Março 17 2016

A vida de Anderson Talisca no Benfica está novamente mais complicada. Fora dos relvados, o jovem jogador de 22 anos foi apanhado pelas autoridades a conduzir sem carta e será esta quinta-feira presente a tribunal.

Porém, além da infração poder ser penalizada pela justiça portuguesa, também o Benfica já terá colocado o jovem jogador sob alçada disciplinar, uma vez que poderá ter 'furado' os regulamentos, escreve A Bola.

A presença no encontro frente ao Boavista, previsto para esta semana, não estará em causa, escreve a mesma publicação, sendo que o brasileiro foi titular no último encontro, frente ao Tondela, fazendo a vez do castigado Renato Sanches.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 10:22

Dezembro 01 2015

1. Considerando as declarações e as condutas públicas, protagonizadas de forma reiterada ao longo da presente época desportiva por parte da «Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD», através dos seus dirigentes Bruno Miguel Azevedo Gaspar de Carvalho, presidente do conselho de administração, Jaime Marta Soares, presidente da mesa da assembleia geral do «Sporting Clube de Portugal” (accionista clube fundador da «Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD»), Octávio Joaquim Coelho Machado, director-geral de futebol da «Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD», e Jorge Fernando Pinheiro de Jesus, treinador principal da equipa da «Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD», o conselho de administração da «Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD» decidiu apresentar participações disciplinares junto da Comissão de Instrução e Inquéritos (CII) da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

 

2. Com tais participações disciplinares, pretende a «Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD» que os órgãos jurisdicionais desportivamente competentes averiguem e apreciem tais condutas, no local próprio e em aplicação dos regulamentos aplicáveis.

 

3. Nessas participações constam comportamentos que se enquadram na prática de ilícitos disciplinares muito graves e/ou graves, tais como, entre outros, “exercício e abuso de influência”, “coacção sobre árbitros”, “declarações sobre arbitragem antes dos jogos”, “declarações sobre a organização das competições” e “lesão da honra e da reputação dos órgãos da estrutura desportiva e dos seus membros, árbitros e demais agentes”.

 

4. A «Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD» aguardará pela investigação e apreciação dos factos pelas entidades jurisdicionais competentes, sem prejuízo das providências a tomar em sede criminal, cível e contra-ordenacional.

 

5. A «Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD» informa que não tem intenção de emitir quaisquer outras declarações públicas sobre a matéria objecto de participação, de modo a preservar o bom nome e imagem das competições e de assegurar o respeito pelos agentes desportivos e pelos titulares dos órgãos desportivos competentes.

 

6. A «Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD» informa ainda que se reserva a faculdade de comunicar a sua conduta processual junto da CII da LPFP à Secretaria de Estado do Desporto e Juventude (para o efeito de aplicação do artigo 14º do Regime Jurídico das Federações Desportivas – DL n.º 248-B/2008, de 31 de Dezembro).

Lisboa, 01 de Dezembro de 2015

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 14:38

Setembro 02 2015

A SAD do Benfica chegou a acordo com a Doyen para o adiamento do pagamento de 6 milhões de euros por 50 por cento do passe de Ola John, noticia A Bola esta quarta-feira.
Os encarnados estavam obrigados a liquidar aquele montante até ao fim de agosto, no âmbito do financiamento daquele grupo de investimento à contratação do extremo holandês ao Twente, em 2012.
O jogador, entretanto, foi emprestado ao Reading, clube do Championship (segunda Divisão de Inglaterra) que poderá exercer a opção de compra no final da época, por cerca de 6 milhões de euros.
A SAD encaixou 700 mil euros com o empréstimo.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:40

Junho 18 2015

A SAD do Benfica está confiante no acordo para a renovação de contrato com Maxi Pereira.
Segundo pode ler esta quinta-feira em A BOLA, a confiança dos responsáveis encarnados parte de um dado que pode fazer a diferença: a última proposta que chegou a Maxi Pereira coloca-o num patamar salarial muito alto, a par de Luisão e Nico Gaitán, os jogadores que atualmente têm os salários mais altos do plantel.
O defesa uruguaio, caso aceite a oferta, poderá ficar a ganhar qualquer coisa como € 1,5 milhões limpos/época durante três temporadas. Um esforço financeiro que, acredita-se na SAD encarnada, agradará ao jogador que disse recentemente ter de pensar na família tendo em conta estar consciente que este seria o seu último contrato profissional.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:53

Junho 15 2015

A Benfica comunicou na CMVM que os direitos federativos do avançado Rodrigo estão agora na posse do Valência num negócio avaliado em 30 milhões de euros.


Comunicado:
A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, informa que chegou a acordo com a Valencia CF SAD para a alienação dos direitos federativos do atleta Rodrigo Moreno Machado pelo montante de € 30.000.000 (trinta milhões de euros).

