Setembro 21 2010

O presidente da Comissão de Arbitragem da liga, Vítor Pereira, fez esta terça-feira um balanço ao trabalho dos árbitros nas primeiras jornadas dos campeonatos nacionais. Com a ajuda de vídeo, explicou que o Benfica tem razão nas queixas de uma grande penalidade e um fora-de-jogo, frente ao V. Guimarães, e que o Sporting teve um golo mal validado, frente à Naval.

Numa conferência de imprensa que durou cerca de uma hora, Vítor Pereira analisou 20 lances polémicos das primeiras cinco jornadas, explicou os critérios que presidem à avaliação dos árbitros e deu a sua opinião sobre cada um dos momentos polémicos.

Sob avaliação estiveram 20 lances, repartidos entre foras-de-jogo, disciplina e grandes penalidades. Especial atenção, claro, para os lances do V. Guimarães-Benfica, jogo que levou os encarnados a reagirem violentamente contra o que consideraram quatro erros de arbitragem.

Vítor Pereira falou de forma clara, dando a sua opinião. Não disse que Aimar sofreu penalty, mas disse que Carlos Martins foi derrubado em falta.

Sobre a grande penalidade reclamada por Aimar, reconhece ser complicado: «Ao vivo ficamos com a noção de que é o defesa que joga a bola, mas na televisão percebe-se que o avançado coloca o pé entre a bola e o defesa e este corta a bola e também acerta na perna do avançado. É um lance complicado».

Sobre a grande penalidade reclamada por Carlos Martins, Vítor Pereira assume erro do árbitro: «Há um grande aglomerado de jogadores, e quando o defesa estica a perna para jogar a bola, não lhe acerta e impede o adversário de progredir. Havia lugar à marcação de uma grande penalidade.

Da mesma forma, no mesmo jogo, disse que Cardozo estava fora-de-jogo «milimétrico» num lance em que acaba por introduzir a bola na baliza e que a Saviola foi um fora-de-jogo mal assinalado, por «mau posicionamento» do árbitro auxiliar.

Ainda sobre o primeiro golo do Sporting frente à Naval (apontado por Liedson), num jogo que os leões venceram 3-1, Vítor Pereira disse que Liedson estava fora de jogo, pelo que o lance foi mal validado.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 18:01

Setembro 21 2010

O dérbi não significou apenas a conquista dos 3 pontos e a consequente ascensão na tabela classificativa. Teve igualmente o condão de fortalecer a denominada ala esquerda conservadora da equipa da Luz, composta por César Peixoto (recuado) e Fábio Coentrão (adiantado).

Jorge Jesus surpreendeu anteontem ao conceder a titularidade a César Peixoto, de 30 anos, sacrificando Nico Gaitán. O imprevisto não se prendeu unicamente com a composição do flanco esquerdo, mas também com o facto de o treinador dos encarnados ter decidido adiantar o “miúdo” das Caxinas, de 22 anos, que anteontem assumiu o papel que na época transata estava destinado a Di María.

A dupla assinou uma boa exibição, constituindo um dos alicerces do êxito sobre o Sporting. Após a partida, Jorge Jesus, de 56 anos, enfatizou o quão agradado ficara com esta sociedade, mas aproveitou a embalagem para explicar que nem sempre iria apostar neste duo em simultâneo.

A razão é simples, esta ala esquerda conservadora será utilizada nos embates mais nivelados, ou seja, naqueles em que o adversário apresente mais e melhores argumentos a nível ofensivo.

E o que fica a ganhar o Benfica com estes dois jogadores em campo? Experiência (Peixoto apresenta 138 jogos na Liga, enquanto Gaitán soma apenas 3), rigor tático (o ex-FC Porto é um jogador essencialmente posicional, ao contrário do argentino de 22 anos) e poder de choque (César aguenta mais a “pancada” que Nico). Por outro lado, o adiantamento de Coentrão no terreno não retira ao conjunto a capacidade de explosão no último terço. Pelo contrário, o português transmite até mais acutilância que o sul-americano. Perde-se é um dos melhores laterais da Europa...

A ala esquerda radical é aquela que, certamente, mais agrada ao adepto comum, sempre sedento de goleadas e que só se apercebe da necessidade de resguardar a defesa quando... a equipa sofre um golo.

