Julho 23 2010

Brasileiro está há muito prometido ao futebol inglês. Benfica sabe desde o início que seria apenas uma ponte.

Desde o verão de 2009, quando se transferiu do Cruzeiro para o Benfica, que o internacional brasileiro Ramires tem guia de marcha para o futebol inglês. Esse era um dos pressupostos do negócio, que, recorde-se, envolveu parcial investimento do clube da Luz e o restante de investidores particulares, representados pelo conhecido empresário Kia Joorabchian, anglo-iraniano de 39 anos.

Na altura, Ramires só veio, aliás, para o Benfica por tão baixo preço (7,5 milhões de euros quando a sua cotação de mercado já parecia ir nos 15 milhões) pela intervenção daquele empresário e de um outro, Giuliano Bertolucci, ambos com excelentes relações com o presidente encarnado, Luís Filipe Vieira. Perder Ramires agora pode ser bom em termos financeiros, mas mau, muito mau, desportivamente. Jorge Jesus que o diga.

O Benfica é, desde o início, a ponte para Ramires chegar ao futebol inglês, para o qual está prometido há um ano. Podia transferir-se já este ano, no máximo em 2011. Ramires precisaria, porém, de ganhar maior número de internacionalizações pelo Brasil (tem agora 16) e mostrar a titularidade quase indiscutível num clube europeu para mais facilmente conquistar o work permit, autorização de trabalho, em Inglaterra, país no qual são muitas, e boas, as relações de Kia Joorabchian.

Não admira, portanto, que o jogador esteja muito perto de se transferir para o Chelsea (clube que leva vantagem sobre outros eventuais interessados, como Manchester City, na negociação com aquele empresário) por um valor bem acima do que custou há um ano. Ramires não é só um jogador interessante do ponto de vista das suas características; é muito jovem (23 anos) e tem à sua frente muitos anos de selecção do Brasil. Vale muito bem os 25 milhões de que se fala.

O Benfica tem sempre uma palavra a dizer no negócio, mas não pode, porém, impedi-lo, de acordo com o estabelecido há um ano, quando garantiu os direitos sobre o jogador com um investimento mínimo (o jogador custou 7,5 milhões de euros, mas a grande parte do investimento, tipo empréstimo bancário, foi assegurado pelos investidores particulares).

Desde o princípio que os encarnados sabem que só naquelas condições contariam, naquele momento, com um jogador da qualidade de Ramires. Mais: sabiam que teriam retorno desportivo (pelo menos por um ano, como tiveram) e financeiro (como vão acabar por ter).

Claro que não cai bem perder Ramires. Nem agora, nem nunca. Muito menos numa altura em que Jorge Jesus organiza a sua equipa a contar com o médio internacional brasileiro.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:58

BENFICA 73
contador grátis
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...