Na sequência da alienação da totalidade dos direitos económicos do identificado atleta a 31 de Janeiro de 2014 à Sociedade Meriton Capital Limited, a Sport Lisboa e Benfica – Futebol SAD informa que a totalidade do valor obtido nesta alienação será, assim, transferido a favor dessa sociedade.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:53

Junho 15 2015

A SAD do Benfica comunicou à CMVM a contratação por três anos do treinador Rui Vitória (ex-Vitória de Guimarães).

Comunicado:
«A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, informa que acabou de formalizar o acordo para a contratação do treinador Rui Vitória ao abrigo de um contrato de trabalho para vigorar nas próximas três épocas desportivas.

O Conselho de Administração»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:46

Junho 12 2015

O Benfica confirmou esta sexta-feira à Comissão do Mercado de Valores Imobiliários (CMVM) a venda dos direitos federativos de André Gomes ao Valência por 15 milhões de euros.

Recorde-se que, em janeiro de 2014, o Benfica já tinha vendido também por 15 milhões de euros os direitos económicos do médio português à sociedade Meriton Capital Limited, do acionista maioritário do Valência Peter Lim.

O Benfica garante ainda 25 por cento da mais-valia numa futura transferência do jogador de 21 anos, que na última temporada já representou o Valência por empréstimo do clube lisboeta.

Leia o comunicado enviado pelo Benfica à CMVM:

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, informa que chegou a acordo com a Valência CF SAD para a alienação
dos direitos federativos do atleta André Filipe Tavares Gomes
pelo montante de € 15.000.000 (quinze mil hões de euros).

Mais se informa que a Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD terá ainda direito a receber 25% do valor da mais-valia obtida numa futura transferência do referido atleta.

Na sequência da alienação da totalidade dos direitos económicos do identificado atleta a 31 de Janeiro de 2014 à Sociedade Meriton Capital Limited, a Sport Lisboa e Benfica – Futebol SAD informa que a totalidade do valor obtido nesta alienação será, assim, transferido a favor dessa sociedade.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:35

Junho 11 2015

capture-20150611-103209.png

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, informa que chegou a acordo de princípio com o treinador Rui Vitória para a celebração de um contrato de trabalho desportivo para vigorar nas próximas três épocas desportivas.

O Conselho de Administração
11 de Junho de 2015

publicado por Benfica 73 às 10:34

Maio 29 2015

A SAD do Benfica, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), anunciou esta quinta-feira resultados líquidos positivos de 14 milhões de euros no final do 3.º trimestre da época.

O resultado refere-se ao período entre 1 de julho de 2014 a 31 de março de 2015 e é justificado com o crescimento das receitas de televisão e pelos ganhos obtidos na alienação de direitos de atletas, assim como, em sentido contrário, pelo desempenho desportivo nas competições europeias e pela operação de aquisição e liquidação do Benfica Stars Fund a 30 de Setembro de 2014.

«De referir que esta última operação teve um impacto negativo extraordinário de 5,9 milhões de euros na rubrica de resultados relativos a investimentos em participadas, o que explica o recuo de 1,8 milhões de euros no resultado líquido face ao período homólogo», pode ler-se.

Destaca-se ainda que o resultado operacional consolidado no final deste 3.º trimestre ascendeu a 32,1milhões de euros, o que representa um crescimento de 5,3 % face ao período homólogo.

Por outro lado, o passivo consolidado registou uma diminuição de
40,3 milhões de euros face a 30 de Junho de 2014, de 449 milhões para 408 milhões de euros, o que representa um decréscimo de 9%, em relação ao mesmo período na época anterior.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:14

Fevereiro 05 2015

A SAD do Benfica não aceitou reunir-se com o Malmo a fim de discutir a transferência de Viktor Lindelof para o clube sueco.
«O Benfica não o deixa sair. Gostam muito dele», explicou Per Jonsson, empresário do médio, em declarações ao site FotbollDirekt.se.
Refira-se que o mercado de transferências na Suécia, onde o Campeonato ainda não começou, só encerra no final de março.
Viktor Lindelof está em final de contrato com as águias.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:22

Novembro 12 2014

A SAD do Benfica enviou um comunicado À Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários (CMVM) a esclarecer que as ações da sociedade que pertenciam ao Banco Espírito Santo (BES) passaram automaticamente para o Novo Banco, que detém 7.97 por cento do capital social da SAD do clube.