Este xadrez (re)coloca Coentrão no lado esquerdo da defesa, tendo sido, aliás, nessa posição que assegurou a presença no Mundial da África do Sul. Jorge Jesus chegou até a prognosticar, na época transata, que o esquerdino de Vila do Conde se iria tornar, a médio prazo, no melhor lateral-esquerdo do Mundo.

Nesta versão Fábio perde, obviamente, alguma liberdade ofensiva, dado que o companheiro que com ele preenche o flanco, Nico, não está muito talhado para missões iminentemente defensivas. E o que fica a ganhar o conjunto com a utilização da esquerda radical? Repentismo, velocidade e criatividade. A imprevisibilidade que lhe é conferida pela dupla Coentrão/Gaitán não é de todo desprezível quando se sabe perfeitamente que qualquer adversário tem a tendência para atuar bem “fechadinho” quando lhe surge pela frente o campeão nacional.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:59

Setembro 21 2010

Oscar Cardozo está a um golo dos 60 em jogos do campeonato português, com a camisola do Benfica. Ainda muito longe da marca de outros goleadores – como são os casos de Nené ou Nuno Gomes –, a verdade é que o internacional paraguaio regista, até ao momento, uma média impressionante, tornando-o no jogador mais eficaz das águias nos últimos 30 anos.

O sul-americano, de 27 anos, regista uma média de 0,66 golos por cada jogo no campeonato. Cardozo está a cumprir a sua quarta temporada na Luz e leva já 59 golos marcados, em 89 encontros disputados.

Para este número muito contribuíram os 26 golos apontados na Liga durante a última época, altura em que se sagrou também o bota-de-ouro de Record, tendo sido uma peça fundamental no esquema de Jesus. Esta época já marcou em três ocasiões, duas delas no dérbi de domingo, diante do Sporting, e a outra frente ao V. Setúbal.

Históricos. Naturalmente existem outros jogadores com mais tentos marcados nas últimas três décadas, mas, face aos muitos jogos efetuados pelo Benfica, descem a média de golos.

Nené, um símbolo do clube, é um desses exemplos. O avançado, que jogou a última época em 1985/86 tem o número impressionante de 264 golos pela águia, distribuídos ao longo de 17 temporadas e 423 desafios no campeonato. Em situação semelhante está Nuno Gomes. O internacional português é o único que ainda pode concorrer com Cardozo na contabilidade, apesar de já não incluir as opções iniciais de Jesus. O capitão das águias já marcou 121 golos pelo conjunto encarnado em 288 jogos. A média pode subir, mas situa-se, para já, nos 0,42 golos por jogo.

No lado inverso estão os casos que têm uma média alta devido a um número inferior de jogos, como Van Hooijdonk (0,63 – com 19 golos em 30 jogos), Manniche (0,52 – com 47 golos em 89 encontros) e Vata (0,48 – 29 golos em 60 desafios), mas nenhum supera Tacuara.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:51

Setembro 21 2010

A possível saída de David Luiz da Luz no último defeso, perante o forte assédio de que foi alvo, foi um dos temas fortes do verão em Portugal. O central acabou por ficar no Benfica, mas a próxima temporada deverá marcar, em definitivo, o adeus do central às águias.

Pretendentes não faltam, mas a preferência do internacional brasileiro parece recair na equipa que muitos consideram ser a melhor do Mundo: o Barcelona. Daniel Alves é um dos principais intérpretes da formação de Pep Guardiola e companheiro do camisola 23 dos encarnados na seleção canarinha. No final do jogo com o Atlético Madrid do último domingo, o brasileiro conversou por breves momentos com Record e, na altura, confessou o desejo de ver o seu clube contratar o compatriota.

Com tempo limitado, e com o autocarro dos blaugrana à espera, Daniel Alves, de 27 anos, não atendeu os pedidos dos jornalistas espanhóis, mas, ao ouvir o nome de David Luiz em português, soltou um sorriso e teceu rasgados elogios ao central das águias, vaticinando-lhe um futuro risonho.

“Dentro de pouco tempo vai estar num clube espanhol e espero que possa ter a opção de ingressar na nossa equipa. Ele nunca disse que preferia um clube em vez de outro, mas tenho a certeza que se o Barcelona tocar à porta, o David Luiz vai abrir. É seguro. E seria um privilégio tê-lo como companheiro de equipa”, frisou o defesa.

David Luiz rubricou uma temporada de alto nível na Luz e aguçou o apetite dos grandes tubarões do futebol europeu.

