Agosto 01 2010

Consta que Óscar Cardozo ficou algo desiludido por, após excelente temporada ao serviço do Benfica, não ter despertado a séria cobiça (falou-se apenas em sondagens ou propostas que não satisfizeram as pretensões dos encarnados) dos emblemas mais poderosos do Velho Continente. Parece que o futebolista sonhava com outra liga e também com um ordenado mais simpático no final de cada mês. É normal.

Sabendo-se que a cláusula de rescisão está cifrada em 60 milhões de euros, ninguém acreditava que, numa Europa em crise, surgisse uma proposta tão alta, ao nível das maiores estrelas mundiais. A solução para mudar de ares passava (e passa, tendo em conta que o mercado está aberto até ao final do mês) por os eventuais interessados conseguirem negociar o passe com o Benfica. Porém, sendo certo que a última palavra nestes assuntos pertence a Luís Filipe Vieira, Jorge Jesus sempre fez questão de demonstrar que o avançado faz parte do seu núcleo duro, o que equivale a dizer que conta com ele para o ataque à revalidação do título, assim como para a afirmação da equipa a nível internacional via Champions.

Ao constatar os recentes desempenhos de Cardozo na pré-época, arrisco dizer que a provável continuidade no plantel encarnado – tal como o próprio prometeu aquando do regresso a Lisboa – não mexeu com o avançado. O sul-americano só marcou presença em três dos embates de preparação das águias mas, feitas as contas, soma já quatro remates certeiros. E nem precisou de alinhar sempre 90 minutos. Bem pelo contrário, pois face à presença no Mundial da África do Sul, a gestão da sua condição atlética tem sido feita com todos os cuidados, não o obrigando a cargas muito fortes.

Na época passada, em 47 jogos ao serviço do Benfica, Cardozo apontou 38 golos, sendo de destacar os 26 conseguidos na Liga e os 10 na Liga Europa. Mesmo desperdiçando vários penáltis – continuo a considerar que o jogador sente em demasia a necessidade de aproveitar os castigos máximos quando a sua equipa está em igualdade ou desvantagem –, o dianteiro passou a temporada a provocar dissabores aos defesas contrários, marcando golos de cabeça, com os pés ou na sequência de lances de bola parada.

O mais curioso é que Cardozo, pese a sensacional veia goleadora, não é um “matador” que encante os adeptos, que leve ao delírio as multidões. Não estou com isto a dizer que a Luz não rejubila quando o paraguaio acerta, mas creio que já todos repararam que o avançado não é dos principais ídolos dos adeptos, muito mais rendidos à arte de Saviola, Aimar, David Luiz ou Luisão. Aliás, até na sua terra natal isto é uma evidência. O jogador vai tendo oportunidades na seleção, mas está longe de ser um titular indiscutível ou de entusiasmar toda a nação.

A forma de jogar de Cardozo não é, realmente, das mais brilhantes. Todos conhecemos avançados mais dinâmicos, rápidos ou tecnicistas. A questão é que, mesmo perante o olhar desconfiado de muito boa gente, o sul-americano tem desenvolvido um importante hábito: marcar golos. Com as devidas diferenças chega a fazer lembrar o caso do brasileiro Jardel, também ele um dianteiro algo atípico mas que, no seu auge, marcava golos de todas as formas e feitios. E isso, apesar da opinião contrária de alguns puristas, é o essencial para ser figura na modalidade.

Autor: Luis Avelãs

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 19:46

Agosto 01 2010

Nesta convocatória surgem os nomes da Ramires e David Luiz, do Benfica. O primeiro não é novidade, ao passo que o central é uma estreia. É uma aposta sua?
Acompanho o futebol português com muito interesse. David Luiz é um central muito rápido que tem todas as condições para jogar na selecção brasileira. Mas quero vê-lo, tal como outros jogadores, confirmar na selecção o que faz no clube, no caso o Benfica. Só podemos ver e sentir isso se convocarmos esses jogadores que nunca actuaram pela selecção brasileira. É preciso ter um contacto mais próximo, não só pela questão futebolística mas também o carácter, a capacidade de suportar a pressão de vestir a camisola de uma das principais selecções do Mundo.

Nota-se que está com grande curiosidade em conhecê-lo melhor…

Bastante. Porque todos sabemos que nem sempre o comportamento nos clubes é igual nas selecções. Isso acontece com Messi, que não faz o mesmo na selecção argentina o mesmo que faz no Barcelona, tal como Ronaldinho Gaúcho na selecção brasileira quando estava no Barcelona. Até o caso de Cristiano Ronaldo.

Mas tem altas expectativas sobre David Luiz?

Tenho. Mas não só por ele.

Da convocatória para o jogo com os EUA, é dos poucos jogadores que não fez carreira de sucesso no Brasil antes de ir para a Europa. A sua chamada deixou os brasileiros surpreendidos?

David Luiz e Ederson, do Lyon, foram aqueles cujas chamadas causaram maior surpresa, aqui no Brasil. Conheço melhor Ederson porque sou gaúcho e ele jogou em equipas do Rio Grande do Sul [Juventude de Caxias e Internacional de Porto Alegre], já David Luiz não conheço tão bem mas tenho confiança nele e por isso o convoquei.

