Agosto 12 2010

O presidente do Benfica, Luís Felipe Vieira, negou hoje que esteja a negociar a compra do futebolista Wesley, de 23 anos, após visitar as instalações da equipa do Santos.

"O que posso dizer é que não estou a contratar nenhum jogador no Brasil. O plantel do Benfica não está fechado, irá fechar a 31 de agosto, e até lá muita coisa poderá acontecer, mas hoje não se passou nenhuma negociação", disse.

Numa conferência de imprensa, o líder dos encarnados explicou o porquê da presença em São Paulo: "A missão que me trouxe aqui foi o convite do presidente (do Santos). De certeza que o Santos tem grandes jogadores, que jogariam em qualquer equipa mundial, mas de certeza que o Benfica não tem dinheiro para os comprar".

O dirigente português revelou o interesse do Benfica em estreitar relações com o Santos para criar "mais-valias" às equipas.

Luís Felipe Vieira discutiu com o presidente do Santos, Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, a troca de experiências entre os dois clubes, para a captação de receitas com ações de marketing.

Uma das ideias é trazer para a equipa brasileira o "kit sócio" lançado pelo Benfica e responsável, segundo o presidente, por tirar o "clube do fundo do poço", dentro de outras ações adotadas nos últimos 10 anos.

Instado a comentar a situação do selecionador português Carlos Queiroz, o presidente do Benfica classificou o caso como "uma grande injustiça".

"Estão a fazer um linchamento público a um homem a quem, na minha ótima, Portugal deve bastante, principalmente na formação, nas camadas jovens", afirmou.

Atualmente, o Santos está a avaliar a proposta de 7,5 milhões de euros feita pela equipa Werder Bremen, da Alemanha, pelo futebolista Wesley.

A transferência não foi confirmada porque um dos proprietários dos direitos económicos do futebolista, o grupo DIS, com 25 por cento de participação, não concordou com os valores.

O Santos detém 35 por cento dos direitos e os 40 por cento restantes pertencem, em partes iguais, ao futebolista e ao seu empresário Roberto de Almeida.

Fonte Record

publicado por Benfica 73 às 21:50

Agosto 12 2010

Depois de Nicolás Gaitán no treino da véspera ter estado a realizar trabalho individual de campo, esta quinta-feira foi a vez de Alan Kardec dar mais um passo de aproximação da recuperação plena, em mais uma sessão de preparação da recepção à Académica, na estreia do Benfica na I Liga.

Kardec está, portanto, cada vez mais perto de debelar a lesão tendinosa na face anterior da coxa esquerda. Já Gaitán recupera de traumatismo na região costal direita, contraído no apronto da última terça-feira.

O defesa-central Luisão é que continua a recuperar da mialgia na face posterior da perna esquerda no ginásio.

O treinador dos “encarnados”, Jorge Jesus, também voltou a ter à disposição o brasileiro David Luiz, o uruguaio Maxi Pereira e o esloveno Jan Oblak. O trio esteve ausente dos trabalhos das águias por estar ao serviço das respectivas selecções.

Apesar do regresso dos três internacionais, Fábio Fária (Sub-21) e Óscar Cardozo (Paraguai) ainda não voltaram a trabalhar com os companheiros no Seixal após os compromissos de selecções, num treino em que Jesus chamou três juniores.

A turma da volta ao trabalho esta sexta-feira, numa sessão matinal, agendada para as 10 horas. O treino decorrerá à porta fechada no Seixal.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 21:45

Agosto 12 2010

CARLOZ QUEIROZ não tem no seu país um estatuto de ídolo. O que é estranho porque Queiroz, ainda que uns bons degraus curriculares abaixo de José Mourinho, trabalhou no estrangeiro com sucesso ao serviço de um gigante europeu como é o Manchester United.

Em Portugal, há duas décadas, Queiroz levou a selecção nacional de juniores à conquista de dois títulos mundiais do escalão e este ano, em 2010, na fase final do mundial de seniores, levou a equipa nacional até aos oitavos-de-final e soçobrou perante a Espanha que haveria de se sagrar campeã do mundo, o que não é pouco.

