Setembro 18 2015

Com que impressão ficou de Rui Vitória no tempo em que trabalhou com ele? 

É um treinador super motivado pelo desafio que tinha pela frente. Ele sabe o que é o Benfica, já lá esteve, não é? Também me pareceu muito exigente e tem de ser assim, porque num clube como o Benfica já sabe que, quando não corre bem, a cobrança vai aparecer. Ele tem personalidade para gerir a cobrança dos adeptos. Acho que o seu maior trunfo é a mentalidade de benfiquista. Tem que ter para levar o Benfica ao sucesso. Estou a torcer por ele. No tempo que trabalhei com ele, foi impecável comigo. Educado, compreensivo. Quando soube que eu ia sair, veio falar comigo, disse-me que tinha pena de me ver partir.
Ficou surpreendido com a saída do Jorge Jesus do Benfica para o Sporting?
Um pouco. Imaginava que ele ia sair de Portugal. Quer dizer, primeiro imaginava que ele nunca ia sair do Benfica. Já estava lá há seis anos, controlava tudo. Era ele que resolvia tudo. Fazia tudo do jeito dele. Havia quem não gostasse, havia quem gostasse, mas, no fim de contas, o que interessa são os resultados. E depois, sem desprimor, mas muito menos pensava que ele ia para o Sporting. Não imaginava. Mas compreendo, o futebol é mesmo assim.
Acha que os adeptos do Benfica têm motivos para se sentirem traídos?
É complicado. Quando se fala de adeptos fala-se de emoções, sentimentos, de viver a aura benfiquista. Para um adepto, mudar para um rival não é normal, não é aceitável. É compreensível aquela raiva, aquela ira. Não critico os adeptos claro, mas têm que entender que faz parte do futebol. Mas, pronto, para mim não foi a melhor decisão que ele tomou, não é… (risos)
Na última época sentiu sempre Jorge Jesus focado até ao fim nos compromissos do Benfica?
Sempre. Sempre focado. É um profissional extremamente competente, extremamente focado. Ele não quer só ganhar, quer ganhar e quer ser quase perfeito. Quer jogar bem, marcar muitos golos e não sofrer nenhum. É super exigente e manteve isso sempre. Vi em poucos treinadores a paixão que ele tinha pelo futebol e a vontade de ganhar que ele tinha. Era super dedicado. Entre os jogadores até brincávamos que ele não sabia mais nada que não futebol…
Quais foram os melhores momentos que viveu com a camisola do Benfica?
(pausa) Os dois golos ao Olhanense, que deram o primeiro título nunca vou esquecer. Também os dois golos no Dragão, no ano passado, claro. Depois houve um golo contra o Sporting, após uma grande jogada do Nico [Gaitán]. Foi marcante, também foi num grande jogo e a jogada foi fantástica. Meteu também o Salvio, se não estou em erro. E a finalização foi perfeita.
E ficou-lhe alguma mágoa?
Mágoa? Não, nenhuma…
Nem aquelas finais da Liga Europa?
Ah. Pois. Não ter ganho uma competição europeia, se calhar. Estivemos em duas, com Chelsea e Sevilha. A mágoa foi essa, então. Mas fui muito feliz no Benfica e tenho momentos de grande alegria para recordar a vida toda. Se tivesse ganho a Liga Europa seria completo, mas estou satisfeito. Foram dois anos maravilhosos, junto de adeptos fervorosos, fieis que ajudam muito a equipa. Ver aqueles adeptos felizes faz-nos muito bem, também.
Jogou com Cardozo, Rodrigo, Jonas… Com quem se entendia melhor?
Sempre essa pergunta (risos). Não imagina as vezes que me perguntam isso… São jogadores completamente diferentes. Se fizermos uma análise, acho que o Jonas foi o que melhor encaixou comigo, o que mais se entendeu. Acho que até foi a dupla que rendeu mais golos. Era muito fácil jogar com ele. O Rodrigo era mais explosivo e finalizava bem. O Jonas tinha aquela movimentação que complicava muito a vida aos adversários. E merece o momento que está a viver. Chegou mais tarde no ano passado e fico feliz por tê-lo ajudado a chegar a este nível.

Fonte: Maisfutebol

publicado por Benfica 73 às 14:51

Setembro 18 2015

Está a chegar o jogo que promete parar o país. As duas equipas que têm repartido o domínio do futebol português nos últimos anos enfrentam-se este domingo no Estádio do Dragão. O FC Porto-Benfica ameaça começar a desvendar um pouco da história do campeonato. 

Ocasião perfeita, portanto, para falar com o homem que decidiu o jogo da temporada passada, dando ao Benfica uma vitória que escapava desde 2005. Lima, que agora está no Al-Ahly, do Dubai, decidiu o duelo do Dragão e antevê o deste ano, acreditando que o Benfica pode repetir a façanha. 

O avançado faz, ainda, uma retrospetiva dos anos de águia ao peito, comenta a saída de Jorge Jesus para o Sporting («Nunca imaginei») e aborda temas como a possibilidade de jogar pela seleção portuguesa e a nova vida nas Arábias. 

