Agosto 22 2010

Fim de linha para Roberto no Benfica. As fracas exibições do guarda-redes espanhol com a camisola das águias deverão custar-lhe caro. A TSF noticiou a saída do jogador da Luz, algo que o Benfica já desmentiu.
Recorde-se que Roberto chegou esta temporada à Luz, do Atlético de Madrid. O passe do guarda-redes de 24 anos custou 8,5 milhões de euros, mas o espanhol não convenceu a massa adepta.
No jogo frente ao Nacional, este sábado, o guarda-redes foi mesmo responsável pela derrota, ao cometer erros que facilitaram a missão ofensiva dos madeirenses.
Certo é, para já, que Roberto deixará de ser titular da equipa comandada por Jorge Jesus, e apesar dos vários cenários traçados ao longo da tarde, fonte oficial do Benfica garante a A BOLA que a saída do guarda-redes não é um dos cenários em cima da mesa.
Ao início da noite, o Benfica emitiu uma nota no site oficial na qual diz que a notícia avançada pela TSF é «pura especulação». A rádio avançou durante a tarde que Roberto vai ser emprestado e que o Benfica vai contratar outro guarda-redes.

Fonte: A Bola

 

Comunicado do SLB:

 

"O Sport Lisboa e Benfica informa que a notícia veiculada pela rádio TSF, durante a tarde deste domingo, em relação a um dos seus atletas não passa de pura especulação. Lamentamos que um meio de comunicação com as responsabilidades e as obrigações deontológicas a que os seus profissionais estão obrigados não tenha tido sequer o cuidado de contactar qualquer responsável do Clube, facto que teria evitado toda esta situação."

publicado por Benfica 73 às 23:25

Agosto 22 2010

Praticamente descartada a hipótese Drenthe, as águias viram-se agora para outros alvos e é muito provável que, nos próximos dias, cheguem à Luz mais reforços. Esta janela de transferências encerra a 31 de agosto e, até lá, os responsáveis encarnados ainda tentam municiar o plantel de Jesus com mais armas.

Neste momento, a prioridade é contratar alguém para o corredor esquerdo. O acordo com Traoré não foi alcançado devido às exigências económicas do jogador, Drenthe é muito caro, mas o técnico pretende ter mais uma opção para a ala esquerda que possa fazer na perfeição todo o corredor. As características de Drenthe até podem servir de modelo, já que o holandês desempenha bem as funções de médio e defesa. No caso de ser contratado alguém para o sector mais recuado, que só possa jogar na defesa, Coentrão poderá passar a ter um novo papel da equipa, atuando mais adiantado.

Mas, além do reforço do lado canhoto, a SAD dos campeões nacionais está também empenhada em adquirir um médio com características semelhantes às de Ramires.

Salvio já está na Luz, alinha no lado direito mas é um jogador com grande caudal ofensivo e que não oferece grandes garantias no capítulo defensivo.

Rui Costa já garantiu que o plantel não estava fechado e é bem possível que ainda apareçam duas caras novas na equipa. Os próximos dias serão decisivos para resolver estes dossiês.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 16:21

Agosto 22 2010

 

Royston Drenthe parece estar longe do Benfica, apesar da insistência dos espanhóis, que ontem deram a transferência do internacional Sub-21 holandês para a Luz como certa.

 

O esquerdino, que tem o futuro por definir, ganha no Real Madrid um ordenado a rondar os 3 milhões de euros anuais, sendo esta uma verba altíssima para o futebol português.

Depois das negociações com Traoré, esquerdino do Arsenal, terem sido encerradas na sexta-feira por falta de acordo, Drenthe foi apontado como uma hipótese, mas é inatingível, até porque os responsáveis benfiquistas estão cientes do teto salarial que têm e querem manter no plantel.

Este seria sempre um negócio difícil, como o nosso jornal noticiou, apesar de Drenthe ter características que agradam a Jorge Jesus. O holandês de 23 anos é um lateral-esquerdo que também joga a médio, sendo este o perfil de jogador que a SAD encarnada está a tentar contratar. O próprio empresário do atleta, Siegfried Lens, que anteriormente não fechou as portas à hipótese Benfica, ontem afastou esse cenário, em conversa com Record: “O Drenthe não vai para o Benfica, o negócio é impossível.” Também fonte da Luz assegura não existirem, neste momento, conversações com os merengues.

A verdade é que o jornal “Marca” noticiou ontem que Drenthe estava “a poucas horas” de se transferir para a Luz a título definitivo.