Comunicado:
«A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 17º do Código dos Valores Mobiliários e no artigo 2º do Regulamento da Comissão de Mercados de Valores Mobiliários nº 5/2008, informa que recebeu o seguinte comunicado do Novo Banco:

“Nos termos e para os efeitos do disposto nos artigos 16.º e 20.º do Código dos Valores Mobiliários e do artigo 2.º do Regulamento 5/2008 da CMVM, o Novo Banco, S.A. ("Novo Banco") informa que a participação qualificada na Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD anteriormente detida ou imputável ao Banco Espírito Santo, S.A. ("BES"), passou a ser detida ou imputável ao Novo Banco em virtude da medida de resolução adotada pelo Banco de Portugal ao BES em 3 de agosto de 2014, na sequência da qual os ativos, passivos, elementos extrapatrimoniais e ativos sob gestão do BES foram automaticamente transferidos para o Novo Banco:

Nº Ações
Ações detidas por sociedades em relação de domínio ou de grupo com o Novo Banco, S.A. 0

Ações detidas pelo Novo Banco, S.A. 1.832.530

Ações detidas por dirigentes e elementos dos Órgãos Sociais 0

TOTAL 1.832.530

Na sequência da transferência destas participações, a 3 de agosto de 2014, eram imputadas ao Novo Banco 1.832.530 ações representativas de 7,97% dos direitos de voto do capital social da Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD.

Em 31 de outubro de 2014, o número de ações imputadas ao Novo Banco mantém-se em 1.832.530 ações representativas de 7,97% dos direitos de voto do capital social da Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD.”

O Conselho de Administração
11 de Novembro»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:15

Março 28 2014
Luís Filipe Vieira vendeu 73.906 ações da Benfica, SAD, passando a deter 3,37 por cento do capital social e dos direitos de votos.
Em comunicado enviado à Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários (CMVM), a SAD encarnada informa que, a 20 e 21 de março, Luís Filipe Vieira vendeu um total de 73.906 ações, num valor unitário entre 2,30 e 3,00 euros, que renderam mais de 190.000 euros, antes de impostos.
Após estas transações, Luís Filipe Vieira «passou a ser titular de 776.094 ações representativas do capital social da Sport Lisboa e Benfica - Futebol, SAD, correspondentes a 3,37% do capital social e dos direitos de votos».
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:01

Janeiro 19 2014
Hugo Miguel, de 37 anos, é o árbitro do jogo desta tarde, entre Benfica e Marítimo, e a nomeação do juiz de Lisboa causou incómodo na SAD benfiquista.
Na Luz ainda ninguém esqueceu um célebre Académica-Benfica, de 25 de fevereiro de 2012, dirigido por Hugo Miguel e no qual, segundo o observador desse jogo, José Ferreira, o árbitro não viu duas grandes penalidades a favor das águias. O empate nesse jogo permitiu ao FC Porto chegar à Luz, na jornada seguinte, em igualdade pontual e passar para a liderança.

Depois disso, Hugo Miguel encontrou-se com os encarnados em mais três ocasiões: num jogo da Taça de Portugal na época passada (6-0 ao Desp. Aves); na vitória do Benfica frente ao Olhanense, também da época passada (2-0), em que obteve a nota 7 de A BOLA; e ainda no derby com o Sporting, da terceira jornada desta época (1-1), em que a equipa de Jesus reclamou fora de jogo no golo de Montero e queixou-se de dois penalties por assinalar sobre Cardozo.

Os responsáveis da SAD têm, ainda, presente que Hugo Miguel foi o nomeado para apitar o jogo do FC Porto com o Paços de Ferreira na última jornada da época passada, no qual o primeiro golo surgiu na sequência de um penalty inexistente.
Somando as recentes críticas de Pinto da Costa, presidente do FC Porto, sobre a arbitragem do clássico, os encarnados mostram-se, no mínimo, desconfiados de um árbitro de quem não guardam boas recordações.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 14:25

Novembro 29 2013
Esta quinta-feira foi dia de Assembleia-Geral da SAD do Benfica, que decorreu no estádio da Luz. Os quatro pontos em apreciação foram aprovados por maioria e foi ainda dado um voto de confiança a todos os órgãos que compõem a SAD do Clube.

Os pontos em apreciação eram:
Ponto 1: Apreciar e deliberar sobre o relatório de gestão e contas do exercício de 2012/2013; 
Ponto 2: Deliberar sobre a proposta de aplicação de resultados; 
Ponto 3: Proceder à apreciação geral da administração e fiscalização da sociedade; 
Ponto 4: Proceder à aprovação da declaração sobre a política de remuneração dos membros dos órgãos de administração e de fiscalização.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 12:18

Novembro 02 2013
No exercício de 1 de julho de 2012 a 30 de junho de 2013, o passivo da Benfica SAD passou de 426,1 para 440,5 milhões de euros, revelam os encarnados no relatório que enviaram à Comissão de Mercados e Valores Mobiliários (CMVM). 
Já o passivo ativo consolidado aumentou de 411,9 para 416,7 milhões de euros. Os proveitos operacionais da Benfica SAD foram de 88,3 milhões de euros.
O número de negócios realizados subiu de 2.608 para 3.026. No período em causa, a SAD registou um prejuízo de 10,4 milhões de euros. Trata-se de uma melhoria de 11,1 por cento face ao último exercício.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 14:36

Março 01 2013
No primeiro semestre desta época (2012/2013) a SAD do Benfica registou um lucro de 20,9 milhões de euros, o que representa um crescimento significativo (151,8 por cento) face aos 8,3 milhões de euros registados no período homólogo da temporada transata.
Muito por culpa das vendas de Javi García ao Man. City e Witsel ao Zenit entraram nos cofres da SAD encarnada 45,2 milhões de euros, números que representam um crescimento de 90,1% face aos 23,8 milhões de euros alcançados no mesmo semestre da época passada. 

