Julho 10 2010

«Queríamos fazer o nosso melhor e o resultado coroou a nossa exibição. Vou trabalhar muito para ser utilizado. Depende de mim jogar mais vezes e vou fazer tudo para que seja assim».

publicado por Benfica 73 às 20:52

Julho 10 2010

publicado por Benfica 73 às 20:02

Julho 10 2010

«O importante foi o trabalho desenvolvido, a nossa boa partida e a vitória», comentando o triunfo no jogo com o FC Monthey.

«Trabalhar bastante para estar à disposição do treinador e jogar sempre que tiver oportunidade, para ajudar a equipa a alcançar os objectivos».
Objectivos, esses, que passam por «lutar pelo título». «O Benfica é sempre forte, esta época não vai ser diferente».

publicado por Benfica 73 às 19:54

Julho 10 2010

«Foi um jogo duro. Tratava-se de um amigável, não era necessário... O objectivo destes jogos é ganhar ritmo e não jogar tão forte», disse o argentino.

Herdeiro do “20” de Di María e Simão, Gaitán não vê nesse particular um acréscimo de responsabilidade.

«Porquê? Tenho que dar o máximo pelo clube, independentemente do número da camisola. O 20 estava disponível e ficou para mim».

publicado por Benfica 73 às 19:47

Julho 10 2010

O Benfica entrou com o pé direito na época 2010/2011. Golos de Felipe Menezes, na marcação de uma grande penalidade, Weldon e Saviola valeram triunfo por 3-0 frente aos amadores do FC Monthey, no primeiro ensaio dos encarnados na pré-temporada.

Recorde aqui as incidências da partida.

Foi um jogo típico de início de época e do qual não se podem tirar grandes ilações. O Benfica, como se esperava, foi superior à modesta formação helvética. Jorge Jesus apostou num “onze” improvável - Airton, Balboa, Felipe Menezes e Weldon foram titulares -, com os reforços Roberto, Fábio Faria, Jara e Gaitán.

O guarda-redes espanhol, raramente chamado a intervir, foi um mero espectador, enquanto o central realizou exibição tranquila na defesa e apetência para sair a jogar com a bola controlada – actuou no lado esquerdo na segunda parte e subiu várias vezes no terreno, sendo seu o cruzamento para o golo de Saviola.

Quanto à dupla argentina, tanto Gaitán como Jara se exibiram em bom plano, mas a exibição do número 11 terá deixado os benfiquistas com água na boca. Jara não engana: tem bom toque de bola e drible fácil, mas sentiu já a dureza do futebol europeu.

Felipe Menezes, quiçá empolgado com o primeiro golo da época – inaugurou o marcador na marcação de uma grande penalidade – foi outro dos elementos em destaque. O médio brasileiro procurou pautar o jogo no miolo e tentou, também, visar a baliza com remates de meia distância.

O Benfica aumentaria a vantagem antes do intervalo, com Weldon a “empurrar” para o fundo das redes na sequência de cruzamento/remate de Gaitán.

Jorge Jesus fez oito substituições na etapa complementar, lançando alguns dos habituais titulares. E seria um deles, Saviola, a fechar a contagem a quatro minutos do fim.

Para amanhã está agendado o segundo jogo desta pré-época, desta vez com o Sion, equipa que milita no principal campeonato suíço.

BENFICA: Roberto (Moreira, 72); Luís Filipe, Sidnei, Fábio Faria e César Peixoto (Rafael Costa, 73); Airton (Javi Garcia, 63); Balboa (Carlos Martins, 63), Felipe Menezes (Aimar, 63) e Gaitán (David Luiz, 69); Weldon (Saviola, 63) e Jara (Nuno Gomes, 63).

Marcadores: 0-1, Felipe Menezes (26 g.p.); 0-2, Weldon (42); 0-3, Saviola (86)

Disciplina: Cartão amarelo para Aimar (70)

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 19:43

Julho 10 2010

Fábio Faria vive o momento de um sonho: o de jogar com a camisola do Benfica num estádio que o encanta. Não faltará muito…E será um dia absolutamente especial para um jovem que acha que tudo o que veio encontrar supera as suas expectativas.

Quando nos sentámos frente a frente e abri o bloco de apontamentos, Fábio Faria não escondeu a sua timidez própria de quem acabou de chegar a um mundo novo. Vou ter de responder a essas perguntas todas? O bloco assustava mais pelos rabiscos do que pela realidade dos factos. E prometi: Não serão mais de vinte perguntas. Não faço ideia se cumpri a promessa.


Fábio: o Benfica está a ser aquilo que esperavas?
Antes de vir para cá já tinha falado com o meu amigo Fábio Coentrão e ele disse-me maravilhas do Clube. Depois cheguei aqui e tudo superou as minhas expectativas. É um grande, grande Clube! Dizem que é o melhor clube do Mundo. Agora que aqui estou concordo plenamente com isso!

