Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Brasil e EUA chamam por Nuno

15.03.11, Benfica 73

Nuno Gomes tem sido sondado por clubes do Brasil, Estados Unidos e Rússia. Já recebeu uma proposta do Vasco da Gama que recusou, na altura, por não querer desistir do Benfica. O capitão garantiu anteontem que ainda não pensa em pendurar as botas. "Vou continuar a jogar futebol", declarou após ter sido decisivo no resultado do jogo com o Portimonense, marcando o golo que evitou a derrota encarnada.

O camisola 21, que está em final de contrato, gostava muito de poder continuar de águia ao peito, mas também quer jogar mais e já sabe que não é possível conciliar as duas coisas. Da parte da SAD não há a intenção de renovar e, com Jorge Jesus no leme da equipa, o capitão tem consciência de que a sua utilização vai manter-se escassa, quase nula [aliás, conforme O JOGO já noticiara a 16 de Novembro último]. E é desejo do internacional português poder terminar a carreira, senão em alta, pelo menos sentindo-se mais activo e útil na equipa que representa.

Do Brasil, tem o interesse do Santos, Botafogo e Palmeiras e, na verdade, este era o destino mais apetecível para o jogador. Nuno Gomes já definiu, inclusive, que se for jogar para algum emblema canarinho, levará consigo a família. Dos Estados Unidos também têm surgido sondagens, sendo que entre este país e a Rússia - de onde também já foi contactado - o capitão do Benfica prefere rumar à terra de Barack Obama, retomando a antiga tradição de futebolistas portugueses a terminarem carreira nos Estados Unidos, casos de Eusébio ou António Simões.

Jorge Jesus elogiou o camisola 21 após o encontro com o Portimonense, mas também disse que o golo que marcou - o terceiro nos últimos três jogos em que entrou [ver cabeceira]- também não irá mudar nada relativamente às suas opções. Portanto, até prova em contrário, Nuno Gomes continuará a ser reserva das reservas. Aliás, esta época, tem sido recorrente o treinador convocá-lo para estágio e depois deixá-lo na bancada. Apesar de Jorge Jesus considerar que o ponta-de-lança já não tem andamento, valoriza-o muito como capitão. Portanto, faz questão de o ter junto do plantel, onde tem grande influência, o mais tempo possível. "Como capitão tem tido um comportamento espectacular, interessa-se pelo colectivo, não olha só para ele", comprovou, anteontem, Jorge Jesus.

Fonte: O Jogo

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.