«O resultado operacional consolidado apresenta um valor de 29,7 milhões de euros, o que, face aos 16,1 milhões de euros obtidos no período homólogo, representa um aumento de 84,7%. O resultado com atletas corresponde ao valor semestral mais elevado de sempre apresentado pela Benfica SAD, tendo superado os 24,4 milhões de euros, o que significa um aumento de 185% face aos 8,6 milhões de euros alcançados no 1º semestre de 2011/2012. Do ativo consolidado, importa destacar o valor do plantel que ultrapassa os 84,6 milhões de euros, assim como o ativo tangível que ascende a 158,4 milhões de euros», pode ler-se no comunicado que o Benfica enviou à Comissão de Mercados de Valores Mobiliários (CMVM). 

Por outro lado o passivo consolidado «regista um valor de 393,7 milhões de euros, tendo sofrido uma diminuição de 32,4 milhões de euros no decorrer do 1º semestre de 2012/2013, correspondendo ao valor mais reduzido dos últimos doze meses», revelam às águias. 
Comunicado enviado à CMVM
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:38

Fevereiro 26 2013
O Conselho de Administração da Benfica, SAD agendou uma Assembleia Geral extraordinária para 19 de março, a fim de deliberar sobre a emissão de obrigações ou outros valores mobiliários até ao montante máximo global de 80 milhões de euros, para reestruturação da dívida.

Comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM):
Proposta para a Assembleia Geral Extraordinária de 19 de março de 2013
Ponto Único da Ordem de Trabalhos: Autorizar, nos termos do nº 2 do artigo 8º do Contrato de Sociedade, o Conselho de Administração a deliberar sobre a emissão de obrigações ou outros valores mobiliários até ao montante máximo global de € 80.000.000 (oitenta milhões de euros), nos termos e condições que o Conselho de Administração vier a aprovar. 

Proposta
De acordo com o disposto no artigo 8º, nº 2, dos Contrato da Sociedade, o Conselho de Administração do Sport Lisboa e Benfica Futebol, SAD propõe que a Assembleia Geral delibere autorizar a emissão de obrigações ou outros valores mobiliários até ao montante máximo global de € 80.000.000 (oitenta milhões de euros), para reestruturação da dívida. 
Mais se propõe que o Conselho de Administração seja mandatado para executar a deliberação de autorização (se aprovada), uma ou mais vezes, nos termos mais convenientes para a sociedade. 
Lisboa, 26 de Fevereiro de 2013 
O Conselho de Administração da Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 16:48

Dezembro 03 2012
No primeiro trimestre do exercício de 2012/13, a SAD do Benfica teve um resultado líquido consolidado de 24,2 milhões de euros (ME) positivos, o que representa um crescimento de 60,8 por cento face ao período homólogo anterior.
O trimestre em causa corresponde ao período compreendido entre 01 de julho e 30 de setembro de 2012 e o resultado líquido obtido de 24,2 ME significou um aumento de 9,1 ME em relação ao período homólogo anterior, que foi de 15,1 ME.

Em comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários, os encarnados revelaram que o resultado operacional consolidado também cresceu em relação ao resultado registado a 30 de setembro de 2011, ao crescer de 18,6 ME para 28,6 ME, o que representa um aumento de 53,5 por cento. 
Por outro lado, os resultados com transações de passes de atletas ascendem a 30,4 milhões de euros, o que traduz um crescimento de 127,6 por cento face ao período homólogo, no qual se registou um montante de 13,4 ME.

As transferências dos futebolistas Witsel e Javi Garcia permitiram ao Benfica alcançar uma verba de 43,8 ME de proveitos, o que equivale a um aumento de 108,5 por cento relativamente ao montante de 21 ME alcançado no trimestre homólogo de 2011.
O ativo consolidado da SAD encarnada também registou um crescimento de 2,2 por cento face a 30 de junho de 2012, atingindo os 421 ME, enquanto o passivo consolidado diminuiu cerca de 14,8 ME no decorrer do primeiro trimestre de 2012/13, tendo-se registado um recuo do valor dos empréstimos bancários em 17,5 ME.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:27

Dezembro 01 2012
O relatório e contas da SAD do exercício de 2011/2012 foram, esta sexta-feira, aprovados por unanimidade em Assembleia-geral de acionistas, na qual José Eduardo Moniz assumiu o cargo de administrador.
José Eduardo Moniz, também vice-presidente do clube, tomou posse esta noite tal como os restantes novos corpos sociais, eleitos no dia 26 de outubro, assumindo as pastas da comunicação social e relações internacionais.
A AG desta sexta-feira teve uma maior participação do que é normal, segundo o administrador executivo Domingos Soares Oliveira, que destacou ainda a importância de o Benfica seguir em frente na Liga dos Campeões, para reforçar as contas do próximo exercício.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:45

Outubro 26 2012
A Benfica, SAD esclareceu, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a posição que decidiu adotar relativamente aos direitos televisivos dos jogos da equipa profissional de futebol.