Vamos então ao motivo principal do telefonema: o Clássico do ano passado. Ainda o guarda na gaveta das boas memórias?
Claro! E de lá não sai… Foi um jogo muito especial por dois motivos. Pelos dois golos, claro, porque não é fácil marcar dois golos no Dragão. Se bem que eu, por todas as equipas em que joguei, consegui marcar lá…Faltou o Vizela porque não tive essa oportunidade. Vai daí e se tivesse calhado na Taça ou assim tinha marcado também (risos). Sempre fui feliz ali, mas sempre individualmente. Faltava marcar e vencer e esse é o segundo motivo por que o jogo do ano passado foi tão especial. E, além disso, foi um passo importante para o título.
Importante ou decisivo?
Decisivo não foi. Ainda faltavam muitos jogos. O Benfica tem sempre dificuldades em campos pequenos de algumas equipas. Jogos no inverno, relvados difíceis e as equipas quando jogam contra o Benfica querem mostrar sempre mais. Era nítido isso. Eu sei porque passava-se o mesmo comigo quando estava no Belenenses ou no Sp. Braga. Comentávamos logo: vem aí o Benfica, há que dar mais… Mas, resumindo, não foi decisivo mas foi, claro, um jogo super importante.
Então e esse hábito de marcar ao FC Porto vem de onde? Não gosta de azul?
(Risos) Não, nada disso. Acho que é só coincidência. Eu motivo-me da mesma forma para qualquer jogo. Seja contra o FC Porto seja, sem desmerecer, o Arouca, o Paços ou o Moreirense, por exemplo. Motivo-me sempre da mesma forma. Portanto talvez seja destino ou coincidência. Claro que depois os dois golos do ano passado repercutiram muito por ser um dérbi. O FC Porto é uma grande equipa e vai continuar a ser. Não é para qualquer jogador fazer dois golos assim.
O jogo do Dragão serviu também para acabar de vez com o «fantasma» do Kelvin?
Foi um jogo muito difícil. Foi uma machadada naquele grupo. As coisas estavam a correr-me muito bem, era a minha primeira época no Benfica, já tinha marcado quase 30 golos, se não estou em erro. Nesse jogo também marquei e não contava com aquilo. Nem eu nem ninguém, claro. Lembro-me que saí para entrar o Cardozo, penso eu, estava 1-1 e tínhamos a vantagem e o jogo seguro até o Kelvin acertar aquele chuto. Naquele momento…Bem, é uma tristeza tremenda.
Aquele golo perseguiu o grupo?
Não, ficou ali. Havia sempre aquele trauma, porque aquele final de época foi muito difícil, mas percebemos que tínhamos de seguir em frente. Tiramos lições para o futuro. Sabíamos, depois daquilo, que tínhamos de ser mais fortes, mais exigentes em todos os aspetos. Se mais não fosse, serviu para tirarmos lições para o futuro e, no ano seguinte, aí sim, foi tudo completo.
O Benfica pode fazer este ano o mesmo que no ano passado?
Acredito que sim e torço por isto. Continuo benfiquista (risos).
E é benfiquista deste quando? Só quando conheceu o clube por dentro?
(Risos) Há uma história muito boa. Eu quando cheguei a Portugal era super ambicioso. Era um sonhador e tinha um sonho bem definido: jogar num grande, estar em grandes jogos. Felizmente esse foi um sonho que consegui realizar. Já vivi muita coisa. Ganhei dois títulos portugueses, joguei a Liga dos Campeões, estive em finais da Liga Europa. Hoje estou super realizado. E recordo que um dia, estava num café a ver um jogo do Benfica no Jamor, final da Taça de Portugal. O treinador do FC Porto era o Mourinho e o Benfica ganhou. Bem, foi uma festa enorme em Vizela. Aliás foi em todo o país, o Benfica é enorme. Antes do jogo, veio um amigo, o Pedro, lá de Vizela, buscar-me a casa: você vai ver o que é o Benfica. Fiquei fascinado por aquela paixão. Ele tirou uma foto que o Cláudio [ex-Gil Vicente], outro grande amigo, guardou até hoje e enviou-me há dias. E dizia-me: um dia você vai jogar no Benfica. Naquela altura, eu mal jogava no Vizela…Até hoje recordo essa história.
A foto de 2004 (cedida por Cláudio, central do Vizela e grande amigo de Lima)
Como antevê, então, o jogo deste domingo?
Os dérbis são sempre jogos muito difíceis. O que procurávamos fazer era ser sempre exigentes no campo. O FC Porto tem bons jogadores, mas vi estes últimos dois jogos do Benfica e senti que a equipa está mais entrosada. Está a formar uma grande equipa. Precisam de unir-se. E depois o Luisão, Jardel, Júlio César vão passar para os mais novos a importância do jogo. Já viveram muitos jogos grandes, sabem o que têm de fazer para ganhar.
O FC Porto-Benfica é um jogo à parte dos demais?
Sem dúvida. Porque ali não conta só o resultado. É a motivação que traz, o bem que faz ao ego ganhar um Clássico. Se o Benfica encarar o jogo de forma muito aguerrida, muito concentrada, com o talento que tem na frente pode repetir o que fez no ano passado. Há o Jonas, o Mitroglou, que tenho gostado muito, e o Gonçalo Guedes, que já sabia que tinha um grande talento, mas que me surpreendeu pela personalidade que coloca em campo. Sem falar no Nico…o craque. É um grande jogador e uma pessoa espetacular. É fundamental no Benfica.
Quem pode ser este ano o novo Lima no Dragão?
(Risos) Vou dar um palpite profissional e apostar no Jonas. E também um palpite pessoal. Gostava muito que fosse o Jardel a dar a vitória ao Benfica. Tive grandes companheiros no Benfica, mas o Jardel era aquele com quem tinha mais ligação. Estava com ele quase todos os dias, jantávamos juntos muitas vezes. Tínhamos uma ligação mais efetiva. Até lhe vou agora mandar uma mensagem a dizer que aposto nele para marcar no Dragão (risos). É um grande profissional, um grande jogador e tem evoluído bastante.
Curiosamente, durante muito tempo foi falada a possibilidade de o Lima estar...do outro lado do Clássico. É verdade que esteve perto de assinar pelo FC Porto quando representava o Sp. Braga?
Acho que isso foi só especulação. Pelo menos não houve nenhuma proposta que chegasse até mim. Mas é verdade que muita gente falava-me disso. Até no Belenenses. Diziam-me: olha que o FC Porto está de olho… Na altura fiquei contente, claro. Estava no Belenenses e o FC Porto é uma grande equipa. Mas pronto, tudo tem o seu momento certo e acabei por ir para outro grande clube. Hoje posso dizer que felizmente não fui (risos), porque nos três anos que estive no Benfica ficamos por cima do FC Porto em dois...
Qual era o jogo que mexia mais com os jogadores: Benfica-FC Porto ou Benfica-Sporting?
Nos três anos que estive no Benfica, não sei se foi por o Sporting não estar tão no topo e não brigar pelo título, eram os jogos com o FC Porto. Eram os mais fervilhantes, os mais tensos. Sentia que o país parava para ver aquilo. No tempo que lá estive, sem dúvida que o FC Porto foi o maior rival do Benfica.

