Setembro 22 2010

O facto de Olegário Benquerença não estar, pela segunda vez seguida, escalado para arbitrar um jogo da Liga não significa nada para o director desportivo do Benfica, Rui Costa, que se queixou da actuação do «juiz» no encontro dos encarnados em Guimarães.

«Não quero dizer nada [sobre ausência de Benquerença], o Benfica está a pensar no próximo jogo que tem para fazer, esperando que tudo corra pelo melhor. Não é problema do Benfica», afirmou Rui Costa durante a apresentação do livro “Eu sou do Benfica desde pequenino”, que decorreu no Estádio da Luz.

O dirigente das águias deu «os parabéns» a Vítor Pereira, presidente da Comissão de Arbitragem, «pela frontalidade» demonstrada na conferência de imprensa da última terça-feira, onde assumiu que Benquerença falhou ao não assinalar grande penalidade sobre Carlos Martins. «De qualquer das maneiras, manifestei-me em Guimarães sobre aquilo que se passou e aquilo que se pretende é que não se passe com ninguém, não é só com o Benfica», frisou.

«Continuaremos o nosso campeonato entrando em todos os campos com uma grande vontade de ganhar esperando sempre que o árbitro seja isento e que não tenhamos, no final do jogo, que nos lamentar», acrescentou Rui Costa.

O pedido feito aos sócios para não acompanharem a equipa nos jogos fora enderaçado pelos órgãos sociais do clube foi comentado por Rui Costa que salientou que «a decisão não foi tomada por acaso», mas antes «ponderada e pensada».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 21:52

Setembro 22 2010

Rui Costa comentou o passado e deixou avisos para o futuro das águias. O director desportivo do Benfica destacou a importância da vitória no “derby” com o Sporting, salientando que a equipa não se pode dar ao luxo de perder mais pontos esta época.

«[Frente ao Sporting foi uma] Vitória importante pelo derby e porque o Benfica está numa situação em que não pode perder pontos. Para todos efeitos era uma vitória desejada e demasiado importante para este campeonato», destacou o dirigente encarnado.

Rui Costa foi colega de Paulo Bento na Selecção Nacional e «espera que corra tudo pelo melhor» ao novo seleccionador. «Que consiga atingir os objectivos que serão, com certeza, os de todo o país. Desejo-lhe as melhores felicidades. Fico muito satisfeito por ele e acho que é uma boa decisão», salientou.

«O Paulo já deu mostras de ser um óptimo treinador, uma pessoa mais que identificada com as selecções nacionais, mas não se peça que ele faça milagres. Vai ter que ter tempo para trabalhar e preparar esta selecção», explicou.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 21:50

Setembro 22 2010

O clássico entre o FC Porto e o Benfica, da 10.ª jornada da Liga Zon Sagres, joga-se a 7 de Novembro, um domingo (20H15), anunciou hoje a Liga de clubes.

Nessa mesma ronda, o Sporting recebe o V. Guimarães, numa segunda-feira (8 de Novembro), às 19 e 45, enquanto o Sp. Braga joga em casa com o Beira-Mar no domingo, pelas 18 horas.

Na sétima jornada, o Benfica e o Sp. Braga, os dois primeiros classificados da última Liga portuguesa, defrontam-se a 3 de Outubro, às 19 e 15.

No dia seguinte, após jogarem para a Liga Europa, o FC Porto actua em Guimarães (21 e 15) e o Sporting visita o Beira-Mar (19 e 15).

A oitava jornada termina com um FC Porto-U. Leiria, a 25 de Outubro, pelas 20 e 15, numa ronda em que Benfica e Sporting jogam no dia anterior, frente ao Rio Ave (18 e 15) e ao Portimonense (20 e 15), respectivamente.

O Benfica abre a nona ronda, com a recepção ao P. Ferreira, a 29 de Outubro (20 e 15), com o FC Porto a visitar a Académica no dia seguinte (21 e 15), enquanto o Sporting vai a Leiria a 31, um domingo (20 e 15).

