Fevereiro 28 2010

 

Confesso, estava receoso, não com o opositor mas com as condições climatéricas e com o estado do relvado. Assistimos a um autêntico massacre imposto pelo Glorioso, com momentos de magia por Di Maria, um puro rolo compressor.

Duas novidades no onze inicial de Jorge Jesus, Airton no lugar do castigado Javi Garcia e Éder Luis no lugar de Aimar. Esquema táctico diferente mas com a mesma atitude, controlar o jogo de principio ao fim.

 

O Benfica entrou no jogo muito forte, e logo aos três minutos, na sequência de um pontapé de canto batido por Éder Luís, David Luiz apareceu ao primeiro poste e cabeceou ao ferro da baliza. Estava dado o mote do que seria este jogo. Aos 21 minutos golo anulado a Di Maria por fora-de-jogo inexistente, Cardozo com um belo passe isola Di Maria que frente ao guarda-redes encostou para o fundo das redes. Aquele animal do auxiliar precisa de consultar um oftalmologista urgentemente. Passava o minuto 26 e o Benfica inaugurava o marcador. Remate a mais de vinte metros de Éder Luis, a bola sofre um desvio num defensor do Leixões e só para no fundo da baliza. Com o jogo em sentido único, até ao final da primeira parte, foram criadas mais oportunidades de aumentar a vantagem. Primeiro por Ramires, remate a sair por cima da baliza e depois Saviola à entrada da área a proporcionar excelente defesa a Diego.

 

No reatar do jogo nova oportunidade de chegar ao segundo golo, grande passe de Cardozo (mais uma vez) a isolar Di Maria e este na cara do guarda-redes permite a defesa. O Benfica continuava a carregar, e desta vez foi Cardozo a desperdiçar um lance criado por David Luiz. Aos 58 minutos finalmente o segundo golo, passe de Ramires, Di María sozinho e após recepcionar o esférico, desfere um remate de pé esquerdo que não deu hipóteses a Diego. Já com Carlos Martins em campo e com o Benfica a todo gás, chega o terceiro golo. Grande abertura do médio português para o argentino, que com muita classe fez um chapéu espectacular ao guardião da equipa do Leixões. Aos 86 minutos, a cereja no topo do bolo, o golo da noite. Jogada de Maxi Pereira pelo lado direito, passe para Di Maria à entrada da área, e este com um fabuloso remate deixou o guarda-redes Diego pregado ao solo sem reacção. Estava feito o quarto golo e o resultado final.

 

Destaque desta partida vai por inteiro para Di Maria, simplesmente fantástico, fez um hat-trick, que se não fosse o auxiliar seria um poker. Bom jogo do Cardozo, apesar de ter perdido dois golos certos, está excelente nas assistências e bela entrada de Carlos Martins. Uma referência final para Airton, uma boa estreia, apesar de alguma falta de ritmo e de ter sofrido bastantes faltas, fica na retina que com mais jogos poderemos ter uma excelente alternativa Javi Garcia.

 

 

                                     Mais uma demontração do rolo compressor.

publicado por Benfica 73 às 11:16

BENFICA 73
contador grátis
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12

14
15
16
17
18

21
22
23
25
26



subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...