Segundo foi avançado no país vizinho, o Benfica teria chegado a acordo com o Real Madrid e foram dados mesmo pormenores do negócio: o Real ficaria com opção de recompra nos primeiros três anos de contrato. O que estaria a entravar o fecho das negociações, segundo a notícia, seria a exigência dos merengues em receberem os 13 milhões de euros que pagaram por Drenthe ao Feyenoord.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 16:18

Agosto 22 2010

A derrota de ontem à noite, na Choupana, entra para a história negativa do Benfica: 58 anos depois, os encarnados perderam os dois primeiros jogos do campeonato, repetindo o que se passou na época de 1952/53, quando perdeu em Setúbal (1-2) e em casa, na receção ao Sporting (2-3). Para o mal ou o bem, o treinador Jorge Jesus e o guarda-redes Roberto personalizam este feito negativo.

A carreira do espanhol na baliza do campeão nacional promete ser tão fugaz como a que viveu no Atlético de Madrid. A 19 de setembro de 2009, no seu primeiro jogo na baliza dos colchoneros, Roberto sofreu 5 golos em Barcelona. Depois, fez apenas mais 2 jogos e… foi transferido para o Saragoça. Na Luz, em três jogos oficiais, consentiu outras tantas derrotas e sofreu 6 golos, dos quais pelo menos 4 com responsabilidades diretas. A permeabilidade de Roberto no jogo aéreo junto à sua área direta de jurisdição parece ser o verdadeiro calcanhar de Aquiles. Sofreu um golo de canto ante o FC Porto, outro de livre da Académica e ontem, um de livre e outro a partir de um canto. A prestação do espanhol está a transformar-se num pesadelo, para si e para Jorge Jesus, que apostou forte na sua contratação ao Atlético Madrid.

O treinador do Benfica também atravessa um período negativo, em contraste flagrante com o que viveu na época passada. Para além de igualar o feito indesejável do argentino Alberto Zozaya, treinador do clube em 1952/53, foi mais além, pois sofreu ontem a terceira derrota consecutiva em jogos oficiais: 0-2 com o FC Porto, para a Supertaça; 1-2 com Académica e Nacional, para a Liga.

Se o desempenho de Roberto na baliza do Benfica é motivo de preocupação, também a fraca produtividade do seu ataque deve ser motivo de reflexão.

Em 3 jogos oficiais apenas 2 golos marcados – um por Jara, frente à Académica, outro, ontem, por Carlos Martins. Isto é, os avançados Cardozo e Saviola, que na época passada somaram 37 golos em conjunto, estão há 3 jogos seguidos sem marcar.

A derrota de ontem foi a quarta consentida em casa do Nacional da Madeira, servindo de fraca consolação o saldo ainda positivo.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 16:13

Agosto 22 2010

Jorge Jesus tentou proteger o guarda-redes, mas sem grande convicção. Vieira também foi ao balneário.

Roberto, tal como a equipa do Benfica, ficou em maus lençóis depois do jogo de ontem, tendo abandonado o Estádio da Madeira debaixo de um estridente coro de assobios. Desiludidos com a segunda derrota consecutiva em outras tantas jornadas da Liga Zon Sagres - e a terceira seguida em jogos oficiais, contando com a Supertaça -, os adeptos ficaram à espera dos jogadores à entrada do autocarro e visaram em particular o guarda-redes espanhol, que ouviu uma vaia e alguns comentários pouco amigáveis quando passou. "Tragam mais um jogador de oito milhões", foi uma das bocas carregadas de ironia. Também Cardozo não escapou à insatisfação dos adeptos. Mas, antes disso, o balneário encarnado - onde após o final do jogo foi possível ouvir vozes alteradas, a maioria a falar espanhol - teve a visita do presidente Luís Filipe Vieira. Com ar cabisbaixo e desolado, o líder dos encarnados manifestou a sua insatisfação pelo momento que o colectivo atravessa, tentando ao mesmo tempo moralizar "as tropas" para que dêem a voltar por cima.

Também agastado pela soma de derrotas, o treinador Jorge Jesus não ficou indiferente ao falhanço da equipa e, em particular, de Roberto. Na sala de Imprensa, o técnico apenas culpou o guarda-redes pelo segundo golo, tentando-o proteger e isentando-o de responsabilidades no lance do primeiro. "Está-se a criar um clima em que o Roberto é sempre o culpado de tudo o que acontece no Benfica. Domingo passado não o foi, e hoje [ontem] foi um pouco, porque podia ter feito um pouco melhor no segundo golo. No primeiro, não podia fazer nada, Todos os guarda-redes do mundo têm dias melhores e piores", defendeu Jorge Jesus sobre o guarda-redes que, logo após o apito final, rumou ao balneário, que nem uma seta, sem falar com ninguém.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 06:45