Programa da sétima jornada:

Sexta-feira (1 Outubro):
U. Leiria-Académica, às 20 e 15 (SportTV)

Sábado (2 Outubro):
Olhanense-V. Setúbal, às 19 e 15 (SportTV)

Domingo (3 Outubro):
Rio Ave-Marítimo, às 16 horas
Nacional-Portimonense, às 16 horas 
Naval-P. Ferreira, às 16 horas
Benfica-Sp. Braga, 19 e 15 (SportTV)

Segunda-feira (4 Outubro):
Beira-Mar-Sporting, às 19 e 15 (SportTV)
V. Guimarães-FC Porto, 21 e 15 (TVI)

Programa da oitava jornada:

Sexta-feira (22 Outubro):
Académica-Nacional, às 20 e 15 (SportTV)

Sábado (23 Outubro):
P. Ferreira-Beira-Mar, às 18 horas
V. Setúbal-V. Guimarães, às 19 e 15 (SportTV)
Sp. Braga-Olhanense, às 21 e 15 (SportTV)

Domingo (24 Outubro):
Marítimo-Naval, às 16 horas 
Sporting-Rio Ave, às 18 e 15 (TVI)
Portimonense-Benfica, às 20 e 15 (SportTV)

Segunda-feira (25 Outubro):
FC Porto-U. Leiria, às 20 e 15 (SportTV)

Programa da nona jornada:

Sexta-feira (29 Outubro):
Benfica - P. Ferreira, às 20 e 15 (SportTV)

Sábado (30 Outubro):
Rio Ave-Sp. Braga, às 19 e 15 (SportTV)
Académica-FC Porto, às 21 e 15 (TVI)

Domingo (31 Outubro):
Nacional-V. Setúbal, às 16 horas 
Beira-Mar-Naval, às 16 horas
Olhanense-Marítimo, às 16 horas 
U. Leiria-Sporting, às 20 e 15 (SportTV)

Segunda-feira (1 Novembro):
V. Guimarães-Portimonense, às 20 e 15 (SportTV)

Programa da 10.ª jornada:

Sexta-feira (5 Novembro):
V. Setúbal-Rio Ave, às 20 e 15 (SportTV)

Sábado (6 Novembro):
P. Ferreira-Nacional, às 19 e 15 (SportTV)
Portimonense-Académica, às 21 e 15 (SportTV)

Domingo (7 Novembro):
Marítimo-U. Leiria, às 16 horas 
Naval-Olhanense, às 16 horas 
Sp. Braga-Beira-Mar,  às 18 horas (SportTV)
FC Porto-Benfica, às 20 e 15 (SportTV)

Segunda-feira (8 Novembro):
Sporting-V. Guimarães, às 19 e 45 (TVI)

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 21:38

Setembro 22 2010

João Capela, da AF Lisboa, será o árbitro do Marítimo-Benfica, jogo da 6.ª jornada da Liga que tem início às 19 e 15 do próximo sábado.

Em Alvalade estará presente Rui Costa (AF Porto), para arbitrar o Sporting-Nacional, ao passo que o madeirense Marco Ferreira apita o FC Porto-Olhanense.

De referir que Olegário Benquerença, árbitro que tem estado na mira dos encarnados depois do encontro com o V. Guimarães, ficou fora dos nomeados pela segunda ronda consecutiva.

Nomeações Liga Zon Sagres (6.ª jornada):

V. Setúbal-P. Ferreira: Hugo Pacheco
Marítimo-Benfica: João Capela
Sp. Braga-Naval: Vasco Santos
U. Leiria-Rio Ave: Pedro Proença
Académica-V. Guimarães: Jorge Sousa
F.C. Porto-Olhanense: Marco Ferreira
Portimonense-Beira-Mar: Bruno Esteves
Sporting-Nacional: Rui Costa

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 21:34

Setembro 22 2010

UM semblante tristonho. Frio quanto baste. Quase alheio. Um homem aparentemente só no meio dos colegas. A antítese do jogador que come a relva. Quase simbolizando o anti-herói. Perceber o que lhe vai na mente quando se prepara para marcar um penalty é, para mim, um enigma. É assim Cardozo a jogar futebol.

No futebol há dois lugares que são os mais duramente escrutinados: o guarda-redes e o ponta-de-lança. Oscilam sempre entre o paraíso e o inferno. Entre a glória e a desventura. Onde não há espaço para o meio-termo, para o jogador do quase que defendia ou do quase que marcava. Ali, o futebol está confrontado com o que fica para a história: os golos. Ou seja, a suprema eficácia. Tudo o resto a poeira do tempo leva.

