Setembro 06 2010

Confesso que já estou absolutamente farta desta querela interminável em redor da figura de Carlos Queiroz. Mas a prestação da Seleção das quinas contra uns modestos cipriotas torna inevitável o regresso ao tema. A Seleção de todos nós não apareceu em “piloto automático”, antes foi um verdadeiro Tupolev, avião conhecido pelos acidentes e embargos a rotas. E um Tupolev dos modelos não tripulados. Porque lá do alto do camarote de 1.000 euros, não houve chamada de telemóvel ou sms para Agostinho Oliveira que salvasse a Seleção do despiste total.

O comportamento dos intervenientes nesta telenovela venezuelana é deplorável, mas para mim a contratação do Professor já por si tinha sido um tremendo erro. Para treinador de campo, com Sir Ferguson a pensar na estratégia e a desenvolver esquemas táticos, está bem. Para fazer as novas gerações ganharem músculo, fez um bom trabalho nos noventa. E pronto. Coleciona saídas polémicas ou despedidas sem honra nem glória. Tal e qual o jogo de sexta-feira.

Não deixa de ser curioso que Quaresma, no lugar de Cristiano Ronaldo, tenha sido o melhor lutador português em campo. Aquele que o Professor rejeitou para o Mundial. Hugo Almeida, eternamente substituído fora do tempo, quis brilhar mas borrou a pintura. E qualquer benfiquista que andasse a chorar-se por uma hipotética não contratação de Eduardo para as gloriosas malhas, face às desgraçadas defesas e frangos depenados de Roberto, tirou dúvidas: sem defesa, não há Eduardo, não há nada. Há 0-1 aos 3’. E 4 sofridos no final. Quanto aos demais, só mesmo penar pela lesão de Fabito, que nos pode tirar o miúdo de campo contra o Vitória de Guimarães.

Não me venham falar da basculação ofensiva da segunda metade, das oportunidades perdidas e dos remates bonitos. Para a história ficam os que entram e os pontos perdidos na qualificação para o Euro. Uma Seleção sem Rei nem Roque, sem tática que não fosse a de todos para a frente que aqui Del’Rei, mostrou que nem com remoto controlo este Tupolev chegava à pista. E para a Noruega, onde chegámos de Airbus, a tragédia pode bem repetir-se.

Adeusinho, Professor.

Autor: MARTA REBELO

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 23:40

Setembro 06 2010

No último treino da seleção brasileira antes do particular contra o Barcelona B, o técnico Mano Menezes voltou a incluir o benfiquista David Luiz no lote dos titulares, e a sua presença no onze diante a formação B dos catalães é quase certa.

Já o avançado Hulk, do FC Porto, deverá começar o encontro no banco, mas terá, certamente, oportunidade de voltar a mostrar o seu valor, depois de alinhar nos particulares diante Inglaterra e Kuwait.

Destaque ainda para a presença de Phillipe Coutinho no grupo dos titulares, numa peladinha que durou cerca de 11 minutos. O jovem de 18 anos tem brilhado ao serviço do Inter de Milão e deverá ganhar o lugar de organizador de jogo, que era apontado a Hernanes.

Diante o Barcelona B, do segundo escalão do futebol espanhol, Mano Menezes deverá alinhar com o seguinte onze: Diego Alves; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e André Santos; Lucas, Phillipe Coutinho, Carlos Eduardo e Ramires; Alexandre Pato e Robinho.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 23:37

Setembro 06 2010

A equipa de basquetebol do Benfica apresentou-se, esta segunda-feira, aos sócios e adeptos com a prioridade para a próxima época bem definida: conquistar o terceiro título consecutivo de campeão nacional.
Disso mesmo deu conta o vice-presidente para as modalidades do clube da Luz, João Coutinho. Em conferência de imprensa, o dirigente referiu ainda que o plantel foi reforçado «de forma compacta», tendo em vista o regresso às competições europeias.
O treinador Henrique Vieira reiterou o «compromisso com os adeptos, de muito trabalho e humildade», com vista à renovação do título.
Os capitães Sérgio Ramos e António Tavares acentuaram, igualmente, o desejo de revalidar o “ceptro” nacional.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 23:34

