Junho 03 2010

No verão passado, três dos jogadores que não serviam para o Real Madrid foram convidados a ir-se embora e mandados para outras paragens. Os holandeses Robben e Sneijder foram parar, respectivamente, ao Bayern de Munique e ao Inter de Milão e bem os vimos, aos dois, no sábado, a pisar o relvado do Estádio Santiago Bernabéu, jogando a final da Liga dos Campeões, essa mesma final que o Real Madrid tanto queria jogar na sua própria casa e a que não conseguiu aceder.

Na casa do FC Porto de Argoncilhe, Santa Maria da Feira, Pinto da Costa não prometeu dedicar o próximo título a ninguém deste mundo ou do outro porque, segundo garantiu com veemência, nunca foi pessoa para fazer coisas dessas.

 

Era importante que alguém do staff portista dissesse ao presidente do FC Porto que, em Janeiro deste ano, apareceu em público um sósia que se fez passar por ele e teve a suprema lata de dedicar o título do campeonato de 2009/2010 a José Maria Pedroto.

Ainda na casa do FC Porto de Argoncilhe, Pinto da Costa revelou, tremente, que recebeu uma mensagem que o deixou «muito sensibilizado». A aludida mensagem, segundo garantiu o presidente do FC Porto, «foi do senhor presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa que me endereçou os parabéns pela minha recondução como presidente e pela nossa vitória na Taça de Portugal».

Era urgente que alguém do staff camarário avisasse o presidente da Câmara de Lisboa de que, em Maio deste ano, terá surgido um impostor que, fazendo-se passar por ele, utilizou papel timbrado da edilidade para felicitar Pinto da Costa pela sua eleição como presidente do FC Porto e pela vitória na Taça de Portugal sobre o simpático e remediado emblema do Desportivo de Chaves, que não foi tido nem achado nestes enredos.

De facto, há cada abuso de confiança.

 

O Sporting vibrou de tal modo, ao longo da época, com o sensacional campeonato do Sporting de Braga e tantas esperanças depositou no sucesso final da equipa de Domingos Paciência -  o que se compreende perfeitamente - , que agora, por uma questão de coerência, mais não lhe resta do que ir ao mercado e tentar comprar a equipa toda dos bracarenses, a ver se, para o ano, consegue vibrar consigo próprio no lugar de se ter de pendurar emocionalmente nos defeitos de terceiros.

Depois de João Pereira, que foi contratado logo a seguir ao Natal e foi um caso típico de «chegar, ver e vencer», seguem-se agora Edvaldo, que já está seguro na Alvaláxia, e Alan e Hugo Viana, dois objectivos não dissimulados da SAD leonina.

Razão terá o presidente José Eduardo Bettencourt que, no final da última reunião do Conselho Leonino, incentivou a massa adepta do clube a ter esperança no futuro melhor porque, nas suas próprias palavras, «para o ano vamos dar cartas».

Desde que o presidente Bettencourt não se estivesse a referir ao bridge, há motivos para sorrir na Alvaláxia o que, alias, tem sido uma constante deste seu consulado.

 

O Benfica deve ser um dos emblemas com mais jogadores seus a actuar no próximo Mundial. Ontem, foram apontados mais dois para a porta de embarque: os argelinos Halliche e Yebda que por estarem cedidos, respectivamente, ao Nacional da Madeira e ao Portsmouth de Inglaterra, os benfiquistas raramente viram jogar na época passada. Vamos vê-los agora em acção em grandes palcos contra grandes adversários. É a maneira grátis que o adepto comum tem de fazer prospecção aos jogadores da própria casa. É por isso que o Mundial é tão divertido.

 

Depois de ter perdido Rúben Micael para o FC Porto, o que ainda mais reforçou os laços de amizade entre os dois clubes, o Sporting, pelo andar da carruagem, prepara-se agora para perder André Villas- Boas também para o FC Porto. Recorde-se que o jovem treinador que conduziu, em 2009/2010, a Académica ao 11.º lugar da tabela classificativa, foi intensamente desejado pelo Sporting quando motivos de força maior forçaram Paulo Bento a bater com a porta e a ir para casa descansar a cabeça de tanto burburinho e incompreensão.

É, de facto, incrível como o Sporting perdeu a corrida de André Villas-Boas que, mais do que qualquer outro treinador do mundo, estava destinado desde o berço a ser treinador do clube que foi fundado pelo Visconde de Alvalade e que se orgulha, com razão, da sua origem nobiliárquica.

É que André Villas-Boas não é mais nem menos do que bisneto do primeiro Visconde de Guilhomil, título atribuído em 1890 pelo nosso rei Senhor Dom Carlos I a José Gerardo Vieira Pinto Peixoto de Villas-Boas, tal como consta no Tomo I, página 684 da obra Nobreza de Portugal.