No espaço de cinco dias, o avançado do Benfica passou pelos três estados da matéria: líquido, gasoso e sólido. Contra os israelitas, jogou com a debilidade do fio de água, para, depois, ficar emocionalmente gasoso com os assobios de reprovação. Contra o Sporting, foi sólido, eficaz, lutador. Entre terça e domingo, estas mutações levaram os benfiquistas a perpassar por três estados de alma: decepcionados, revoltados, eufóricos. É esta a magia do futebol. Feita de contrastes, luz e sombra, oito e oitente, amor e desamor, imprevisibilidade e emoção.

Foi uma boa lição que Cardozo depressa assimilou. É que sem os adeptos – às vezes implacáveis – jamais seria um Óscar no futebol. Uma Óscar na categoria de melhor actor principal, já que sabemos que, nunca se candidataria ao dos melhores efeitos especiais.

Cardozo, além de Óscar, é alcunhado de Tacuara. Por isso, os benfiquistas lhe exigem que seja como o que esta palavra significa em tupi-guarani: uma cana de bambu que chega a doze metros e é muito resistente, usada para fazer eixos de lança. Como os que marcou ao Sporting!

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 14:12

Setembro 22 2010

Jorge Jesus prosseguiu esta quarta-feira a preparação para o jogo de sábado na Madeira, diante do Marítimo, sem os lesionados Aimar, David Luiz e Fábio Coentrão. O trio limita-se a efectuar tratamento e está em sérias dúvidas para a partida referente à sexta jornada do Campeonato.
Pablo Aimar recupera de entorse no joelho esquerdo, David Luiz está a contas com mialgia na face posterior da coxa esquerda, enquanto Fábio Coentrão tem traumatismo e entorse do tornozelo direito.
A sessão decorreu à porta fechada e, segundo nota publicada no site oficial do clube, Salvio já foi dado como perfeitamente recuperado, podendo assim voltar às opções de Jorge Jesus após três jogos de ausência.
Nova sessão de treino está marcada para a manhã desta quinta-feira, novamente no Caixa Futebol Campus, no Seixal, igualmente à porta fechada.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 14:11

Setembro 22 2010

Não tenho o hábito de atribuir apenas às más arbitragens os resultados insatisfatórios das equipas. Porém, o que aconteceu no Guimarães - Benfica não me deixou margem para dúvidas. O Benfica foi prejudicado de forma clara e inadmissível, e fez muito bem a Direcção do clube ao tornar públicos a sua indignação e o seu protesto. Há coisas que não podem deixar de ser ditas, de forma objectiva e veemente, quando nos sentimos injustiçados à vista de tudo e de todos.

É verdade que o Benfica não iniciou a época da forma mais auspiciosa. Mas também é verdade que, com os pontos já perdidos, continua a suscitar temores e ódios de quem, por mais que faça, nunca terá a sua dimensão, expressão internacional e carisma. Se costuma ser assim com as pessoas em termos individuais, também assim é com as instituições, sobretudo quando elas, pelo peso da história e da memória, são capazes de mobilizar multidões e os seus sentimentos de pertença e de identidade. O futebol tem essa força e essa magia, e o Benfica historicamente nunca deixou de possuir essa capacidade e esse poder. Por isso incomoda tanta gente e origina comportamentos que só podemos deplorar e reprovar.

De um árbitro com as responsabilidades de Olegário Benquerença, o único português que arbitrou no Mundial das vuvuzelas, esperava-se e exigia-se muito mais. Mas não esteve à altura dessas responsabilidades. Sou mesmo tentado a dizer que se tratou um lamentável caso de malquerença.

Os responsáveis do Clube estão indignados e tornaram pública, com veemência, essa indignação. Todos sabemos que o Benfica pode e deve jogar melhor, de forma mais articulada e sobretudo muito mais concretizadora, mas arbitragens como a de Guimarães afectam o ânimo e a produtividade da equipa. A revolta dos jogadores foi eloquente a esse respeito. O que falta da época em curso não pode ser um calvário de más-vontades convergentes contra um favoritismo que a temporada anterior continua a sustentar e a legitimar.


Setembro 22 2010

O Benfica é a equipa que mais cartões acumulou nas cinco primeiras jornadas da Liga. O currículo do campeão nacional contempla já 27 “cartolinas”, uma delas vermelha. Essa marca é ainda mais impressionante se se partir do pressuposto que a formação da Luz se encontra mais talhada para construir do que para destruir.

O atípico arranque de temporada do emblema da Luz não se reflete somente no lugar cinzentão (oitavo) que ocupa na pauta classificativa. Invulgar constitui, igualmente, o comando na categoria das equipas mais indisciplinadas da Liga. Uma liderança extremamente confortável, diga-se de passagem, pois o mais direto perseguidor, o Marítimo (equipa que vai defrontar na noite de sábado), soma menos nove cartões.