Setembro 06 2010

Dispensado da Selecção, Fábio Coentrão treinou esta manhã condicionado, no regresso do Benfica aos treinos para prepapar a deslocação a Guimarães.
Coentrão, que recupera de uma mialgia na face posterior da coxa direita, juntou-se então a Rúben Amorim, com uma tendinite rotuliana do joelho esquerdo, no trabalho condicionado.
Kardec e Roderick fazem integração progressiva em treino livre, enquanto Javier Balboa fez tratamento e trabalho de ginásio, por se encontrar a recuperar de uma lesão no menisco externo do joelho direito.
Fábio Faria e David Luiz continuam ao serviço das suas selecções.
O Benfica volta a treinar esta terça-feira de manhã.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:03

Setembro 06 2010

O Benfica regressou à Liga dos Campeões. Concordas que este começo de campeonato não é de molde a dar muita confiança aos adeptos nesta prova...

Não. Não, não. São duas coisas completamente diferentes. Sabemos da importância da Liga dos Campeões, que é talvez a prova mais difícil depois de um Mundial, sabemos do excelente nível internacional das equipas que participam nela. Por isso vai ser encarada como merece. Porque nós queremos fazer do Benfica uma das melhores equipas da Europa. E isso está ao nosso alcance.

Custou muito perder a Supertaça para o FC Porto?

... São coisas que acontecem. Já passou. Defrontámos uma grande equipa que nesse jogo foi superior e perdemos. Quando assim é não resta muito a dizer. Aceitar a derrota com desportivismo e virar a cabeça para as outras competições. Agora estamos concentrados no campeonato e na tarefa de recuperar o terreno perdido. É isso que interessa!

Achas que esta paragem do campeonato é positiva para recuperar os índices da equipa?

Sim. Pode dizer-se que sim. Dá oportunidade para melhorar fisicamente alguns jogadores que estão menos bem, dá para corrigir algumas coisas que não estão a sair como nós desejamos. Sim, nesse aspecto pode ser bom para nós, sobretudo para equilibrarmos os níveis físicos e nos prepararmos para fazer um grande resto de temporada.

Sentes-te feliz por ter escolhido vir para o Benfica?

Muito! A minha família está feliz aqui e eu encontrei tranquilidade profissional que me permite estar também muito feliz. Foi uma escolha muito acertada. Nunca duvidei disso.

O que é que o Benfica trouxe de novo à tua carreira?

Para já a possibilidade de jogar regularmente a bom nível uma época inteira, algo que já não acontecia há algum tempo. Depois, reencontrar o meu gosto por jogar e por jogar muitas vezes. E, além disso, na época passada deu-me títulos, mais uma razão para eu me sentir feliz no clube.

E Jesus? Surpreendeu-te como treinador?

Sim, porque é um técnico que exige o máximo de cada jogador. Vive com uma enorme vontade de ver a sua equipa entre as melhores. Dá-nos confiança, é muito perfeccionista.

Consegues, mesmo com este mau início de Campeonato, deixar uma mensagem de optimismo aos adeptos?

Claro! Eles sabem aquilo de que somos capazes. Já o demonstrámos no ano passado. E eles só têm de continuar a apoiar-nos como têm feito, mesmo nos jogos em que perdemos. Estamos prontos a dar o nosso máximo em campo e voltar às grandes vitórias. E eles vão estar connosco como sempre estiveram porque são adeptos fantásticos que merecem tudo de nós.

Vêm aí fases complicadas: recomeço de Campeonato, vamos a Guimarães; depois, na Liga dos Campeões, recebemos o Hapoel; em seguida, o Sporting em casa... Estão preparados?

Claro! Nós sabemos que todas as equipas são difíceis. Na Liga Portuguesa não há facilidades para ninguém. As equipas estão todas a um nível muito próximo umas das outras e algumas reforçaram-se muito do ano passado para este. Por isso estamos conscientes da importância que tem cada uma das competições e estamos prontos para o que vier, tanto no campeonato como na Champions. Temos é de estar bem para enfrentar os desafios que aí vêm. E é para isso que estamos a trabalhar.

Continuas optimista quanto à possibilidade de ganhar outra vez o Campeonato?