Comunicado integral:
«A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, vem informar que: 

1) Confirma que teve propostas concretas para a aquisição dos direitos de comunicação audiovisual dos jogos disputados pela equipa profissional na competição principal da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, tendo inclusivamente rejeitado a última proposta que recebeu, conforme comunicado do dia 6 de março de 2012; 

2) Confirma que entre abril e julho de 2012 foi desenvolvido um estudo por uma consultora internacional sobre modelos alternativos de exploração de direitos televisivos, tendo-se concluído este processo em 14 de julho de 2012; 

3) Este estudo teve como base 4.523 inquéritos a Sócios do Sport Lisboa e Benfica e 1.752 inquéritos a adeptos (não sócios) do Clube; 

4) As conclusões do estudo consideram a possibilidade da não alienação dos direitos de transmissão televisiva e o seu exercício por meios próprios. 

5) Em função do contexto externo e interno do mercado de direitos televisivos, considera o Conselho de Administração desta Sociedade, como solução mais adequada à defesa dos interesses dos seus Acionistas, assegurar a transmissão dos referidos direitos pelos seus próprios meios, ou seja, através da Benfica TV. 

O Conselho de Administração 
Lisboa, 25 de Outubro de 2012»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:55

Agosto 21 2012
Apesar de ainda não ter feito uma grande transferência, como aconteceu nas épocas anteriores com jogadores como Ramires, Di María, David Luiz e Fábio Coentrão, a SAD do Benfica já encaixou 10 milhões de euros com os jogadores considerados excedentários.
Em matéria de vendas, o destaque vai para o avançado brasileiro Éder Luís, 27 anos, que foi comprado pelo Vasco da Gama por € 3,5 milhões, ao passo que o compatriota Fellipe Bastos, médio de 22 anos, rendeu 1 milhão de euros.
O lateral/médio direito dinamarquês Daniel Wass, 23 anos, foi comprado pelo Évian por € 1,2 milhões, o extremo ganês Ishmael Yartey, 22 anos, rumou ao Sochaux a troco de € 1,5 milhões (por 60 por cento do passe), e Capdevila, lateral-esquerdo de 34 anos, assinou pelo Espanhol por € 750 mil. Contas feitas, as cedências em definitivo renderam € 7,95 milhões.
Relativamente aos empréstimos, surge Nélson Oliveira no topo, com o Corunha a pagar € 600 mil para contar com o avançado português de 21 anos até final da temporada. Também o central Roderick Miranda, outro jovem de 21 anos, foi para o emblema da Galiza, recebendo o Benfica € 300 mil pela cedência até 30 de junho de 2013. Juntos, os dois frutos da formação encarnada valem € 900 mil, quase um milhão portanto, em apenas um ano.
Rodrigo Mora, atacante uruguaio de 24 anos, juntou-se ao plantel do River Plate, por uma época, com as partes a acordarem um valor de € 500 mil para o negócio, e o avançado Franco Jara, 24 anos, regressou ao país natal, a Argentina, para defender as cores do San Lorenzo, recebendo as águias 350 mil euros. 
Por último, o médio brasileiro Airton, 22 anos, que já na temporada passada tinha estado cedido ao Flamengo, fica mais um ano no Mengão, que concordou pagar 300 mil euros.

Jogador Clube Encaixe Situação
Éder Luís Vasco da Gama € 3,5 milhões venda
Fellipe Bastos Vasco da Gama € 1 milhão venda
Daniel Wass Évian € 1,2 milhões venda
Yartey Sochaux € 1,5 milhões (60%) venda
Capdevila Espanhol € 750 mil venda
Nélson Oliveira Corunha € 600 mil empréstimo
Roderick Corunha € 300 mil empréstimo
Rodrigo Mora River Plate € 500 mil empréstimo
Jara San Lorenzo € 350 mil empréstimo
Airton Flamengo € 300 mil empréstimo 
Total € 10 milhões
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 18:29

Março 01 2012
A SAD do Benfica comunicou esta quinta-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) um resultado consolidado positivo de 16,1 milhões de euros, no período compreendido entre Julho e Dezembro de 2011, ou seja, referente ao primeiro semestre da época em curso. 

O referido valor já inclui as transações de atletas, nomeadamente a de Fábio Coentrão para o Real Madrid e de Roberto para o Saragoça, sendo que o Benfica recebeu ainda a segunda prestação da transferência de Di María para o Real Madrid.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:02

Novembro 30 2011

A SAD do Benfica não equaciona, nesta altura, ir às compras ou perder algum jogador no mercado de Inverno, apesar dos tempos de maior contenção financeira. 

