Abril 12 2011

RECORD – Quando percebeu que o melhor era ser emprestado?

MIGUEL VÍTOR – Esta era uma época em que estava apostado em jogar mais. E percebi que no Benfica teria vida difícil nesse aspeto. Surgiram várias hipóteses, e esta foi aquela que mais me agradou. O Leicester City é um clube histórico e o campeonato inglês é bastante competitivo, além de se tratar de um mercado reconhecidamente importante. Juntei isso tudo. Também ajudava bastante estar cá o Paulo Sousa como treinador.

R – É um tipo de futebol assim tão diferente do português?

MV – É um futebol mais físico, com menos faltas. Os árbitros deixam jogar mais. Não tive grandes problemas em adaptar-me. As lesões complicaram um pouco em alguns jogos, mas as coisas têm-me corrido bem. Estou empenhado em ajudar a equipa a alcançar os seus objetivos, que passam por chegar à Premier League.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:47

BENFICA 73
contador grátis
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...