David Luiz tem características que o diferenciam de outros centrais, nomeadamente a capacidade para sair a jogar, uma técnica acima da média para um jogador daquela posição. É destes centrais que mais aprecia?
Os centrais, tal como os dois médios-centro, terão de ter maior capacidade de ver o jogo, rapidez, raciocínio, posicionamento e técnica, de modo a permitir que a equipa possa jogar com linhas mais subidas. Isso exige mais dos centrais.
Ele está a ser muito cobiçado por vários clubes europeus de monta, mas em princípio ficará mais uma época no Benfica, por sua própria vontade. Acha que para o seu crescimento será melhor ficar mais uma época na Luz?
Gosto muito dos jogadores que conseguem ter a visão de completar ciclos. David Luiz vai ter a oportunidade de completar um ciclo no Benfica ao estrear-se na Liga dos Campeões pelo Benfica. Isso marca a posição de um jogador num clube, ganha a admiração dos adeptos, cria uma identidade. É possível um jogador ser valorizado internacional e financeiramente permanecendo no seu clube. Porque se uma equipa consegue manter os seus jogadores durante mais tempo terá um futebol melhor e estará mais perto de ganhar. Espero que isso aconteça com David Luiz e o Benfica.

Esta sua convocatória motivou o lamento de Jorge Jesus pelo timing, queixando-se o treinador de que haverá um cansaço extra para David Luiz e Ramires: jogam a Supertaça com o FC Porto dia 7 de Agosto, a selecção joga a 10 e o início do campeonato terá lugar dia 15. Recebeu mais alguma queixa?

Tive uma solicitação do Barcelona para não convocar Daniel Alves, com base no trabalho específico traçado pelo clube para os jogadores que jogaram o Mundial. Mas nós colocámos o nosso ponto de vista e vamos poupar o jogador, não o utilizando os 90 minutos. Vamos respeitar os clubes.

Airton e Hulk têm hipóteses de virem a ser chamados?
Conheço muito bem Airton porque o defrontei como treinador adversário, quer do Corinthians quer do Grémio. É um médio de contenção que no Brasil jogava num sistema de três defesas. Penso montar a selecção com uma linha de quatro defesas e por isso vou obedecer a determinadas características e prioridades. Quanto ao Hulk, falou-se muito da possibilidade de ser chamado para o Campeonato do Mundo de 2010. Vamos observar muitos jogadores, mas não gostaria muito de individualizar. Porque às vezes criam-se grandes expectativas que podem produzir um efeito contrário nos jogadores.

Fonte: A Bola


Agosto 01 2010

Rodrigo «ansioso» por se treinar. Avançado «muito feliz» com hipótese de brilhar na águia. Benfica espera poder apresentá-lo aos sócios e adeptos na terça-feira, na Eusébio Cup.

Rodrigo já deverá estar terça-feira na Luz para experimentar a sensação de vestir a camisola da águia, mesmo não jogando no Benfica-Tottenham que constitui o cartaz da III Eusébio Cup. «Estou muito feliz, orgulhoso e honrado. Qualquer jogador gostaria de jogar no Benfica. É um sonho», disse a A BOLA.

O pai e representante do jogador, Adalberto Machado, confirma que a vinda para o Benfica, por cinco épocas, estará apenas dependente da oficialização e de algumas arestas por limar, o que promete tratar amanhã, na capital espanhola.

«Segunda-feira vou ao Bernabéu para tratar de tudo com o Rel A única coisa que Rodrigo sempre pediu foi que o deixassem jogar de cabeça fria o Europeu pela Espanha e depois saber de imediato onde querem que se apresente para jogar. Ele mal pode esperar para se treinar, seja onde for», afirmou ao nosso jornal Adalberto Machado.

«Se está tudo certo entre Benfica e Real Madrid, óptimo. Não será pelo Rodrigo que o entendimento não se conseguirá também com o Benfica, antes será fácil. Um dia chega para conversarmos todos os detalhes. Será uma honra para Rodrigo representar uma equipa da grandeza e historial do Benfica», afirmou-nos desde Caen (França), onde a Espanha de Rodrigo se sagrou anteontem vice-campeã europeia de sub-19.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:21

Agosto 01 2010

Quando se tem no plantel um avançado com o faro de golo que Cardozo apresenta, não há nada que enganar: a ideia é servi-lo da melhor maneira possível para que entregue as cartas na morada certa.

O Benfica de Jorge Jesus tem vindo a reaprender a forma de melhor assistir Tacuara, após um arranque de pré-temporada em que não pôde contar com o seu concurso devido à participação no Mundial. O conjunto encarnado não se tem saído nada mal nessa função, tendo “presenteado” o bota-de-ouro com quatro golos nas três partidas realizadas – Monaco, Sunderland e Feyenoord (2) foram as vítimas da sede do paraguaio.

