Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Entrevista de Luís Filipe Vieira

30.05.11, Benfica 73

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, vai estar esta segunda-feira no "Jornal das 8" da TVI.

A entrevista irá acontecer alguns dias depois de o clube ter sido visitado pela Polícia Judiciária, no âmbito de uma investigação à transferência do guarda-redes Júlio César. E foi esse mesmo o arranque da conversa.

"O melhor bem que tenho na vida é a minha família. Depois são os 10 anos de trabalho que tenho a tentar credibilizar o Benfica, que hoje é uma instituição com credibilidade. Não venho justificar nada, quem o terá de fazer é quem nos caluniou", começou por dizer sobre a investigação da PJ ao Benfica.

"O Benfica comprou um jogador [Júlio César] ao Belenenses por um milhão de euros, entregou as respetivas letras e não houve intervenção de mais alguém. Depois apareceu alguém que tinha alegadamente direito a receber uma percentagem. Nem sequer entendo porque o nome do Benfica foi chamado a esta situação", indicou.

Quanto ao nome de Jorge Jesus estar envolvido nesta equação, Vieira foi claro: "Temos sempre boas salas para receber as pessoas que vão investigar o Benfica. Nunca ouvi falar de pagamentos nem de comissões sobre a transferência do Júlio César."

Quanto a Roberto e ao elevado valor da transferência, ideias claras do líder benfiquistas: "Foi tudo feito com legalidade. No jornalismo atiram as pessoas para a lama e sem razão de ser. A Polícia Judiciária foi lá pedir o contrato do Roberto e nós mostrámos. Está tudo definido, até porque o dinheiro deixa rasto. O que é mau é que a PJ entenda que existem coisas anormais. Deviam investigar todas as instituições, especialmente os primeiros classificados dos últimos 10 anos."

"Eu sei como vivo e que não recebo nada do Benfica, mas sei ver ao meu redor e há muita gente que vive às custas dos clubes. Sei que trouxe para o Benfica princípios e transparência completa. E quando o Fisco ou os nossos auditores nos investigam, acho isso um alívio", explicou depois sobre o tema.

"Mantenho a confiança em Jesus e espero que a PJ investigue. E se ele for constituído arguido continuarei a confiar nele e a manter toda a confiança no seu trabalho", atirou depois sobre a continuidade de Jesus ao leme das águias.

"Vamos agir judicialmente contra todas as pessoas que inventaram esta questão. Eu não fujo, estou cá e posso prestar declarações a qualquer momento. Estou completamente à vontade sobre estes temas", garantiu depois sobre o tema quente, argumentando que continua a confiar plenamente no treinador.

Quanto a Fábio Coentrão, poucas palavras: "Apresenta-se dia 22 na nossa casa para regressar ao trabalho. Ele disse que o faria, portanto não há muito a falar..."

Sobre Rui Costa, algo semelhante: "Ainda hoje estivemos a trabalhar no plantel da próxima temporada ncom o Jesus. Não fomos muito competentes para ganhar, portanto vamos ter de melhorar muita coisa. Agora daí a pensarem que há uma divisão entre nós é diferente. Se calhar temos ambos de fazer outro tipo de trabalho nesta temporada. Este ano em que vamos entrar o Benfica terá de fazer uma abordagem diferente à equipa e fazer com que impere a humildade."

Fonte: Record

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.