Sim. Claro! Todas as grandes equipas passam por momentos como o que nós passámos. Não é possível manter sempre um nível altíssimo. O mais importante é recuperarmos a confiança e isso consegue-se ganhando jogos como o último.

Em três jornadas o Benfica já tem tantas derrotas como no último campeonato todo: a pressão aumenta?

O futebol é mesmo assim... Foi um mau começo, mas trataremos de recuperar. O que é preciso é pensar em frente. Pensar em ganhar os próximos jogos e fazer com que a equipa se sinta segura e encare a competição de uma forma mais positiva. Só assim iremos atingir os níveis da época passada.

O que é que o treinador vos disse depois daquelas derrotas?

O treinador sempre esteve do nosso lado. Porque a culpa dessas derrotas não foi de ninguém em particular. Sabíamos quando esta época começou que não ia ser fácil manter o nível da época passada. Porque aquilo que conseguimos foi de facto excelente. Mas nós sabemos do nosso valor. Sabemos aquilo que somos capazes de fazer e estou certo de que o Benfica vai voltar a ser o grande protagonista e vai estar ao nível da temporada passada.

E entre vocês, jogadores, que falaram?

Esta equipa é composta de grandes jogadores e de grandes profissionais, gente que tem muito experiencia no futebol europeu e que sabe que estas coisas acontecem com frequência no futebol. Nenhuma equipa se aguenta no topo toda a temporada. Aquilo que dizemos uns aos outros é simples: temos de sair rapidamente desta situação e voltar à normalidade!

Javier Saviola, como te sentes quando olhas para a classificação e vez o FC Porto a seis pontos, logo ao fim de três jornadas?

É difícil... Mas temos de perceber que o campeonato só agora começou, e há muito trabalho para fazer. Esperamos agora começar a acertar agulhas, subir de produção, até porque a Liga dos Campeões também está aí à porta e a equipa tem de estar bem. E vontade não nos falta! Estamos decididos a fazer uma boa prova numa competição tão importante como a Liga dos Campeões e a retomar a nossa superioridade no campeonato nacional.

Como explicas estes seis pontos já perdidos?

Não sei... faltou-nos alguma coisa. Mas nem queremos pensar nisso. O mais importante é que a equipa recupere e trate de fazer funcionar aquilo que não funcionou nos primeiros jogos. Estou convencido de que a equipa vai entrar numa boa fase, numa fase de muita qualidade, e vai começar a recuperar pontos o mais depressa possível!

Sentes que desiludiram os adeptos neste início de época?

Não. Não. Acho que os adeptos devem continuar ao nosso lado porque sabem que a equipa dá tudo o que tem para ganhar. No ano passado ficaram felizes com a vitória no campeonato e este ano vão ter muitos motivos para continuar felizes. Com a certeza de que nós, jogadores, tudo faremos para voltar a por a equipa lá em cima.

Quando é que vamos ter o Benfica a jogar como jogava o ano passado?

Penso que esta semana será importante para treinarmos algumas coisas que precisam de ser aperfeiçoadas. Para melhorarmos também os indicies físicos. É como te digo. Não estamos ansiosos. Sabemos que as coisas voltarão a ser como foram na época passada. Por isso estamos tranquilos.

O Di María e o Ramires faziam assim tanta falta a este Benfica?

Não penso que seja uma questão individual. Sinceramente. Acho que é sobretudo uma questão que se prende com o funcionamento da equipa. Não passa pela ausência ou pela inclusão de um ou dois jogadores. Por isso é que eu digo que a equipa regressará brevemente a um nível muito alto. Ao mesmo nível que já tivemos. E vamos trabalhar para que volte a esse nível o mais rapidamente possível.

Fala-me dos três novos argentinos do Benfica: Gaitán, Jara e Salvio.

São diferentes mas todos de muita qualidade. Gaitán é um desequilibrador, muito rápido, bom para trazer velocidade ao ataque; Jara é mais goleador, muito duro para os defesas, muito forte; Salvio é potência pura, muito bom no um contra um.

Podem trazer algo de novo ao Benfica?