Como é que um clube de Viscondes perde a oportunidade de ter um jovem brasonado como treinador? Mas que grande incompetência.

 

Para não ficar atrás de André Vllas-Boas, cujo momento mais brilhante e prometedor do currículo foi ter feito parte da vasta equipa técnica de José Mourinho no FC Porto e no Chelsea, Costinha, o manager do Sporting, quis também abrilhantar o seu currículo revelando ontem, em declarações à Agencia Lusa, que José Mourinho, que muito o admira, o incentivou a tirar um curso de treinador porque via nele grandes capacidades para a profissão.

Costinha, no entanto, sempre se viu mais na pele de dirigente, sobretudo, segundo consta, depois de ter passado dois anos sem jogar no Atlanta de Bérgamo, o que lhe terá permitido aprender muito sobre a arte dos corredores e das tribunas VIP. E, ainda por cima, em Itália, onde os dirigentes do futebol mais elegante do mundo primam por usarem fatos às riscas com camisas aos quadrados.

A verdade é que José Mourinho dá para tudo, sobretudo agora que chegou, como, quando e com quem quis, à grande Casa Branca de Chamartín.

 

A comunicação social tem vindo a revelar os passivos dos três grandes. O Benfica é, naturalmente, o campeão, com 452 milhões. O Sporting, tal como nos saudosos tempos de Paulo Bento, ficou em segundo lugar neste campeonato com um passivo de 310 milhões.

Tendo em conta que na tabela real do último campeonato, o Sporting ficou a 28 pontos do Benfica, nada melhor do que fazer contas… A diferença do passivo do Sporting para o passivo do Benfica é de 142 milhões de euros, valor que os benfiquistas gastaram a mais do que os rivais para conseguir uma equipa que lutasse efectivamente pelo título. E se dividirmos esses 142 milhões de euros pelos tais 28 pontos de diferença ficamos a saber que cada ponto a mais que o Benfica somou custou-lhe 5 milhões de euros na luta directa com o clube rival da cidade.

Em relação ao FC Porto, que tem um passivo de 239 milhões, façamos as mesmas contas… A diferença do passivo do Benfica para o passivo do FC Porto é de 213 milhões de euros, sabendo-se que o FC Porto só ficou a escassos 8 pontos dos campeões, conclui-se que cada ponto ganho pelo Benfica ao rival do Norte custou-lhe 26 milhões de euros.

Olhem só que dinheiro tão bem gasto.

E que grande injustiça a dispensa dos serviços do professor Jesualdo Ferreira.

Autor: Leonor Pinhão
Fonte: Jornal A Bola

publicado por Benfica 73 às 19:07

Junho 03 2010

CLARO que é cedíssimo para entrarmos no sempre especulativo exercício de previsões sobre o que poderá ser a luta de topo no futebol português da próxima temporada. Tudo o que é essencial está por colocar no palco da futurologia: balanço de perdas e ganhos entre os jogadores que saem e os que entram (estes, aliás, quase todos, suscitando problemática perspectiva do seu rendimento a curto/ médio prazo). Mas quase certeza assumo: o Benfica terá muito mais dificuldade do que teve esta época em voltar a ser campeão. Face ao previsível para ele próprio... e para a concorrência.

 

COMEÇO pelos outros candidatos ao título. Mesmo admitindo que o SP. Braga consiga permanecer tão lá em cima (seria dupla proeza, sobretudo por estar à vista forte razia no plantel vice-campeão), no FC Porto e no Sporting é que deverá residir crucial diferença...

Dificilmente será grande no FC Porto (ficou bem longe do Benfica, no entanto só a 2 pontos de si próprio no 4.º título consecutivo...), mas qualquer subida portista poderá ser importantíssima...

Impossível é não haver gigantesca diferença no Sporting, após a catástrofe de ficar a 28 pontos do campeão (!), maior distância do que para o último classificado...

Teremos, pois, leão muito espevitado (com que meios é o que ainda estamos para ver) e dragão... enfurecido (a sua capacidade de resposta costuma ser rápida e forte – e decerto vai ser lançada em vários tabuleiros...). Fácil previsão: fim do inesperado grande desequilíbrio entre os três gigantes.

 

PODERÁ o Benfica manter a fulgurante pedalada que o levou a quase recorde de pontos? Muitíssimo difícil. Desde logo porque já não existirá o factor surpresa da revolução benfiquista – e essa foi a decisiva marca no arranque da temporada. Ainda mais importante: face a adversários alertados para absoluta necessidade de substancialmente subirem o tom de resposta, conseguirá o Benfica também subir o seu nível, ou, no mínimo, mantê-lo? Ora é aqui que bate o ponto. Depende das alterações no plantel campeão.