Fonte: Maisfutebol 

publicado por Benfica 73 às 12:48

Setembro 18 2015
 
A saída de Lima – e até de Jonas – para outros mercados que não o europeu esteve sempre em cima da mesa durante o verão. "Tenho 32 anos e já começava a planear o futuro. Tentava imaginar todas as possibilidades, mas sempre fui feliz no Benfica. Por mim ainda poderia ter jogado mais uma época. Antes de ter recebido a proposta até tinha renovado por mais dois anos. Foi tudo muito rápido", recorda o atacante.

A decisão de deixar Lisboa rumo ao Dubai, essa, esteve relacionada também com o contrato que foi apresentado a Lima pelo Al Ahli. A proposta era demasiado boa para ser recusada, mas as saudades, por vezes, têm falado mais alto: "O aspeto financeiro foi o que mais pesou na decisão mas, ao mesmo tempo, fiquei triste, pois vivi momentos muito especiais no Benfica. Ainda hoje os recordo quando vejo o estádio cheio e os meus ex-colegas a jogar. Mas penso que fiz uma boa escolha, pois também tenho de pensar no meu futuro e no das minhas filhas. O Benfica também me dava condições, claro, mas tive uma grande proposta e um bom contrato."

Mesmo à distância, Lima sabe que deixou saudades na Luz e é isso que quer guardar no livro dos melhores momentos de uma carreira que está a conhecer um novo capítulo no Al Ahli Dubai, onde já soma seis golos em cinco jogos: "Saí pela porta grande e deixei o nome gravado no clube. Vivo outra realidade, mas estou feliz por poder continuar a marcar golos."

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 11:34
Tags: ,

Junho 26 2015

O Benfica está a tentar garantir a continuidade de Jonas e Lima no plantel que vai estar às ordens de Rui Vitória na próxima época, noticia A BOLA esta sexta-feira.

Não obstante o assédio do mercado chinês, de onde poderiam chegar 20 milhões de euros pelos dois jogadores, a SAD presidida por Luís Filipe Vieira está empenhada em segurar a dupla de avançados brasileiros, que rendeu 50 golos na última temporada.

Escreve A BOLA que tanto Jonas como Lima podem, inclusivamente, renovar contrato com as águias, prolongando o vínculo válido até junho de 2016.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 11:18

Junho 21 2015
A saída de Jonas não deverá ser a única baixa para Rui Vitória, pois a permanência de Lima no Benfica afigura-se extremamente complicada. O avançado também é desejado por um clube chinês que, no início da próxima semana, deverá apresentar uma proposta formal visando a transferência do atleta.

Apesar do destino conjunto de Lima e Jonas ser o Extremo Oriente, os casos estão a ser tratados de forma individual, pois são processos distintos. Nos próximos dias, a situação do camisola 11 pode ser clarificada, sabendo-se que a China também chama pelo segundo melhor marcador do Benfica.


A gozar férias no Brasil, Lima sabe que é desejado na liga chinesa e os números já propostos são suficientemente tentadores para o fazer desejar esta mudança. O avançado, aos 32 anos, sabe que esta poderá ser a última oportunidade de assinar de um contrato milionário que lhe garanta uma reforma dourada, e está fortemente inclinado a iniciar uma nova etapa na sua carreira após ter passado os últimos seis anos em Portugal ao serviço de Belenenses, Sp. Braga e Benfica.


A SAD, pelo seu lado, também não quer perder a oportunidade de assegurar um importante encaixe financeiro por um jogador que termina contrato no final da próxima época e, em janeiro, poderá assinar um novo contrato sem que o Benfica seja indemnizado. Confirmando-se uma oferta por valores semelhantes aos envolvidos na venda de Jonas, Lima sairá do emblema benfiquista.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 14:59
Tags: ,

Junho 20 2015

O avançado brasileiro Lima recorda os dois golos marcados na vitória sobre o FC Porto, no Estádio do Dragão, determinante na caminhada dos encarnados rumo ao bicampeonato.
«Foram golos importantíssimos. Já tinha marcado no Dragão mas nunca tinha vencido. Foi uma vitória importante para o campeonato e é sempre especial vencer lá. Já tinha marcado golos ao Porto pelo Belenenses e pelo Braga. Sempre que jogo contra o Porto marco golos... é bom. Já é uma tradição. Nós motivamo-nos muito para esses jogos que decidem campeonatos. Espero continuar a marcar em grandes jogos», disse em entrevista à Benfica TV.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:56

Junho 16 2015

A Imprensa chinesa está a avançar com a possibilidade de o avançado brasileiro Lima ser reforço do Guangzhou Evergrade, campeão nacional daquele país, que será orientado na próxima temporada por Luiz Felipe Scolari.
Lima, 32 anos, acaba de terminar a terceira época ao serviço do Benfica, tendo apenas mais um ano de contrato.
Caso transferisse agora o jogador, o Benfica garantiria assim algum retorno financeiro, uma vez que a partir de janeiro Lima ficará livre para assinar por qualquer clube a custo zero.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:03

Maio 28 2015

O Al-Gharafa está interessado em Lima, apurou O JOGO. O emblema do Catar, que terminou na sétima posição do campeonato, está determinado a garantir reforços para o ataque, depois de ter perdido o ex-portista Lisandro López para o Internacional de Porto Alegre, em janeiro, e também Miku Fedor para o Rayo Vallecano, na mesma altura.