Sim. Como te digo são jogadores de muita qualidade. Mas não ganham jogos sozinhos. É preciso que a equipa funcione para que eles possam tirar o melhor proveito das suas características. Estou convencido que vão os três fazer uma grande época.

publicado por Benfica 73 às 12:17

Setembro 06 2010

Cardozo ameaça entrar para a galeria dos melhores avançados de sempre do clube encarnado, caso mantenha a veia goleadora patenteada nas últimas épocas.

Nesta altura, o paraguaio é o segundo estrangeiro que marcou mais golos de águia ao peito. Nas três temporadas ao serviço do clube, Tacuara apontou 78 tentos oficiais e está apenas a 7 de superar o registo de Magnusson, melhor artilheiro estrangeiro.

Cardozo já ultrapassou alguns nomes míticos do clube, como o dinamarquês Manniche, o brasileiro Isaías ou o montenegrino Filipovic, que encantaram a plateia da Luz no passado. No que diz respeito a remates certeiros apenas no campeonato, a situação é idêntica, já que Cardozo está na segunda posição, contabilizando 57 contra os 64 de Mats Magnusson, que vestiu de encarnado durante cinco temporadas (1987 a 1992).

Em qualquer caso, Cardozo deverá assumir o comando rapidamente desta contabilidade e nem é preciso marcar tantos golos como na temporada passada (38), se contabilizarmos todas as provas oficiais. Aliás, é muito provável que ainda antes do meio da época Cardozo já tenha inscrito o seu nome na liderança deste duelo particular, a não ser que seja afetado por algum problema físico grave.

Apesar deste marco, o internacional guarani está ainda longe de alcançar os números de alguns dos melhores marcadores de sempre da história dos atuais campeões nacionais. Os registos de Eusébio (473), José Águas (379) ou Nené (359) são praticamente inatingíveis mesmo que Cardozo fique na Luz até final da carreira e consiga alvejar com êxito as balizas adversárias de forma constante durante várias épocas.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 12:15

Setembro 06 2010

David Luiz irá deixar a Luz no final desta época. Ao que O JOGO apurou, este é o cenário por agora traçado pela SAD encarnada, que já prometeu ao jogador deixá-lo sair mediante a chegada de uma proposta generosa.

Tal como O JOGO adiantou no último mês de Julho, o jogador tinha deixado acertado com Luís Filipe Vieira uma revisão salarial - o internacional brasileiro conversou pessoalmente com o presidente - numa altura em que o responsável máximo quis tomar o pulso à vontade do camisola 23. Da dita reunião, o responsável máximo do emblema da Luz saiu com a certeza de que David Luiz estava de facto aberto a seguir mais um ano de águia ao peito, mas consciente de que o seu vencimento teria de ser substancialmente melhorado. Tudo porque o internacional canarinho vinha recebendo propostas bem mais vantajosas financeiramente, mas a SAD insistiu em segurá-lo, resistindo ao assédio de clubes como Chelsea ou Manchester City.

O cenário, todavia, sofreu alterações, e David Luiz não chegou a assinar o novo contrato, nem irá fazê-lo. Ao invés, ficou acertado com Luís Filipe Vieira que o actual vencimento será mantido, com a promessa de que, no final desta época, o jogador se poderá despedir dos adeptos encarnados. No entanto, a transferência também só terá pernas para andar caso seja apresentada à, sociedade anónima, uma proposta avultada, nunca inferior a valores próximos dos 30 milhões de euros.

Neste sentido, o Chelsea perfila-se como o destino mais provável do defesa-central, apesar de este também estar bem cotado em clubes como Manchester City ou Real Madrid. Ainda antes do fecho da última janela de transferências, os blues voltaram à carga pelos serviços do jogador, e o técnico Carlo Ancelotti não esqueceu o brasileiro, muito menos depois de ter perdido Ricardo Carvalho para o Real Madrid e de o próprio David Luiz ter sido chamado à principal selecção canarinha.

O central está a par de todas as movimentações e aceitou os termos em que lhe foi colocada a situação, estando agora apenas determinado a sagrar-se bicampeão e a afirmar-se às ordens de Mano Menezes na renovação que vai acontecendo na selecção brasileira.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 11:41

Setembro 06 2010

Quando projetaram a nova temporada, os encarnados definiram a revalidação do título como o principal objetivo, algo que não conseguem desde 1984. Mas há outro desafio. E este pesa sobre os ombros de Oscar Cardozo: sagrar-se melhor marcador do campeonato pela segunda temporada consecutiva. O último benfiquista a alcançar o “bi” foi Artur Jorge, há quase 40 anos.

