Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Bruno César: «Adjunto de Jesus é que me acordava»

31.08.11, Benfica 73

É um dos jogadores do momento. Nos últimos dois jogos do campeonato Bruno César repetiu a mesma história: saltou do banco para dissipar as dúvidas quanto ao vencedor do encontro. Marcou o terceiro golo das águias frente ao Feirense, e na segunda-feira apontou o segundo perante o Nacional, numa correria desenfreada que só parou com a bola no fundo da baliza.

O brasileiro, de 22 anos, começa a justificar a alcunha de Chuta-Chuta depois de um começo algo titubeante, onde as coisas não estavam a correr bem. Mas, como é habitual, tudo tem uma explicação e foi o próprio Bruno César, em declarações à imprensa canarinha, a fornecê-la. Segundo o médio, a adaptação à nova realidade não foi fácil. A relva é diferente, o tipo de futebol também mas o mais complicado foram... os horários.

“Há muita coisa que mudou. Por exemplo, os campos são molhados cinco minutos antes do jogo e a relva é curta. E também nos treinamos nos dias de jogos. Para mim foi complicado e cheguei atrasado a alguns treinos, pois não sabia. O treino era às 10 horas e eu chegava ao balneário meia hora depois. No Brasil costumamos acordar tarde em dias de jogo e, muitas vezes, o adjunto de Jesus é que me acordava. Foi tudo diferente, mas agora está tudo bem e já chego sempre a horas”, revelou à Terra TV.

Desejos

Agora que tudo entrou nos eixos, o camisola 8 está apostado em fazer uma grande temporada e colori-la com muitas conquistas, algo inédito na sua carreira.

“Comecei com o pé esquerdo, marcando dois golos. Espero que sejam os primeiros de muitos e quero conquistar muitos títulos no Benfica. Não os consegui no Corinthians mas aqui quero mudar essa história”, garantiu, antes de confessar que tem recebido incentivos para continuar com o apetite voraz pela baliza.

“O pessoal está sempre a dizer-me: vai Chuta-Chuta. Eu gosto porque é o meu estilo e não vou mudar. Vim para a Europa devido a essa característica. O treinador e os adjuntos também me pedem para arriscar fora da área. É claro que sei que existem alturas em que tenho de passar mas isso nunca me atrapalhou”, vincou.

Fonte: Record