Admita-se que só Dí María sai. Basta para perda de qualidade. O Dí María desta temporada é inigualável. Com enorme mérito de Jorge Jesus a dar-lhe a consistência competitiva de que andava muito longe e tanto lhe sublimou talento (lembrem-se do mesmo futebolista nas duas épocas anteriores...), tornou-se o mais explosivo e, quanto a mim, o mais desequilibrador/ decisivo jogador no todo do campeonato. Imaginação criadora e poder de drible estonteantes, velocidade única, golos e assistências para outros. Talvez não haja agora outro Dí María no Planeta; e, se houver, será inacessível a finanças lusitanas. Para substituir o seu mais valioso jogador, o Benfica terá, no imediato, ainda maior dificuldade do que a do FC Porto na saída de Lucho...

Conseguirá o Benfica segurar David Luiz e/ou Luisão? Se um deles sair, o nevrálgico centro defensivo abanará, pois não se vislumbra alguém com idêntica dimensão para ali pegar de estaca.

E preencher a provável vaga de Cardozo, o sr. Goleador da Liga (quanto a mim, não o melhor ponta-de-lança, pois esse foi Falcão)? Não fácil – os homens-golo são espécie rara e bem cara... -, mas, creio, não tão quase... impossível.

Resta ver se haverá corrida a Coentrão e Ramires pós-Mundial...

Presidente e treinador falam de Benfica reforçado, visando a Liga dos Campeões. Talvez no nível dos suplentes, o que, claro, é importante. Mas, no onze mais vezes titular, não vejo como subir o nível, ou sequer mantê-lo.

 

VILLAS-BOAS vai mesmo ser o próximo treinador do FC Porto. Toda a Comunicação Social acertou – e há muito tempo. Como Pinto da Costa está diferente!

Autor: Santos Neves

Fonte Jornal A Bola

publicado por Benfica 73 às 18:37

Junho 03 2010

 

Indemnização ao Benfica não seria paga pelo treinador. Salário que então auferia na Luz poderia ser triplicado. Técnico recusou e renovou, de seguida, contrato com os encarnados...

Mal acabou de sagrar-se campeão nacional pelo Benfica, concluída a derradeira jornada da Liga (triunfo, na Luz, sobre o Rio Ave, por 2-1), Jorge Jesus foi alvo dum assédio que, se chegasse a vias de facto, teria alterado a face do futebol português, apagando o efeito galvanizador da conquista do título para a nação encarnada.

No passado dia 11 de Maio Jorge Jesus foi abordado, soube A BOLA, por um empresário que lhe apresentou uma proposta para rescindir contrato com o Benfica e assinar pelo FC Porto.

Na conversa com esse agente - o técnico encarnado não teve qualquer interlocução directa com qualquer dirigente do FC Porto - a Jorge Jesus foi garantido que a indemnização a pagar ao Benfica, na ordem dos dois milhões de euros, passaria ao lado do treinador campeão nacional, que veria o salário que auferia na Luz triplicado.

Perante este cenário as negociações que já decorriam entre Jorge Jesus e o Benfica, para acerto dum novo modelo de contrato, foram necessariamente aceleradas, tendo o clube da Luz fechado, rapidamente, um acordo (inflacionado) com o treinador que, mesmo assim, acabou por preferir continuar ao serviço dos encarnados por uma verba menor que a que lhe tinha sido proposta.

 

Segunda Tentativa

 

Há um ano, recorde-se, o FC Porto chegou a ter um acordo verbal com Jorge Jesus para este suceder a Jesualdo Ferreira no comando dos dragões. Porém, o facto de o FC Porto ter conseguido, em 2008/09, a dobradinha, levou a que a SAD azul e branca decidisse manter Jesualdo em funções.

Já no final da época de 2009/10 alguns indícios apontavam no sentido duma tentativa de reaproximação do FC Porto ao treinador do Benfica: a) após o tenso jogo do Dragão, que os portistas venceram por 3-1, Antero Henrique, da SAD do FC Porto, fez questão de se despedir de Jorge Jesus (aliás o único a merecer tal deferência); b) mais tarde, na entrevista que concedeu a Judite de Sousa, na RTP1, Pinto da Costa atribuiu a Jesus o mérito da conquista do campeonato pelo Benfica; c) na final da Taça de Portugal, Pinto da Costa convidou Jesus, que tinha assento nas galerias da tribuna de honra, para o seu lado, na primeira fila da dita tribuna. Jorge Jesus declinou a oferta.

Assim, aquela que teria sido uma das mais espectaculares jogadas de bastidores do futebol português morreu à nascença...

A SAD do Benfica, confrontada por A BOLA com estes novos dados, não teceu quaisquer comentários, lembrando, somente, que Jorge Jesus prolongou a sua ligação aos encarnados, até 2013, no passado dia 13 de Maio.

Fonte: Jornal A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:21

Junho 03 2010

publicado por Benfica 73 às 07:29
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...