Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Luís Filipe Vieira garante confiança máxima em Jorge Jesus

31.05.11, Benfica 73

O presidente do Benfica não compreende, nem admite, que possa haver suspeitas em torno das transferências do clube, não acreditando que Jorge Jesus possa também estar envolvido em algum caso relacionado com comissões de jogadores.

Luís Filipe Vieira falava em entrevista à TVI sobre as recentes notícias em torno da transferência do guarda-redes brasileiro Júlio César do Belenenses para o Benfica, que suscitou visita da Polícia Judiciária às instalações do clube da Luz.

«Mantenho a máxima confiança em Jorge Jesus, mesmo que seja constituído arguido, pois, nesse caso, terá direito a defender-se. Eu próprio estive seis anos como arguido no caso do Mantorras e depois tudo foi arquivado», disse o líder dos encarnados, que não acredita no envolvimento de Jorge Jesus em qualquer esquema de comissões: 

«Daquilo que conheço Jorge Jesus, penso que seja incapaz de envolver-se em qualquer transferência. Neste caso concreto do Júlio César, tenho a certeza absoluta, pois foi tudo tratado directamente com o Belenenses.»

O dirigente, de resto, não compreende que suspeitas possam existir, explicando que no clube todos os contratos são auditados. «Todas as transferências foram pagas directamente aos cofres dos respectivos clubes. Não pode haver suspeitas, tudo no Benfica é feito dentro de todas as transparências», disse, deixando como exemplo a transferência do guarda-redes Roberto do At. Madrid para o Benfica. 

«Tenho os documentos sobre o dinheiro da transferência do Roberto, para que banco foi. Alguém disse que o dinheiro envolvido escondia o pagamento do prémio de campeão ao Jorge Jesus. O Benfica pagou directamente esse prémio de 573 mil euros», apontou, revelando depois: «Quando houve a transferência do Roberto para o Benfica houve grande alarido. A Polícia Judiciária pediu o contrato e mostrámos transparentemente para onde foi o dinheiro, sem qualquer problema.»

Posto isto, Luís Filipe Vieira garantiu que vai agir judicialmente sobre todo este caso e pediu às autoridades maior vigilância:
«Criem uma brigada no norte e no sul para investigar as transferências de duas ou três instituições ao longo dos últimos 10 anos. Por exemplo, dos dois primeiros classificados do campeonato [FC Porto e Benfica]. Há coisas que não se podem entender… Sei que criei muitos inimigos, sei que não vivo do Benfica, mas há outros que vivem do dinheiro do futebol.»

Fonte: A Bola

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.