No entanto, a FPF está farta de Carlos Queiroz e magicou um modo desajeitado de se ver livre do seleccionador. Não será coisa de espantar se Carlos Queiroz fizer vingar o seu contrato e os seus direitos e acabar por ser ele, o treinador, a despedir o presidente, Gilberto Madaíl. E não venham depois dizer que nunca viram nada parecido…

Não sendo um ídolo, Carlos Queiroz não arrasta multidões, não tem lobbies a favor nem contra e o seu destino profissional é mais ou menos indiferente à grande massa de adeptos portugueses que censurarão mais facilmente ao treinador a total ausência de brilho da Selecção na África do Sul do que a fraca “postura verbal” de que é formalmente acusado.

E é este o risco que corre Carlos Queiroz se não for ele próprio a meter um travão ao aproveitamento que se está a fazer do seu lamentável caso. É que, pelo andar da carruagem, Queiroz que não é um ídolo dos amantes do futebol, arrisca tornar-se um ídolo dos amantes da ordinarice e da violência e, francamente, ninguém merece uma coisa destas.

Carlos Queiroz agrediu um jornalista no Aeroporto de Lisboa e insultou um funcionário do Estado português, que se limitava a cumprir com o seu trabalho, em termos de fazer corar as pedras da calçada. Este currículo de Queiroz dá-lhe uma aura de ídolo e de santidade por todas as capelas onde bater em jornalistas e falar como um labrego é a liturgia oficial.

Inevitavelmente, os dois episódios fazem já parte do anedotário futebolístico nacional e se há coisa de que um seleccionador nacional não precisa é de entrar como protagonista em anedotas ainda que as anedotas se esqueçam facilmente até porque, no nosso país, há uma grande capacidade de renovação de reportórios tantas são as situações com que a realidade nos bombardeia.

O presidente do FC Porto, por exemplo, apresentou-se na sede da Federação Portuguesa de Futebol para colaborar na defesa de Carlos Queiroz. Pinto da Costa considerou o caso «ridículo» e considerou «normais» as palavras que terão dado origem ao processo disciplinar. E curvou-se, humildemente, perante a figura respeitável do manager do Manchester United afirmando: «Vir alguém como o Sir Alex Ferguson de Inglaterra para testemunhar até se torna preocupante…».

Fica, assim, provado que Pinto da Costa já se esqueceu da melhor anedota jamais contada por Sir Alex Ferguson que, um certo dia, falou na competitividade do campeonato português nos seguintes e escorreitos termos: «O FC Porto está habituado a comprar títulos no supermercado». E nem lhe foi preciso dizer uma asneirola.

 

NÃO é comum acontecer mas, pelo menos nesta semana, entre benfiquistas e portistas regista-se uma espécie de unanimidade de opinião que é digna de enaltecer. Se o mérito do vencedor da Supertaça mal se discute, também a eleição do nome do melhor jogador em campo não oferece, praticamente, motivo para argumentações e contra-argumentações.

Em A veiro, o melhor em campo foi Silvestre Varela, ponto final, parágrafo.

É sempre curioso quando vemos concordar duas multidões rivais vocacionadas para discordar. E porque é diferente é original e é saudável.

Menos original e menos saudável é, aparentemente, a posição expressa em público e em privado por muitos adeptos do Sporting que hesitam em atribuir o título de melhor em campo a Silvestre Varela visto que também lhes agradou imenso a exibição de João Moutinho, na sua estreia oficial pelo FC Porto, no jogo de domingo passado.

Se para uns, Varela foi a gazua que desarticulou as capacidades defensivas do campeão, para outros foi Moutinho o herói de Aveiro porque foi ele quem, sozinho conseguiu carregar de cartões amarelos meia equipa do Benfica, o que também tem o seu valor.

Observando o universo leonino, de fora e de longe, conclui-se que é uma verdadeira alegria sportinguistas oferecer os seus melhores jogadores ao FC Porto só para os ver, finalmente, ganhar títulos ao Benfica. Ou seja, o Sporting projecta-se mentalmente no FC Porto e acaba por dar razão a Moutinho que, mais esperto, se projectou fisicamente para o Estádio do Dragão para, como o próprio explicou, «ganhar títulos», que só muito dificilmente ganharia em Alvalade.