Tacuara tem construído o seu percurso no Benfica com golos. Na temporada passada, juntou o título de campeão à Bota de Ouro. Desde Rui Águas, em 1991, que um benfiquista não era coroado o rei dos artilheiros da principal competição portuguesa. A luta durou até à última jornada, mas Cardozo, de 27 anos, levou a melhor no duelo com o portista Falcão, que obteve menos 1 golo do que o paraguaio (26-25). Isto enquanto Liedson ficou a longa distância, com 13 remates certeiros.

Quebrado este enguiço, novo desafio se coloca a Cardozo: alcançar um feito que apenas três jogadores do Benfica conseguiram. José Águas (1955/56 e 1956/57), Eusébio (fez o “penta”, entre 1962/63 e 1967/68) e Artur Jorge (1970/71 e 1971/72) foram os atacantes que conseguiram revalidar o título de melhor marcador do campeonato. Saliente-se, no entanto, que Eusébio antecedeu e precedeu o antigo selecionador como máximo goleador, em 1969/70 e 1972/73, garantindo que este título ficasse na Luz durante quatro temporadas.

Se alargarmos o espetro a outros clubes, o brasileiro Jardel foi o último a bisar neste particular. Com a camisola do FC Porto, Super Mário foi coroado melhor marcador entre 1996/97 e 1999/00. Mais de uma década depois, Cardozo tenta alcançar este feito.

A época não começou bem para o camisola 7 das águias. Diante do V. Setúbal, marcou o primeiro golo no campeonato. A concorrência, nomeadamente Hulk e Falcão, já leva vantagem. Além disso, esta época há mais pretendentes ao trono: o vimaranense Toscano, que assinou um hat-trick na estreia, já se assumiu como candidato. O atraso não é, porém, irrecuperável. E o objetivo é suficientemente motivador.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:18

Setembro 06 2010

Os campeões nacionais têm 26 atletas espalhados por sete países e dois continentes, Europa e América do Sul, desde as estrelas Rodrigo, – cuja contratação custou 6 milhões de euros – e Urreta ao pouco mediático Ivan Santos, formado no Boavista e cedido ao Sp. Espinho

Sem hipóteses de ser utilizados por Jesus, os responsáveis das águias optaram por colocar estes atletas a rodar noutros clubes, onde possam jogar com regularidade e evoluir, para depois voltarem à casa-mãe. O grupo de emprestados pode dividir-se em dois: os formados no clube encarnado e os que são contratados, mas que não corresponderam à expectativas ou não cabem no plantel, casos de Patric, Shaffer, Yebda ou Fellipe Bastos.

Nesta política, houve a preocupação de encontrar um clube que pudesse albergar, se não todos, a maior parte dos jovens saídos da formação. O Fátima, com o qual o Benfica assinou protocolo, recebeu 9 futebolistas. Entre eles estão Leandro Pimenta, Yartey e Coelho, que já na época passada estiveram em rodagem.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:15

Setembro 06 2010

Lateral-esquerdo viajou ontem para Lisboa. Efectuou exames e dificilmente a mazela na coxa esquerda permite sonhar com o regresso à Cidade-Berço. Peixoto ou Faria alternativas.

Todos os cenários são admissíveis, mas, apurou A BOLA, é legítima, embora muito ténue - a terminologia empregue por estes dias, na Luz, é mesmo milagre - a esperança na recuperação de Fábio Coentrão a tempo de dar o contributo aos campeões no próximo jogo a doer da águia.

Tudo aponta no sentido de o internacional português possa não voltar ao local do crime: foi na cidade-berço, sexta-feira, que, mesmo no final do jogo de Portugal com o Chipre (4-4) se queixou de dores e foi assistido; é lá, no mesmo Estádio D. Afonso Henriques, que, esperam os adeptos encarnados, possa jogar pela sua equipa, naquele que é o próximo compromisso da equipa de Jesus.

