Setembro 12 2011

Os «red devils» vinham vestidos de azul a lembrar o pesadelo de Wembley, em 1968, em que o Benfica perdera a Taça dos Campeões Europeus (4-1 após prolongamento). Também traziam um Ronaldinho português, ainda com 20 anos, mas já com a camisola 7 colada ao corpo. Giggs quase que ainda era um jovem e Scholes fazia o 0-1 ao minuto 5. 

Assim começou a história da única vitória do Benfica sobre o Manchester United, resolvida por um futebolista mal-amado, com «fama de chuta-chuta», nas palavras do próprio. E esse foi o único golo que marcou ao serviço das águias. Um golo histórico, com dedicatória.
Era o ano do regresso à Luz da principal competição europeia. Pela primeira vez no século XXI, o Benfica jogava a Liga dos Campeões. Na última jornada da fase de grupos precisava de vencer os ingleses para seguir em frente. O United, imagine-se, podia sair da prova. Quando Scholes fez o 0-1, o estádio ficou silencioso como uma biblioteca. 
Mas Koeman tinha a estratégia montada: um 4x2x3x1 com Geovanni na frente, a ponta-de-lança, e Nuno Gomes como organizador, na ausência de Simão e Miccoli. Dez minutos depois do golo de Scholes, o baixinho brasileiro marcava de cabeça entre a defesa do United. Incrível, insólito, era o destino, talvez. 
«Foi um jogo importante para o Benfica e para mim, marcou a passagem para os oitavos-de-final», recorda ao Maisfutebol Beto, o herói que ia aparecer mais à frente. 
Geovanni já tinha feito o 1-1 quando uma bola perdida ficou à disposição do pé direito do médio encarnado: «Costumava chutar de longe, tinha fama de chuta-chuta, em todos os clubes em que tinha passado. Pensei rematar e fui feliz, a bola sofreu um desvio e entrou. Foi uma maravilha, porque há muitos anos que o Benfica não estava nos oitavos-de-final da Champions.»
Aquele remate foi um pontapé de toda a vida, um golo que ia dar um triunfo histórico ao Benfica. Beto correu na direcção de uma câmara de TV e disse algumas palavras: «Fui dedicar o golo ao meu pai, que tinha falecido quando assinei pelo Benfica. Ele foi um dos lutadores que me levou a ser jogador de futebol.»
Nessa noite de Dezembro de 2005, Beto teve «o maior momento no Benfica» perante um United em reconstrução, a atravessar o pior período desde que recuperou o campeonato em 1992/93 e, talvez, impressionado pelo ambiente da Luz, um inferno à antiga, a elogiar Eusébio e seus pares. 
«Aquele clima não se esquece, estava maravilhoso, estádio cheio, nem se ouvia o treinador a falar», conclui Beto, sem ter dúvidas que o público vai ter influência na próxima quarta-feira, «por muito que os jogadores estejam habituados».
Depois desse Benfica-Manchester United de 2005, os encarnados voltaram a não conseguir bater o gigante inglês. Na época seguinte, dois confrontos na Champions League: derrota em casa por 1-0 e por 3-1 em Old Trafford.
O saldo é claramente negativo: sete jogos, uma vitória e seis derrotas. Oito golos marcados e 19 sofridos. É por isso que o golo de Beto continua a ser tão especial.

Fonte: MaisFutebol

publicado por Benfica 73 às 20:16

BENFICA 73
contador grátis
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...