O Fábio Coentrão poderia ser um dos teus cicerones, mas ainda não tiveste a oportunidade de o apanhar cá por inteiro…

Era mais fácil se ele tivesse cá estado. Mas foi para o Mundial e eu estou muito feliz por isso. Mas também tive a oportunidade de ir com a equipa aos Estados Unidos e ao Canadá e isso ajudou imenso a minha integração. Conheci melhor os meus colegas.

O que é que te tem chamado mais a atenção desde que chegaste?

O facto de estar a trabalhar com jogadores que eram ídolos meus do meu tempo de miúdo. O Saviola, o Aimar, o Nuno Gomes… Admirava-os imenso e agora estou a treinar com eles e isso era um sonho de infância.

Eis algo de muito bom, certamente. E eles como pessoas? Como são?

Pensei que iria ser uma diferença muito grande mas não. Durante a digressão ajudaram-me muito. São pessoas humildes. Só assim conseguiram chegar onde chegaram no futebol. Sinto-me feliz por os ter como companheiros.

Com que expectativas vieste para o Benfica?

Chegar e trabalhar muito. Sei que a equipa é muito boa, muito forte. Sei que a equipa técnica também é muito boa. E eu quero estar aqui para trabalhar e evoluir cada vez mais e mais.

Durante a digressão de que já falaste sentiste que já fazias parte do grupo?

Todos eles fizeram-me sentir isso desde o primeiro minuto. Desde que entrei aqui. O Benfica é um clube é um clube acolhedor. E fez-me sentir como se esta fosse a minha casa. Agora vou trabalhar muito para corresponder a essa forma de me receberem.

E tu? Como te adaptaste? Pensaste que ias ter lugar neste grupo?

Sim. Mas isso desde a época passada. Meti na minha cabeça que tinha de fazer um bom campeonato para justificar a minha transferência para cá. O Benfica contratou-me em Dezembro e eu também dei o meu melhor para que sentissem que valia a pena o que estavam a fazer por mim. Acho que consegui mostrar a todos aquilo que valho. E na digressão aos Estados Unidos e Canadá penso que terei feito aquilo que o treinador queria de mim.

O que é que Jesus te tem dito nestes primeiros dias?

Ainda não houve a possibilidade de termos uma conversa particular. Aquilo que percebo pelo que transmite ao grupo é que é muito rigoroso e isso é óptimo porque nos obriga a dar o melhor de nós próprios.

Qual é o espírito da equipa? O que tens sentido?

Um espírito de muita união e de muita amizade. E, sobretudo, uma vontade enorme de corresponder ao que o treinador quer.

Já sentes que ele vos transmite aquilo que quer de vós para a época inteira?

Desde o primeiro minuto. Na primeira conversa que teve connosco incentivou-nos para ambicionarmos ser bicampeões. E para trabalharmos muito para atingirmos esse objectivo.

Mas depois das vitórias e exibições da época passada, sentem que a bitola de exigência está mais alta, não?

Sim. Claro! O Benfica foi campeão e agora vai ter de demonstrar dentro de campo porque o foi. Mas é para isso que cá estamos. Para trabalharmos todos muito para repetir o que foi feito. E fazer também um bom percurso na Liga dos Campeões.

Têm falado sobre isso? Têm interiorizado entre vocês que há que cumprir essa obrigação de se superarem em cada jogo?

Bem… Ainda agora cheguei. Estou a ambientar-me. Mas falo com os meus colegas e sinto que esse é o grande objectivo de todos. Manter a fasquia sempre muito elevada!

Olhas para a dupla de centrais do Benfica – Luisão e David Luiz – e dizes para ti próprio: Eh pá! Não vai ser fácil ser titular! É assim?

Claro! Quando assinei pelo Benfica já sabia que não ia ter tarefa fácil. Encontrar à minha frente quatro bons centrais – David Luiz e Luisão, Sidnei e Miguel Vítor – só me faz pensar que trabalhando com eles vou evoluir cada vez mais, tanto técnica como tacticamente, e que isso só pode ser bom para mim.

Em termos individuais, falando das tuas qualidades: que podes tu trazer de novo a esta equipa?

Acho que posso fazer duas posições e isso é útil. Posso fazer de defesa-esquerdo e de central. Central é a posição que prefiro, mas na Selecção de Sub-21, põe exemplo, o treinador, o Oceano, tem-me colocado à esquerda. Acho que isso pode ser uma vantagem…

E que trazes de vontade? Da tua força interior?

Ajudar! Ajudar o Benfica a ser campeão novamente. Dar tudo de mim para honrar a camisola do Benfica!

Cumpriste um sonho?

Sim! Sim! É um sonho de muito pequeno, este de jogar no Benfica!
Achas que este Benfica pode ser melhor do que o da época passada?
Saiu uma peça fundamental, o Di María. Mas entrou o Gaitán. E acho que a equipa não vai perder muito com isso. Mantendo a estrutura táctica e os valores que tem até pode vir a fazer melhor do que no ano passado.