Mas a «mialgia na região proximal posterior da coxa esquerda» que sofreu - segundo a informação disponibilizada pela Federação Portuguesa de Futebol - poderá mesmo ser impeditiva. Dificilmente o ruço das Caxinas, cuja raça já conquistou um País (ninguém esquece as exibições pela Selecção, no Mundial-2010) recupera, são as informações que chegam do ninho da águia.

Fábio Coentrão efectuou exames complementares de diagnóstico ontem, e será este o cenário pior para o qual os encarnados, desde já, se devem precaver. E os adeptos não se surpreendem se Coentrão tiver mesmo de parar, após um ciclo ininterrupto de jogos, entre Portugal e Benfica, sempre em surpreendente rotação.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:24

Setembro 06 2010

Toto Salvio quer ser como Cristiano Ronaldo. É um sonho antigo, que já vem da Argentina. E não vai desistir. Ainda no Lanús, durante as concentrações da equipa, via vezes sem conta, no YouTube, os vídeos do craque português, tentando aprender os dribles, os truques, os passes de fantasia do então jogador do Manchester United. "Já vi os seus vídeos mais de 500 vezes. E penso sempre: porque não hei-de conseguir fazê-lo com a mesma facilidade? Agora ando empenhado em melhorar a bicicleta, fazê-la mais rápido...", contou Salvio, numa entrevista a um jornal argentino, muito antes de imaginar que iria, um dia, estar frente-a-frente com o seu maior ídolo [ver peça ao lado].

"O Toto está sempre a falar desse dia [ver peça ao lado], de quando jogou contra o Cristiano Ronaldo: o meu filho com a camisola do Atlético e o Cristiano a jogar pelo Real Madrid. Foi muito especial para ele e a única coisa que o deixou triste, nesse encontro, foi não ter podido trocar de camisola com ele", declarou ontem, a O JOGO, via telefone, desde a Argentina, a mãe do último dos reforços do Benfica para a temporada 2010/11, Justina Salvio, mais conhecida por Tota.

A mãe do camisola 8 benfiquista, actualmente com 20 anos, revelou que tal como era Salvio nos estágios dos Lanús, obcecado pelo CR7, assim também era em casa. "Fechava-se no quarto e passava tardes inteiras a ver os vídeos do Cristiano Ronaldo e a estudar o seu futebol. Tanto na Argentina, como já em Espanha, comprava todas as revistas onde aparecia o jogador", relata.

"Um dia Toto disse-me que achava que nunca iria conseguir fazer como o Cristiano, mas que iria continuar sempre a tentar. Ele sempre quis ser como o jogador português", acrescenta a simpática progenitora, que, para além de Toto, tem mais seis filhos, um deles, o Ezequiel, de 22 anos, joga futsal no principal campeonato de Espanha. Aliás, os dois começaram por jogar futebol no Lanús, tendo depois Ezequiel desistido para se dedicar ao futsal: "Sempre demos mais ao Toto do que aos outros irmãos, porque víamos nele um futuro a ser projectado. Desde pequeno se mostrou muito determinado."

Salvio é um confesso admirador das qualidades de Cristiano Ronaldo, como se pode ler na peça ao lado. E, decerto, que as pernas do jogador emprestado pelo Atlético de Madrid ao Benfica tremeram quando enfrentou o astro português. O dia 28 de Março de 2010 ainda deve estar bem vivo na memória do jovem atacante argentino. Nesse dia, o Atlético de Madrid deslocou-se à casa do rival Real Madrid para mais uma jornada da Liga espanhola. O jogo não correu de feição à equipa de Quique Flores e Simão (derrota por 3-2), mas Salvio teve oportunidade de olhar de frente para o seu ídolo. O último reforço do Benfica entrou aos 78' para o lugar de Simão Sabrosa, cruzou-se com CR7, nove na altura, mas foi incapaz de alterar o rumo dos acontecimentos.

O resultado estava feito e Salvio por muito que tenha tentado não conseguiu iludir os rivais, numa partida intensa mas que até começou bem para os colchoneros, pois marcaram logo aos 10', mas os merengues viriam a dar a volta aos resultado, fechando a 29ª jornada com chave de ouro.

