Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Cartão vermelho à segunda linha

12.04.11, Benfica 73

Os jogos do Benfica frente a Portimonense (1-1) e Naval (1-2) colocaram a nu uma evidência: a segunda linha encarnada não oferece, de uma forma geral, garantias de rendimento.
É certo que, quando são todos lançados ao mesmo tempo, em vez de intercalados com os habituais titulares, as insuficiências colectivas somam-se às individuais e tornam as diferenças ainda mais gritantes, mas isso, ainda assim, não deve desviar os responsáveis encarnados da necessidade de terem reservas de maior qualidade, se possível quase tanta quanto a dos titulares, tendo em conta as exigências competitivas a que o Benfica tem sido sujeito e olhando também às aspirações do clube nas várias frentes.
Sector a sector, da baliza ao ataque, são poucas as certezas e muitos os chumbos e as dúvidas, seja por falta de qualidade ou por falta de experiência. Depois há os casos daqueles que nem na segunda linha cabem, de Fernández a Nuno Gomes e Weldon.

Muitos estão na porta de saída
Muitos dos jogadores que fazem parte da segunda linha do Benfica e que, como tal, foram utilizados frente a Portimonense e Naval, não devem continuar no plantel na próxima temporada. 
No caso dos guarda-redes, o Benfica está a estudar o mercado, no sentido de se reforçar, pelo que, a concretizar-se essa intenção, um dos três keepers que compõem o actual painel deve partir, mesmo que apenas por empréstimo.
Luís Filipe, Weldon e Nuno Gomes acabam contrato, Felipe Menezes e Kardec serão emprestados a um clube português ou brasileiro, podendo colocar-se igualmente o cenário de cedência para Roderick e Carole - no caso de Airton é menos provável, ao passo que Jardel, César Peixoto ou Jara têm lugar garantido no plantel 2011/12.
Ao invés, o Benfica tem já garantidos pelo menos quatro reforços a custo zero para a próxima temporada, casos do médio português Nuno Coelho (Académica), do avançado uruguaio Rodrigo Mora (Defensor), do atacante espanhol Nolito (Barcelona B), do lateral-direito dinamarquês Daniel Wass (Brondby). 
Já estão também assegurados, por compra, o médio brasileiro Bruno César (Corinthians), o lateral/médio direito André Almeida (Belenenses) e o médio Nemanja Matic (Chelsea), este último moeda de troca na transferência de David Luiz.

Fonte: A Bola