Isso mesmo frisou Domingos Soares Oliveira, no final da Assembleia Geral de accionistas da sociedade anónima desportiva (SAD) do clube, que aprovou as contas do exercício de 1 de Julho de 2010 a 30 de Junho de 2011 – prejuízo de 7,8 milhões de euros – por larga maioria. 
O administrador-executivo do Grupo Benfica recusou, ainda, precisar o valor dos estragos provocados no Estádio da Luz após o derby de sábado, com o Sporting.
- As contas da SAD do exercício de 2010/11 foram aprovadas por esmagadora maioria. Há condições para retomar o ‘ciclo virtuoso’, como dizem no relatório?
- O ciclo virtuoso é algo que nunca quisemos dar por terminado, nem nunca terminará! É um processo em que os resultados desportivos conduzem a resultados económicos e os resultados económicos permitem continuar a política desportiva. O que este relatório diz é que tivemos, pela primeira vez nos últimos três anos, resultados operacionais positivos. Apresentámos um resultado operacional superior a 7 milhões de euros. Pela primeira vez, ultrapassámos os 120 milhões de euros, em termos de receitas, o que é muito significativo... e é a única forma de continuarmos a poder crescer. Num ano de contenção e em que, do ponto de vista desportivo, as coisas não correram tão bem como desejávamos [2010/11], continuar a crescer em termos de receitas é positivo. Mantendo esta política, vamos poder retomar esse ciclo virtuoso, com os resultados desportivos e económicos que todos os benfiquistas desejam.
- Um activo estimado em 410 milhões de euros, um passivo da SAD estimado em 395 milhões de euros. Estes números assustam as pessoas. E a vós?
- Há duas coisas que têm que ser encaradas em termos de passivo. Uma, é aquilo que é o passivo exigível, outra o que é o passivo não exigível. O nosso passivo tem-se mantido ao mesmo nível de anos anteriores. Teve um ligeiro crescimento, de cerca de 1 por cento, mas não tem tido grandes variações. E é importante dizer que neste passivo estão situações que se os clubes pagassem, porque clube algum paga a pronto, mas, repito, que se os clubes pagassem a pronto, este passivo já estaria muito reduzido com as operações que fizemos. Portanto, apesar de constarem alguns valores no passivo relacionados com determinado tipo de encargos, poderemos ter esses encargos já bastante reduzidos se, efectivamente, pudéssemos receber tudo a pronto. Mas hoje, ninguém paga a pronto. 
- O Benfica está salvaguardado das maiores taxas de juro que a banca pede agora, para conceder crédito?
- Não. O Benfica não tem capacidade para ter uma situação de excepção relativamente ao que é o mundo empresarial. Aquilo que afecta as empresas hoje em dia, que é um crescimento das taxas de juro, que é uma maior dificuldade no acesso ao crédito, também afecta o Benfica. Aí, também não somos diferentes e teremos que, obviamente, encontrar, como sempre encontrámos, as melhores soluções para fazer face a uma situação que é difícil para nós como é difícil para os portugueses e para todas as empresas.
- O que se altera na política de remunerações, um dos pontos aprovados nesta assembleia?
- Nada. É exactamente a mesma política de remunerações que em anos anteriores.
- Um dos pontos eram os prémios por objectivos. Se a equipa de futebol vencer títulos, o senhor, como administrador da SAD, passa a ganhar mais?
- Isso depende dos critérios que são fixados em cada ano.
- Mas esse critério foi fixado nesta AG de accionistas?
- Os critérios são fixados pela Comissão de Remunerações, aqui aprova-se uma política. Depois, existe uma Comissão de Remunerações que aprova em concreto aquilo que é a situação de cada um dos administradores. Reforço um aspecto importante: todos os administradores que são simultaneamente membros dos órgãos sociais do Benfica, e na SAD temos três, são administradores que, pelos próprios estatutos do Benfica, não podem ser remunerados.
- Há ‘fair play’ financeiro neste Benfica?
- Tem de haver. Esse é um aspecto importante. Temos consciência de que o facto de hoje ser mais difícil aceder ao crédito, e que o facto de hoje, simultaneamente, estar a ser exigido pela UEFA, e muito bem, que todos os clubes europeus cumpram critérios financeiros, vai exigir que todos os clubes, e a SAD do Benfica não é diferente, sejam mais rigorosos, do ponto de vista daquilo que fazem e dos resultados que apresentam. Temos consciência de que haverá que subir receitas, e subir receitas, nesta altura, pode parecer um contra-senso. Mas todos sabem que, no nosso caso, existe uma componente muito particular, dos direitos de transmissão televisiva, que está a ser negociada, e existe a perspectiva de podermos subir nessa matéria. Mesmo num segundo aspecto, que é a venda de jogadores. De há muito tempo que as principais SAD em Portugal integraram as operações com a venda de jogadores como operações do seu negócio. Vamos continuar a fazê-lo, teremos de continuar a ser muito criteriosos do ponto de vista daquilo que são os nossos investimentos. Se não há hoje a mesma capacidade financeira que havia no passado, teremos de ser, obviamente, mais restritivos naquilo que vamos fazer, ou mais selectivos. O nosso trabalho, do ponto de vista da prospecção, tem de ser muito importante. Agora, que vamos cumprir o que está no plano financeiro, vamos! E digo mais: somos o único clube em Portugal que está a participar, já, este ano, numa experiência piloto com a UEFA, em que querermos aplicar a nós próprios aquilo que são os mecanismos do Financial Fair Play, para depois anteciparmos em um ano o que serão as exigências da UEFA, a partir de 2012/13.
- Haverá compras em Janeiro? E vendas do plantel?
- Não temos nada previsto nesse aspecto. Com honestidade, naquilo que tem sido discutido no Conselho de Administração, não têm sido discutidas compras e vendas. 
- Vê essa nova parametrização financeira que a UEFA exige aos clubes que participam nas provas europeias a impedir outros clubes e SAD, como Sporting, FC Porto, Nacional ou Marítimo de participaram nessas competições, ou crê na capacidade dos dirigentes?
- Não. Com sinceridade, acredito que a capacidade de gestão que existe nas SAD portuguesas é muito boa. Considera que há profissionais competentes, naturalmente, na SAD do Benfica mas também nas SAD do FC Porto e na SAD do Sporting. Acredito que, em cada caso, será possível encontrar as melhores soluções. Não tenho dúvidas algumas de que todos os clubes e SAD portugueses cumprirão os mecanismos do Financial Fair Play.
- Trará uma maior moralização ao futebol?
- Não entendo a questão da moralização como questão que tenha de ser reequacionada. Estamos a fazer um bom trabalho, as SAD estão a fazer um bom trabalho, pelo que não se coloca aqui a questão de ter de haver uma maior moralização. Estamos todos moralizados.
- Mudando de assunto: já estão contabilizados os estragos no topo norte, após o derby de sábado? 
- A minha promessa é de não falar, aqui, sobre nada do que se passou no fim-de-semana. E não me compete, certamente, a mim, falar sobre o assunto.
- Mas é uma questão financeira...
- Não só.
- Mas já sabem qual o valor exacto dos estragos?
- Não vou falar sobre o assunto.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 18:42

