Junho 29 2011

No dia 22 de Maio, Pinto da Costa produziu uma declaração bombástica, em entrevista a Fátima Campos Ferreira, declaração essa que não teve o devido destaque na comunicação social. Disse ele, perante a indiferença da entrevistadora: “Se algum clube me oferecesse 5 milhões de euros por ano para eu o ir dirigir, não hesitava em abandonar o FC Porto, e muito menos daria qualquer satisfação aos seus adeptos.” Na verdade, Pinto da Costa não disse isto por estas palavras. Mas disse “Villas-Boas é tão portista como eu”, o que vai dar ao mesmo.

Dirão alguns leitores que só a minha má-fé explica a opção de retirar consequências de uma frase proferida por Pinto da Costa um mês antes de ele saber que André Villas-Boas ia abandonar o clube; ao que eu respondo, não será tanto a minha má-fé quanto as próprias declarações de Pinto da Costa na última terça-feira, 21 de Junho: “Há um mês e pouco, quando o nosso treinador foi um fim-de-semana a Londres, coloquei a Vítor Pereira a questão: está preparado para chefiar a equipa?” Ora, se se confirmar que entre 22 de Maio e 21 de Junho passou menos de um mês, parece-me pacífico que, quando o presidente do FC Porto disse que Villas-Boas era tão portista quanto ele, já desconfiava da lealdade do treinador em relação à causa azul e branca; já sabia que Villas-Boas podia estar a enganar a cadeira de sonho que tinha no Dragão com a mesa das negociações que o Abrahmovich tem no iate. E, equiparando-se a Villas-Boas, pretendeu provavelmente fazer um piscar de olhos a um qualquer clube que estivesse interessado em abrir os cordões à bolsa por um dirigente experiente e dedicado.

A única defesa possível de Pinto da Costa, para além de se argumentar que aquela frase é um dos mais belos exemplos da sua ironia, passará por garantir que André Villas-Boas é efetivamente um portista indefetível, que só saiu para Inglaterra porque sentiu que Vítor Pereira era mais treinador do que ele. E a confirmação de que não é o único a pensar assim veio mais tarde, com a divulgação de que a cláusula de rescisão de Vítor Pereira é 3 milhões de euros mais alta que a de Villas-Boas.

Dito isto, o novo treinador do Chelsea tomou uma decisão acertada, ao demitir-se no final da época. Retirou as devidas ilações em relação ao desempenho da sua equipa na Taça da Liga.

Autor: MIGUEL GÓIS

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 00:44

EUFORIA PROBINCIANA COM A NOBA TB PORKO-CANAL

www.sakanagem69.blogspot.com
Anónimo a 29 de Junho de 2011 às 01:50

BENFICA 73
contador grátis
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...