Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Jesus: «Devíamos ter saído com outro resultado»

29.04.11, Benfica 73

Jorge Jesus, treinador do Benfica, analisa a vitória sobre o Sp. Braga (2-1), na primeira mão das meias-finais da Liga Europa:
«Tínhamos dito que a prioridade era ganhar. O ideal era fazê-lo sem sofrer golos. Era importante ir a Braga com uma vitória, como aconteceu em Paris e Estugarda. Normalmente, o Benfica faz golos fora. O resultado é injusto. Devíamos ter saído com outro resultado, por aquilo que jogámos e pelas oportunidades criadas. O Sp. Braga teve a sorte do jogo. Na primeira parte fomos a única equipa que criou oportunidades. Na segunda parte o mesmo. O Cardozo marcou um excelente golo, que merecia, por aquilo que trabalhou. O Sp. Braga deve estar muito mais contente com este resultado, pelo que fez.»

[sente que fez as pazes com os adeptos, que a equipa se reconciliou também com os adeptos?] «Não vejo o problema dessa forma. É normal que os adeptos não estejam satisfeitos quando não se ganha, mas isso não tem acontecido na maior parte dos jogos. Os adeptos têm estado com a equipa, como hoje. Nunca estiveram divorciados da equipa.»

[sobre as entradas de Gaitán e Jara] «Entrámos muito fortes no jogo. Sabíamos que marcar primeiro nos dava vantagem na estratégia do jogo, mas sofremos logo o empate. É verdade que depois do 2-1 senti que podíamos ter resolvido aqui a eliminatória. Meti o Franco (Jara) e o Nico (Gaitán) pela velocidade, que podia dar vantagem à equipa. Nem um nem outro conseguiram aquilo que eu pensava.»

[sobre a entrada de Airton] «O Nico esteve muito tempo sem treinar, e existia o risco de surgir algum problema com a lesão. Esperava estar em vantagem na 2ª parte e utilizar a velocidade dele e do Jara, mas isso não aconteceu. Nos últimos minutos vi-me em dificuldade. O Aimar e o Saviola pediram substituição, e só podia tirar um, decidindo meter mais um médio de cobertura.»

[perspectivando a 2ª mão] «Vamos estar preparados para um jogo difícil. O Sp. Braga é mais forte em casa, joga de outra forma. Sentimos que vai ser um jogo difícil, mas com o PSG também ganhámos 2-1 em casa. O Benfica fez sempre golos nesta competição, e isso dá-nos confiança. Saímos vencedores do primeiro jogo, e estamos melhores do que começámos.»

[sobre a ausência de Aimar na 2ª mão] «Está a fazer um final de época muito forte. Está confiante, e bem fisicamente. Voltou a fazer um grande jogo, embora tenha sentido dificuldades físicas nos últimos dez minutos, tal como o Saviola. Claro que vai fazer falta, mas teremos outras soluções.»


[sobre a exibição de Cardozo, muito criticado na final da Taça da Liga] «O Óscar esteve bem. Entregou-se ao jogo. Tecnicamente também esteve bem. Esteve na maior parte das oportunidades do Benfica e fez um golo espectacular, que mereceu. O golo vai dar-lhe mais confiança, pois todos os avançados vivem de golos.»

[sobre as críticas bracarenses à arbitragem] «Não gosto de comentar as opiniões dos meus colegas, não só tecnicamente como em relação à arbitragem. Cada um tem a sua maneira de analisar o jogo. Não vi nada de especial, onde o árbitro pudesse ter prejudicado o Sp. Braga. Pelo contrário. Na primeira parte o árbitro auxiliar do meu lado deixou passar duas situações. O Benfica venceu justamente. Foi a melhor equipa. Dos três jogos na Luz com o Sp. Braga, este foi aquele em que criámos mais oportunidades. Fez uma arbitragem dentro daquilo que esperávamos, e não beneficiou em nada o Benfica.»

Fonte: MaisFutebol