Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Talento em milhões

06.03.11, Benfica 73

Fábio Coentrão a caminho de reforçar tendência. Três jogadores do clube entre as 15 maiores transferências da época. Benfica foi o segundo clube a facturar mais, atrás do Liverpool.

É uma tendência recente que deverá ser reforçada lá para o Verão: o Benfica a intrometer-se na elite financeira no que à venda de passes de jogadores diz respeito. Somando a fase do último defeso e a reabertura do mercado de Inverno, os encarnados colocaram o nome do clube em três das 15 maiores transferências mundiais da temporada, graças às negociações de Ramires e David Luiz (este em Janeiro) para o Chelsea e Di María para o Real Madrid.

Ontem, mais uma vez, Jorge Jesus fez questão de lembrar uma das suas obrigações, além da conquista de títulos: fazer emergir o melhor de cada jogador para futuros ganhos. «Estou preparado para os trabalhar e potenciar para que o Benfica ganhe com isso em termos desportivos e financeiros», disse o técnico, em conferência de Imprensa, a propósito da provável saída de Fábio Coentrão no final da época, por valores superiores a 20 milhões de euros (tem uma cláusula de 30 milhões), a fasquia mínima que marcou as exigências negociais de Luís Filipe Vieira para compensar a saída de um dos seus.

O lapso de Jesus
Na sequência do discurso, Jorge Jesus mostrou-se orgulhoso por ajudar o Benfica a ser «o clube no Mundo que mais dinheiro fez em venda de jogadores». Ninguém pode tirar-lhe a confiança que evidencia nas palavras, mas o técnico pecou por omissão: A BOLA fez as contas e concluiu que os encarnados ficaram em segundo lugar na lista dos clubes que mais facturaram na presente temporada, somando as duas janelas de mercado (Verão e Janeiro), atrás do Liverpool mas à frente, por exemplo, do Valência, que só em duas vendas arrecadou quase 69 milhões de euros. É a medalha de prata no pódio dos milhões. O que é notável.

Fonte: A Bola