Esta temporada não começou da melhor formação para os campeões nacionais, mas Daniel Alves está a gostar das exibições do central dos encarnados. “Ele é um grande jogador, de grande classe e que joga muito bem. Evoluiu muito, ainda é jovem, mas está num grande momento de forma. É fantástico”, considerou. E além das qualidades futebolísticas, que todos lhe reconhecem, Daniel Alves fez questão de realçar ainda o caráter humano do compatriota.

“Ele é uma pessoa fantástica”, afirmou o lateral-direito da formação da Catalunha.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:47

Setembro 21 2010

Pedro Mantorras treinou-se ontem de manhã, horas antes de o plantel comandado por Jorge Jesus começar a preparar a deslocação ao reduto do Marítimo, no fim-de-semana. O avançado angolano, de 28 anos, não foi inscrito nem na Liga, nem na UEFA, não constituindo opção para o treinador do Benfica.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:06

Setembro 21 2010

O extremo contratado pelo Benfica no último defeso será convocado para representar o seu país no próximo jogo particular, agendado para 8 de Outubro, diante do Japão.
A garantia foi dada por Sergio Batista, seleccionador interino da Argentina após a saída de Diego Maradona, que falava em entrevista à agência noticiosa Telam.
«Gaitán é um jogador que nos encanta e de certeza que vai estar no jogo com o Japão para poder começar a vê-lo em acção. A ideia da equipa técnica é ter jovens jogadores dentro do grupo em cada partida, de forma a poderem começar a conhece-lo», justificou Batista.
O jogador, contratado pelo Benfica no último defeso ao Boca Juniors, já representou por três vezes a selecção argentina, sempre em jogos particulares, disputados ainda sob o «reinado» de Maradona.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 16:51

Setembro 21 2010

Nem tudo são más notícias para Jesus. Salvio deu ontem mostras de estar perto do regresso, depois de ter falhado os últimos três jogos dos encarnados, devido a uma mialgia na face anterior da coxa esquerda.

Os encarnados informaram que o ex-Atlético Madrid iria treinar-se de forma condicionada, mas a verdade é que acabou por integrar o jogo-treino com os juniores. Com o regresso do camisola 8, o técnico ganha uma opção para o lado direito do meio-campo. Isto permite que Carlos Martins derive para o centro.

Na ausência de Aimar, o internacional português é um forte candidato a desempenhar as funções de 10, tanto mais que se encontra em boa forma. O médio formado no Sporting tem ocupado o lado direito do losango, mas isso não invalida que não possa alinhar no apoio aos atacantes, opção que, de resto, Jesus já experimentou. Até ao jogo, o técnico benfiquista terá cinco dias para afinar uma solução.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 16:49

Setembro 21 2010

De levar as mãos à cabeça. A imagem que ilustra este texto sintetiza na perfeição o que devem sentir, a esta hora, Jorge Jesus e Pablo Aimar. O médio argentino muito dificilmente estará apto a defrontar o Marítimo, no próximo sábado. O jogador contraiu uma entrose no joelho direito que ainda o deixa em dúvida para a deslocação ao reduto do Schalke 04, dia 29, desta vez em desafio a contar para a 2.ª jornada da Liga dos Campeões.

Tudo isto no seguimento da lesão contraída pelo médio, de 30 anos, no encontro com o Sporting. Aimar foi ontem submetido a uma ressonância, exame que revelou uma entorse no joelho direito. O departamento clínico dos encarnados não revelou a real extensão da entorse, mas, admitindo que se trata de uma lesão sem gravidade, o argentino precisará de dez dias para se recompor e recuperar o lugar no onze benfiquista.

O camisola 10 das águias lesionou-se ainda na primeira parte do encontro do último domingo. Nesse período, conversou duas vezes com Jorge Jesus, acabando por ficar no balneário ao intervalo, tendo Ruben Amorim entrado para o seu lugar. Ontem, depois de ter feito o exame, iniciou de imediato o programa de tratamentos, sem sequer ter subido ao relvado, onde estiveram alguns dos titulares no dia anterior. Agora, falta saber quando voltará a estar disponível para a competição.

A equipa técnica liderada por Jesus sempre teve cuidados especiais na gestão do esforço de El Mago. Dada a influência do argentino na movimentação dos campeões nacionais e tendo em consideração as características do futebolista, tem havido a preocupação em não o sobrecarregar. Até por isto Aimar deverá ser poupado do encontro diante dos maritimistas, uma vez que os compromissos seguintes são mais exigentes.