A conta é fácil de fazer. O Benfica é admoestado uma média de 5,4 vezes por encontro, algo que tem de ser discutido urgentemente no seio do balneário, pois Jorge Jesus não pode dar-se ao luxo de perder uma mão- cheia de jogadores, devido a acumulação de cartões, muito antes da segunda volta da Liga. A tarefa do treinador dos encarnados passa por refrear os ânimos dos pupilos de forma a estancar esta avalancha de cartões, a qual pode estar a ser originada por vários fatores.

A radiografia desta febre amarela não deixa margem para dúvidas. Qualquer das cinco rondas provocou um autêntico rombo disciplinar no plantel. Referente à jornada inaugural, a receção à Académica saldou-se por uma derrota (1-2) e cinco cartões amarelos; a visita à Choupana redundou em novo desaire (2-1) apimentado por sete amarelos; obtido diante do V. Setúbal, o primeiro êxito (3-0) no campeonato teve pelo meio a amostragem de um amarelo e um vermelho; a queda (2-1) em Guimarães ficou marcada por outro pico em termos de cartões, nada mais nada menos do que sete amarelos; a vitória (2-0) no dérbi não fugiu à regra, sendo temperada com seis amarelos.

E o que pode estar a provocar tamanha onda de cartões? O natural menor índice físico da equipa neste arranque de época pode ser uma justificação. Quando não se consegue manter uma bitola elevada durante os 90 minutos é natural que se recorra à falta no sentido de travar os adversários. Isso permite antever um decréscimo de cartões à medida que o nível físico for aumentando.

Outra razão plausível prende-se com a resposta dos jogadores às decisões dos árbitros. Quando se protesta com veemência o mais natural é acabar-se admoestado (além disso... nunca se consegue alterar a decisão), algo que parece não ter ainda entrado na cabeça de alguns elementos do plantel, sendo aí que pode tornar-se importantíssima a intervenção de Jorge Jesus ou até mesmo de Rui Costa. Uma coisa é certa, este excesso de impulsividade necessita urgentemente de ser controlado internamente, pois a avalancha de cartões é um fator que pode fazer desequilibrar ainda mais a balança para o lado do FC Porto, que possui um “cadastro” bem mais limpo.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 11:20

Setembro 22 2010

Rui Gomes da Silva, administrador da SAD benfiquista, reforçou ontem as queixas do Benfica, depois de constatar que não foi assinalado castigo máximo contra o FC Porto, no encontro frente ao Nacional, na Choupana. “A única coisa que o defesa Rolando não fez foi voar para a bola, mas colocou a mão como se fosse um guarda-redes.”

Em declarações à TSF, o dirigente observa: “Em cinco jogos, o Benfica tem quatro penáltis não assinalados a seu favor – dois frente à Académica e dois no jogo com o V. Guimarães. O nosso principal concorrente, o FC Porto, beneficiou de quatro penáltis não assinalados contra si. Recordo: Naval, Rio Ave, Sp. Braga e Nacional.”

Continuando, Gomes da Silva, de 52 anos, considera ser “muito difícil lutar contra esta realidade”, fazendo notar: “São erros de mais e sempre no mesmo sentido. Não se marcam penáltis a nosso favor e contra o FC Porto. Alguma coisa estranha está a passar-se no futebol português.”

O administrador da SAD questiona: “Errar sempre no mesmo sentido? Errar sempre contra as mesmas equipas? Errar sempre beneficiando os mesmos? Isto é que nos leva a questionar essas opções.”

Alinhando pelo discurso de outros elementos, como o treinador, Jorge Jesus, e o capitão, Nuno Gomes, refere que o Benfica tem fazer “um campeonato contra tudo e todos”, não perdendo, porém, a esperança na revalidação do título: “Há muito espaço, muitas hipóteses de ganhar. Muitas mais do que gostariam os nossos adversários e muito menos do que o Benfica deveria ter.” E conclui: “Só pedimos verdade desportiva. Não queremos ser beneficiados, nem queremos ganhar a qualquer custo.”

publicado por Benfica 73 às 10:10

Setembro 22 2010

A SAD já está a trabalhar para um eventual reforço do plantel, na reabertura do mercado de transferências, em Janeiro. Apesar de ainda faltarem mais de três meses para novo período de inscrições, é natural que os clubes trabalhem na antecipação e os encarnados já encontraram dois potenciais alvos não só para o presente, mas também para o futuro: Enzo Pérez e Funes Mori.