Com o devido respeito, trata-se de uma situação curiosa do ponto de vista da psiquiatria de massas. Não tenho nada mais a acrescentar.

 

HONESTAMENTE, nada tenho a censurar aos jogadores do Benfica na final da Supertaça no que diz respeito ao pouco entusiasmo e à reduzidíssima capacidade de concentração que exibiram no sábado passado em Aveiro. Eu própria, só mesmo à hora do jogo é que me lembrei que havia futebol e que o Benfica ia jogar. Isto para verem como uma pessoa pode desconcentrar-se facilmente em certos momentos que deviam exigir maior acuidade e empenho.

Presumo que aos jogadores do Benfica tenha acontecido precisamente a mesma coisa. Pronto, passaram um sábado distraído e quando deram pela coisa já não havia nada a fazer. É normal, ao fim e ao cabo. A Supertaça não nos diz muito. O Benfica entrou em campo no sábado com um registo de 9-1 em finais perdidas para o FC Porto. Valeria a pena tentar reduzir para9-2? Não, de modo algum, até parecia mal. Pessoalmente, prefiro 10-1 a 9-2, tem mais dignidade. 10-1 em finais da Supertaça perdidas para o FC Porto não é nenhum desastre. É apenas um depoimento sobre a dita competição, uma espécie de tese de pedantismo levado ao extremo. Confesso, gosto. E antes isto do que nos desculparmos com o facto de a Federação Portuguesa de Futebol, organizadora da prova, não ter feito disputar o jogo com a Jabulani, a moderna bola a que a nossa equipa tão bem se adaptou na pré-temporada.

A mudança de bola pode-nos ter sido fatal? Provavelmente. E poderíamos até elaborar uma longa dissertação sobre o tema, à laia de desculpa esfarrapada, se não tivesse sido exactamente essa a desculpa dada por André Villas-Boas depois das duas derrotas do FC Porto no torneio de Paris…

Autor: Leonor Pinhão

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:59

Agosto 12 2010

David Luiz estreou-se terça-feira com a camisola da seleção brasileira frente aos EUA (2-0). O jogo correu bem ao central do Benfica e os elogios têm surgido um pouco de todo o lado, como é o caso de Thiago Silva, com quem fez dupla.

Thiago Silva considera que David Luiz "tem grande futuro" , destacando no jogador encarnado o "jeito calmo e sereno, além de eficiente", que na sua opinião "vai ajudar muito" a seleção canarinha.

O jogador do Milan acrescentou que o selecionador Mano Menezes deu grande confiança aos dois.

" O Mano passou-nos muita tranquilidade, disse-nos para fazermos o nosso melhor mesmo sem tempo que como queríamos para treinar. Isso foi importante", frisou.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:58

Agosto 12 2010

Alípio já é jogador do Benfica, numa negociação envolta em sigilo pelos encarnados que ainda não anunciaram a contratação do jovem prodígio ao Real Madrid. Em julho, Luís Filipe Vieira já tinha anunciado um acordo com os merengues mas depois disso não houve qualquer comunicação oficial por parte dos encarnados. Alípio chegou a Lisboa na mesma altura que Rodrigo mas ao contrário do que sucedeu com o compatriota também oriundo do Santiago Bernabéu não teve direito a apresentação no Estádio da Luz, por decisão da SAD benfiquista.

Record sabe que o jogador já trabalha há vários dias no Seixal, sem que tenha sido pública a presença do ex-jogador do Real Madrid. Ainda na última terça-feira a sessão de trabalho orientada por Jorge Jesus foi aberta a comunicação social e adeptos, mas o avançado limitou-se a fazer trabalho de ginásio, uma vez que ainda está a recuperar de uma pequena mazela.