Se há quem conheça na perfeição as movimentações de Cardozo – Aimar e Saviola são disso exemplo –, também existe quem esteja ainda a aprender a “farejar” o Tacuara. Jara faz parte deste último lote, tendo até confessado a admiração que nutre pelo artilheiro, de 27 anos, no final da jornada inaugural do Guadiana. “Cardozo é estupendo! A equipa tenta jogar para ele, movimentando-se no sentido de o servir da melhor forma”, deixou escapar Jara, relevando a importância do companheiro no xadrez do campeão.

A vontade de sair parece já não fazer parte do vocabulário de Cardozo, o qual aposta agora em tirar partido da luminosa vitrina proporcionada pela Liga dos Campeões. É no Benfica que Tacuara deseja continuar, a que não é alheio o facto de sentir que o clube lhe pode assegurar novo passo em frente na carreira.

Estando uma eventual transferência adiada “sine die”, o ponta-de-lança paraguaio vai procurar superar o excelente registo pessoal de 2009/10, época que culminou com a obtenção de 26 golos na Liga. Esta não é uma meta impossível de atingir, mais a mais numa altura em que o conjunto se encontra balanceado na sua direcção.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:44

Agosto 01 2010

De Espanha nem bom vento nem bom casamento. Se atentarmos ao recente negócio entre a PT e a Telefónica, pelo controlo da operadora brasileira Vivo, talvez sejamos tentados a concordar com esta expressão popular.

No entanto, o caso muda de figura se em cima da mesa se encontrar o dossiê Roberto. O guarda-redes nascido há 24 anos no país vizinho assinou anteontem a exibição mais convincente ao serviço do Benfica, talvez por o local do crime distar meia dúzia de quilómetros da sua querida Espanha.

O guardião do templo vem beneficiando da proteção da “entourage” encarnada, nomeadamente de Jesus, mas igualmente de alguns compatriotas que se deslocaram anteontem à noite ao Municipal de Vila Real de Santo António para seguirem “in loco” o embate entre o Benfica e o Feyenoord.

Não eram mais do que meia dúzia, é certo, mas dirigiram uma atenção especial ao madrileno, alvo dos seus incentivos especialmente quando abortou, através de uma estirada fantástica, um golo feito na etapa complementar.

Roberto não participou ontem no minitreino de conjunto que Jorge Jesus promoveu no estádio onde decorre o Torneio do Guadiana – Júlio César e Moreira foram os escolhidos.

No entanto, o treinador dos encarnados poderá conceder-lhe hoje à noite a titularidade, frente ao Aston Villa, até por forma a capitalizar o que parece ser um virar de página na carreira do espanhol em solo português.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:40

Agosto 01 2010

O assédio que tem sofrido Fábio Coentrão, aliado às boas exibições que continua a protagonizar, foram fatores decisivos para a SAD encarnada ultimar os pormenores relativos à renovação do contrato com o jogador, que é válido até 2015. Os responsáveis do Benfica querem segurar o jovem de 22 anos e as negociações com o jogador, que já decorrem há algum tempo, devem ser encerradas na próxima semana.

Neste momento, os 30 milhões previstos na cláusula de Coentrão é considerada uma quantia elevada, mas que ainda assim é equacionada por alguns colossos europeus, dos quais o caso mais evidente é o do Bayern Munique, que ainda não desistiu do jogador.

O valor da cláusula tem travado os bávaros, que mesmo assim já anunciaram publicamente a intenção de continuarem atentos à situação de Coentrão, um jogador do qual Jesus não quer prescindir e que é seguido também em Espanha e Inglaterra.

Por isso Vieira quer segurar o esquerdino e, além da revisão das condições contratuais do atleta, o Benfica pretende subir a cláusula de rescisão para os 40 milhões de euros, como já fez no ano passado com Di María.

Na altura, a SAD teve conhecimento da existência de clubes dispostos a baterem a cláusula do argentino, e por isso os seus responsáveis subiram o valor da indemnização de 30 para 40 milhões, como veio a acontecer. Isto permitiu a Vieira ter uma margem de manobra maior nas negociações que manteve com o Real Madrid.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:09

Agosto 01 2010

publicado por Benfica 73 às 10:00

Agosto 01 2010

O avançado do Sport Lisboa e Benfica, Javier Saviola, fez um balanço desta pré-época e revelou, em declarações à Benfica TV, que o plantel está com vontade de competir.

“Está bem, muito bem, com muita vontade de começar a competir. Estes torneios têm sido muito úteis para vermos em que ponto está a equipa. Creio que as coisas estão a correr bem, porque temos vontade e trabalhamos de forma profissional”, explicou o argentino.

À semelhança da época passada, o Benfica tem feito muitos golos. Saviola explicou o porquê do futebol ofensivo e revelou um desejo: “Somos uma equipa muito ofensiva, que busca sempre a baliza do adversário e de jogar bom futebol, que agrade às pessoas e que nos faça desfrutar. Esperamos fazer igual ou melhor que o ano passado. Tentaremos renovar o título que é o que procuramos.”

O argentino Saviola vai participar no jogo frente ao Aston Villa, onde o Benfica vai tentar conquistar o Torneio do Guadiana.

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 08:46

Agosto 01 2010

publicado por Benfica 73 às 08:44
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...