A lesão de Aimar acontece numa altura em que a equipa encarnada dava mostras de recuperação, após início titubeante. O sul-americano era um dos elementos em melhor forma, disfarçando a palidez das exibições encarnadas. Tendo em conta o ciclo de jogos em que as águias estão inseridas – depois do dérbi, seguem-se visitas ao Marítimo e Schalke 04 e receção ao Sp. Braga, 2.º classificado da época passada e o outro representante português na Liga dos Campeões.

Os números mostram o peso do argentino no onze de Jesus. Ele foi titular em todos os jogos realizados pelos encarnados esta temporada, contabilizando 522 minutos de utilização em sete partidas. No domingo, foi a primeira vez que saiu ao intervalo. Já marcou um golo.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 16:46

Setembro 21 2010

Quem disse que é preciso ter a bola durante muito tempo? Paraguaio é a prova da eficácia.

A conversa começa com uma pergunta: «Quanto tempo acha que Cardozo teve de posse de bola?» João Tomás responde: «No máximo sete minutos. Não, cinco minutos!» O último jogador do Benfica a marcar dois golos ao Sporting para a Liga antes do paraguaio errou. «16 segundos? [ri-se, faz uma pausa para pensar]. Se calhar até faz sentido. Deixe cá ver: no primeiro golo recebeu e chutou; no segundo tabelou e depois chutou de primeira; há aquele lance em que tenta o chapéu, de primeira, o cabeceamento por cima e ainda há o lance no poste... faz sentido.»

João Tomás gosta do estilo: «Cardozo é um jogador que não precisa de estar em jogo. Eu tenho dias... umas vezes sinto que preciso de ter mais a bola, correndo o risco de passar ao lado do jogo, mas Cardozo não, admiro-o pela capacidade de saber esperar o momento e metê-las lá dentro.»

«E não, não acredito que seja frustrante para um jogador ter tão pouco tempo a bola consigo. De certeza que isso é secundário quando chega ao fim do jogo, marca dois golos, por pouco que não faz mais três e vê a sua equipa ganhar 2-0». O ponta-de-lança do Rio Ave, 35 anos (também marcou dois golos anteontem, à Académica), também atribui a importância de jogar no Benfica: «Cardozo pode andar alheio durante o jogo inteiro pois sabe que jogando no Benfica terá sempre uma oportunidade para brilhar.»

16 segundos. Um café demora 29 segundos a ser tirado, Cardozo em quase metade do tempo marcou dois golos no derby com o Sporting, fintou Nuno André Coelho para atirar uma bola ao poste e surgiu mais duas vezes em posição de golo. Tocou 44 vezes na bola e fez 10 remates - por cada quatro vezes que contactou o esférico, olhou para a baliza e tentou bater Rui Patrício.

Tal como os predadores que ficam horas a fio na savana à espera de um erro da presa, o paraguaio espetou a Takuara (lança ou cana no seu guarani materno), no (pouco predador) leão.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 06:24

Setembro 21 2010

O Benfica bateu ontem o Illiabum por 77-55 em jogo que serviu de apresentação oficial aos sócios do emblema ilhavense. Ainda com Francisco Jordão de fora, devido ao atraso do certificado internacional, os encarnados entraram determinados a vencer o jogo perante uma equipa com largo historial no basquetebol português mas que claramente não apresentou argumentos para contrariar essa supremacia do adversário.

Elvis Évora continua a ser o “patrão” da constelação de estrelas que além da fortaleza defensiva dispõe de elementos que, ininterruptamente, causam desequilíbrios no ataque. A Heshimu Evans e Ben Reed junta-se agora Rodrigo Mascarenhas com a retaguarda experiente de Cordell Henry a impor rápidas transições e assistências primorosas. E foi, de resto, uma entrada triunfal dos campeões nacionais.

Curiosamente o segundo período até foi favorável aos donos da casa por 18-16 face aos acertos dos bases Miguel Barroca e Daniel Félix. No derradeiro período, o Benfica imprimiu ainda mais velocidade retirando aos ilhavenses qualquer capacidade de reação. Heshimu Evans e António Tavares estiveram, então, em foco, com vários lançamentos de meia distância.

O técnico Henrique Vieira destacou a boa exibição, apesar dos jogadores lesionados: “Este Benfica ainda está distante do que pretendo. Mas foi mais um teste positivo para o embate que vamos ter em Lisboa com os ucranianos do Fereo no dia 29 deste mês.”

