Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

V. Guimarães 1-1 Benfica

14.01.10, Benfica 73

Fonte: S L B

Autor: Rui Manuel Mendes

O Benfica manteve esta quarta-feira as suas aspirações intactas relativamente ao apuramento para a próxima fase da Taça da Liga, ao empatar (1-1) no terreno do V. Guimarães. O golo dos "encarnados" foi apontado por Fábio Coentrão.
Para a partida desta noite, a grande novidade do onze de Jorge Jesus foi a estreia de Éder Luís em jogos oficiais. A presença de Roderick Miranda no lugar de Javi Garcia foi a outra mudança de relevo na formação “encarnada” frente ao Vitória de Guimarães.
Com um relvado em más condições devido ao mau tempo, o futebol do Benfica acabou por ser prejudicado. A circulação de bola foi muito difícil de fazer, obrigando os “encarnados” a jogar de forma diferente do habitual.
O primeiro lance perigoso pertenceu ao adversário. Num remate de Douglas, o guarda-redes brasileiro Júlio César fez uma boa defesa (16’). A resposta do Benfica veio por intermédio de um remate de Ramires (36’), mas que passou ao lado da baliza de Serginho.
Perante um relvado muito pesado, Jorge Jesus retirou o criativo Aimar e colocou Javi Garcia, jogador com mais poder de choque. O treinador também preteriu a maior mobilidade de Nuno Gomes pela capacidade física de Cardozo.
No entanto, o início da segunda parte acabou por não correr de feição aos “encarnados”. Num corte infeliz, Maxi Pereira colocou a bola à disposição de Douglas e este bateu facilmente o guarda-redes do Benfica (59’). Em desvantagem no marcador, o treinador Jorge Jesus procedeu à terceira alteração na equipa, colocando Di María no lugar de David Luiz.

Empate mais que merecido
Depois de Júlio César ter evitado o segundo golo do V. Guimarães (67'), o Benfica esteve muito perto de empatar por Fábio Coentrão, no entanto, o remate bateu na barra (68’). Aos 73, Javi Garcia ameaçou também na cobrança de um livre. O merecido golo acabou por surgir aos 75 minutos. Maxi Pereira isolou Fábio Coentrão e o jovem extremo não perdoou perante a saída de Serginho.
O adversário ainda tentou reagir com um remate perigoso de Douglas, mas este foi bem defendido por Júlio César (81’). O Benfica acabou a pressionar o adversário e a desperdiçar boas situações para trazer a vitória para casa, mas Maxi Pereira (86’) e Cardozo (89’) viram os seus remates serem travados pelo guardião da casa.

Continua, assim, tudo em aberto para o Benfica após a conclusão da 2.ª jornada da Taça da Liga. Os “encarnados” somam quatro pontos, os mesmos que o Rio Ave, último adversário das águias nesta fase da prova. O Nacional e o V. Guimarães contabilizam apenas um ponto.
O Benfica apresentou o seguinte onze: Júlio César; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz (Di María, 66’) e César Peixoto; Roderick Miranda, Aimar (Javi Garcia, 46’), Ramires e Fábio Coentrão; Éder Luís e Nuno Gomes (Cardozo, 46’).