Nas conversas do grupo, fala-se mais do que foi atingido no ano passado ou na época que aí vem?

Tudo o que tenho falado com os meus colegas é sobre o presente e sobre o futuro. Sabemos que somos os campeões nacionais, mas sabemos também que temos de fazer melhor agora e trabalhar muito para isso.

Já tiveste oportunidade de treinar com os novos reforços – com o guarda-redes Roberto, com Gaitán e com Jara. Com que opinião ficaste?

Jogadores de muita qualidade! Gaitán e Jara são tipicamente argentinos, cheios de garra e muito fortes tacticamente…
Qual é o teu grande sonho desde que chegaste? Ser campeão? Ser titular? Jogar no Estádio da Luz cheio de gente?

Para já o meu primeiro sonho ainda não se cumpriu – jogar no Estádio da Luz com a camisola do Benfica. Espero que aconteça rapidamente. Depois, claro que é ser campeão pelo Benfica e que isso me ajude a chegar à Selecção Nacional.

Que mensagem gostarias de deixar aos adeptos?

Que continuem a apoiar-nos como fizeram na época passada. Com eles seremos sempre mais fortes e atingiremos certamente aquilo que queremos.
Ainda vou fazer mais uma pergunta: viste a festa do título na Luz, embora na bancada; que sentiste?
Sim. Não joguei nesse jogo. Mas vi a festa no estádio, e fora do estádio, nas ruas…Foi fantástico!
Deu-te ainda mais vontade de vestires a camisola do Benfica?
Só entrar no Estádio da Luz dá-me uma nova vida! E agora que estou quase a fazê-lo com a camisola do Benfica, posso dizer que é um sonho antigo que se vai tornar realidade.

Talvez tenham sido mais de vinte perguntas. Não sei… Mas Fábio Faria não se queixou. É assim a imagem de uma nova vida…

 

As Entrevistas de Afonso Melo

publicado por Benfica 73 às 09:32

Julho 10 2010

No primeiro contacto profissional com Madrid e a estrutura do Real, Di María confessa que guarda no coração adeptos e o antigo clube.

Discreto, muito discreto, passou Di María os primeiros dias em Madrid, em que cumpriu os testes médicos, mas nos quais, devido à concentração total dos espanhóis na final do Mundial (amanhã, diante da Holanda) a sua apresentação acabou por ser adiada para Agosto, quando a equipa agora orientada por José Mourinho - que inicia os trabalhos dia 16 - voltar da digressão aos Estados Unidos da América.

Após longo plantão de espera à porta do hotel onde se encontra alojado na capital espanhola, A BOLA acabou por surpreender Di María quando este ontem saía para cear, acompanhado pela namorada e por Andrés Miranda, um dos seus representantes. Foram ao encontro do empresário português Jorge Mendes, que esteve na base de todas as negociações.

Na mesma altura, três adeptos, um deles com a camisola do Real, pediram-lhe um autógrafo e uma foto. Di María, já com 22 anos mas sem perder aquele jeito de miúdo traquinas e tímido, acedeu sem pestanejar. E abriu um sorriso. Não há memória de episódio análogo, de um jogador vir a Madrid fazer os exames médicos e não ser apresentado. Questionámo-lo a propósito, se estava aborrecido, e o encolher de ombros disse tudo. «Desculpem, não posso falar, o Real Madrid proibiu-me», admitiu, um pouco a contragosto, embora sempre adiantando que agora quer «gozar alguns dias de férias».

Uma luz forte no coração

Insistimos, já com a restante comitiva no táxi à espera. Deixa para trás o Benfica e a sua massa associativa, que lhes gostaria de dizer nesta altura? Aí os olhos brilharam como diamantes.

«Ah! O Benfica está no meu coração. Agradeço ao Benfica, aos seus dirigentes e ao seu treinador, o mister Jesus puxou muito por mim. Passei três anos maravilhosos no clube. Jamais esquecerei os adeptos, fantásticos comigo. Benfica é e será sempre o Benfica», disse um jogador que deixa saudades nos amantes do bom futebol em Portugal, não apenas aos benfiquistas.

A partir de dia 28, nos EUA, é altura de Di María provar a Florentino Pérez, Jorge Valdano e José Mourinho que não se enganaram ao contratá-lo.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:31

Julho 10 2010
publicado por Benfica 73 às 09:29
Tags:

Julho 10 2010

Na última quinta-feira houve notícias de um possível sequestro de Oscar Cardozo, jogador do Benfica, a qual foi desmentida pelo chefe da polícia local.

“Desminto categoricamente a informação sobre o alegado sequestro. Cardozo está bem, rodeado dos seus familiares e amigos”, explicou.

O chefe da polícia local adiantou também que Tacuara “está bem e sob protecção de agentes policiais”.

Fonte: Sapo Desporto

publicado por Benfica 73 às 07:04

BENFICA 73
contador grátis
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...