Salvio deverá ser titular na partida com o Vitória de Guimarães, da próxima sexta-feira, no Estádio D. Afonso Henriques. O jogador argentino foi o último reforço a chegar ao Benfica e, na estreia, frente ao Setúbal, entrou logo no onze, no lugar que era habitualmente ocupado por Ramires, agora no Chelsea. O novo camisola 8 acabou, no entanto, por jogar apenas 24 minutos, dado que foi o jogador sacrificado para a entrada do guarda-redes Roberto. Salvio mostrou ainda alguma falta de adaptação e ritmo, mas esta sexta-feira deverá ter nova oportunidade.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 09:22

Setembro 06 2010

Há um ano o negócio ficou acertado com o Barcelona por menos de 20 milhões. Técnico dos catalães preferiu David Villa na altura de decidir.
O argentino Di María, um dos primeiros pedidos de José Mourinho para formar plantel no Real Madrid, poderia estar neste momento a jogar no rival Barcelona. De acordo com o que ontem noticiou o jornal espanhol Marca, o clube catalão chegou a acordo com o Benfica e com o jogador, no início da temporada passada, para uma futura transferência que não ultrapassaria os 20 milhões de euros. O Real Madrid acabou por pagar 25.
A operação foi iniciada, segundo a mesma fonte, na altura em que o Barcelona percebeu que o francês Thierry Henry já não renderia o esperado. Era preciso contratar alguém rápido, jovem, que desse profundidade ao jogo pelas alas. Os olheiros do clube observaram Di María em vários jogos, fizeram vídeos e elaboraram relatórios, dirigidos ao então secretário técnico Txiki Begiristain, aconselhando a contratação.
O Barcelona entrou em contacto com o empresário do avançado argentino, Jorge Mendes, que fez a ponte com Di María e com o Benfica. O negócio, afirma a Marca, ficou prometido por valores que não chegavam aos 20 milhões.
Quase uma época depois, na altura de definir o substituto para Henry e, julgava o clube, poder fechar a contratação de Di María, o processo ruiu no último passo. Pep Guardiola, o treinador talismã do Barcelona, disse que o benfiquista não era o jogador ideal para ocupar o lado esquerdo do ataque e que preferia David Villa, a estrela da selecção de Espanha no Campeonato do Mundo.
Villa assinou mesmo pelo Barça: veio do Valência por 40 milhões de euros; e Di María acabou no Real Madrid, como queria José Mourinho, e com claro benefício para o Benfica, que encaixou mais dinheiro do que o antes apalavrado com o Barcelona. Contentes terão ficado, também, os adeptos merengues, que começam a ficar entusiasmados com a qualidade que Di María demonstra neste arranque de época.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:22

Setembro 06 2010

A equipa de futsal masculino do Benfica brindou este domingo os adeptos com uma vitória (3-1) sobre o Vitória dos Olivais. No jogo de apresentação, os pupilos de Paulo Fernandes confirmaram as credenciais apresentadas na pré-época.


Os “encarnados” entraram no jogo de apresentação com um cinco inicial composto por Bebé, Pedro Costa, Gonçalo Alves, Davi e César Paulo. Os campeões europeus procuraram desde cedo chegar à vantagem, conseguindo um tento por intermédio de Davi.
Apostando em jogadas rápidas de contra-ataque, o Vitória dos Olivais logrou chegar ao empate num desses lances. José Daniel foi o autor do tento.
Os “encarnados” continuaram a dominar o encontro durante a primeira parte, falhando algumas situações para fazer o 2-1.
O jogo continuou a ter um sentido único no segundo tempo, onde o Benfica foi acumulando várias oportunidades de golo. Depois de várias tentativas, o pivot César Paulo bateu finalmente o guarda-redes Nuno Moita, colocando a equipa na frente do marcador.
A toada do encontro não mudou. Apesar de estar em desvantagem, o Vitória dos Olivais manteve-se fechado no seu meio-campo e o Benfica foi, assim, coleccionando situações para ampliar o resultado. Com um grande remate, o brasileiro Davi fez o 3-1.
A equipa de Paulo Fernandes teve várias oportunidades para marcar ainda mais golos, mas o resultado acabou por não sofrer alteração.
Os “encarnados” confirmaram, assim, os atributos apresentados durante a pré-temporada.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 08:00

Setembro 06 2010

publicado por Benfica 73 às 07:55
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...