baliza.

Clique para ver a repetição virtual do golo

Para trás ficava a sucessão de golos desperdiçados por Cardozo e Saviola, avançados que tiveram oportunidades suficientes para garantir, mais que uma vitória, uma goleada para o Benfica.

O Marítimo foi sempre uma equipa algo presa, mas teve ainda dois lances de ataque em que valeu ao Benfica a atenção e os reflexos do guarda-redes Roberto.

Com esta vitória o Benfica soma 9 pontos em seis jogos e fica à espera do resultado do FC Porto frente ao Olhanense para saber se se aproxima da liderança ou se continua a 9 pontos do líder.

Sob arbitragem de João Capela (AF Lisboa) as equipas alinharam

MARÍTIMO - Marcelo; Ricardo Esteves, João Guilherme, Robson, Alonso; Rafael Miranda e Roberto Sousa; Marquinho, Danilo Dias, Djalma; Baba.

Suplentes: Peçanha, Kanu, Dylan, Roberge, Briguel, Tchô e Fidelis

BENFICA - Roberto; Maxi, Luisão, David Luiz, César Peixoto; Gaitán , Javi García Carlos Martins e Fábio Coentrão; Saviola e Cardozo.

Suplentes: Moreira, Airton, Salvio, Jara, Luís Filipe, Sidnei e Kardec.

 

Fonte: A Bola

 

 

publicado por Benfica 73 às 00:21

Setembro 26 2010

O Benfica aproveitou as fragilidades reveladas pela FJ Antunes para assegurar bem cedo o terceiro triunfo consecutivo no campeonato (5-1). Desde 2006 que os encarnados não venciam em Vizela, mas desta feita a FJ Antunes nunca conseguiu colocar em causa o favoritismo do Benfica, que passeou classe no primeiro tempo.

Determinados a resolver rapidamente o encontro a seu favor, os jogadores do Benfica imprimiram grande velocidade nas acções ofensivas nos primeiros minutos.

A equipa da casa não encontrava soluções para travar os visitantes, que se adiantaram no marcador aos 4 minutos, por César Paulo.

O golo na própria baliza de Cristiano, no minuto seguinte, deixou o Benfica ainda mais confortável na partida. O primeiro tempo pertenceu por completo à formação de Paulo Fernandes, que viu Marinho e Joel Queirós ampliarem a vantagem ao baterem o estreante Beto ainda na primeira parte.

Pelo meio ficaram diversas iniciativas individuais de Diece, que se revelou demasiado perdulário no momento da finalização.

A FJ Antunes apareceu com outra atitude no segundo tempo, mais aguerrida, obrigando o Benfica a cometer erros. Num deles, Joel Queirós entregou a bola a Fábio, que isolado bateu Vítor Hugo.

No regresso a Vizela, o guarda-redes benfiquista teve mais trabalho no segundo tempo e logo depois de ter sofrido o golo negou o segundo a Fábio, que apareceu novamente isolado.

A cinco minutos do final, Vítor Hugo voltou a ter uma intervenção decisiva ao defender um penaltie apontado por Eskerda, após derrube de Diego Sol sobre Ramada.

E já à entrada para o derradeiro minuto o Benfica voltou a colocar a diferença em quatro golos, por Joel Queirós.

FJ Antunes-Benfica, 1-5

Pavilhão Municipal de Vizela

Árbitros: Luís Marques e Nuno Bogalho (Coimbra)

Resultado ao intervalo: 0-4

Golos: 0-1, César Paulo (4’); 0-2, Cristiano pb (5’); 0-3, Marinho (8’); 0-4, Joel Queirós (19’); 1-4, Fábio (27’); 1-5, Joel Queirós (39’)

Disciplina:

Cartão amarelo: Diece (14’), Diego Sol (35’), Vítor Hugo (40’)

Veja todos os resultados da ronda em resultados e classificações

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 00:02

BENFICA 73
contador grátis
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...