Como se tal não bastasse, Nenê rumou igualmente ao West Ham, tornando premente a reposição de elementos ofensivos. O Al-Gharafa ainda não fez chegar à Luz qualquer proposta oficial, mas este é um cenário seriamente ponderado no seio do clube, que tem um brasileiro no banco de suplentes: Marcos Paquetá. Tal como O JOGO adiantou oportunamente, o futuro de Lima está em aberto e o avançado tanto pode ser negociado como renovar o contrato, atualmente válido até 2016.

Fonte: O Jogo

publicado por Benfica 73 às 11:40
Tags: ,

Maio 18 2015

Lima reconhece que o título conquistado este ano tem outro sabor. O avançado brasileiro deixou ainda palavras de agradecimento a todos aqueles que apoiaram a formação encarnada ao longo da temporada.
«Quero agradecer aos adeptos. Tivemos dificuldades, mas é merecido. Desde a quinta jornada que somos líderes e ser bicampeão é fantástico. Foi mais difícil do que na época passada», disse o camisola 11 no final do encontro.
«O Benfica não era bicampeão há 30 anos, por isso a responsabilidade era maior», acrescentou.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:44
Tags: ,

Março 10 2015

Campeonato, Taça de Portugal, Taça da Liga e Supertaça. Não há competição em Portugal que Lima não tenha festejado, tendo também a experiência de já ter chegado a três finais europeias, embora sem qualquer título. Mas se a nível coletivo o balanço é deveras positivo, já no plano individual continua a faltar um título que todos os goleadores gostam de ter na vitrina. É que, em seis temporadas na principal divisão do nosso futebol, o brasileiro nunca logrou arrebatar a Bota de Ouro Record. Esta época o objetivo volta a estar em cima da mesa e a lesão de Jackson Martínez pode dar esperança ao camisola 11 do Benfica.


O colombiano tem 17 golos na Liga, mais cinco que o benfiquista, mas irá ficar afastado da competição pelo menos um mês. Lima, caso mantenha a veia goleadora das últimas rondas, pode aproximar-se do trono. Na peugada do jogador do FC Porto está também Hassan (Rio Ave), que contabiliza 11 tentos, tantos como André André, do Vitória de Guimarães.


Em 2011/12, o atacante, então ao serviço do Sp. Braga, quase colocou uma mão neste troféu mas acabou por ser ultrapassado em cima da meta por Cardozo. Ambos terminaram com 20 golos, mas o paraguaio levou a melhor, uma vez que tinha menos minutos jogados, sendo esse o primeiro critério de desempate. Na época seguinte, que começou no Minho e continuou na Luz, Lima também chegou aos 20 golos na Liga, insuficientes, no entanto, para atingir os 26 de Jackson Martínez.


2015 produtivo

Esta época Lima só festejou no campeonato, tendo marcado a maioria dos golos no ano de 2015. Esta época, até dezembro, o brasileiro acertou apenas cinco vezes com a baliza adversária e chegou até a falar-se de crise. Contudo, o novo ano trouxe hábitos antigos e o camisola 11 começou a marcar novamente. Leva sete tentos. Arouca (2), Estoril, V. Setúbal (2), Boavista e Marítimo foram as vítimas.


"Dá" menos pontos

O bis em Arouca levou Lima a ultrapassar o registo no mesmo período da época passada, que era de 11 golos, tendo em conta apenas jogos do campeonato.Agora, antes da jornada 25, o atacante já faturou por 12 vezes, o que numa análise superficial leva a constatar que esta é uma temporada mais produtiva. Um facto, pelo menos nas contas individuais.


No coletivo já não é bem assim. Os golos de Lima esta temporada não valeram tantos pontos conquistados ao Benfica. Na verdade, o atacante "deu" 6 pontos à equipa, contabilizados nos 5 golos marcados diante de Estoril, FCPorto e Arouca. Os restantes 7 tentos contaram apenas para a contabilidade do avançado.

Na derradeira época, Lima, nesta altura da prova, já havia conquistado 10 pontos para o Benfica, tendo arrecadado ainda mais 5 pontos até final da temporada. Foi fundamental nas contas do título.


Longe também está o registo de 2012/13, a primeira época que fez na Luz. Então, o camisola 11 conquistou 8 pontos até à jornada 24, conseguidos através de 15 golos, dos quais apenas cinco entram para estas contas. Note-se que até final da temporada o atacante chegou aos 20 golos na prova maior do futebol, tendo conseguido, no total, 12 pontos para a equipa.

É um Lima a crescer de produtividade que tem pela frente 10 jogos para tentar que esta época não seja a que menos pontos conquista para o Benfica.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 14:37
Tags: ,

Março 10 2015
 

Lima está a um passo, que é como quem diz um remate certeiro, de chegar aos 100 golos em Portugal, uma marca que pode atingir já no próximo sábado desde que fature diante do Sp.Braga. Um marco que, curiosamente, poderá ser alcançado diante da equipa onde se notabilizou e que lhe permitiu dar o salto para o Benfica.


