Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Benfica cerra fileiras

03.05.11, Benfica 73

Jesus prepara jogo da época. Problemas são muitos: equipa e treinador sob forte pressão, fadiga, baixas e... Roberto. Jogadores sentem que é hora do tudo ou nada. 

Como se não bastasse o facto de o Benfica não marcar presença numa final europeia há 21 anos - desde o jogo decisivo com o Milan, em 1990, em Viena, para a Taça dos Campeões Europeus - o encontro de quinta-feira em Braga, a contar para a segunda mão da meia-final da Liga Europa, é também, neste momento, o principal elemento de avaliação da época encarnada, depois de as águias terem perdido a Supertaça e a Liga (ambas ganhas pelo FC Porto) e terem sido eliminadas da Taça de Portugal (pelo FC Porto também), ganhando a Taça da Liga na final com o Paços de Ferreira.

É, sem dúvida, o jogo do tudo ou nada para o Benfica. Apesar de Jorge Jesus já ter passado para o exterior a mensagem de que a Liga Europa não deve ser vista como a salvação da época, o discurso para o balneário é distinto. O técnico sabe que a turma da Luz tem hipótese de lavar a face, fazer história e acabar a época em ombros, a 18 de Maio, em Dublin, pelo que este é o momento de cerrar fileiras.

Nesse sentido, a mensagem de Jorge Jesus é a de que o SC Braga-Benfica de quinta-feira é o jogo da época para os encarnados, depois da partida com o FC Porto, no Estádio da Luz, a 20 de Abril, para a segunda mão da meia-final da Taça de Portugal, ter merecido idêntico rótulo por parte do treinador - recorde-se que o Benfica tinha ganho por 2-0 no Estádio do Dragão mas foi eliminado em casa, ao ser derrotado por 3-1 pelo rival da Invicta, no citado dia.

Os jogadores nem precisariam, contudo, de ouvir as palavras de Jesus sobre o importante duelo da Liga Europa: são os primeiros a ter plena consciência da importância da deslocação ao Minho, que os coloca numa fronteira muito ténue entre uma época para esquecer ou, apesar dos objectivos não alcançados a nível nacional, uma campanha que ainda pode entrar para o álbum de boas recordações do clube. 
Para mais, não são muitos os jogadores que, ao longo das carreiras, têm a oportunidade de disputar uma final europeia que agora está à distância de apenas 90 minutos.

Fonte: A Bola

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.