O primeiro, mais cotado, trata-se de um médio ofensivo que joga pelas alas, preferencialmente a direita. Actua no Estudiantes de la Plata, clube pelo qual venceu uma Taça Libertadores ao Cruzeiro de Belo Horizonte, onde actuava Ramires, em 2009.

Avaliado em 2,5 milhões de euros, o jogador de 24 anos iniciou a carreira profissional no Godoy Cruz. Em três épocas marcou 13 golos em 84 partidas, transferindo-se, em 2007, para o Estudiantes, contabilizando até ao momento 10 golos em 91 partidas.

Funes Mori é mais novo. Tem 19 anos, é avançado e actua no River Plate. Cumpre a sua segunda época ao serviço do emblema que viu nascer Pablo Aimar e Saviola e soma nove golos em 25 encontros.

Já esteve referenciado pelo Sporting e por mais alguns emblemas europeus pelo que fez nas camadas jovens ao serviço do FC Dallas e, posteriormente, transferiu-se para o River.

Ambos os processos estão ainda em estudo, apurou A BOLA na Argentina. Mas a possibilidade de chegarem em Janeiro é real. Tudo dependerá da relação preço/qualidade.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:55

Setembro 22 2010

O palco do jogo de sábado não pode deixar de ser um dos prediletos de Cardozo. O artilheiro do Benfica marcou nas duas ocasiões em que se exibiu no Caldeirão dos Barreiros, no que toca à Liga, embora não tenha logrado vencer ambas as partidas.

A primeira vez que visitou o reduto do Marítimo foi em 2007/08. Estreou-se nos Barreiros com 1 golo, mas o Benfica de Chalana não foi além de um empate (1-1). Em 2008/09, agora sob a direção de Quique Flores, Cardozo não chegou a sair do banco, assistindo a partir daí à goleada (0-6) imposta pela formação da Luz. Jorge Jesus não abdicou do Tacuara em 2009/10, concedeu-lhe a titularidade e ele respondeu com 1 golo em novo triunfo dilatado (0-5) nos Barreiros.

A ligação de Cardozo à Madeira não se restringe aos Barreiros. O ponta-de-lança das águias apontou mais 3 golos nos jogos efetuados no estádio do Nacional.

A primeira vez que fez o gosto ao pé com o emblema da águia ao peito foi precisamente na Choupana, em 2007/08. A 2 de setembro de 2007, Tacuara bisou na vitória (0-3) alcançada pela equipa de Camacho, dando aí início à sua veia goleadora na Europa. Em 2008/09, Cardozo foi novamente titular no encontro fora com o Nacional, mas terminou a partida em branco. Talvez por isso o Benfica tenha sucumbido (3-1) diante do conjunto alvinegro.

O internacional não perdeu muito tempo e, em 2009/10, tornou a demonstrar o faro pelo golo na Choupana, apontando o tento solitário do Benfica frente ao Nacional (0-1). Refira-se que o Tacuara falhou um penálti nesse desafio.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:28

Setembro 22 2010

Um boicote... ao boicote. Os adeptos do Benfica residentes na Madeira estão mobilizados para se deslocarem, sábado, aos Barreiros, para apoiar a equipa comandada por Jorge Jesus. Uma intenção que contraria o apelo feito pelos órgãos sociais para que os simpatizantes encarnados não se desloquem aos estádios dos adversários. “A equipa vem cá apenas duas vezes por época”, é a justificação mais ouvida.

Os encarnados gozam, naquela região autónoma, de grande base de apoio. “Cerca de 70 por cento dos adeptos do Marítimo são benfiquistas. Portanto, se não forem ao estádio como benfiquistas, irão como maritimistas”, frisa João Machado Oliveira que presidiu à extinta Casa do Benfica no Funchal. Igualmente simpatizante do Nacional, Machado Oliveira garante que vai estar nos Barreiros. “Para apoiar o Benfica, claro! Ainda por cima, a equipa está em crescendo de forma e só a podemos ter aqui duas vezes por época.”

Sempre que as águias visitam o Marítimo, o Caldeirão regista boas assistências. No época passada, já com o estádio em obras, foi registada a presença de 5 mil espectadores. Ou seja, uma taxa de ocupação de 100 por cento.