O brasileiro continua a ser um elemento nuclear na equipa orientada por Jorge Jesus, que sempre manifestou um grande apreço pelas qualidades de um avançado que começou a destacar-se em Portugal ao serviço do Belenenses (em 2003 teve uma passagem efémera peloVizela, onde só disputou sete jogos e nunca marcou). Foi, aliás, no Restelo, e pelas mãos de João Carlos Pereira, que Lima se cruzou com o Benfica pela primeira vez. O brasileiro estreou-se no escalão principal do futebol português a 13 de setembro de 2009 frente à equipa encarnada, já treinada por Jorge Jesus. O atacante entrou ao intervalo e não se mostrou – as águias golearam por 4-0 – mas ainda chegou ao final da temporada com 12 golos somados.


Explosão

As boas exibições com a camisola da cruz de Cristo valeram-lhe a transferência para o Sp. Braga, onde confirmou a veia goleadora. No Minho, o sul-americano jogou duas épocas completas e ainda iniciou a terceira, antes de ingressar no Benfica, tendo deixado um legado de 31 golos marcados. Este registo levou a SAD encarnada, no verão de 2012, a investir quatro milhões de euros na compra do passe.


Já em Lisboa, o camisola 11 não demorou a dar retorno desportivo. No primeiro ano tornou-se titular indiscutível e terminou a temporada com 28 remates certeiros nas provas nacionais. Aliás, no Benfica conseguiu ser mais eficaz que Cardozo, a grande referência ofensiva dos encarnados no século XXI. Em 2012/13, o Tacuara assinou 22 golos (17 no campeonato, contra os 20 de Lima na prova).


No segundo ano de águia ao peito, Lima, mesmo com um número baixo de golos na Liga (16), cimentou o estatuto de referência ofensiva dos encarnados e acabou por ser fundamental nos pontos ganhos e no sucesso (ver outra peça) do Benfica que, recorde-se, a nível interno ganhou todas as provas do calendário.


Em 2014/15 Lima entrou com o pé esquerdo e só marcou na 5.ª jornada, ao Moreirense, na conversação de um penálti, um golo aplaudido até por Jorge Jesus. Desde então, voltou a fazer o gosto ao pé em mais onze ocasiões e chegou aos 99 golos. Agora resta esperar para saber se frente ao Sp. Braga celebrará o número 100.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 14:36
Tags: ,

Dezembro 17 2014

Lima, autor dos dois golos do Benfica no Estádio do Dragão, diz que as águias já viraram a página do clássico, garantindo total concentração no jogo com o SC Braga, referente aos oitavos de final da Taça de Portugal.

«Esse jogo faz parte do passado, agora o pensamento está na Taça de Portugal. Vamos enfrentar um adversário muito forte, como o SC Braga. Há que pensar jogo a jogo, treino a treino. É mais um jogo difícil e muito importante para tentarmos revalidar o título da Taça de Portugal, competição que o Benfica valoriza muito. Esperamos ter o apoio dos nossos adeptos para nos ajudarem até ao final», disse o avançado brasileiro, em declarações à Benfica TV.

Para domingo está agendada a receção ao Gil Vicente, naquele que será o último compromisso dos encarnados para o Campeonato antes da viragem do ano.

«O pensamento é jogo a jogo. Agora pensamos exclusivamente na Taça, o Campeonato fica para depois. A concentração está na partida da Taça, que vamos procurar vencer», afiançou Lima.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:58
Tags: ,

Dezembro 15 2014

O avançado Lima, que bisou frente ao FC Porto (2-0), reconheceu que ficou satisfeito por ter ajudado o Benfica a derrotar os rivais no Dragão.

«Como sempre na união da equipa, que procura jogar motivada e que tem jogadores de qualidade. Nós marcámos bem, fomos felizes na finalização e a equipa foi feliz», afirmou Lima, em declarações à Sport TV.

O avançado brasileiro tem marcado com frequência ao FC Porto.
«Tenho tido a felicidade de fazer, mas é uma mera coincidência. Hoje fui novamente feliz e contei com o apoio da equipa.»

Sobre a vantagem de seis pontos para o FC Porto.
«Conseguimos ganhar e temos de continuar com o mesmo trabalho, porque nada está ganho.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:59
Tags: ,

Julho 05 2014
O brasileiro Lima espera continuar a fazer dupla com Rodrigo na frente de ataque do Benfica na época 2014/15.
«Espero que ele fique, é um excelente jogador, ajuda-nos muito e espero contar com ele para ajudar a equipa. É um jogador que tem todo o carinho do plantel, espero que fique connosco», disse à margem da visita do plantel à fábrica da Sagres.
Presentear os adeptos com títulos volta a ser o objetivo para esta temporada: «Os adeptos estão contentes e mais do que nunca vão apoiar a equipa. Querem títulos, e nós temos todos de trabalhar muito para corresponder às expectativas porque o objetivo é sempre esse.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:06
Tags: ,

Maio 09 2014
Na final da Liga Europa, Lima vai reencontrar adversário que lhe traz boas recordações. Na noite de 24 de agosto de 2010, o avançado, então ao serviço do SC Braga, marcou três golos à equipa espanhola. 