Agosto 22 2010

publicado por Benfica 73 às 06:42
Tags:

Agosto 22 2010

Jorge Jesus continua fiel a Roberto. O treinador do Benfica recusou esta noite que o guarda-redes tenha culpa na derrota sofrida frente ao Nacional, apesar de admitir que «podia ter feito melhor no segundo golo».
Veja aqui as repetições virtuais dos golos.
«Qualquer golo que o benfica sofra, Roberto é sempre o culpado. No segundo podia ter feito melhor, mas no primeiro não tem hipóteses. Todos os guarda-redes têm dias melhores e piores, mas está a ser criado um clima que cada golo que sofra é culpa dele», disse Jesus depois do jogo, já na conferência de imprensa.
Jorge Jesus explicou que a equipa não teve qualquer intranquilidade durante a segunda parte, explicando que na verdade os riscos foram por si assumidos: «Notou-se na defesa do Benfica, depois de estar a perder 2-0, que jogávamos com linha ofensiva e outra defensiva. Dei ordem então para não defendermos com mais de cinco elementos. Sabíamos que íamos correr riscos, mas conseguimos sempre equilibrar defensivamente».

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 06:34

Agosto 22 2010

"Temos tido alguma infelicidade neste início de campeonato, principalmente em lances de bola parada. Fizemos uma boa primeira parte, na segunda também entrámos bem, mas, sublinho, não fomos felizes nas bolas paradas. Assumimos toda a responsabilidade por estas duas derrotas e vamos trabalhar mais para começar a ganhar o mais rapidamente possível.Saíram alguns jogadores e os que entraram ainda se estão a adaptar ao clube".

publicado por Benfica 73 às 06:17
Tags:

Agosto 22 2010

O Benfica sofreu esta noite a segunda derrota na Liga 2010/11, agora frente ao Nacional, num jogo em que o guarda-redes Roberto voltou a ser protagonista pela negativa.
Recorde aqui as incidências da partida
O campeão nacional leva já duas derrotas na prova, tantas quantas as que sofreu na última temporada em 30 jogos. Pior para as águias: o Benfica leva já três derrotas consecutivas em jogos oficiais, contando com a Supertaça Cândido de Oliveira.
O Nacional, por seu lado, somou a segunda vitória na prova, mantendo-se desta forma no topo da classificação.
O Benfica acaba por ser penalizado quer por hesitações na defesa – Roberto tem culpas evidentes no 2-0 e divide-as com Cardozo e Rúben Amorim no primeiro – mas também pela falta de capacidade para converter em golo as oportunidades criadas, sobretudo durante a primeira parte.
O segundo tempo começou com o primeiro golo do Nacional. Foi aos 50 minutos que Luís Alberto aproveitou uma desatenção de Cardozo e uma saída em falso de Roberto para, de cabeça, colocar a bola no fundo da baliza. Com esse golo, a equipa do Benfica desorientou-se. Tentaram os campeões nacionais reagir, mas acabaram por ver o 2-0 surgir num lance incrível: Aos 66 minutos Roberto deixa uma bola perdida bater na barra, em vez de desviá-la para canto. Orlando Sá, atento, só teve de cabecear ao canto da baliza e, assim, fazer o 2-0.
Carlos Martins ainda tentou rematar várias vezes para golo, Bracali ainda fez uma grande defesa, Felipe Lopes quase fez um auto-golo, mas o Benfica não tinha como ganhar. De nada serviu o golo de Carlos Martins aos 90+4, num potente e colocado remate.

A equipa de Jorge Jesus sai da Madeira derrotada e a seis pontos do líder, quatro do Sp. Braga e três do FC Porto, que tem um jogo a menos.

Ficha de jogo:
Estádio da Madeira, no Funchal
Árbitro: Pedro Proença (AF Lisboa)

NACIONAL: Bracali; Patacas, Filipe Lopes, Danielson e Tomasevic; Bruno Amaro, Luís Alberto, Skolnik e Mihelic; Orlando Sá e Diego Barcelos.
Suplentes: Elisson, Todorovic, Nuno Pinto, Thiago Gentil, João Aurélio, Edgar Costa e Mateus.
Treinador: Predrag Jokanovic.

BENFICA: Roberto; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz e Fábio Coentrão; Javi García, Rúben Amorim, Gaitán e Aimar; Cardozo e Saviola.
Suplentes: Moreira, Sidnei, Airton, Carlos Martins, Jara, Weldon e Nuno Gomes.
Treinador: Jorge Jesus.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 02:27

BENFICA 73
contador grátis
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...