Novembro 30 2011

Os accionistas da SAD do Benfica, reunidos na noite desta terça-feira no Estádio da Luz em Assembleia Geral, aprovaram por larga maioria o relatório de gestão e contas referente à época passada, com resultado negativo de 7,8 milhões de euros.

Em cima da mesa estiveram ainda mais três pontos, tendo os accionistas aprovado quase todos por unanimidade (houve apenas uma abstenção), incluindo um voto de louvor ao Conselho de Administração da SAD.

No final da Assembleia, o administrador Domingos Soares de Oliveira lembrou que o resultado financeiro foi referente a uma época menos feliz no aspecto desportivo e salientou que o Benfica, apesar do cenário de crise instalado no País, está a cumprir já com os requisitos exigidos pela UEFA para os clubes que participem nas competições europeias.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 16:46

Novembro 19 2011

Os lucros da SAD do Benfica mais do que duplicaram no primeiro trimestre da época de 2011/12, para 15,1 milhões de euros face ao período comparativo do exercício anterior, segundo o relatório e contas entregue na CMVM.

O resultado líquido consolidado apresenta uma variação positiva de 116 por cento, enquanto o resultado operacional consolidado ascendeu a 18,6 milhões de euros, um acréscimo de 7,9 milhões de euros face ao período homólogo do exercício anterior.

Os proveitos operacionais consolidados ascenderam a 26,4 milhões de euros, um aumento de 3,5 milhões de euros, e os custos operacionais consolidados aproximaram-se do valor de 21,2 milhões de euros, o que representa um acréscimo de 18,8 por cento.

As transações de atletas apresentam um resultado positivo de 13,4 milhões de euros, um acréscimo de 137,8 por cento face ao período homólogo do exercício transato.

O ativo consolidado do Grupo Benfica atingiu o montante de 410 milhões de euros, uma variação de 7,3 por cento face a 30 de junho de 2011, um facto explicado pelas alienações dos direitos desportivos dos atletas Fábio Coentrão (30 milhões de euros pagos pelo Real Madrid) e Roberto (8,6 milhões de euros pagos pelo Saragoça).

O passivo consolidado correspondeu a 395 milhões de euros, tendo registado um acréscimo de quatro por cento.