«É bom recordar, foi um jogo em que fiz três golos. Mas agora é diferente. Nessa o Sevilha também tinha muitos bons jogadores, mas agora acho que tem muita força através do coletivo», referiu Lima, perspetivando o reencontro marcado para a próxima quarta-feira em Turim:

«Acredito que vai ser um grande jogo e vou estar ali para tentar marcar.»
Confrontado com o alegado favoritismo do Benfica, Lima referiu: «É uma final europeia e não há favoritismos. Qualquer clube que chegue à final é porque tem qualidade, mas claro que o Benfica está forte e confiante, pelo que quer vencer.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:22
Tags: ,

Março 25 2014
O avançado brasileiro Lima (Benfica) contabiliza 99 golos e estará esperançado em atingir os 100 golos no clássico, de quarta-feira, frente ao FC Porto, no Dragão, relativo à primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal.
Lima, de 30 anos, atravessa um bom momento no Benfica, tal como ficou provado na última partida, onde bisou frente à Académica, pelo que vai entrar em campo moralizado e pronto para atingir uma importante marca na sua carreira.
O avançado é atualmente o melhor marcador do Benfica com 17 golos em todas as provas.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:04

Março 24 2014
Terminado o jogo do Estádio da Luz, o brasileiro Lima, autor de dois dos três golos do Benfica, analisou, na flash interview, as incidências da partida com a Académica (3-0).

«Foi uma vitória muito importante e, uma vez mais, o apoio dos adeptos foi fundamental. Estamos a praticar bom futebol mas ainda podemos melhorar», começou por afirmar o avançado, acrescentando em jeito de conclusão:

- A Académica está a fazer um bom campeonato mas hoje o Benfica foi mais forte. Agora, precisamos de descansar porque está a ser uma época muito cansativa.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:16
Tags: ,

Março 22 2014
O avançado brasileiro Lima reconheceu que o grupo de trabalho está satisfeito por mais uma vez o Benfica estar a lutar em toda as frentes.
«Mais uma vez estamos em todas as frentes e vamos tentar manter a mesma sequência. Não estamos habituados a sofrer golos assim, mas faz parte. Não sofremos uma derrota e é importante manter a invencibilidade na Luz. Temos de manter a concentração e procurar fazer grandes jogos para passar», afirmou Lima, em declarações à UEFA.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:52
Tags: ,

Março 18 2014

Autor de um golo na vitória por 4-2 no reduto do Nacional, o avançado brasileiro Lima destacou a dificuldade do encontro com os insulares, mas elogiou o espírito combativo da turma encarnada no encontro na Madeira.


"Uma vitória sofrida, como tem sido sempre neste campeonato. Tanto fora como em casa têm sido todos os jogos difíceis. Quero ressalvar a grande qualidade de jogo que a equipa demonstrou. Saímos a perder, mas não desanimámos. Reagimos muito bem e a união de todos é a força desta equipa", começou por dizer, em declarações à SportTv.


"Sabíamos da qualidade do Nacional. Aqui é sempre difícil, diante de uma equipa que é sempre certinha, que explora bastante os contra-ataques. Sabíamos o que podia acontecer. Não nos abatemos, procurámos fazer o nosso jogo, o que temos feito durante a época. Quero parabenizar todos pela exibição", frisou.


Quanto ao título, Lima não quer já festejar: "Não, não... A nossa mentalidade é jogo a jogo. Ainda falta muito para nós. Assim é que temos de pensar. Encarar todos os jogos com seriedade e tem de ser esse o pensamento até final."

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:53
Tags: ,

Março 01 2014
O Arsenal continua de olho em Rodrigo, o West Ham entra em cena por Lima. A imprensa inglesa dá conta do interesse destes clubes e coloca a Premier League na rota de possíveis destinos para os dois avançados do Benfica no final da época.

Noticia o site TalkSport que Arsene Wenger se prepara para reacender o interesse em Rodrigo. O treinador do Arsenal fez algumas abordagens durante a última janela de transferências para perceber a situação do hispano-brasileiro e continua atento às exibições do jogador que ganhou algum protagonismo com a ausência forçada de Cardozo, devido a lesão.

Em janeiro, Rodrigo foi apontado como alvo de Inter, Zenit e Atlético Madrid, porém, o Benfica acabou por vender, por 30 milhões de euros, a totalidade do passe do jogador ao fundo Meriton Capital Limited, liderado pelo milionário de Singapura Peter Lim que tem relacionamento próximo com o empresário Jorge Mendes.

Lima prioritário para Allardyce

Também em Inglaterra faz-se eco do interesse do West Ham em Lima. Uma fonte próxima do clube garantiu ao site Football Direct News que o número 11 das águias aparece como alvo prioritário para o treinador Sam Allardyce.

«Neste momento, percebe-se que Sam quer contratar Lima ao Benfica. É um jogador que está em forma e numa idade em que o Benfica pode pensar que não terá muitas oportunidades para lucrar com ele. Veremos o que acontece e se conseguimos um bom negócio.»

A mesma fonte assegura que o clube tem enviado emissários para observar o desempenho do brasileiro e que é praticamente certa uma proposta no final da época.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:04

Janeiro 30 2014
Lima é, provavelmente, o jogador mais pressionado pelo regresso iminente de Cardozo à competição, depois de quase três meses de ausência, devido a lesão. Da dupla de avançados que tem atuado nos últimos jogos, o brasileiro é aquele que tem estado em menor evidência, em contraste com a grande forma de Rodrigo.

Mas há um dado que joga a favor dele, nas vésperas do desafio frente ao Gil Vicente, no Minho: a equipa de Barcelos é aquela a quem Lima mais golos marcou em Portugal, com dez remates de sucesso. Os galos estão no topo da lista de 23 clubes nacionais que sofreram com a pontaria do jogador de 30 anos, sendo que no segundo lugar surge o FC Porto, com sete golos encaixados, tal como Paços de Ferreira, Académica e Olhanense.

