Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Marítimo 0 - 5 Benfica

18.01.10, Benfica 73

 

Jorge Jesus tinha referido em declarações à Benfica TV que antevia muitas dificuldades nesta deslocação aos Barreiros, o Marítimo ainda não tinha perdido com os grandes. O treinador do Benfica fez alinhar o onze tipo, batuta para Aimar, corredores a Ramires e Di Maria. Na frente a dupla do costume, Cardozo e o “coelho” Saviola.

 

Não entramos bem no jogo, e logo no primeiro minuto o adversário envia uma bola ao poste. No entanto é preciso dizer que esta bola vai ao ferro após uma tentativa de intercepção de David Luiz. Até aos 28 minutos o Benfica produziu pouco, bastantes passes falhados e o Marítimo ia controlando. À primeira oportunidade o Benfica não perdoou, remate de Aimar, boa defesa de Peçanha, a bola sobra para Cardozo e após duas tentativas de golo defendidas pelo guarda-redes “Tacuara” descobre Saviola e este não falhou. Depois deste golo tudo ficou bem mais fácil, minutos depois o Marítimo fica reduzido a dez. O segundo golo nasce de uma jogada fantástica de Di Maria que ofereceu a Maxi.Quando faltavam pouco tempo para terminar a primeira parte, Cardozo recepcionou a bola na área e rematou em direcção da baliza, mas Robson cortou a bola com o braço. O árbitro assinalou grande penalidade e expulsou o jogador do Marítimo. Chamado a converter Cardozo não perdoou e fez, assim, o 0-3.

 

O segundo tempo começa com mais um golo do Benfica. Maxi Pereira cruza dentro da área e Roberto Sousa desviou para sua própria baliza.Com tudo a favor, o Benfica foi construindo calmamente situações para ampliar o marcador. Aos 67 minutos, Carlos Martins rematou forte de fora da área, mas Peçanha voltou a fazer uma grande defesa. O quinto golo aparece num livre de Di María do lado direito do ataque, e Luisão cabeceou para o fundo das redes.

 

Quanto ao árbitro, e depois do folclore dos Maritimistas, ficou por assinalar uma grande penalidade sobre Aimar e uma expulsão perdoada após entrada violenta sobre Éder Luis.