Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

«Tomei a melhor decisão» - Nolito

21.09.11, Benfica 73

Nolito conta como Pep Guardiola o tentou convencer a ficar mais dois anos no Barcelona. Diz que no Benfica sente-se em casa porque se fala muito espanhol. E está muito contente por já ter sido baptizado de Noligol. 

«A vida, por cá, é muito boa.» É desta forma, simples, que Nolito, 24 anos, resume a experiência, ainda curta, no Benfica, em entrevistas a duas rádios espanholas. «Foi a melhor decisão que tomei, estou muito contente», acrescenta o extremo.

O melhor marcador dos encarnados, com sete golos nos primeiros dez jogos oficiais, está a criar sensação em Espanha, onde a curiosidade tem sido alimentada pelos ecos de boas exibições e da possibilidade de estar a nascer uma estrela. Sim, estrela, foi dessa forma que a Cadena Ser qualificou o reforço benfiquista, que esteve à conversa com Alberto Zapater, esse mesmo, o médio espanhol que trocou o Sporting pelo Lokomotiv Moscovo. 

«Marquei mais dois, com a Académica. Estou muito contente com o início da Liga, está a ser melhor do que imaginava. Tenho de continuar a trabalhar», afirma, antes de justificar a adaptação rápida: «Está cá o Joan [Capdevila], o Javi García, Saviola, Aimar, Maxi. Fala-se muito espanhol, é como se estivesse em Espanha».

O Barcelona é, apenas, parte do passado, embora Nolito faça questão de agradecer os três anos que lá passou e pela oportunidade de ter «aprendido muito». «Deixei o clube muito mais futebolista. A minha etapa tinha acabado. Acredito que fiz bem ao mudar-me para o Benfica», defende, antes de ser confrontado, pela Cadena Cope, com a possibilidade de ter ficado na Catalunha: «O Barça tem a melhor equipa do mundo, os melhores avançados do mundo. A concorrência é fortíssima. É cansativo jogar apenas 20 minutos ou passar jogos sem ser convocado. Se tivesse 20 anos, tinha ficado. Mas aos 24 um futebolista quer jogar, não é só o dinheiro que conta. Ofereceram-me mais dois anos de contrato, Pep [Guardiola] falou comigo, disse-me que o Barça era o melhor clube do mundo, que contava comigo e que me queria na primeira equipa. Mas pensei, agradeci e tomei a melhor decisão. Não errei. Desfrutei muito no Barça, mas o Benfica é a minha nova etapa.»

Fonte: A Bola