Com um contrato de 5 temporadas e idade para ainda jogar nos juniores, Alípio será emprestado, muito provavelmente a um clube português onde possa jogar com maior regularidade e adaptar-se ao futebol português de onde saiu para Madrid ainda com idade de juvenil. O Benfica deposita grandes esperanças no talento do avançado brasileiro que dada o número excedentário de unidades para a frente de ataque no plantel às ordens de Jesus corria o risco de estar um ano sem jogar ao mais alto nível.

Alípio chegou a Portugal aos 14 anos para jogar no Rio Ave, depois de uma infância dolorosa marcada pelo facto de ser órfão. Cedo começou a demonstrar enorme potencial no futebol o que valeu a atenção do prestigiado empresário Jorge Mendes que passou a gerir a carreira do prodígio. Depois de uma época nas camadas jovens do Rio Ave mudou-se para Espanha onde com apenas 16 anos fez capa do jornal “Marca” como sendo o novo Ronaldo Fenómeno. O Benfica surge como mais uma etapa na ainda curta carreira do avançado que quer agarrar um lugar na Luz e provar o porquê de ser apontado como uma das maiores esperanças do futebol europeu. Os encarnados esperam ter encontrado mais um diamante para lapidar.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:56

Agosto 12 2010

O Brasil está a acordar para um fenómeno chamado David Luiz. A estreia do central do Benfica no escrete (vitória sobre os EUA, por 2-0), que teve lugar ontem, não deixou de ser enfatizada por Filipe Vieira, por ocasião da homenagem que lhe foi feita em São Paulo por Marco Polo del Nero, líder da Federação Paulista de Futebol.

“O David Luiz é uma grande esperança para o futuro. Acredito que será em breve um central de alto nível mundial”, sublinhou o dirigente dos encarnados na sede da Federação Paulista de Futebol.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:54

Agosto 12 2010

Avançado paraguaio é um dos desejados para render Luís Fabiano, de saída para Marselha. Clube andaluz já ponderou “Takuara” há meses e sabe que as águias não querem perdê-lo.

Um goleador ao nível do Fabuloso Luís Fabiano? Óscar Cardozo. Se de há muito os responsáveis e adeptos do Benfica o sabem - e o paraguaio tem justificado com os seus golos atrás de golos - é natural que, até ao soar do gongo para o fecho do mercado, os dirigentes de outros emblemas bem cotados do Velho Continente ponderem avançar para tentar junto dos campeões nacionais a contratação do Takuara.

É o que sucede com o Sevilha, adversário do Sp. Braga no playoff de acesso à Champions League. O emblema presidido por José Maria Del Nido, e que tem Rámon Ródriguez (Monchi) como homem-forte do futebol, pensou, ainda antes do Mundial-2010, em atacar na Luz o Bola de Prata da última época, na qual apontou dos 26 golos na Liga portuguesa. E volta agora à carga.

O avançado internacional paraguaio era ontem apontado pela generalidade da imprensa espanhola como um dos mais prováveis cinco candidatos a reforçarem o Sevilha, perante o cenário da (praticamente adquirida) saída de Luís Fabiano para o Marselha.

A guarda de honra do número sete encarnado é respeitável: o internacional alemão (nascido no Brasil) Cacau, que renovou há alguns meses pelo Estugarda, o brasileiro André (do Santos, mas que entretanto já foi contratado pelo Dínamo Kiev) e os franceses Kevin Gameiro (Lorient) e Loic Remy (Nice).

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:50

Agosto 12 2010

O avançado Pedro Mantorras frisou que continua a trabalhar para merecer uma oportunidade na equipa encarnada e garantiu estar apto para jogar e para "honrar a camisola" do clube.

"Treino todos os dias. Espero que chegue a minha hora de jogar, porque todos os jogadores gostam é de jogar. Como sempre disse, há de chegar a hora do Pedro e só estou preocupado em honrar a camisola do Benfica", afirmou o jogador angolano no Estádio do Restelo, onde assistiu ao encontro entre Angola e o Uruguai.

"Quando fui campeão em 2005, também estava inapto. Todos os médicos diziam que o Mantorras não iria voltar a jogar futebol, mas fui campeão e fui decisivo nessa época", lembrou o internacional angolano, acrescentando que, apesar de não ter realizado qualquer partida na temporada passada, continua a fazer parte do plantel.