O primeiro trimestre do exercício de 2011/12 compreende o período entre 1 de julho de 2011 a 30 de setembro de 2011.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 18:07

Novembro 08 2011

A Benfica, SAD vai reunir em Assembleia Geral no próximo dia 29 de Novembro, às 19 horas, no Estádio da Luz. 
Serão quatro os pontos da ordem de trabalhos. A saber: 

1 - Apreciar e deliberar sobre o relatório de gestão e contas do exercício de 2010/2011; 

2- Deliberar sobre a proposta de aplicação de resultados - que em termos individuais correspondem a um prejuízo de 7.801.994 euros e em termos consolidados a um prejuízo de 7.663.266 euros (sugere-se a transferência para resultados acumulados) 

3 - Proceder à apreciação geral da administração e fiscalização da sociedade (propõe-se que seja aprovado um voto de confiança ao Conselho de Administração, ao Conselho Fiscal e ao Revisor Oficial de Contas da Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD)

4 - Proceder à aprovação da declaração sobre a política de remunerações dos membros dos órgãos de administração e fiscalização (no que respeita à remuneração dos cargos dos administradores, os critérios conjugados deverão ser o da relevância das áreas de gestão executiva que constituem o pelouro de cada um, assim como o nível de responsabilidade das respectivas funções na Sociedade; no que respeita à fixação dos prémios dos administradores relativos ao exercício de 2011/2012, deverá a Comissão de Remunerações atender, na sua fixação, aos principais indicadores financeiros, desportivos, comerciais e outros, tendo em consideração os objectivos definidos no início do referido exercício; em qualquer dos casos, deverá caber à Comissão de Remunerações a definição do peso específico e da ponderação relativa de cada um dos critérios acima enunciados que, só no plano da sua consideração deve essa Comissão ter por vinculativos).

A Assembleia Geral reunirá em segunda convocação no dia 19 de Dezembro, às 19 horas, no Estádio da Luz, com a mesma ordem de trabalhos, caso não esteja representada a totalidade das acções de categoria A no dia 29 de Novembro.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 20:30

Outubro 05 2011

As ações da Benfica SAD desceram esta terça-feira 37,78% até aos 0,84 euros, após na véspera terem disparado cerca de 35%, naquela que foi a segunda melhor sessão desde junho de 2007, quando na altura Joe Berardo lançou uma OPA sobre a SAD encarnada.

Esta terça-feira foram negociadas mais de 32 mil ações da Benfica SAD, tornando-se na sessão com mais liquidez desde 8 de novembro de 2010, quando foram negociados mais de 38 mil papéis do Benfica.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 02:42

Outubro 01 2011

O Benfica figura no top 30 do estudo elaborado pela Brand Finance, organização que fez o terceiro estudo sobre os clubes de futebol enquanto poder de marca. Os encarnados figuram na 28.ª posição e é a primeira vez que um clube português entra nesta lista. 

Segundo explicou a A BOLA João Baluarte, do Grupo Lift, que representa a Brand Finance em Portugal, a classificação podia ser ainda mais elevada: «Estamos só a falar da SAD, porque os clubes portugueses são eclécticos e as receitas são segmentadas. Se fôssemos avaliar o Benfica como clube e não apenas a SAD, os valores seriam superiores», acrescentou Baluarte, explicando que a projecção do valor de marca é feito com base no cruzamento das receitas de bilheteira, comercial e TV e de todos os estudos públicos. 

Há variáveis consideradas, entre as quais a situação financeira do país, o clima económico e o património do clube. No final atribui-se um rating, cuja lógica é semelhante ao das agências de notação. Os encarnados têm um BBB.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 08:38

Agosto 01 2011

O Benfica vendeu Roberto ao Saragoça por 8,6 milhões de euros ao Saragoça, comunicou o clube encarnado à CMVM. O guarda-redes espanhol será apresentado ainda esta segunda-feira nos espanhóis.

Assim sendo, os encarnados, que a temporada passada compraram o guarda-redes ao Atlético Madrid por 8,5 milhões (o mais caro da história dos lisboetas), lucram 100 mil euros com a venda do espanhol, tantas vezes criticado pelos adeptos do clube e que esta época perdeu espaço no plantel.

Recorde-se que Roberto representou o Saragoça em 2009/10, por empréstimo dos colchoneros, tendo efetuado boas exibições pelo conjunto de Aragão.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 20:49

Maio 25 2011

As acções da SAD benfiquista desvalorizaram mais de 70 por cento desde que a sociedade das águias passou a ser cotada em bolsa, o que sucedeu há quatro anos. Os títulos encarnados entraram na bolsa a 22 de Maio de 2007, avaliadas em cinco euros, e nesta altura valem apenas 1,32 euros, acumulando assim uma desvalorização de 73,6 por cento.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 19:18
Tags: ,

BENFICA 73
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


subscrever feeds
comentários recentes
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...
Tanto quanto narra a história a Cinderela saiu ven...
Fosse eu a tratar deste assunto e se este está a d...
Semeaste muitos ventos ó nalguinhas! Agora, aguent...

contador visitante