Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Polícia Judiciária investiga contrato de Júlio César

26.05.11, Benfica 73

Inspectores da PJ foram à SAD com mandado de busca. Viram vários contratos e o do guarda-redes brasileiro foi apreendido. Dinheiro da transferência para a Luz em investigação.

Três inspectores da Polícia Judiciária (PJ) estiveram ontem à tarde nas instalações da SAD encarnada, no Estádio da Luz, com mandado de busca para serem observados diversos contratos de jogadores do plantel encarnado. Os inspectores viram vários documentos contratuais e acabariam por apreender o vínculo de Júlio César, guarda-redes brasileiro que há duas épocas se transferiu do Belenenses para o Benfica. 

Segundo foi possível apurar, a PJ estará a averiguar o destino do dinheiro pago pelos encarnados no âmbito da transferência do jogador, de 24 anos. No Verão de 2009, pouco depois da chegada de Jorge Jesus ao Benfica, os encarnados entram em acordo com o Belenenses, então clube do guardião, para a aquisição da totalidade dos direitos económicos e desportivos por uma verba a rondar um milhão de euros, apesar de o clube do Restelo, segundo foi noticiado na altura, apenas deter uma percentagem do passe (30 por cento), pertencendo os restantes 70 por cento alegadamente a um fundo liderado pelo empresário português radicado no Brasil, Costa Aguiar. Benfica e Belenenses acordaram um pagamento faseado em 24 parcelas. 

Tudo certo até ao momento em que junto da entidade bancária as letras passaram a ser descontadas não pelo Belenenses mas por uma entidade externa ao negócio, a quem as letras teriam sido endossadas pela SAD do Restelo, situação que os responsáveis da Luz estranharam. Segundo foi possível apurar, é este rasto ao dinheiro que os inspectores da PJ tentam colocar a limpo, eventualmente devido à suspeita de fugas fiscais. 

Fonte: A Bola