"Sou um símbolo do clube"

A cumprir o último ano de contrato com as águias, o Mantorras destacou que não está preocupado com a renovação, pois está apenas focado "em servir o Benfica e os sócios", mas acabou por transparecer alguma tristeza com a atual situação que vive.

"Quer as pessoas queiram ou não, eu sou um símbolo do clube e respeito os adeptos do Benfica. Na altura certa vou falar sobre mais coisas. Agora só estou a trabalhar para jogar".

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 07:39

Agosto 12 2010

As negociações entre Benfica e Santos para a transferência de Wesley, 23 anos, podem conhecer hoje um capítulo decisivo, uma vez que Luís Filipe Vieira, presidente encarnado, será recebido pelo seu homólogo Luís Álvaro de Oliveira.

Uma visita de cortesia que já estava agendada há alguns dias - Vieira vai conhecer as instalações e a forma de funcionamento do clube brasileiro - mas que, inevitavelmente, terá Wesley no menu do almoço.

O braço-de-ferro não parece ser fácil de resolver por duas razões: primeiro porque, segundo o nosso jornal apurou, Luís Filipe Vieira não estará disposto a pagar 6,5 milhões de euros pelo médio que Jorge Jesus deseja para colmatar a saída de Ramires. Segundo porque o Santos, apesar das excelentes relações com as águias - Luís Álvaro de Oliveira já afirmou publicamente que o Benfica teria preferência em relação a outros interessados - continua firme na sua intenção de não deixar sair já Wesley para a Europa.

Uma posição bem vincada na promessa de aumento salarial ao jogador - acaba contrato até 2012 e até ao momento recusou-se a renovar - e no início das negociações para aquisição de uma maior percentagem ou até mesma da totalidade do passe. Recorde-se que o Santos só tem 35 por cento dos direitos económicos de Wesley, as restantes fatias estão divididas por um grupo de investimento (25), pelo próprio Wesley (20) e pelo seu representante, Roberto Almeida (20).

Como se não bastasse a luta que o Santos promete dar, há ainda a forte concorrência do Werder Bremen na jogada. O emblema alemão já negociava com o Santos antes de o Benfica entrar na corrida e, de acordo com os relatos da imprensa brasileira, já terá chegado aos 6,5 milhões de euros, depois de recusada uma primeira oferta de cinco milhões.

Acresce que o emblema da Bundesliga admite subir ainda mais a parada e parece apresentar igualmente argumentos superiores às águias ao nível salarial. Um aspecto que pode pesar na decisão do jogador, mesmo que este nunca tenha escondido a sua vontade em rumar à Luz, no que à perspectiva desportiva diz respeito.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 07:34

Agosto 12 2010

«Portugal – como sabem - organizou o Euro 2004, construiu estádios, renovou infra-estruturas. O Benfica construiu de raiz toda a sua organização desportiva, construiu o seu estádio num tempo recorde, a sua cidade desportiva, os pavilhões para as modalidades, enfim, um trabalho de décadas feito em pouco mais de três anos. Temos pessoas com vasto conhecimento na organização de jogos».

 

«Tenho a certeza de que a nossa experiência também poderá ser útil para o grande trabalho de organização que têm pela frente».

 

«Já tive oportunidade de ler declarações do presidente Marco Del Nero [presidente da Federação Paulista de Futebol] na imprensa portuguesa, dizendo que o Benfica tem um pouco de Brasil, e é verdade. A história mais recente do Benfica construiu-se com muito talento brasileiro».

 

«Quando achamos que já sabemos tudo, quando estamos acomodados ao que já fizemos, é o primeiro sinal de que a nossa vontade já não é a mesma».

 

«E se há coisa que eu peço aos profissionais, aos sócios e aos jogadores do Benfica é que nunca se conformem com o que já fizeram e já ganharam».

 

«Temos de aspirar sempre a fazer melhor do que já fizemos, porque só com esta ambição podemos continuar a ser um clube de vanguarda, um clube ganhador»

publicado por Benfica 73 às 06:21

Agosto 12 2010

publicado por Benfica 73 às 06:19
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...