O Gil Vicente também foi a equipa a quem Lima marcou o primeiro golo em Portugal. Corria a época 2009/10 e, ao serviço do Belenenses, foi um dos protagonistas principais no empate a uma bola diante dos barcelenses, a 27 de outubro de 2009, num jogo disputado no Estádio do Restelo, a contar para a fase de grupos da Taça da Liga.

A tendência manteve-se nos anos posteriores e pelos diferentes clubes que o jogador viria a representar. Na época seguinte, pelo SC Braga, ficou em branco nos jogos com o Gil Vicente, mas voltaria à carga em 2011/12, marcando quatro golos em dois jogos, num deles conseguindo um hat trick, no Estádio Cidade de Barcelos (vitória por 3-0), marca que apenas conseguiu noutras duas ocasiões - com o Sevilha, na pré-eliminatória da Champions, e diante do Rio Ave, na goleada por 6-1, na época passada, ao serviço do Benfica.

Falta apenas um tento para que o Benfica se torne na equipa mais beneficiada pelos golos de Lima. O brasileiro natural de Monte Alegre tem 40 golos ao serviço dos encarnados (30 na época passada, 10 em 2013/14), tantos quantos os apontados em duas temporadas em representação do SC Braga, clube que o catapultou para um nível futebolístico e mediático superior, trocando os minhotos pela Luz pelo valor de quatro milhões de euros (mais o empréstimo de Michel).

O camisola 11 é, a par de Rodrigo, o melhor marcador do Benfica, mas apenas com mais um golo que Óscar Cardozo, o que atesta bem o impacto e importância do paraguaio na equipa (tanto tempo de fora e quase se mantinha o goleador da equipa). O regresso do Tacuara vai provocar mexidas e Lima pode, pelo menos, agitar a bandeira do sucesso frente ao galo para não perder o lugar.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:24

Dezembro 17 2013
Lima, avançado do Benfica, admite que os encarnados podiam ter feito melhor na primeira parte e, em relação aos golos sofridos, diz que com os treinos a equipa vai melhorar.

«Primeira parte? O Olhanense teve mérito e a nossa equipa podia ter feito melhor. Felizmente fizemos os golos que precisávamos. É uma vitória justa. Procurámos os golos a todo o custo. Golos sofridos? Temos capacidade para não sofrer esse tipo de golos. Com os treinos vamos melhorar», afirmou o brasileiro em declarações à Sport TV.

Lima comentou ainda o regresso ao banco de Jorge Jesus na próxima jornada: «É o nosso treinador, é o nosso líder. Tem de estar no campo connosco.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 08:59
Tags: ,

Dezembro 10 2013
Não há Cardozo, há Lima e Rodrigo disponíveis para o ataque aos gauleses. Esta noite, na Luz, o Benfica precisa de golos para alimentar a esperança (ténue) de continuar na Liga dos Campeões se ao Olympiakos acontecer uma tragédia que permita fazer a festa em Lisboa.

Nesse sentido, Jorge Jesus, que esta noite regressa ao banco de suplentes (está a cumprir castigo de um mês nas competições internas, que termina no próximo desafio em Olhão) pode voltar a apostar na dupla que nos últimos jogos esteve encarregue da fazer os golos da equipa: Rodrigo, que em três jogos fez outros tantos golos (Anderlecht, na Bélgica, para a Champions, onde apontou o golo da vitória), Rio Ave, para a Liga e Arouca, na última jornada; e Lima, avançado que bisou em Vila do Conde e apontou o golo do empate com o Arouca, na última jornada do campeonato. 

A dupla de atacantes entende-se na perfeição e tem trabalhado para minimizar a ausência do ainda melhor marcador da equipa, Óscar Cardozo, afastado da equipa devido a uma lombalgia aguda.

Ou seja, nas últimas três partidas em que foram intervenientes, Lima e Rodrigo foram responsáveis por seis golos, sendo que nos dois últimos desafios foram apenas eles em exclusivo os autores dos tentos. 
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:23

Dezembro 02 2013
Lima, avançado do Benfica, considera que a vitória em Vila do Conde foi excelente, elogiou Rodrigo e, quanto aos dois golos que marcou, diz que a prioridade é a equipa.
«Sofremos um golo mas a equipa teve a capacidade para poder matar o jogo. Foi uma excelente vitória. Como me senti ao lado de Rodrigo? Senti-me bem, é um jogador muito rápido, ajuda muito a equipa. Estamos todos de parabéns. Já andava à procura do golo mas a prioridade é a equipa. Felizmente fiz dois golos e pude ajudar a equipa. Derrota do FC Porto? Temos sempre de jogar para vencer, independentemente dos resultados dos adversários», afirmou o brasileiro em declarações à Sport TV.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 14:11
Tags: ,

Novembro 18 2013

O Benfica tem, neste momento, três avançados de raiz no plantel. São eles Cardozo, Lima e Rodrigo, sendo que o paraguaio tem sido o mais “importante”, já que se tem mostrado decisivo em muitas das partidas dos encarnados na presente época.