Este ano não fugirá à regra. A única dificuldade pode residir na aquisição de bilhete, observa Elves Freitas, que integra um movimento que está a trabalhar na reativação da Casa do Benfica local. As obras de remodelação do estádio ainda não terminaram e a lotação está limitada a 4.600 lugares.

Apesar desta condicionante, não faltam exemplos de benfiquistas que vão estar nas bancadas dos Barreiros a assistir ao encontro. Um antigo elemento dos Diabos Vermelhos na Madeira acredita que, como ele, muitos estarão no estádio. “Podemos não estar organizados ou identificados, mas muitos irão ao jogo”, afirma aquela fonte, sublinhando: “Muitos podem dizer que não vão, mas quando chegar o dia, uma hora ou 30 minutos antes não resistirão.”

Entre as antigas claques, nos elementos que pertenciam aos No Name Boys, não existe qualquer comunicação. A deslocação à Madeira é de livre arbítrio. Do lado dos antigos Diabos Vermelhos nada está planeado. No fundo, entende-se o apelo lançado pelos órgãos sociais. Mas há quem lembre que já se insurgiu contra o preço dos bilhetes e que o boicote há muito que podia ter sido decretado.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:25

Setembro 22 2010

O Sport Lisboa e Benfica espera que a conferência de imprensa do Presidente da Comissão de Arbitragem, Vítor Pereira, tenha um efeito pedagógico junto dos árbitros e observadores, e que o futuro próximo do futebol português traduza uma melhoria significativa no nível global das actuações das equipas de arbitragem.

Assinalamos a coragem que teve por assumir erros que influenciaram resultados de vários jogos e penalizaram gravemente o Sport Lisboa e Benfica, confirmando, dessa forma, que a actual classificação da Liga está adulterada.

Para a média de avaliação globalmente positiva de que o Presidente da Comissão de Arbitragem deu conta na sua exposição, seguramente não contribuíram as actuações da maioria dos árbitros que dirigiram jogos do SL Benfica.

Percebemos a definição dos critérios elencados pelo senhor Vítor Pereira, concordamos com eles, só não entendemos a falta de uniformização na aplicação desses mesmos critérios, nomeadamente a nível disciplinar e nos livres de 11 metros.

O Sport Lisboa e Benfica limitou-se a expor factos, nunca pretendeu qualquer tratamento de favor, mas não compreende como é que as “zonas cinzentas” apontadas pelo presidente do Conselho de Arbitragem podem explicar tantos erros de arbitragem, nomeadamente o lance de andebol ontem ocorrido na Madeira.

Independentemente do que se passou em Guimarães, o Sport Lisboa e Benfica nunca pôs em causa a seriedade e competência do senhor Vítor Pereira.

Esperamos, de facto, que o senhor Vítor Pereira não seja “ pressionável ”, mas que seja suficientemente responsável para perceber que tem elementos dentro da sua estrutura que podem não ter a mesma boa-fé e a mesma competência do seu Presidente.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 09:16
Tags:

Setembro 22 2010

Para além de Pablo Aimar, do “derby” com o Sporting resultaram ainda mais duas “baixas” de vulto no Benfica: Fábio Coentrão e David Luiz. Assim como o médio argentino, a dupla poderá falhar a deslocação dos encarnados à Madeira, onde irá defrontar, no próximo sábado, o Marítimo, partida referente à sexta jornada da Liga.
O lateral e o central não marcaram presença na sessão de trabalho que decorreu no Seixal devido a, respectivamente, um traumatismo e entorse no tornozelo direito e a uma mialgia na face posterior da coxa esquerda.
Tal como Aimar (entorse no joelho esquerdo), Coentrão e David Luiz estiveram em tratamento com vista à recuperação das respectivas mazelas, falhando a preparação da sexta jornada com o Marítimo, que contou com a presença de Carlos Martins. O médio, recorde-se, falhou o treino da véspera.
Javier Balboa a recuperar de cirurgia ao joelho direito, realizou corrida, tratamento e trabalho de ginásio.
De destacar ainda que o técnico dos encarnados, Jorge Jesus, contou com Marc Zoro e Hélio Vaz no certame.
A turma da Luz regressa ao trabalho na próxima quarta-feira, pelas 10 horas, no Seixal. A sessão vai ser realizada à porta fechada.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:43

Setembro 22 2010

publicado por Benfica 73 às 08:34
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...