Já Alexandre Pires reconheceu que foi incapaz de contrariar os argumentos do Benfica. “Só temos dois jogadores que transitaram da época passada. Por isso, estamos em construção e sinto ter havido evolução”, afirmou.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 06:20

Setembro 21 2010

publicado por Benfica 73 às 06:13
Tags:

Setembro 21 2010

Pedro Mantorras vai ser julgado em tribunal, acusado do crime de "difamação agravada", na sequência da ação judicial que lhe foi interposta há 3 anos pelo antigo médico do Benfica, Bernardo Vasconcelos.

O avançado das águias já tinha sido constituído arguido e estava sob a medida de coação mais leve, ou seja, com termo de identidade e residência, mas agora ficou a conhecer que o seu caso vai a julgamento, depois do Ministério Público acompanhar a acusação formulada pelo médico e o ter requerido.

A decisão de Bernardo Vasconcelos avançar com uma ação judicial contra o jogador surgiu na sequência da publicação do livro da autoria deste, com o título "Livre Directo", no qual acusa o médico de negligência e incompetência.  O responsável pela redação do livro, José Gabriel Pereira Quaresma, vai, também, a julgamento.

No livro, Mantorras acusa Bernardo Vasconcelos de "enganar todo o mundo, incluindo os dirigentes do Benfica, omitindo sempre o que na realidade estava a fazer", e que "devia ter parado em definitivo para tratar devidamente da lesão".

Segundo Mantorras relata no livro, Bernando Vasconcelos dizia-lhe que "era o menisco, que faltava músculo e que se resolvia" e que a situação se agravou a ponto de ser "quase um deficiente, um coxo", pois o seu joelho "estava como o do Eusébio".

O internacional angolano reportou mesmo um episódio em que, alegadamente, Eusébio teria testemunhado o médico em causa a proceder a uma infiltração ao seu (de Mantorras) joelho.

Contactado pela Agência Lusa, Bernando de Vasconcelos, negou estes factos e referiu que, com a chegada do caso a julgamento  começa-se a "fazer justiça", além da defesa do seu "bom nome", depois da "injustiça" de que foi vítima.

"Não me sinto compensado com esta acusação, mas é mais um passo para que a justiça seja feita", referiu Bernardo Vasconcelos.

Já Pedro Mantorras recusou-se a comentar o assunto, após ter sido contactado pela Agência Lusa.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 00:21

Setembro 21 2010

1.º - Jesualdo Ferreira disse ao Jornal “A Bola” que o FC Porto tinha perdido o campeonato porque não tinham sido tão competentes como os clubes que ficaram acima. Jesualdo Ferreira disse à Imprensa desportiva, quando estava no FC Porto, que o campeonato ganho pelo SL Benfica, tinha sido o campeonato dos túneis. Pode aferir-se destas contradições o que é estar sob a alçada daquele clube, e o que é estar livremente a falar sem restrições. Al Capone foi condenado por evasão fiscal. Não sei se este Al Capone paga ou não impostos, nem estou interessado. Mas o que sei é que desportivamente se estivéssemos noutro país este Al Capone já estaria a apodrecer atrás das grades há mais de 20 anos.

 

2.º - O Site “Ser Benfiquista” é engraçado e feito por alguns paspalhos que julgam que enganam alguém. O que tem sido escrito (eu não leio, mas sou informado) é um misto de frustração com laivos de má-fé, e impotência. Mas ao que eu acho mais piada é ao facto de ainda não saber se eles são parvos por serem estúpidos, ou se são estúpidos por serem parvos. Qualquer Gaspar Costa pode escrever no Site “Ser Benfiquista”, mas quando se trata de ir a uma Assembleia Geral debater ideias, fogem como o diabo da cruz, dizendo que não há liberdade de expressão. Supercurioso.

 

3.º - Dias Ferreira foi, é e será sempre um pateta. Segundo me contaram insultou a Benfica TV, na pessoa do seu director, seus colaboradores e aos benfiquistas em geral. Ao chamar-lhe pateta nestas linhas é por nunca o ter encontrado pessoalmente. Mas se isso um dia acontecer e Deus queira que aconteça, quero ver a arrogância e má criação que o tem caracterizado. Nessa altura, se isso acontecer, ele vai saber finalmente com quantos paus se faz uma canoa.

publicado por Benfica 73 às 00:17

Setembro 21 2010

A celebérrima confraria dos Pintos do Norte não perdeu qualidade mesmo depois do desaparecimento do Patriarca Adriano! Lourenço, o seu sucessor natural, talvez até com as qualidades ainda mais refinadas por larga experiência de tribunais, morgues, etc., tem vindo a sair melhor que a encomenda!