Fonte: Record


Agora digo eu: Que se passa Lima?

publicado por Benfica 73 às 11:19

Novembro 05 2013
Lima, avançado do Benfica, garante uma equipa preparada, motivada e sem medo do ambiente frente ao Olympiakos.
«Se Fejsa passou informações sobre o Olympiakos? A mim não, espero que tenha passado para o Matic. Independentemente disso já conhecemos melhor o Olympiakos e estamos bem preparados. Ambiente? O Benfica já jogou em diversos campos com esse ambiente. Não vai ser um problema, é até motivador. Os jogadores estão preparados», afirmou o avançado brasileiro em conferência de imprensa.
Lima respondeu também às palavras do médio do Olympiakos, Samaris, que disse que a sua equipa joga com mais paixão que o Benfica.
«Temos é de nos preocupar com o nosso trabalho mas é com toda a paixão que representamos esta equipa e vestimos esta camisola».
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:19
Tags: ,

Outubro 17 2013
Durante este verão falou-se muito da possibilidade de Óscar Cardozo ser transferido do Benfica. Chegou a sentir o peso da responsabilidade perante a iminência de ter de o substituir? 
Não, de modo algum. Todos conhecem a qualidade de Óscar Cardozo, a história que ele tem construído no Benfica... Durante este defeso falaram-se muitas coisas e é verdade que me colocaram sob essa responsabilidade de substituir uma referência como ele, mas sempre estive tranquilo. Até porque joguei muitas vezes, incluindo na época passada, como primeiro avançado, embora a maioria dos jogos, é verdade, na companhia de Cardozo. Felizmente ele ficou connosco e ainda bem porque é um companheiro exemplar e que ajuda bastante o nosso grupo. 
Como é que os jogadores viram esse episódio entre Cardozo e Jesus no final da Taça? 
Acho que falou-se muito sobre isso, é uma questão que está ultrapassada e sinceramente não vale a pena voltar a esse assunto. 
Como foi ele recebido após o castigo do clube? 
Foi bem recebido, lógico. Como falei, o Cardozo é um excelente companheiro, uma pessoa que é muito amiga de todos nós, é uma pessoa divertida e claro que não podia deixar de ser bem recebido de volta ao nosso balneário.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:18

Outubro 17 2013
A Taça de Portugal, muitas vezes apelidada de festa do futebol, tem sido também uma verdadeira festa do golo para Cardozo e Lima, tal a eficácia que os dois atacantes do Benfica têm revelado nesta prova, com a camisola encarnada. 
O paraguaio de 30 anos conta 16 remates certeiros em 18 presenças, o brasileiro de 30 anos regista 5 festejos em 7 partidas. 
Acresce que na última edição da prova rainha, na qual o Benfica chegou à final (1-2 com o V. Guimarães), foram os dois melhores marcadores da equipa, com seis e cinco golos respetivamente.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:09

Outubro 17 2013
O avançado brasileiro Lima (Benfica) abordou, em entrevista a A BOLA, o final da época passada e as desilusões sofridas nas diferentes competições.
- O que lhe passou pela cabeça depois do aconteceu à equipa no final da época passada? À beira dos títulos e depois acabou numa frustração grande. 
«Estávamos em condições de ganhar três títulos e não conseguimos nenhum, mas é como costumo dizer: só está nas decisões quem tem qualidade. Foi pena, uma frustração grande, infelizmente isso aconteceu mas já faz parte do passado, aprendemos muito com tudo, com os erros... e aquilo que queremos é voltar a estar nessas finais outra vez. E desta vez para as ganhar. Esperamos que seja já este ano porque de certeza que estaremos mais fortalecidos e bem preparados». 
- Houve alguma abordagem neste início de época para tentarem não repetir o que se passou?
«A nossa preparação é sempre em busca das vitórias e como já disse, queremos voltar a chegar a essas finais mas desta vez ganhá-las. Aqui no Benfica não tem esse cenário de jogar com mais empenho num jogo que noutro. Temos de dar tudo sempre, seja contra o PSG, seja com o Cinfães, nosso próximo adversário. Porque é isso que os nossos adeptos exigem de nós.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:06
Tags: ,

Setembro 11 2013
Confirmações só no sábado, minutos antes do Benfica-Paços de Ferreira, mas está na forja o regresso da dupla Cardozo-Lima, que rendeu 62 golos na época passada, em todas as provas. 
O internacional paraguaio já terá as condições físicas aproximadas do ideal exigido pelo treinador, Jorge Jesus, de modo a poder alinhar de início e ter ao lado dele o brasileiro que marcou o golo da vitória frente ao Gil Vicente, por 2-1, em casa. 

Inevitável o recurso a esta fórmula. De estilos diferentes, Cardozo e Lima apresentaram, porém, números semelhantes em 2012/13 (o paraguaio fez 32 golos, o brasileiro 30, em todas as competições). 
Em par que marca não se mexe, e é nisso que estará o técnico a pensar, porque a última semana e meia deixou marcas em vários jogadores e o facto de ambos terem estado a trabalhar no conforto do centro de estágio é uma garantia de segurança. 

As circunstâncias ditaram que Cardozo e Lima possam voltar como uma dupla, no onze inicial, diante do Paços de Ferreira, algo que não acontecia desde a final da Taça de Portugal, a 26 de maio, na derrota com o V. Guimarães (1-2). 
Um Paços de Ferreira de boa memória para os dois pontas de lança, tendo em conta que os castores estão no topo do menu de degustação quer de Cardozo quer de Lima: o paraguaio já marcou por 10 vezes aos pacenses em 13 jogos, e Lima marcou sete golos em 11 desafios (quatro desses golos já em representação do Benfica).
No regresso aos encontros em casa depois do derby que marcou o regresso de Cardozo, eis o paraguaio de volta à Luz, a primeira vez depois de longa ausência. Com Lima, de preferência, o melhor acompanhamento para a cana alta (Tacuara, em guarani).
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:13

BENFICA 73
Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


subscrever feeds
comentários recentes
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...
Tanto quanto narra a história a Cinderela saiu ven...
Fosse eu a tratar deste assunto e se este está a d...
Semeaste muitos ventos ó nalguinhas! Agora, aguent...

contador visitante