Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

"O Fábio não se esconde!" - Stefan Schwarz

29.05.11, Benfica 73

O nome é Schwarz, Stefan Schwarz, e todos se lembrarão de o ver jogar no Benfica como lateral-esquerdo. Tal como Fábio Coentrão, o ex-internacional sueco também sabia jogar mais adiantado, e até como trinco alinhou diversas vezes. Com residência fixada em solo luso, o hoje empresário acompanha sempre à lupa a evolução do Benfica, em especial a do canhoto que agora está a um passo de se mudar para o Real Madrid.

Schwarz também chegou a jogar em Espanha, quando defendeu as cores do Valência (1998/99), e acredita que Coentrão tem tudo para brilhar no país vizinho. "É um jogador raro. Tem humildade, quer aprender todos os dias e com toda a gente, sejam melhores ou iguais a ele. Isso é muito importante, e ele tem ainda algo melhor: a vontade de vencer. É muito bom ter esse carácter, porque quando as coisas correm bem é sempre fácil aparecer. Mas quando não estão a andar de feição, é mais complicado. E o Fábio não se esconde! Nem nos momentos maus! Aparece sempre!", sublinha Schwarz em declarações a O JOGO.

Da Luz para Madrid, a distância pode nem ser assim tão grande, mas a visibilidade ainda se multiplica. Nada, todavia, que possa afectar alguém como Coentrão. "Um jogador da qualidade do Fábio encaixa em qualquer equipa. Faz várias posições e ainda tem muito tempo para evoluir e melhorar. Se continuar no Benfica, pode melhorar com Jorge Jesus, mas se for mesmo para o Real Madrid, Mourinho vai ajudá-lo a evoluir certamente", prossegue a antiga referência benfiquista, sem poupar nos elogios: "É um prazer vê-lo jogar! Espero o melhor para ele. É um jogador de grande nível, e é único vê-lo jogar! Um jogador como ele, com um nível tão alto, é do agrado de qualquer treinador. Ele raramente faz um jogo mau, e isso dá sempre garantias a um treinador. Mesmo quando a equipa nem joga bem, o Fábio é sempre dos menos maus."

Evitando comparações... consigo próprio, Schwarz só espera que o internacional português olhe para trás daqui a uns anos e veja uma carreira de elevado quilate. "Gostava, muito sinceramente, que ele fizesse uma carreira bonita. É um jogador que dá tudo em campo seja contra que adversário for. Tem garra, boa técnica individual, evoluiu tacticamente e é bom fisicamente também. É realmente muito bom vê-lo jogar", remata.

Fonte: O Jogo

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.