Na semana passada resolveu fazer grande homenagem aos árbitros de elite na sua Associação de Futebol do Porto, tendo como cabeça de cartaz Olegário Benquerença e a trupe habitual. Levou os que já todos conhecemos há muito como os abençoados do regime que nunca deixam ficar mal nenhum clube do Norte, carago! E também, claro, o chefe deles todos: sr. Vítor Pereira a quem já prepararam um futuro risonho com a passagem da arbitragem da Liga para a Federação, continuando o senhor Pereira, homem de confiança da confraria apoiado incondicionalmente nas suas novas e… mesmas tarefas na Federação Portuguesa de Futebol. Isto quando esta resolver entrar na Lei, que há tanto tempo a FIFA quer ver cumprida na FPF.

Não haverá maior descaramento e sem vergonhice que estas homenagens surrealistas a incompetentes e seguidistas homens do apito que, como PROVAM AS MUITÍSSIMAS ESCUTAS DO PROCESSO “APITO DOURADO”, emporcalharam e envergonharam o futebol durante mais de década e meia!

Como é possível fazerem estas reuniões com todo este desplante?

Querem engraxá-los e mostrar-lhes que continuam com eles, que os apoiam, que nunca os deixarão cair, mesmo depois de tudo o que se passou, já que não houve tribunais nem ninguém capaz de condenar esta trupe que deveria estar retirada bem longe do futebol. Assim como o célebre José Silvano que anda por África a vender pipas de vinho!

Custa muito ver este país sem capacidade para julgar e condenar os verdadeiros “gabirus”. Andam todos à solta!

publicado por Benfica 73 às 00:11

Setembro 21 2010

Foi um Tacuara finalmente perigoso o que apareceu a noite passada na Luz, que não precisou de mandar calar os adeptos. Aos 13’, Cardozo fez magia e abriu caminho a um dérbi absolutamente dominado pelo Glorioso. No clássico dos clássicos – sim, ao FCP falta história e ao Braga papa Maizena para chegar aos clássicos – Tacuara voltou à magia aos 50’ numa bola em arco, um gesto técnico irrepreensível em entendimento com Savi.

Neste dérbi em que Xistra não foi Benquerença, Fabito foi de ouro. Que pés mágicos tem este miúdo! Mas nem isso o livrou do amarelo. Aliás, a equipa continua muito amarelada, fruto da instabilidade que ainda não ultrapassámos. Só que, desta feita, na fotografia pontuam as águias. O SCP passou a primeira metade a defender com 11 nos seus últimos 30 metros. Só Liedson tentava espreitar, mas com perigo só aos 58’. Levezinho tentava, mas não saía da tentativa. E até Roberto fez bonito. Depois de três defesas incompletas, em que pelo ar soltou a bola, o mancha-amarela fez uma defesa de gente grande já perto dos 90’. Uma coisa é clara: surgem os golos, surge a alegria no jogo, a pujança, a basculação ofensiva imponente e do ataque à defesa tudo começa, em crescendo, a correr bem. Eu tinha razão: o SCP era uma vítima apetitosa para a recuperação anímica do SLB. E foi!

Mas nem tudo foram papoilas saltitantes. Jesus finalmente percebeu que Pablito Aimar só dá para metade. Mas, pela águia “Vitória”, César Peixoto?! Aos 16’ a falta de classe de Peixoto evidenciava-se ao deixar Liedson fugir, sem sequer esboçar um movimento. Minutos depois, num triste ensaio de drible, perde a bola e Fabito tem de ir ao remendo. Isto não é para ele! Peixoto é como os muitos bilhetes falsos que a PSP apreendeu na Luz.

Uma palavra para a FPF: que palhaçada é esta de Madaíl inventar um Mourinho salvador por 2 jogos? O desafio hercúleo era por demais apetitoso para El Especial. E que história é esta de Seara só avançar se Madaíl não for recandidato? Já nos livramos de um, mas falta o suspeito do costume.

Autor: MARTA REBELO
publicado por Benfica 73 às 00:02

BENFICA 73
contador grátis
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...